Archive for the ‘Paulista 2011’ Category

Nunca Antes Na História do Maior Clube do Brasil

27/11/2013

JJUm presidente perdeu tanto em torneios mata-mata:

01)   2006 – Eliminado da Libertadores (Inter-RS)
02)   2007 – Eliminado do Paulista (São Caetano)
03)   2007 – Eliminado Copa Sul-Americana (Milionários-COL)
04)   2007 – Eliminado da Libertadores (Grêmio-RS)
05)   2008 – Eliminado do Paulista (Palmeiras)
06)   2008 – Eliminado da Libertadores (Fluminense)
07)   2009 – Eliminado do Paulista (Corinthians)
08)   2009 – Eliminado da Libertadores (Cruzeiro)
09)   2010 – Eliminado do Paulista (Santos)
10)   2010 – Eliminado da Libertadores (Inter-RS)
11)   2011 – Eliminado do Paulista (Santos)
12)   2011 – Eliminado da Copa do Brasil (Avaí-SC)
13)   2011 – Eliminado da Copa Sul-Americana (Libertad-PAR)
14)   2012 – Eliminado do Paulista (Santos)
15)   2012 – Eliminado da Copa do Brasil (Coritiba)
16)   2013 – Eliminado do Paulista (Corinthians)
17)   2013 – Eliminado da Libertadores (Atlético-MG)
18)   2013 – Vice da recopa Sul-Americana (Corinthians)
19)   2013 – Eliminado da Copa Sul-Americana (Ponte Preta)
 
Via Roberto Dias 1935
 
***(*) ******(*)
Anúncios

O Centésimo Gol do M1TO: 27.03.2011

27/03/2013

Salve Soberania !

Hoje o M1T00 comemora DOIS anos do seu centésimo gol.

Data que também pode ser chamada de “o verdadeiro dia da internacionalização travesti”, fica a teu critério.

Antes disso era small, segundo a CNN.

***(*) ******(*)

O Ataque das Velhas Rabugentas

15/09/2011

Por Marcelo Abdul

Atenção futebolista!

Hoje em dia é proibido de você ter uma opinião!

Se tiver algo para dizer do árbitro, de um empresário, de um presidente de clube ou de um companheiro de profissão muito cuidado.

Milhares de pessoas vão interpretar mal o que você fala e te malhar como um Judas Iscariotes e parasafreando um fã do Restart

“ Te xingar muito no Twitter”.

Ui!

Amigos. Como o futebol está pedante, careta e babaca. Foi só o Rogério Ceni falar uma frase sobre o Neymar que o mundo todo quase caiu sobre o goleiro artilheiro.

Ok. Vamos ser francos. O guarda redes são paulino exagerou  quando disse que o craque santista simulava 50% das faltas.

Mas qual o problema dele ter expressado isso? O Neymar é o Mahatma Ghandi ou  a madre Tereza de Calcutá? Ele não finge faltas como grande parte dos atacantes do futebol brasileiro?

Alguns torcedores se esquecem que no futebol, certas malandragens são permitidas. O Neymar pode simular faltas sim porque é do jogo. Como craque, ele pode muito bem usar isso a favor dele, como já fez muitas vezes.

Mas o problema de toda essa ladainha nem é a frase do Rogério Ceni e nem o “caí caí” do jovem talento praiano. O pior é ver um monte de torcedor dissimulado interpretar mal uma frase e criar um conflito mítico entre o bem e o mal. A “pobre criança” Neymar contra o “demônio do apocalipse” Rogério Ceni.  Sites, blogs,  jornais e até o presidente do Santos se manifestaram estupidamente.

Dá pra sentir o cheiro de enxofre a cada frase odiosa contra o goleiro por causa de um comentário. Uns falam em inveja, ódio ao garoto da Vila, mágoa, ressentimento pela paradinha entre outras interpretações imbecis.

Não colegas. Rogério Ceni não odeia o Neymar. Aposto que ele sente até uma grande admiração pelo rapaz como todo o torcedor brasileiro amante do bom futebol. O são paulino falou o que ele vê dentro do campo e que acontece em quase todos os gramados do Brasil . Atacante, se puder simula. E tem árbitro banana que apita. Faz parte do jogo de futebol. Com alguns juízes dá certo mas com um Leandro Vuaden não.

Mas as pessoas, maldosas como são, tentam levar tudo para um lado maniqueísta e criam dicotomias inexistentes sem o menor sentido.

Neymar é caçado, recebe e dá porrada e se puder simula faltas sim. Porque ele joga futebol,  não bocha. Assim como o Rogério Ceni se adianta algumas vezes em cobranças de pênaltis e faz cera quando a partida está para acabar. É futebol meu filho!

Com a vinda da internet o torcedor virtual se transformou em uma espécie de Cacilda da fofoca. Aquela velha rabugenta que fala mal de tudo o que você faz em sua vida.  Mas o torcedor é um ser passional e irracional. Isso nós até podemos entender na blogosfera  onde todos são valentões.

O duro é ver  jornalista e até cartola  dar atenção para isso e cair nessa onda fascínora de “espancamento virtual”.

A rabugice tomou conta definitivamente do futebol brasileiro. O pessoal necessita tirar as vendas do seu fanatismo e começar a assistir futebol de verdade.  Daí quem sabe um atleta possa falar tudo o que realmente pensa sem ser admoestado por isso.

Mas por enquanto, pelo que vimos, esse dia está muito longe.  Nós teremos que nos conformar com as frases. ” O grupo tá fechado”, “Perdemos agora é bola pra frente” e aquelas falas que os jogadores repetem há vinte anos e que agradam os cartolas e a imprensa pseudo-intelectual.

Esse é o hipócrita futebol brasileiro.

Relacionados

Qual crime Rogério Ceni cometeu?

Ceni é chato; e Neymar, cai-cai

A Pequena Sereia

***(*) ******(*)

Felipão e as Teorias Conspiratórias

02/05/2011

Quando um torcedor apaixonado que acompanha as notícias do seu clube em jornais, revistas, rádio e TV, diz que existem pessoas trabalhando contra seu clube nos bastidores, podem até dizer que isso é coisa de paranóico com suas teorias conspiratórias, como eu já ouvi várias vezes.

Mesmo tendo informações que justificam e comprovam estas teorias, algumas pessoas as rechaçam, incluindo profissionais da imprensa que acreditam na lisura de campeonatos e de outras escolhas “técnicas”.

Então o que se tem é o embate entre o pensamento passional contra a visão racional do profissionalismo, sobre questões que envolvem o glorioso esporte e clube que nós torcedores amamos.

Mas o que dirão estas pessoas, quando um profissional do futebol – pressupõe-se portanto que o tal aja com a racionalidade e lucidez – faz declarações como estas:

  • Sobre o Morumbi

“Esqueçam o Morumbi porque tem gente que é contra. Eles (São Paulo) sabem contra quem estão brigando. Eles é que têm de vir a público e falar dos conchavos que são feitos. Eu queria jogar no Morumbi e deixei isso claro aos meus dirigentes. Isso porque entendia que teríamos vantagem com a presença de 60 mil palmeirenses. Além de empurrar o time, teríamos um ganho financeiro. Só que meia hora depois veio o aviso que o Morumbi está vetado, está proibido. Eu não posso explicar aqui a razão. Só sei que não tem como jogar no Morumbi. Temos que saber até que ponto pode ir. E mando um aviso para o São Paulo: eles não vão ajeitar isso nem agora e nem no futuro”.

  • Sobre o sorteio, arbitragem e credibilidade do paulistinha

“A credibilidade do campeonato está em jogo desde o sorteio”, afirmou Felipão. Quando perguntado se a escalação do árbitro foi premeditada, Scolari confirmou.

“É natural. Premeditado. É natural. Ele [Paulo César de Oliveira] tem um dossiê de 26 jogos. Todo mundo sabe. Tem duas solicitações. Uma para a CBF e uma para a Federação Paulista de Futebol para não colocar o árbitro”.

Luis Felipe Scolari

Não são declarações de alguém que é normalmente lesado pelos bastidores, ao contrário, são palavras de alguém que é beneficiado o tempo todo pela “máquina”, pelo sistema, o que faz estas palavras serem ainda mais relevantes.

Será que o técnico verde também é um paranóico ?

Contra quem será que o São Paulo está brigando nos bastidores para conseguir emplacar o Morumbi na copa, uma vez que o travecão vai continuar a ser maquete ?

Quem é que não quer que o Morumbi seja usado para o derbi paulistano ? Eu não quero.

Quem é que direciona sorteios de árbitros e como isto é feito ?

Quem vai responder estas questões ?

Eu já respondi a maioria delas, mas opinião de torcedor apaixonado não vale, com a palavra “os profissionais”…

Relacionados

Felipão acusa arbitragem premeditada e revela veto ao Morumbi

Scolari coloca em dúvida credibilidade do Campeonato Paulista

 ***(*) ******(*)

São Paulo 0x2 Santos

02/05/2011

Salve Soberania !

Depois do massacre do primeiro tempo, com chances inacreditáveis que foram perdidas, Muricy Ramalho, tão criticado por boa parte da torcida igualou forças tirando um atacante e colocando um meio campista.

Então o talento fez a diferença. Talento aliás que faltou no Tricolor graças as ausências de Lucas, Rhodolfo e Fabuloso.

Além de tudo esse museu de merda tem muita sorte…

Mas tem o brasileiro pela frente, o que é deles está guardado.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 2 SANTOS

Local: Estádio Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 30 de abril de 2011, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Público: 44.675 pagantes
Renda bruta: R$ 1.232.468,00
Árbitro: Raphael Claus (SP)
Assistentes: Luis Alexandre Nilsen e Mauro André de Freitas (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Rodrigo Braghetto e Marcelo Rogério (ambos de SP)
Cartões amarelos: Casemiro e Miranda (São Paulo); Paulo Henrique Ganso (Santos)

GOL:
SANTOS: Elano, aos 15, e Paulo Henrique Ganso, aos 27 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Xandão, Alex Silva e Miranda; Jean, Casemiro (Fernandão), Carlinhos Paraíba, Ilsinho (Willian José) e Juan; Marlos (Rivaldo) e Dagoberto
Técnico: Paulo César Carpegiani

SANTOS: Rafael; Jonathan, Edu Dracena, Durval e Léo (Alex Sandro); Arouca, Danilo, Elano (Adriano) e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Zé Eduardo (Bruno Aguiar)
Técnico: Muricy Ramalho

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Avai, Copa do Brasil, Morumbi, São Paulo, sábado, dia 04.05 às 21h50.

Die With Honor

30/04/2011

***(*) ******(*)

Rapidinhas do Lina

29/04/2011

Alex Silva – Mesmo o presidente dizendo via imprensa que contrataria o jogador, o xerifão não é unanimidade entre a diretoria do clube. Um dos argumentos contra a sua permanência, é o fato do jogador ter três operações em um dos seus joelhos e que de tempos em tempos ele tem que parar para fazer fortalecimento muscular no Reffis.

Twitter – Isto somado ao questionável comportamento do jogador que desrespeitou o presidente via twitter, pode selar sua saida do Morumbi. Ainda que tivesse razão – afinal o JJ chamou o jogador de mentiroso, ao dizer que a proposta do Sporting não existia – não deveria ter sido ali o canal de comunicação entre as partes.

Raça – Só que mesmo assim, com o joelho inchado, o jogador já avisou que quer ir para o jogo contra o Santos. E é esse espírito que fez o São Paulo ganhar a maioria dos seus títulos. Na minha opinião, tem que manter o zagueiro.

Arbitragem – Três penalties não marcados para o São Paulo contra a Portuguesa meus amigos, TRÊS ! Isto é uma vergonha, indecência, putaria franciscana. Agora o que enche, é que ninguém toma nenhuma providência contra o árbitro, o cara lesa um clube e se vacilar ainda ganha prêmio.

Arbitragem 2 – Alguém consegue explicar por quê o árbitro Guilherme Ceretta apitou duas partidas seguidas do Guarani da Turiassú na copa do Brasil ?

Arbitragem 3 – Alguém consegue explicar como que a informação adiantada pelo jornal da Tarde, a de que o árbitro Paulo César de Oliveira teria sido o escolhido em comum acordo entre Travestis e Fasci Clube, se confirmou no “sorteio” de árbitros de ontem na sede da FPF ? Leia mais aqui, aqui e aqui

Lucas – O STJD deu “apenas” uma advertência para o jogador segundo os jornais. Ninguém falou mais nada, ficou por isso mesmo. O muleque do gol foi expulso injustamente, ficou fora de um jogo automaticamente e ainda recebeu uma advertência ?!?!?!? E o ladrão que expulsou o menino sem motivo, recebeu alguma punição ? Sabe o que aconteceu com ele ? Nada !

Gramado – Falaram tanto do gramado do Morumbi para o jogo contra o Goiás e ontem o que se viu parecia um tapete. Até o reporter Márcio Spimpolo da Jovem Pan confirmou que apesar de algumas falhas, poucas diga-se de passagem, o gramado estava surpreendemente bom e que existem estádios com gramados em piores condições pelo Brasil. A imprensa gambá adora encher o saco…

Exposição – Um dos argumentos dos clubes aliados a TV Lixo, “era” que em outras emissoras a exposição aos seus patrocinadores seria menor e a pedido deles ( os parceiros ), os clubes deveriam fechar com a emissora carioca. Até faz sentido essa argumentação. Só que eu acabo de ler que os naming rights das arenas que alguns clubes estão planejando construir ou reformar, não faz parte do contrato que tais agremiações fizeram com a TV do monopólio, ou seja, se alguém investir em um estádio, não vai ouvir o narrador chamar a arena pelo nome da sua empresa, mas pelo nome original. Bem feito.

Arena 25 – Isso não afeta em nada as negociações do São Paulo para a Arena 25, afinal apenas parte do estádio terá este nome, que é a área destinada a shows atrás de um dos gols, o templo continuará a ser chamado de Morumbi. Cícero Pompeu de Toledo.

Outra vitória – Mais uma do JJ na oposição do São Paulo. As eleições realizadas quarta-feira passada foram confirmadas pela justiça. Mas cabe recurso.

Muricy – Pela primeira vez o São Paulo vai encontrar o seu antigo técnico do outro lado. É a primeira decisão em que o treinador vai enfrentar seu ex-clube. Desculpe Muriçoca, mas você vai levar a pior.

DaGODberto – 13 gols na temporada e subindo. O Museu que se cuide…

 ***(*) ******(*)

São Paulo 1×0 Goiás

28/04/2011

Infelizmente eu não vi o jogo ontem, só cheguei em casa faltando 5 minutos para o final, então nem vou dar palpite.

Mas o pouco tempo de jogo que eu vi, Deus guardou pra mim os dois passes milimétricos do Rivaldo municiando o ataque do São Paulo.

O cara tem lugar neste time ai ! Abre o olho PCC !

***

O São Paulo não precisou exibir seu melhor futebol para avançar às quartas de final da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira, o Tricolor teve um desempenho pouco empolgante, mas fez o suficiente para vencer o Goiás por 1 a 0 e assegurar a classificação.

Como já havia derrotado o adversário no Serra Dourada pelo mesmo placar, o time de Paulo César Carpegiani teve calma para marcar o gol da vitória logo no início do confronto desta quarta, com chute cruzado de Dagoberto.

A partida marcou o retorno do São Paulo ao estádio do Morumbi depois de mais de um mês, já que o estádio havia sido alugado para shows de Iron Maiden, Shakira e U2. O time volta a jogar em casa na tarde de sábado, mas pela semifinal do Campeonato Paulista, contra o Santos.

Já pela Copa do Brasil, o próximo adversário do Tricolor será o Avaí, que eliminou o Botafogo em jogo tumultuado.

O jogo: O São Paulo não encontrou tantos problemas com o gramado do Morumbi e teve tranquilidade para tocar a bola desde o início, buscando espaço na defesa do Goiás. Até pela necessidade de obter um resultado positivo, o time esmeraldino descartou jogar na retranca e buscou jogadas na frente, mas com menos criatividade.

O problema para o time visitante foi perder seu líder, o goleiro Harlei, que sentiu uma lesão muscular na coxa antes dos dez minutos e precisou ser substituído por Pedro Henrique. A primeira boa chance do Tricolor saiu aos 13 minutos, quando Casemiro se livrou da marcação pela intermediária e chutou forte, rasteiro, para defesa do goleiro, que ainda precisou da ajuda da zaga para tirar o rebote.

Com Alex Silva confirmado na equipe depois de se recuperar de dores no joelho direito, o time da casa se postou bem na defesa e foi ao ataque para abrir o placar aos 19. Sob chuva fraca no Morumbi, Zé Antônio escorregou perto do meio-campo e não conseguiu impedir Carlinhos Paraíba de avançar em velocidade, até tocar na direita para Dagoberto, que dominou livre para chutar cruzado, sem dar chance ao goleiro.

Os jogadores do Tricolor seguiram buscando Dagoberto na frente, mas a zaga acordou para bloquear as jogadas na direção da principal referência ofensiva são-paulina. Na única chance dos visitantes na etapa, Rogério Ceni saiu do gol e não conseguiu cortar cobrança de falta de Marcelo Costa. Porém, a bola passou por entre as pernas de Ernando, que, livre, desperdiçou a boa oportunidade.

O técnico Artur Neto ainda substituiu Zé Antônio (por Leandro) no primeiro tempo, até por conta do cartão amarelo recebido pelo volante. Nos minutos finais, Rogério Ceni teve chance em cobrança de falta e mandou por cima do gol.

No intervalo, Paulo César Carpegiani tirou Rhodolfo, lesionado, para a entrada de Xandão. Logo no primeiro minuto da etapa complementar, Oziel recebeu livre na área e chutou por cima do gol, desperdiçando ótima chance.

Com menos ímpeto em campo, o São Paulo permitiu o crescimento do adversário, que arriscou em duas batidas de longe de Carlos Alberto. Mas Rogério só precisou defender a segunda, já que a primeira parou no meio do caminho.

Ao ver a falta de inspiração do Tricolor em campo, a torcida são-paulina presente nas arquibancadas começou a pedir a entrada de Rivaldo. Do outro lado, os jogadores do time goiano pediram pênalti em toque de mão de Juan na área, mas o árbitro mandou seguir.

A dez minutos do fim do jogo, Carpegiani resolveu atender ao pedido da torcida e colocou Rivaldo em campo, na vaga de Marlos. O camisa 10 ainda teve tempo para deixar Jean na cara do gol, mas o goleiro defendeu a batida.

Via Gazeta Esportiva

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 GOIÁS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 27 de abril de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (Fifa-RJ) e Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ)
Cartões amarelos: Casemiro (São Paulo). Leandro, Assuério e Zé Antônio (Goiás)
Público: 32.001
Renda: R$ 891.747,00
GOL: SÃO PAULO: Dagoberto, aos 19 minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rhodolfo (Xandão), Alex Silva, Miranda e Juan; Casemiro, Jean, Carlinhos Paraíba e Ilsinho (Fernandão); Dagoberto e Marlos (Rivaldo)
Técnico: Paulo César Carpegiani

GOIÁS: Harlei (Pedro Henrique); Valmir Lucas, Rafael Tolói e Ernando; Oziel, Amaral, Zé Antônio (Leandro), Marcelo Costa e Carlos Alberto; Hugo (Assuério) e Robert
Técnico: Artur Neto

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Dagoberto assume ‘festa’ a Luis Fabiano, São Paulo bate Goiás e se classifica

Dá-lhe Dagol! São Paulo vence Goiás e se classifica na Copa do Brasil

Dagoberto vibra com gol e supera cansaço

Na volta ao Morumbi, São Paulo despacha Goiás e avança

São Paulo vence displicente e pega Avaí na Copa do Brasil

Com tranquilidade, São Paulo bate Goiás

São Paulo repete o placar, vence Goiás e pega Avaí nas quartas

Veja fotos de São Paulo e Goiás

Decisivo, Dagoberto só pensará em sair do São Paulo se proposta for ‘muito boa’

Carpegiani aprova Rivaldo, mas diz que manterá mesmo time contra Santos

Carpegiani ignora cansaço e quer repetir time, mas Rhodolfo vira dúvida

Carpegiani se preocupa com pontaria e vê espaço para crescimento

Rogério Ceni e Alex Silva já pensam no clássico contra o Santos

Dagoberto marca mais um e comemora boa fase

Carpegiani já anuncia time que vai enfrentar o Santos

São-paulinos pedem inteligência ante o Peixe

São Paulo nega que preparação física pesada provoque lesões

Para Carpegiani, São Paulo “pouco eficiente” pode produzir mais

Rivaldo ganha elogios de Carpegiani, mas segue na reserva

Carpegiani vê trio defensivo estourado para clássico e sugere ‘pijama-treino’

Rhodolfo será avaliado pelos médicos nesta quinta-feira

Carpegiani quer repetir o time para enfrentar o Santos

Coletiva: Carpegiani

Luis Fabiano acompanha vitória no Morumbi: “Estou com saudades”

Dagoberto vibra: “Sempre fui abençoado”

Dagoberto ataca de novo! Tricolor vence o Goiás e se classifica

No reencontro, torcida bate recorde no Morumbi

Mais um passo rumo à América

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Santos, Paulista 2011, Morumbi, São Paulo, sábado, dia 30.04 às 16h00.

São Paulo 2×0 Portuguesa

25/04/2011

Salve Soberania !

Momentos antes do jogo, o Lucas sentiu dores na coxa e foi vetado pelo DM do Tricolor, mas deve estar pronto para o jogo contra o Goiás na quarta-feira. Em seu lugar entrou Ilsinho que jogou muito e resolveu.

Como tinha também no DM, Alex Silva e Xandão, o PCC optou pelo 4-4-2 mas com 3 volantes. O São Paulo entrou em campo com RC, Jean, Rhodolfo, Miranda e Juan; Rodrigo Souto, CP, Casemiro e Ilsinho; Marlos e Dagoberto.

O início do jogo marcou pela briga no meio de campo. Os dois times queriam a posse de bola. O São Paulo mais técnico, levava vantagem o que fazia o time Tricolor ter mais posse de bola, mesmo assim nas chances que teve a Portuguesa levou perigo.

A primeira boa oportunidade do Tricolor veio em falta cobrada pelo DaGODberto pelo lado esquerdo do ataque do time do Morumbi, o cabeceio do Miranda passou muito perto da trave do goleiro da Lusa.

Pouco depois, em falta cobrada também pelo Dagol, a bola bate na barreira e volta para um belo cruzamento do CP na cabeça do Rodrigo Souto, a bola passa rente a trave Lusa, lance parecido com o do Miranda.

O volante Rodrigo Souto, que ajudava a zaga devido a ausência do terceiro zagueiro, se machucou no lance e foi substituido pelo Henrique, com isso o PCC recuou CP e Casemiro que antes tinham mais liberdade para avançar.

Mais uma vez, bola dentro do Carpa, que também inverteu Ilsinho e Marlos, foram pra esquerda e direita respectivamente.

Na primeira triangulação do time na partida ( a gente fala todo jogo aqui que falta triangulação e jogadas de lateral ), sai o gol do São Paulo. A jogada foi assim. Casemiro tocou pro Marlos na direita, passou para o Jean e foi pra meia, Jean se lançou pra frente na lateral e recebeu de volta um lindo passe do Marlos. Livre pela direita, Jean encontrou o Ilsinho vindo pela esquerda e cruzou na cabeça do meio campista Tricolor.

1×0 São Paulo. 40 minutos do primeiro. O Ilsinho fez o gol, mas o mérito é do Carpegiani.

O São Paulo teve outra chance em bola passada em profundidade pelo DaGODberto para o Ilsinho. O zagueiro Domingos da Lusa fez penalty, nem foi na bola, se preocupou em derrubar o jogador sãopaulino, mas o juizão nada marcou. O mais incrível é a visão que o juiz tinha do lance, não deu porque não quis.

Antes do final do primeiro tempo, um chutaço de Ferdinando pra boa defesa do M1TO.

No segundo-tempo, a Lusa veio na tentativa de conseguir o empate.

O PCC sacou Marlos para a entrada do zagueiro Luis Eduardo. O fato é que o São Paulo chamou a Portuguesa para seu campo de defesa, e a  partir dai virou um sufoco danado para o Tricolor.

Jorginho, que disse que a Lusa poderia vencer o São Paulo, colocou Ananias -meio-campista – em campo e o volume de jogo no meio campo da Lusa aumentou.

O São Paulo, como é caracteristica do time, tentava com chutes de longa, principalmente do Dagoberto.

A melhor jogada da Portuguesa no jogo, veio de um escanteio pela esquerda da defesa Tricolor, uma bela cabeçada do atacante Luis Ricardo para a defesa monstro do M1TO, mais uma.

Na sequência outro pombo sem asa do ataque da Lusa para outra defesaça do capitão Tricolor. Ave Rogério Ceni !

Com o ímpeto de fazer o seu gol, a Lusa abria espaços para o São Paulo que aproveitou. Eram 35 minutos do segundo-tempo. Henrique veio buscar jogo no meio de campo e viu o Jean avançado na lateral direita. Jean recebeu a bola e achou o Ilsinho lá na frente da grande área lusitana . Ilsinho por sua vez, em dois toques, colocou o Dagoberto na cara do gol.

2×0 São Paulo, jogada linda de contra-ataque Tricolor, bonito de ver.

O PCC trocou então Ilsinho por Cléber Santana, meu Deus !

A sorte é que a Portuguesa desistiu do jogo depois do balde de água fria que foi o segundo gol.

Fim de jogo. Vamos pra semi-final comer Baiacú !

***

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 0 PORTUGUESA

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 24 de abril de 2011, domingo
Horário: 16 horas
Assistentes: Reinaldo Rodrigues dos Santos e Marco Antônio de Andrade Motta Júnior
Assistentes Adicionais: Flávio Rodrigues Guerra e Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Cartões amarelos: Rhodolfo (São Paulo); Marco Antônio, Maurício (Portuguesa)
Gols: SÃO PAULO: Ilsinho, aos 40 minutos do primeiro tempo, e Dagoberto, aos 35 minutos do segundo tempo

Público: 11.134 pessoas
Renda: R$ 287.118,00

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, Rhodolfo, Miranda e Juan; Rodrigo Souto (Henrique), Casemiro, Ilsinho (Cleber Santana) e Carlinhos Paraíba; Marlos (Luiz Eduardo) e Dagoberto
Técnico: Paulo César Carpegiani

PORTUGUESA: Weverton; Marcos Pimentel, Domingos, Maurício e Ademir Sopa (Ronaldo); Ferndinando, Guilherme, Henrique (Ananias) e Marco Antônio (Rafael Silva); Luis Ricardo e Jael
Técnico: Jorginho

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

São Paulo elimina Portuguesa e enfrenta Santos na semifinal

Ilsinho neles! São Paulo vence a Portuguesa e vai à semifinal

São Paulo faz dois na Portuguesa e pega o Santos na semifinal do Paulistão

Ceni vê rival Santos como o melhor do país, mas aponta defeito a ser explorado

Sem Lucas, São Paulo usa veloz Ilsinho para superar Portuguesa

Ceni se prepara para ‘melhor do Brasil’ e ameniza veto de Fabuloso

Zaga são-paulina comemora mais uma partida sem sofrer gols

Zagueiro Rhodolfo vê São Paulo x Santos como “final antecipada”

Carpegiani se diz alheio a cansaço santista e quer clássico no domingo

“Carpegiani arriscou muito”, diz Rogério Ceni após classificação

Lucas faz ‘tempo real’ da vitória do São Paulo no Twitter

Antes de Copa do Brasil, Rogério valoriza o Estadual

Técnico da Portuguesa mostra irritação e lamenta erros do time

Ilsinho comemora oportunidade e vaga na semifinal

Ilsinho e Rogério Ceni, os reis da Arena Barueri

[Vídeo] Ilsinho lamenta falta de Lucas, mas festeja boa atuação

[Vídeo] Carpegiani minimiza falta de Lucas no time

Ilsinho fala em “sorte” por gol de cabeça e evita definir posição

São Paulo supera Lusa e arbitragem

Carpegiani deixa claro que prefere ganhar a Copa do Brasil

Carpegiani contraria o Santos e pede semifinal no domingo

Carpegiani lamenta ausência de Lucas, mas enaltece força do grupo

Decisivo, Ilsinho celebra bom momento no Tricolor

Rogério alerta sobre perigos do próximo rival: ‘time diferenciado’

Vetado contra a Portuguesa, Lucas chora e recebe apoio do grupo

Homenagem ao Mestre em Barueri

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Goiás, Copa do Brasil 2011, Morumbi, quarta-feira, dia 27.04 às 21h50.

Um Peso, Duas Medidas

22/04/2011

Salve Soberania !

As pessoas em geral gostam de se dar bem em tudo.

A velha lei de Gérson, tão arraigada em nossa cultura, parece que funciona ainda mais no mundo do futebol, tão maniqueísta e egoista que é.

Quando algum rival tenta se dar bem em negócios e disputas de jogadores, os falsos santos falam de ética, mas só o fazem quando estão em desvantagem.

Será que chamarão a ética quando estiverem sendo beneficiados ?

Vamos ver.

Felipão, Cicinho e Fernandão.

Quando o clube a beira da falência procurou o Fernandão para fazer negócio, o São Paulo não abriu esse berreiro, mas deveria, afinal o jogador pertence ao São Paulo e tem contrato com o clube. Diferente do caso do jogador do Oeste, que está “emprestado” ao rival falido.

Quando procurado pela diretoria verde a respeito da possibilidade de negociar o Fernandão, o vice-presidente de futebol, sr. Leco, disse que gostaria de ter em troca o Vitor, ex-Goiás ou o Cicinho ( ambos laterais pelo lado direito ), troca rechaçada pelo lado de lá do muro.

O pior é que no negócio oferecido, o São Paulo deveria arcar com parte ou todo salário do atacante, criando um “crédito” com o rival que poderia ser usado em negociações futuras. Parece piada, mas estes foram os termos.

Alguns dias atrás o Felipão teve xiliquinho ao saber do interesse do São Paulo no jogador Cicinho do clubinho a beira da falência. Disse que a diretoria do São Paulo é cafajeste, sugeriu cuidado ao presidente verde quando da escolha dos seus amigos e caricaturou “os inimigos” dizendo que existem anjos com rabinho e chifres.

Quer dizer, quando é bom pra eles pode, quando é bom pra gente não pode ?

Quem explica essa patologia ?

Carpegiani e Kleber.

O presidente da FPF se irritou ao saber das declarações do técnico sãopaulino sobre a porcaria que é o regulamento do regionalzinho. O Carpegiani disse que quem criou o regulamento brincou de boneca até os 30 anos de idade.

O presidente da FPF disse que não se manifestaria a respeito, mas que o TJD deveria estar atento e tomar as providências cabíveis, ou seja, mandou um recado nas entrelinhas: “Ou cala a boca ou vai pegar gancho”.

No jogo da quarta-feira entre Goiás e São Paulo, o atacante Kléber do Guarani da Turiassú, sugeriu via twitter, que a arbitragem sempre beneficia o São Paulo expulsando jogadores dos nossos adversários, facilitando o caminho do clube Tricolor.

Será que o presidente da FPF vai dizer ao jogador palmeirense tomar cuidado com as declarações e que o STJD ( já que é a Copa do Brasil ), deve ficar atento e tomar as devidas providências ?

O que você acha ?

Relacionados

Frizzo diz que não se preocupa com ética são-paulina no caso Cicinho

Felipão critica interesse do São Paulo por Cicinho: ‘É cafajestagem’

Lateral-direito do Verdão desperta interesse do São Paulo

Vice-presidente do São Paulo minimiza críticas de Felipão

Federação Paulista na bronca com Carpegiani

Del Nero se irrita com reclamações de Carpegiani: “devia trabalhar no Rio”

Marco Polo ironiza Carpegiani, e FPF pode denunciar técnico em tribunal

Kleber ironiza São Paulo no Twitter e insinua que rival é beneficiado

Kleber nega insinuação de favorecimento da arbitragem ao São Paulo

Gladiador provoca: ‘Como expulsam contra o São Paulo, não?’

Kléber usa twitter e insinua que São Paulo é favorecido pela arbitragem

São-paulinos ignoram provocação de Kleber, do Palmeiras

Alex Silva rebate Kleber e fala em “medo” de enfrentar o São Paulo

***(*) ******(*)

JJ é Eleito Presidente do São Paulo FC

21/04/2011

Eleição para o Triênio 2011/2014 aconteceu na noite desta quarta-feira (20)

Em eleição realizada na noite desta quarta-feira (20), Juvenal Juvêncio foi eleito Presidente da Diretoria do São Paulo Futebol Clube para o Triênio 2011/2014.

Apesar de ter sido realizada na véspera de um feriado prolongado, a Assembleia Geral do Conselho Deliberativo registrou comparecimento maciço dos Conselheiros, em número superior a média de 133 Conselheiros presentes às sessões realizadas nos últimos anos. Nesta oportunidade, registraram presença 174 Conselheiros.

Ao final da votação, foram apurados 163 votos para Juvenal Juvêncio contra sete votos para Edson Lapolla. Brancos totalizaram quatro votos.

Para o Conselho Deliberativo foram eleitos o Desembargador Dr. José Carlos Ferreira Alves como Presidente, Arlindo Pedro Roschel (Vice-Presidente), Arthur Palaia Rodrigues (1º Secretário) e Marcelo A. Pupo Barboza(2º Secretário). Foram 170 votos para a chapa, com também quatro votos em branco.

Para o Conselho Fiscal, foram eleitos Celso de Almeida Magalhães, João Hercilio B. de Paula Eduardo, José Alberto Rodrigues dos Santos, Kazuhiro Yano e Mario Jorge R. Quezada Paredes. Para a suplência, foram eleitos: Affonso Covello Netto, Antonio Peralta, José Augusto de Oliveira Melo, Renato Finotti Pellegrino e Sandro Giovani de Fazio. Foram anotados 166 votos para a chapa, com cinco votos em brando e três nulos.

Via Site Oficial

Relacionados

Juvenal profetiza a extinção do C13

Reeleito, Juvenal ‘promete’ mais brigas com Federação e CBF

Vitorioso, Juvenal nega ser ‘Kadafi tricolor’ e evoca popularidade no São Paulo

Por protocolo, vices entregam cargo a Juvenal Juvêncio

Juvenal nega antidemocracia e cita antigos presidentes para defender novo mandato

Reeleito, Juvenal não foge de briga e reitera Morumbi na Copa de 2014

Juvenal massacra Lapolla nas urnas em eleição polêmica no São Paulo

Juvenal diz que comitê da Copa-14 ainda vai lhe pedir Morumbi

Vitorioso na eleição, Juvenal afirma: ‘Morumbi estará na Copa do Mundo’

***(*) ******(*)