Archive for the ‘Paulista 2012’ Category

Nunca Antes Na História do Maior Clube do Brasil

27/11/2013

JJUm presidente perdeu tanto em torneios mata-mata:

01)   2006 – Eliminado da Libertadores (Inter-RS)
02)   2007 – Eliminado do Paulista (São Caetano)
03)   2007 – Eliminado Copa Sul-Americana (Milionários-COL)
04)   2007 – Eliminado da Libertadores (Grêmio-RS)
05)   2008 – Eliminado do Paulista (Palmeiras)
06)   2008 – Eliminado da Libertadores (Fluminense)
07)   2009 – Eliminado do Paulista (Corinthians)
08)   2009 – Eliminado da Libertadores (Cruzeiro)
09)   2010 – Eliminado do Paulista (Santos)
10)   2010 – Eliminado da Libertadores (Inter-RS)
11)   2011 – Eliminado do Paulista (Santos)
12)   2011 – Eliminado da Copa do Brasil (Avaí-SC)
13)   2011 – Eliminado da Copa Sul-Americana (Libertad-PAR)
14)   2012 – Eliminado do Paulista (Santos)
15)   2012 – Eliminado da Copa do Brasil (Coritiba)
16)   2013 – Eliminado do Paulista (Corinthians)
17)   2013 – Eliminado da Libertadores (Atlético-MG)
18)   2013 – Vice da recopa Sul-Americana (Corinthians)
19)   2013 – Eliminado da Copa Sul-Americana (Ponte Preta)
 
Via Roberto Dias 1935
 
***(*) ******(*)

Simplesmente Fabuloso

13/10/2012

***(*) ******(*)

Rapidinhas do Lina

19/08/2012

Ganso – Já ouvi por ai que entre o jogador, empresário e Tricolor já está tudo certo, falta convencer o LAOR a aceitar a proposta do São Paulo. Ele ganha por volta de R$ 130 mil no litoral – muito pouco pela sua importância – e por isso sempre está em rota de colisão com o clube que o revelou, se sente desvalorizado. Guardadas as devidas proporções, lembra um pouco o caso do Judas que foi vendido pelo escóriacional ao Chelsea e que já tinha deixado o Morumbi pelas portas da ingratidão. Pode ser a solução para o meio campo Tricolor que não cria, por outro lado pode ser mais um problema, porque quem trai uma vez sempre repete a dose…

Ou Conca ou Montillo ? – Se não der negócio com o Ganso, o Tricolor tem que fazer um esforço e trazer um dos dois argentinos. Uma coisa é certa, em breve teremos um meia esquerda depois de tantos anos sem um pensador no meio campo.

Acordo, não negócio – Existe uma diferença enorme entre vender um jogador e fazer um acordo judicial por ele. Acho que o colunista do Estadão não refletiu corretamente sobre a questão. O São Paulo foi pressionado pela justiça – que tinha vínculos com o clube gaúcho – para resolver a questão rapidamente. Pelo que eu me lembre, o São Paulo só vendeu mal uma vez quando negociou o Kaká por menos de US$ 8 mi, negócio aliás até hoje mal explicado.

Ingratidão – Não tem jeito, no São Paulo hoje em dia ganhou é gênio, perdeu é burro. Indistintamente os comentaristas de resultados agem assim. A coisa é tão estúpida que até aquele que tem crédito eterno não é poupado. Nem o fato do manto ter uma estrela vermelha costurada pelas suas próprias mãos, o livra dos torcedores imbecis. Lavem sua boca pra falar do Rogério Ceni !

Rafael Toloi – Eu tenho um amigo que costuma dizer o seguinte: ”quem não tem grana pra comprar um quilo, compra cem gramas”. O São Paulo andou comprando cem gramas em algumas posições e pagou um preço caro por isso no paulistinha e na copa do Brasil. A tal economia sempre custa mais se a equação custo-benefício não for bem resolvida. Se é assim quando se vai ao supermercado, que dirá no futebol. O Tolói é a prova definitiva que gastar um pouco a mais faz muita diferença. Jogou demais contra a Ponte Preta e é regular, o que é mais importante.

Ney Franco, Paulo Miranda e Assunção – Contra a macaca, o Tricolor começou o jogo no 3-5-2 pra dar uma segurança maior ao sistema defensivo com o Paulo Assunção jogando na lateral direita, assim como o Muricy fazia com o Jean. Funcionou. Na sequência da partida, já a frente no placar, o Ney mudou para o 4-4-2. Colocou o Paulo Miranda para jogar por ali enquanto o Paulo Assunção voltou para sua posição no meio protegendo a defesa. Deu certo a tal ponto que o Toloi jogou uma das melhores partidas pelo clube.

Desfalque ou reforço ? – Pelo que vem jogando depois de ter começado o ano ganhando troféu como melhor lateral-esquerdo do campeonato paulista, acho que o Cortez sai em boa hora suspenso automáticamente pelo terceiro cartão amarelo no campeonato brasileiro. Contra as transformistas, coloca o Henrique Miranda que ele resolve.

Profissionalização do marketing – Outro dia me disseram que departamentos importantes do Tricolor estão entregues a pessoas que usam apenas seu tempo livre para tocar assuntos relacionados a eles. Acho louvável que um profissional gaste seu período de descanso para cuidar do clube, mas será que isso é razoável ? Acredito que não. O São Paulo é muito gigante para não ter ainda uma gestão profissional. Departamentos como o marketing por exemplo, tão sensível para as finanças do clube, era administrado desta maneira. Há a promessa de uma gestão profissional de agora em diante depois da saída do conselheiro Rogê David. Bem provável que um patrocínio master já estivesse no manto caso alguém cuidasse deste assunto com afinco em horário comercial.

Travessia a nado – Segundo o blog do Menon, o Juvenal teria prometido um supertime ao Ney Franco para a temporada 2013 caso o treinador conquiste a copa Sul-americana este ano. É mais ou menos como o papai do céu dizer a Moisés para se livrar dos egípicios no encalço sem antes abrir o mar vermelho. Vai ter que ser nadando amigo, haja coração…

Frase – “Se a bola naum bate na mão do Rafael Toloi é gol. Penalti bem marcado” – Neto ao comentar pela Band, penalti inexistente marcado a favor do Náutico na derrota Tricolor por 3×0 no meio da semana…

Frase 2 – “Não estamos fazendo nada de errado, não estamos no Mensalão, não estamos roubando ninguém”, Ney Franco, técnico do São Paulo, após ser questionado se a derrota por 3 a 0 para o Náutico havia sido vergonhosa.

Justa e coerente indignação – Rá ! Ainda dá pra desistir da Copa???

***(*) ******(*)

Rapidinhas do Lina

29/06/2012

Novo técnico – Entre os nomes que estão surgindo, gostei do Dunga e do Ney Franco. Acho que faz um bom trabalho na seleção de base. Silas, Vadão, Cuca, Muricy ( com problemas no museu ), Dorival ( questionado no Inter ), Marcelo Oliveira e outros não servem. O ideal mesmo seria o Felipão, este faz brotar água de pedra.

Leão – Até ler artigos de alguns comentaristas com detalhes de bastidores, eu achava que a sua demissão tinha sido injusta. Não se pode culpar um técnico por frustrações no paulistinha e na copa do Brasil se ele não tinha boas peças a disposição. O cara não teve uma zaga decente e um primeiro-volante disponíveis para trabalhar. Esta é a visão superficial da coisa. A verdade é que havia desgaste com todos os departamentos do clube, desde comissão técnica, diretoria e outros funcionários. Além disso tudo, ele ignorava completamente a rotina de trabalho planejada pelo pessoal da preparação física, o que  atrapalhou a melhora de condicionamento, bem como o trabalho de prevenção de lesões. Diferente do que ele fez em 2005, em 2011/2012 ele não deixou nenhum legado…

Era pós tri-brasileiro – Gosta de números ? Então veja o aproveitamento de todos os treinadores que passaram pelo clube depois da saída do Muricy Ramalho: ‘Muricy’: 257 jogos, 140 vitórias, 70 empates, 47 derrotas e 68% de aproveitamento; Ricardo Gomes: 73 jogos, 38 vitórias, 15 empates, 20 derrotas e 58,9%; Baresi: 11 jogos, quatro vitórias, um empate, seis derrotas e 39,3%; Carpegiani: 47 jogos, 30 vitórias, quatro empates, 13 derrotas e 66,6%; Adilson Batista: 22 jogos, sete vitórias, nove empates, seis derrotas e 45,4%; Leão: 44 jogos, 26 vitórias, seis empates, 12 derrotas e 63,3%.

Fabuloso – Só para ilustrar a fase, no dia da demissão do Leão o Luis Fabiano reuniu o elenco e cobrou mudança de comportamento do time. Logo ele que é totalmente destemperado. O maluco virou chefe do hospício e sugeriu até perfil de treinador. Rá ! Volta M1TO !

M1TO, Wellington e Cañete – Falando em volta M1TO, ele pode pintar em breve no time assim como o Wellington, ambos se contundiram este ano. O argentino que teve problema no ligamento cruzado posterior do joelho direito em setembro do ano passado, deveria ter voltado em maio, já que a previsão de retorno era de 6 meses da data da operação que foi em novembro. Se há atraso na recuperação do Cañete, será que vai acontecer a  mesma coisa com o capitão e o Wellington ? Tomara que não. Sai Zica !

Cotia – O bloco da inveja adora meter o pau em Cotia. Mas vocês já viram quantos caras saíram de lá pra fazer sucesso pelo mundo ? Hulk, David Luiz, Oscar, Hernanes, Breno, Leandro Damião, Romarinho ( que não gostava de estudar ), Piazon, e outros. No jogo contra a Argentina que perdemos de 4×3 jogaram nada mais, nada menos que 6 jogadores da base: Bruno Uvini, Casemiro, Oscar, Hulk, Lucas e Leandro Damião. Realmente, Cotia é uma porcaria…

Alvará de reforma do templo – A prefeitura de São Paulo deve estar infestada de gambá, tá loco ! Não dá pra entender o porquê não liberam logo este tal alvará ! Deixa o São Paulo cuidar da vida bando de invejosos !

Kassab – Este cara é uma desgraça, tudo que não presta é aprovado ontem. Imaginem que em 30 dias, o trabalho voluntário de distribuição de sopa para moradores de rua na capital paulista estará proibido, ou seja, proibiram o amor ao próximo. Se você que lê este post por acaso estiver envolvido em um trabalho voluntário lindo como este, saiba que não poderá mais fazê-lo. A idéia é que as ONGs dirijam-se aos abrigos da prefeitura e ao invés de ficar nas ruas, sugerem que façam o trabalho em locais préviamente estabelecidos. Esta prefeitura não leu a poesia que fala sobre “ir aonde o povo está”. Será que não tinha nada mais importante pra se preocupar ? Cadê o alvará do Morumbi porra ?!?

Mudanças nas regras do futebol – A partir de primeiro de julho o futebol terá novas regras. No banco de reservas poderão ficar de 3 a 12 substitutos, no brasileirão 2012 continuará a ter 7 no banco e 12 em 2013. O esparadrapo que alguns atletas usam pra prender a caneleira, deverá ser da mesma cor do meião. Gol direto de bola ao chão não será mais validado. E esta última promete altas polêmicas. O clube poderá modificar a relação de atletas que entrarão em campo antes do início da partida “sem avisar previamente a arbitragem”. Ou seja, ninguém mais terá a convicção de qual será o time adversário já que surpresas poderão aparecer.

Morumbi zero – Ridículo, vergonhoso, patético, covarde, medíocre este tipo de protesto que não sei qual torcida do São Paulo inventou. É tão estúpido quanto protestar quebrando CT e estádio ou carros de jogadores quando o time perde. É coisa de gente que não tem neurônio, coisa de quem não faz a mínima reflexão. Quer dizer, os caras querem que o clube visitante venha ao Morumbi  e jogue sem pressão. Esse protesto ajuda quem ? O São Paulo que não é. A renda do jogo serve para pagar várias despesas do clube, inclusive contratações, salarios e etc. ! Sem contar que sem a renda do jogo, o clube terá que arcar com as despesas do estádio que obrigatóriamente será aberto ao público e disponibilizado para o jogo, transformando o que deveria ser ganho financeiro em perda. Não é uma maravilha ? Ainda bem que esta  palhaçada não vai pegar, quem ama este clube vai apoiar sempre. Muito mais agora.

***(*) ******(*)

O Futuro Tricolor: Ainda Há Esperança

22/05/2012

Salve Soberania !

Como tomar decisões em momentos importantes ?

Resumidamente, a primeira coisa a fazer é estudar qual a situação atual do objeto da análise. Deve-se reforçar os pontos fortes para que se mantenham e eliminar os pontos fracos.

Depois mapeia-se o futuro através da análise de cenário – não se trata de previsão, mas de uma ferramenta usada pelas grandes empresas – que é baseada em números e em performance, criando metas a serem atingidas. A pergunta que deve fazer parte dessa análise é: “o que seria se ?”.

Neste ponto se apresentam 3 possibilidades:

1ª) Um cenário hipotético positivo ( com expectativas e metas superadas ),

2ª) Um cenário que se mantém,

3ª) Um cenário hipotético negativo ( com metas não cumpridas ), neste caso deve-se usar um plano de contenção préviamente elaborado durante o mapeamento do objeto, para diminuir o impacto negativo das metas não alcançadas. Em outras palavras, preparação para uma possível crise.

Vamos dizer que o São Paulo Futebol Clube é o objeto a ser analisado ( apenas no que diz respeito ao futebol ).

Metas: vaga para a Libertadores, um título no ano.

Qual a situação do São Paulo neste momento ? Foi eliminado pelo Santos na semi-final do campeonato paulista e está prestes a se classificar para a semi-final da copa do Brasil. Assim o cenário está em vias de se tornar positivo, porque a copa do Brasil, além de ser um título inédito na história do São Paulo é mais importante que o campeonato paulista, e o vencedor de quebra, leva uma vaga para a copa Libertadores.

Pontos fortes do time: meio campo e ataque. Pontos fracos, jogadores de defesa e sistema defensivo. Sugestão para fortalecer estes setores: contratação de zagueiro pela direita e primeiro volante marcador. Números: segundo melhor ataque do campeonato paulista, e média alta de gols sofridos. Treinador: 75% de aproveitamento nos jogos disputados até aqui.

***

O Leão é o problema do São Paulo ? É ele quem comete penaltis infantis, é ele quem perde a bola no meio de campo para o time adversário marcar seu gol ?

Não. Portanto como explicar que um técnico que tem 75% de aproveitamento pode ser demitido ? Esta média é uma das maiores do São Paulo desde o tempo do Muricy Ramalho !

No São Paulo, técnico não contrata, quiçá sugere. Quem não contratou zagueiro e primeiro volante ? Ah, mas ninguém imaginava que os que foram contratados não dariam conta do recado ou que se machucariam.

Tudo bem, eles não deram certo e outros se machucaram. Onde está o plano de contenção ? Por quê o time não tem reservas a altura ?

O Leão pediu reforços e a diretoria disse que vai contratar quando achar que é necessário. O que significa que pra eles o time não tem carências. Deve ser por isso que tiraram o Paulo Miranda da concentração em um momento constrangedor para a história do clube e torcida, tamanha a bizarrice da decisão.

É difícil ter que admitir e entrar no burburinho da imprensa sensacionalista e dos torcedores que adoram criticar a diretoria, mas infelizmente eles estão certos, em parte.

O São Paulo hoje é um clube mal dirigido, um clube sem planejamento e pior, está quase a mercê da sua sorte.

Quase, porque temos ainda os jogadores, que devem se dar conta da responsabilidade que é vestir esta camisa de inestimável valor e devem jogar por nós.

Quem sabe no meio deste grande caos, surjam heróis que levarão esse time além das nossas expectativas e marcarão seu nome na história do clube conquistando a copa do Brasil ?

O momento é deles.

Ainda há esperança.

***(*) ******(*)

Os Números Não Mentem

09/05/2012

Salve Soberania.

Estes últimos dias me fizeram recordar aquele tempo difícil de perseguição do nefasto que comandava o futebol nacional.

Coisas pra lá de malucas aconteceram: intromissão na escalação do time e um habeas corpus pra lá de discutível, na calada da noite e concedido por gente ligada ao clubinho aproveitador do sul.

Pra piorar a situação, o Tricolor vacilou e perdeu pra Ponte no jogo de ida pela copa do Brasil, agora temos a árdua tarefa de obrigatoriamente ganhar por 2 gols de diferença no Morumbi.

Dai meu silêncio nestes últimos dias. Espero queimar a língua, mas estou pessimista.

É missão impossível ? Não é, mas em todos os confrontos chave que tivemos nesta temporada, falhamos:

Travecos 1×0 São Paulo – Como dizem, este jogo é um campeonato a parte. Tudo bem que era começo de temporada com um elenco recém formado, mas era início de temporada do outro lado também.

Linense 2×1 São Paulo – Última rodada da primeira fase do paulistinha 2012, a obrigação do Tricolor neste jogo era ganhar para terminar a fase na primeira colocação, perdeu e cedeu a vantagem ao arqui-rival da marginal. Detalhe, o Linense nem se classificou para as quartas, e terminou a sua participação no campeonato em 11º lugar. Surgiu até a informação que rolou uma mala rosa para o Linense, o São Paulo deveria saber disso e usar como fator motivador. Faltou brio.

São Paulo 1×3 Santos – Depois de ter vencido e bem no primeiro encontro, o São Paulo entrou nervoso, sofreu com falhas individuais e perdeu o jogo que valia a final e possivelmente o título do campeonato paulista.

Ponte Preta 1×0 São Paulo – A desculpa disfarçada no discurso de “quem manda é a diretoria”, é que houve intromissão no futebol por parte de quem deveria se preocupar com outras coisas e por isso o elenco se abateu. Pode ser. Mas eu fico imaginando aquele profissional que trabalha sob pressão diariamente e que não pode errar. Complicado amigos deve ser trabalhar como cirurgião nos hospitais de emergência do SUS, ganhando bem menos e com muito menos condição que estes jogadores de futebol.

Estrago feito, agora é jogar o que não se jogou neste semestre. É preciso fazer o que ainda não se fez: honrar essa camisa e mostrar que este time é digno de confiança, porque os números mostram que não é.

Agora é hora de fazer o discurso virar realidade, é hora de respeitar a torcida que mais cresce no país e que vai estar apoiando.

Chega de papinho furado, chega de filosofia, de conversinha e bravatas.

O caldeirão místico vai ferver, é a hora de saber quem vai pipocar e quem vai aguentar a pressão.

E se pipocar já era, que venha outra faxina.

São Paulo x Ponte Preta, Copa do Brasil 2012
Morumbi, São Paulo, quinta-feira, dia 10.05 às 21h50.

***(*) ******(*)

São Paulo 1×3 Santos

29/04/2012

Quem nunca ouviu: “Clássico é decido nos detalhes”. Mesmo jogando melhor boa parte da partida (até quando teve forças) deste domingo, no Morumbi, o São Paulo sentiu o amargo gosto do ditado popular. Com falhas, o Tricolor perdeu para o Santos por 3 a 1 e está fora da final do Campeonato Paulista.

Mesmo com o réves, a torcida tricolor viu em campo um time guerreiro. Raça que tem sido uma das principais características da equipe na temporada. O Tricolor tentou, deu carrinho, suou a camisa. Saiu de campo eliminado, mas com a sensação de que fez o possível para isso não acontecer.

Fora do Estadual, o São Paulo concentra todas as suas forças na Copa do Brasil, onde a equipe está nas oitavas de final. Com um elenco qualificado e de jogadores experientes e talentosos, o momento é erguer a cabeça e ver que tem muito pela frente ainda.

GOL NO INÍCIO

Sem Luis Fabiano, que teve de cumprir suspensão automática por conta do terceiro cartão amarelo, Emerson Leão colocou em campo Willian José ao lado de Lucas. No meio de campo, Casemiro completou o setor com Denilson, Cícero e Jadson.

Mas os planos do São Paulo tiveram de ser mudados logo no início do jogo. Aos três minutos, Paulo Miranda dividiu a bola com Neymar dentro da área e o árbitro marcou pênalti, convertido pelo santista. Mesmo com o gol, o Tricolor foi melhor em boa parte do primeiro tempo.

O próprio Paulo Miranda acertou uma bola na trave. Mas a bola pune, como dizem por aí. Aos 31 minutos, Neymar aproveitou vacilo da defesa são-paulina e arrancou para marcar o segundo no jogo. O Tricolor seguiu tentando, mas foi para o intervalo sem conseguir ao menos um gol.

DERROTA NO SAN-SÃO

Na volta do intervalo, Leão colocou Rodrigo Caio e Fernandinho nos lugares de Piris e Jadson, respectivamente. No início da etapa final, o meia Lucas arriscou um chute forte de fora da área. A bola não entrou, mas o lance empolgou a torcida são-paulina, que começou a jogar junto com o time.

O Tricolor seguiu com mais volume de jogo, mas o Santos assustou ao marcar um gol, corretamente anulado pelo árbitro. Aos 15 minutos, Willian José acertou a trave. Mas o camisa 19 não deixou passar aos 18, após receber dentro da área, cortar o zagueiro e diminuir  o placar. Pressão tricolor.

Aos 20, Cícero cobrou falta com categoria e Aranha se esticou todo para salvar o empate são-paulino. Aos 30, para deixar o time mais ofensivo, Leão fez a última mudança: Osvaldo entrou no lugar de Casemiro, que saiu aplaudido pela torcida.

Mas o dia parecia não ser mesmo do Tricolor. Minutos depois, Neymar arriscou de fora da área e Denis falhou. Gol santista que caiu como um balde de água fria para os são-paulinos. A partir daí, foi na base da raça, na vontade. Porém, clássico não se pode falhar. E o São Paulo está fora da final do Campeonato Paulista.

REAPRESENTAÇÃO

O elenco são-paulino se reapresentará na tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda. Na quarta-feira, o São Paulo enfrentará a Ponte Preta, em Campinas, pela primeira partida das oitavas de final da Copa do Brasil. A volta está marcada para o Morumbi, dia 10 de maio.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 3 SANTOS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 29 de abril de 2012, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Paulo César de Oliveira (SP)
Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho e Vicente Romano Neto (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Vinicius Furlan e Leandro Bizzio Marinho (ambos de SP)
Público: 47.771 pagantes
Renda: R$ 2.033.374,00
Cartões amarelos: Paulo Miranda, Piris, Cícero e Rodrigo Caio (São Paulo); Maranhão e Aranha(Santos)
Cartão vermelho:
Cícero (São Paulo)
Gols: SÃO PAULO: Willian José, aos 18 minutos do segundo tempo; SANTOS: Neymar, aos três (pênalti) e aos 31 minutos do primeiro tempo e aos 32 do segundo

SÃO PAULO: Denis; Piris (Rodrigo Caio), Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denílson, Casemiro (Osvaldo), Cícero e Jadson (Fernandinho); Lucas e Willian José Técnico: Emerson Leão

SANTOS: Rafael (Aranha); Maranhão, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano, Arouca, Elano e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Alan Kardec (Rentería) Técnico: Muricy Ramalho

Via Gazeta Esportiva

Gols

Relacionados

Em 1983, Darío Pereyra marcou o gol da vitória contra o Santos

Grupo lamenta derrota no clássico, mas pede rápida recuperação

Leão: “Amassamos o adversário, mas não conseguimos”

Bastidores de São Paulo 1 x 3 Santos

Torcida são-paulina bate recorde de público no Paulista

***(*) ******(*)

Próxima Partida: Ponte Preta x São Paulo, Copa do Brasil 2012,  Moisés Lucarelli, Campinas, quarta-feira, dia 02.05 às 21h50.

Rapidinhas do Lina

23/04/2012

Sugestão ao marketing – Faltam 11 figurinhas pra eu completar meu álbum São Paulo Histórico. Achei o maior barato comprar, trocar figurinhas e tal. Mas já que fizeram o álbum falando da história Tricolor de forma geral, poderiam fazer agora um pra cada título conquistado. Um pra cada brasileiro, um pra cada libertadores e um pra cada mundial. Seria maravilhoso poder guardar a história destas jornadas e ter as fotos de todos os heróis destas conquistas. Atenção marketing Tricolor, vai nessa que é sucesso garantido.

Dinheiro não deveria ser prioridade – Tava pensando comigo, se esses boleiros não fossem tão burros e decidissem suas próprias vidas por si mesmos. Se isto fosse assim, no time do São Paulo hoje teríamos Nilmar e Oscar formando um dos melhores times do Brasil. Já é forte, mas seria poderosíssimo. Do meio pra frente, um time de dar inveja a muita equipe de ponta da europa. Viajei aqui e fiz a minha escalação se todo mundo que eu queria ( e que foi noticiado ) viesse para o Morumbi: Rogério Ceni, Cicinho, Breno, Rhodolfo e Cortez. Wellington, Cícero, Lucas e Oscar. Nilmar e Fabuloso. Que pena, que gente burra !

Como não aliciam ? – Se o Escóriacional não alicia o Oscar, por quê eles e o staff do jogador não deixam ele falar com a diretoria do São Paulo ? Medo de quê ?

90 dias – O Oscar não vai segurar a pressão. Pelo que eu entendi do parecer do juiz do TST, o processo foi extinto e ele sugeriu que voltasse ao TRT-SP para que seja julgado o mérito da causa. Bom, no TRT o jurídico Tricolor já ganhou por 3×0 seu recurso, que diga-se demorou um bom tempo pra ser julgado. Se demorar muito, o moleque vai perder as olimpíadas, libertadores, brasileiro e etc. Se o São Paulo ganhar no TRT novamente, o que é bem provável, já que tinha ganho de forma unânime, ai o processo volta para o TST em novo recurso do jogador e se o Tricolor ganhar de novo vai para o STF. Como o jurídico do São Paulo conhece os trâmites, afinal são advogados de primeira linha, o São Paulo soltou nota dando 90 dias para a volta do mal-orientado jogador. Isto não quer dizer em hipótese alguma que o clube cantou vitória como aquele imbecil gambá falou em seu blog.

Wilson Seneme – Ainda que o Fabuloso tenha entrado forte no adversário, o critério e o rigor aplicados por ele não foram o mesmo para o outro time. Por exemplo, no primeiro-tempo, um jogador do Bragantino levou um drible do Cortez e ficou no chão. Sem titubear, ele deu um rapa no Cortez e nem amarelo levou. O Cortez sentiu e reclamou. Foi uma falta muito pior que a do Fabuloso. Por isso que o centro-avante matador saiu revoltado com o zé mané. Mas não me surpreende a sua atuação, basta ver aqui, o histórico dos erros crassos desse cidadão contra o Tricolor em momentos decisivos.

São Paulo x Santos – Jogo complicado, mas se até o Barcelona que é o melhor time do mundo levou duas piabas seguidas ( Chelsea e Real Madrid ), por quê o museu que não é nada demais não pode também ? O São Paulo tem Lucas, WJ e Casemiro, além de Cortez, Cícero e Rhodolfo. Confio nesses caras.

Casemiro – Não sei quanto a vocês, mas o Casemiro anda enfiando cada bola pros companheiros fazer gols, que se eu fosse o Leão arrumava lugar de titular no time pra ele. Contra o museu que gosta de atacar, uns passes rápidos na hora do contra-ataque, matava o jogo pra gente. O famoso pega ratão.

O verdadeiro derby – Ponte Preta e Guarani honraram suas cores e mostraram pra que vieram. O curica amigos sem padrinho, não vai ganhar nem torneio de bolinha de gude daqui pra frente. Mesmo assim o péssimo juiz,  arrumou um gol pra elas depois de uma falta em um jogador da macaca que o apitador fingiu que não viu. O técnico pontepretano ficou tão revoltado que foi expulso. No outro jogo, o dos Guaranis, claro deu o Guarani original. A torcida do Fasci Me Rir estava toda feliz com Barcos e sei lá mais quem. Comemoraram tanto que não pagaram salários… Como querem passar de fase desse jeito ?

Cobertura – Complicado sair o tal alvará para a cobertura não ? Hoje li que pode sair em 15 dias. Que dificuldade ! Para o estádio assassino, aquele que mata gente em filas de hospitais por falta de médicos e leitos – afinal pra saúde não tem dinheiro, tudo saiu voando. Eles não querem correr o risco de ver a nossa casa reformada antes daquela aberração arquitetônica, até porque cá entre nós, o projeto da reforma do Morumbi além de muito mais show, é muito mais digno afinal, não terá dinheiro sujo de sangue.

Abandonados a própria sorte – De quê adiantou rachar o C13, puxar o saco do imperador, fazer média com a globo ? Conseguiram a copa do Brasil 2009, o brasileiro de 2011 e um estádio feito as custas de sangue de inocentes. E dignidade, cadê ? Isso não se compra e não se conquista com puxa-saquismo, aliás a dignidade e o puxa-saquismo nunca são vistos juntos. A globo tirou jogos dos “aliados” para dar para Museu e Fasci Me Rir no brasileirão. E o puxa-saco mor já sabe que depois das olimpíadas vai pegar o caminho da roça junto com o seu treinador . O padrinho se mandou, e não quis nem saber dos protegidos. Muy amigo…

Mala rosaCoisa feia a informação que surgiu que ofereceram presentinho para o Linense no jogo contra o São Paulo hein ? Eles ganharam, aliás voaram em campo. De qualquer maneira, nós estamos nas semi-finais. Não adiantou nada.

Quanta fidelidade… – O tempo passa e os mitos vão caindo, um por um. O programa mais visto na TV fechada no primeiro trimestre do ano, foi São Paulo e Mirassol. Por outro lado, o time que não tem libertadores, marcou o pior índice de audiência na globo ( tv aberta ), nesta temporada: 21 pontos. Detalhe, o São Paulo foi mais visto em TV paga e os gambás os piores em TV aberta. E era jogo de libertadores ! Nem elas acreditam que conseguem ganhar uma.

Por quê o Kaká não é convocado ? – O técnico da seleção, que está na corda bamba, tem optado por não chamar o jogador do Real Madrid nas suas últimas convocações. Na pré-lista das Olímpiadas, costam Ronaldinho Gaúcho e Ganso. Brincadeira, mas o Kaká está voltando a ser o velho jogador que decidia, enquanto o gaúcho está em plena decadência, portanto não faz sentido. Bom, não fazia sentido até eu ver o vídeo a seguir. Assista e veja como a seleção brasileira está curicanizada. Não vão querer dar moral pra um cara que declarou pra quem quer ouvir, pra onde ele quer voltar assim que deixar a europa.

***(*) ******(*)

Faça Como o Curica

22/04/2012

Veja as semi-finais do paulistinha pela TV.

***(*) ******(*)

São Paulo 4×1 Bragantino

21/04/2012
By Queco

By Queco

O atacante Luis Fabiano foi o grande nome deste sábado, em todos os sentidos. Pelo lado positivo, o camisa 9 fez dois gols na vitória sobre o Bragantino por 4 a 1, no Morumbi, e classificou o São Paulo para as semifinais do Campeonato Paulista. Dos 136 gols pelo Tricolor, 76 foram no estádio são-paulino.

Mas, por outro lado, Fabuloso perdeu um pênalti diante da equipe de Bragança. Se fosse só isso estava bom. No entanto, o atacante tomou o terceiro cartão amarelo e está fora da semifinal. Lance que gerou muita revolta do jogador, que fez críticas ao árbitro.

Além de Fabuloso, Fernandinho e Osvaldo também marcaram neste sábado. Com o resultado, o Tricolor agora espera o vencedor de Santos e Mogi Mirim, que jogarão neste domingo, na Vila Belmiro. O vencedor será o adversário do São Paulo, no Morumbi, por uma vaga na final do Paulista.

TRICOLOR NA FRENTE

O São Paulo entrou em campo com a escalação já prevista. Cícero e Fernandinho, desfalques no último jogo, voltaram. Sem dar espaços para o Bragantino, o Tricolor tomou conta do primeiro tempo e teve as principais chances. Tanto que chegou ao gol.

Aos 19 minutos, o meia Jadson deu linda assistência para Fernandinho, que só teve o trabalho de tocar na saída do goleiro. Foi o segundo gol do camisa 12 no Morumbi neste ano, o sexto no geral. Além do gol, Fernandinho seguiu buscando o jogo e foi bastante acionado pelos companheiros.

Do outro lado, Lucas, como de costume, seguiu infernizando os adversários. Com velocidade, o camisa 7 tentava ampliar o marcador. No fim do primeiro tempo, entretanto, uma lamentação. Luis Fabiano recebeu o terceiro cartão amarelo e está fora das semifinais do Paulista.

FABULOSO DECIDE

O Bragantino começou melhor o segundo tempo. Nos primeiros minutos, duas boas chegadas. Na segunda, o goleiro Denis fez ótima defesa com o pé e evitou o empate. Para esfriar o rival, a torcida são-paulina começou a gritar nas arquibancadas e incentivar os atletas.

Mas, aos sete minutos, Luis Fabiano tratou logo de mostrar quem manda no Morumbi. Em cobrança precisa de falta, o camisa 9 marcou um golaço e ampliou o placar. Minutos depois, Fernandinho sofreu pênalti. Na cobrança, Fabuloso poderia ter feito o segundo no jogo, mas errou o pênalti. A bola acertou a trave.

O Bragantino diminuiu aos 19, com o zagueiro Júnior Lopes. Logo após o gol, Leão fez a primeira mudança na equipe e colocou Casemiro no lugar de Jadson. E o camisa 28 demorou apenas alguns minutos para dar lindo passe para Luis Fabiano, que fez o terceiro do Tricolor.

No fim, Leão tirou Lucas, que merecia um gol do tanto que chutou. No seu lugar, Osvaldo entrou cheio de pique. Aos 38 minutos, o camisa 17 fez um golaço e completou a goleada. Na comemoração, o atacante correu no símbolo do São Paulo e a torcida foi ao delírio. Festa e classificação para o Tricolor.

REAPRESENTAÇÃO

Após o jogo deste sábado, o elenco são-paulino descansará no domingo e poderá curtir o dia livre com a família. O grupo só se reapresentará na segunda-feira, em horário a ser definido pela comissão técnica tricolor.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 4 x 1 BRAGANTINO

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 21 de abril de 2012, sábado
Horário: 18h30 (de Brasília)
Renda:  R$ 828.845,00
Público:  25.555 pagantes
Árbitro: Wilson Luiz Seneme
Assistentes: Herman Brumel Vani e Danilo Ricardo Simon Manis
Assistentes adicionais: Marcelo Aparecido de Souza e Marcelo Rogério
Cartões amarelos: Paulo Miranda e Luis Fabiano (São Paulo); Wellington, Eder, Luiz Henrique e Victor Ferraz (Bragantino)
Gols:
SÃO PAULO: Fernandinho, aos 18 minutos do primeiro tempo; Luis Fabiano, aos sete e aos 23, Osvaldo, aos 38 minutos do segundo tempo.
BRAGANTINO: Júnior Lopes, aos 19 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Dênis; Piris, Rhodolfo (João Filipe), Paulo Miranda e Cortez; Denilson, Cícero e Jadson (Casemiro); Fernandinho, Lucas (Osvaldo) e Luis Fabiano Técnico: Emerson Leão

BRAGANTINO: Rafael Santos; Júnior Lopes, André Astorga, Luiz Henrique (Léo Jaime) e Eder; Serginho, Cambará (Wellington), Victor Ferraz e Fernando Gabriel; Romarinho (Paulo Roberto) e Giancarlo Técnico: Marcelo Veiga.

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Goleada no Morumbi deixa elenco satisfeito: “Um grupo vencedor”

Fora da semifinal, Fabuloso: “Lamentável”

Careca “estreia” no Navio Tricolor

Em 1989, o São Paulo eliminou o Bragantino no Paulistão

Seis anos sem o mestre Telê Santana

Leão: “Nosso time mereceu vencer”

Bastidores de São Paulo 4 x 1 Bragantino

Eu no Morumbi: São Paulo x Bragantino

***(*) ******(*)

Próxima Partida: Ponte Preta x São Paulo, Copa do Brasil 2012,  Moisés Lucarelli, Campinas, quinta-feira, dia 26.04 às 21h50.

Linense 2×1 São Paulo

15/04/2012

Nem o mais pessimista torcedor poderia imaginar uma derrota do São Paulo para o Linense. Afinal, a equipe vive ótima fase e vinha de 11 vitórias seguidas na temporada. Mas, com muitos desfalques (apenas seis jogadores no banco de reservas), o Tricolor perdeu por 2 a 1, na tarde deste domingo, em Lins.

A derrota causa alguns danos ao São Paulo. Além de perder a invencibilidade de 14 partidas, o Tricolor deixou a liderança do Campeonato Paulista e terminou a primeira fase da competição na segunda colocação. Desta forma, o Bragantino será o adversário nas quartas de final.

O último revés – e único até então – havia sido no dia 12 de fevereiro para o Corinthians, no Pacaembu. Desde então foram 12 vitórias e dois empates. Apesar do “estrago” da derrota, o São Paulo chegará às finais do Paulista forte e pronto para disputar o título estadual.

ZAGUEIRO ARTILHEIRO

Com desfalques, o técnico Emerson Leão promoveu as entradas de Maicon e Osvaldo na equipe titular. Apesar disso, os anfitriões abriram o placar no interior. Aos nove minutos, Andrade cobrou falta, a bola desviou na barreira e enganou o goleiro Denis, que nada pode fazer.

Mesmo com o gol, o Tricolor seguiu melhor que o adversário e começou a tomar conta da partida. Aos 23 minutos, Jadson cobrou escanteio pela direita e Rhodolfo, de cabeça, completou para o fundo da rede. Foi a quinta assistência do camisa 10 para o zagueiro na temporada.

Luis Fabiano e Denilson levaram perigo ao gol do Linense, mas foi novamente o time da casa que ficou em vantagem no placar. No fim do primeiro tempo, o zagueiro são-paulino Paulo Miranda tentou cortar cruzamento, mas tocou contra o próprio gol.

DERROTA NO INTERIOR

Na volta do intervalo, Willian José, artilheiro do time no Campeonato Paulista, entrou no lugar de Osvaldo. Com o camisa 19 em campo, o São Paulo buscava jogada com os seus centroavantes, mas não encaixa um bom ataque. Aos 14 minutos, o atacante Rafinha entrou no lugar de Piris.

Um minuto depois, em jogada iniciada por Rafinha, Cortez teve ótima chance, porém errou o chute. Leão ainda faria uma última alteração: Jadson por Rodrigo. Com mais posse de bola, o Tricolor seguiu com o controle do jogo. No entanto, nenhum ataque que assustasse o Linense.

Aos 31 minutos, Rodrigo Caio tentou de cabeça e a bola passou muito perto do travessão. Na sequência, Rafinha fez ótima jogada pela direita, a bola passou por todo o gol e Willian José chegou atrasado no lance. A equipe buscou o empate até o último minuto, mas não consegui. Agora é levantar a cabeça e se preparar para o mata-mata.

SEMANA LIVRE

Como já está classificado para as oitavas de final da Copa do Brasil, o São Paulo terá a semana livre para treinos. A equipe só voltará a campo no próximo fim de semana para encarar o Bragantino, pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
LINENSE 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Estádio Gilberto Siqueira Lopes, em Lins (SP)
Data: 15 de abril de 2012, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Luis Vanderlei Martinucho (SP)
Assistentes: Carlos Alberto Funari e Renata Ruel Xavier de Brito (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Fabio de Jesus Volpato Mendes e Regildenia de Holanda Moura (ambos de SP)
Cartões amarelos: Fábio Lima, Elias e Douglas (Linense); Denilson (São Paulo)

Gols: LINENSE: Andrade, aos nove, e Paulo Miranda (contra), aos 44 minutos do primeiro tempo, SÃO PAULO: Rhodolfo, aos 24 minutos do primeiro tempo

LINENSE: Douglas; Marcelo, Fabão, Bruno Quadros e Fábio Lima; Elias, Andrade, Éder e Lenilson (Ademir Sopa); Chimba (Wellington) e André Luiz (Fausto) Técnico: Pintado

SÃO PAULO: Denis; Piris (Rafinha), Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denilson, Maicon e Jadson (Rodrigo Caio); Lucas, Osvaldo (Willian José) e Luis Fabiano Técnico: Emerson Leão

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Para Leão, derrota em Lins fará Tricolor amadurecer

Fabuloso: “Mata-mata não permite erros”

Emerson Leão terá reforços contra o Bragantino

Elenco lamenta derrota, mas diz: “Um jogo não apagará tudo que fizemos”

Bastidores de Linense 2 x 1 São Paulo

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Bragantino, Paulistinha 2012,  Morumbi, São Paulo, sábado, dia 21.04 às 18h30.