Archive for the ‘Copa São Paulo 2013’ Category

Zé Sérgio Fala Sobre o Tricolor

30/07/2013

.

.

***(*) ******(*)

Rapidinhas do Lina

21/01/2013

Novas camisas – Vi hoje amigos o novo manto Tricolor. Lindas. Estranhei um pouco a gola do uniforme dois quando olhei uma foto que vazou na internet, mas ao ver pessoalmente a camisa mudei de idéia. Até a manga preta é bonita porque é continuação da faixa preta que fica nas laterais. Sério mesmo, ficou demais. O uniforme um – que não mudou tanto – também está bem bacana com as faixas mais acima do peito e o logo da Penalty perto do ombro. Tudo isso somado as cores do logo do patrocínio master da Semp Toshiba-STI em preto e vermelho, deixaram a camisa muito bonita. Começou bem a Penalty.

Patrocínio de camisa – Li tudo que falaram e acompanhei, estava até escrevendo um post a respeito do tema semana passada, mas o esculacho da diretoria em nota oficial chamando a matéria do repórter da revista do grupo que pertence a TV Lixo de “imprestável”, foi tão sensacional que de tão satisfeito que fiquei, me calei. É o maior patrocínio esportivo do país. Aceitem isso ou então peçam para o governo federal estatizar alguma indústria de material esportivo para dar ao time do “padrinho” um patrocínio mais vantajoso.

Vargas – Leio no UOL que mil membros da coligay se acotovelaram para ver a apresentação do chileno. Deve ser bom começar o ano comemorando além da contratação do jogador um pseudo “chapéu” no MAIOR CLUBE DO BRASIL. Só que a história não é bem essa. O clube gaúcho pagou pelo empréstimo de 1 ano e vai ficar com o jogador apenas por 6 meses. Nenhum clube sério assinaria um contrato tão absurdo. O São Paulo só não contratou porque não quis. Fez bem o JJ.

Copa São Paulo – Sei bem que as categorias de base servem para revelar talentos e se por acaso títulos vierem como consequência deste trabalho, melhor. Mas não dá pra entender como um centro-avante pode perder tantos gols como o Adelino ( que veio do Guarani de Campinas ), assim como é inaceitável um jogador perder um gol como o que o Mirrai perdeu. Nem os jogadores do Nacional-AM, que foram deixados a mercê da sua sorte em um aeroporto em São Paulo fariam pior.

Zaga – Incrível, mas tem gente que já está falando mal do Lúcio depois de vê-lo atuando por apenas 90 minutos de jogo. Tudo bem, cada um tem sua opinião, mas não é muito cedo pra falar sobre um cara que acabou de estreiar no Brasil depois de anos jogando na europa ? Não é melhor dar um tempo pra readaptação ao país e ao esquema tático do novo clube ?

Zaga 2 – Eu não sei como vai ser, se o Lúcio e o Toloi – destros – são melhores que o Rhodolfo que é canhoto. Mas a mesma matéria acima diz que a zaga titular em breve terá Lúcio e Tolói…

Dagoberto – Alguém se lembra do falatório a respeito da saída do Dagoberto do São Paulo em 2011 ? Pois é, segundo “os jornaleiros”, o São Paulo perdeu dinheiro ao não renovar o vínculo com o jogador, o São Paulo não era mais o mesmo: ”Clube comum !”, vociferavam os mais exaltados. Pois bem. O tempo passou e o chinelinho que foi pro Escóriacional, ganhou um campeonato gaúcho em 2012 e só. Assinou com o clube gaúcho por cinco temporadas e ficou uma. Como o clubinho do sul não tem Reffis, o chinelinho disputou 55% das partidas e o restante ficou em tratamento por lesões. Que belo negócio. Não espere que “os jornaleiros” façam qualquer comentário sobre este assunto agora, eles não tem essa humildade, mas eles tem clube pra torcer e não é o nosso.

Suspensão do Morumbi – A Argentina tem grande força de bastidores na Conmebol. Quem não lembra da Libertadores de 1994, daquele juiz escolhido na última hora pra apitar a final e do penalti não marcado ( toque de mão de um zagueiro argentino no segundo-tempo ) em pleno Morumbi ? Pois é. A pressão sobre a confederação sulamericana deve ser enorme por causa dos incidentes causados pelo time argentino no Morumbi, principalmente por causa da crônica esportiva argentina. Agora é hora do Marin fazer a sua pressão também, porque não é justo ter o campo interditado em plena Libertadores ( nós vamos pra fase de grupos ), por causa do comportamento medíocre de um bando de pernas de pau covardes.

02.02.2011  – Alguém sabe que dia é esse ? O dia em que o Tolima nos fez o favor de manter a orkutização fora da Libertadores por mais um ano. Já estou avisando agora pra gente celebrar os dois anos de aniversário daquele vexame histórico e inédito entre clubes brasileiros. O primeiro e único clube a ser eliminado na pré-Libertadores.

Bi-mundial ? A FIFA diz que não – Mania que essa gente tem que colocar o carro na frente dos bois. É um tal de bi-campeão do mundo em todo lugar agora. E ainda citam a FIFA pra provar uma tal legitimidade do mundialito de 2000. Pra menosprezar, como se pudessem, dizem que a gente ganhou a copa jipe. Então tá, olhem o que diz a FIFA sobre o torneio de verão de 2000: “Fifa cita campeões do Mundial interclubes, mas “esquece” título do Corinthians”, “Fifa bate-cabeça e chama 1º Mundial de Clubes de ensaio”, A sétima edição da Copa do Mundo de Clubes da FIFA, a ser disputada entre os dias 8 e 18 de dezembro de 2011, ocorrerá nas cidades japonesas de Yokohama e Toyota City”, sétima ? kkkkkk. Fifa admite erro em fórmula do Mundial conquistado pelo Corinthians em 2000”. Achou pouco ? Então toma: ”Marcelinho diz que título de 2000 “não valeu como Mundial” ,”Para Roberto Carlos, Mundial conquistado pelo Corinthians em 2000 foi “Mundialito”. Quer saber o que dizem do torneio de verão na europa ? Toma: “Albo d’oro: Terzo titolo per l’Inter, nono italiano”.

Tri-mundial – O São Paulo, é TRI-MUNDIAL, segundo a FIFA. não é da FIFA que vocês gostam tanto ? Então toma: “São Paulo leva o TRI-MUNDIAL”. Como diz aquela bandeira feita com amor e muita sabedoria: “Para conquistar o mundo, é preciso atravessá-lo”.

***(*) ******(*)

Copa SP: Goiás 2(5)x(3)2 São Paulo

20/01/2013

Em um jogo cheio de emoções, o São Paulo lutou muito, mas está fora da Copa São Paulo 2013. A equipe conseguiu uma virada histórica no tempo normal, com gols de Luiz Eduardo e João Schmidt, mas nos pênaltis a equipe goiana superou o Tricolor e se classificou para as semifinais do torneio.

No primeiro tempo, foram 16 minutos de domínio completo do São Paulo. Chances de gol com Adelino e Tiago, principalmente, incomodaram o goleiro. Mas com um chute inacreditável de muito longe, o lateral Clayton Sales abriu o placar para os visitantes, na primeira chance dos rivais.

Sem mudar o ritmo, aos 22 minutos veio a resposta são-paulina. João Schmidt cobrou falta pela direita e Luiz Eduardo desviou de cabeça para empatar a partida.

Após o empate, a partida ficou igual também no volume de jogo. Ambas as equipes produziram, e o Goiás assustou o goleiro Felipe em algumas oportunidades. As melhores chances do Tricolor viram em cobrança de falta perigosa de Lucas Farias, com um chute de longe de Matheus Reis e, principalmente, com Adelino, no finzinho do jogo. O atacante recebeu passe de Lucas sozinho na frente do goleiro, mas chutou pra fora.

Um segundo tempo muito complicado foi o que o São Paulo encontrou. Baresi teve que tirara Matheus Reis de campo, pois o volante recebeu cartão amarelo, e colocou Pedrinho em campo. A alteração surtiu efeito. Em uma jogada de Pedrinho, o Tricolor conseguiu escanteio. Na cobrança, Lucas Farias achou João Schmidt, que cabeceou para o gol, aos 22 minutos.

A última mudança de Baresi foi a entrada de Mirrai no lugar de Tiago, aos 36 minutos. Com controle maior nos minutos finais, o São Paulo ainda viu Rodrigo ser expulso por falta em João Schmidt. Mirrai quase ampliou no final, após passe de João Schmidt, e o gol fez falta. No último segundo, o Goiás empatou com Mário Sérgio, e o jogo foi para os pênaltis.

João Schmidt, Pedrinho e Lucas converteram, mas a batida de Mirrai foi defendida pelo goleiro, e em seguida o Goiás converteu, garantindo a vaga.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
GOIÁS 2 (5) X (3) 2 SÃO PAULO

Local:  Estádio Professor Luis Augusto de Oliveira, em São Carlos (SP)
Data: 20 de janeiro de 2013, domingo
Horário: 10 horas (de Brasília)
Árbitro: Renato Aparecido Fazanaro Canadinho
Assistentes: Carlos Alberto Funari e Luiz Quirino da Costa
Cartões amarelos: Felipe e Clayton (Goiás); Mirrai, Matheus Reis e Adelino (São Paulo)
Cartão vermelho: Felipe (Goiás)
Gols: GOIÁS: Clayton, aos 17 minutos do primeiro tempo, e Mário Sérgio, aos 47 minutos do segundo; Liniker, Artur, Clayton, Eric e Paulo (pênaltis)
SÃO PAULO: Luiz Eduardo, aos 21 minutos do primeiro tempo, e João Schmidt, aos 25 minutos do segundo tempo; João Schmidt, Lucas Evangelista e Pedrinho (pênaltis)

GOIÁS: Paulo Henrique; Clayton, Allef (Caio), Felipe e Mário Sérgio; Túlio (Ray), Rodrigo e Liniker; Erik, Jarlan (Alan) e Paulo Técnico: Augusto César

SÃO PAULO: Felipe Passioni; Lucas Farias, Marcelo, Luiz Eduardo e Henrique Miranda; Rodrigo Caio, Matheus Reis (Pedrinho), João Schimidt e Lucas Evangelista; Adelino (Alan) e Tiago (Mirrai) Técnico: Sérgio Baresi

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

***(*) ******(*)

Copa SP: São Paulo 4×0 Fortaleza

18/01/2013

O São Paulo superou o Fortaleza por 4 a 0, com gols de Adelino, Tiago, João Schmidt e Lucas, e conseguiu a vaga para as quartas de final da Copinha. O jogo que definiu a vaga são-paulina aconteceu na tarde desta sexta-feira (18), em São Carlos.

Baresi pode contar com Henrique Miranda pela primeira vez em três jogos – o lateral sentia dores no joelho direito após sofrer uma forte pancada no local. Em contrapartida, Allan, suspenso, não pode atuar, e Matheus Reis jogou nessa vaga. A terceira mudança foi a saída de Fábio Lima, por opção, para a entrada de Lucas.

Ao contrário dos outros jogos, o São Paulo jogou com muito sol e calor nesta sexta-feira. Mesmo assim, o primeiro tempo foi com a equipe voando em campo. E o resultado veio logo: aos sete minutos, com ajuda do goleiro Max. Tiago fez o cruzamento da esquerda, o goleiro espalmou nas costas de Adelino, que empurrou para as redes.

Elétrico, o Tricolor ampliou dois minutos mais tarde. Matheus Reis arriscou o chute de longe, o goleiro espalmou para dentro da área e Tiago, bem posicionado, aproveitou para marcar.

Mesmo com 2 a 0 no placar, nada de recuar. Foram várias chances de gol, com Matheus Reis, Adelino, Rodrigo Caio… E no fim do primeiro tempo, aos 36, enfim saiu mais um. Lucas Farias fez excelente cruzamento para a área e João Schmidt subiu mais que todo mundo, cabeceando no canto oposto do goleiro.

No intervalo, Baresi trocou Lucas Farias (que já tinha cartão) por Daniel e Adelino por Joanderson. E mais chances de gol. João Schmidt, com um chute após jogada ensaiada, e Tiago, quase marcaram no reinicio. Mas Baresi perdeu Joanderson aos 23 minutos, – o atacante sentiu uma lesão -, e Nelsinho entrou no jogo.

O forte calor desgastou as equipes, que não produziram mais como antes. Edinho foi expulso aos 34 minutos, após falta feita em Tiago. Mas ainda houve tem para mais um gol Tricolor. Após jogada trabalhada, a bola sobrou para Lucas, na entrada da área, e o meia mandou a bomba com a perna esquerda para decretar o placar.

Na próxima rodada, o São Paulo enfrenta o Goiás, que venceu o Mogi Mirim por 2 a 0. O jogo será no domingo, ainda sem horário definido, ainda em São Carlos.

VEJA A FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

Via Site Oficial

Melhores Momentos

Relacionados

Bastidores de São Paulo 4 x 0 Fortaleza

***(*) ******(*)

Copa SP: São Paulo 2×1 Santa Cruz

18/01/2013

Foi na raça, debaixo de muita chuva, com campo encharcado. Mas o Tricolor conseguiu superar o Santa Cruz por 2 a 1, de virada, com gols de Tiago e Adelino, e conseguiu vaga para as oitavas de final da Copinha, em jogo disputado na tarde desta quarta-feira (16), em São Carlos.

O time entrou em campo sem Henrique Miranda, que se recupera de dores no joelho direito, e Diego, que sentiu um desconforto muscular na coxa. Matheus Reis e Luiz Eduardo, respectivamente, foram os substitutos. No primeiro tempo, o São Paulo teve a maioria absoluta das chances de gol. Adelino, Tiago, Lucas Farias, João Schmidt e Rodrigo Caio fizeram várias investidas, mas nenhuma chance resultou em gol. Enquanto isso, em cobrança de escanteio aos 31 minutos, Wallace abriu o placar para os rivais, que mal haviam incomodado Felipe.

A infelicidade não abalou os são-paulinos, que continuaram bombardeando o gol rival. Rodrigo Caio, aos 41 minutos, com um chute de fora da área, e Tiago, aos 44, em cobrança de falta, por muito pouco não empataram o jogo, que nesse momento estava acontecendo sob forte chuva.

No intervalo, o técnico Sérgio Baresi fez a primeira mudança no São Paulo. Saiu Fábio Lima, entrou Lucas. Aos nove minutos, ótima chance para o Tricolor veio com a conclusão de Lucas Farias, mas a bola saiu à esquerda do gol.

Mas aos 16 minutos a garra são-paulina foi recompensada com um belo gol. Schmidt viu Lucas Farias aberto na direita, lançou para o lateral, que cruzou para o meio da área. Muito bem posicionado, Tiago empurro para o gol, empatando o confronto.

Embalado, o São Paulo dominou o volume de jogo e conseguiu o segundo gol. Schmidt cobrou falta, Adelino e o goleiro do Santa Cruz disputaram a bola no alto. Ela ficou solta na área e Adelino, no chão, tocou para o gol. O zagueiro ainda tirou, mas a bola entrou!

Schmidt, em seguida, quase aumentou em jogada linda de Rodrigo Caio. O volante costurou a defesa e cruzou para a área. A bola parou na poça d’água e atrapalhou Schmidt, que se preparava para finalizar. Mesmo assim, o camisa 7 chutou e obrigou o goleiro a espalmar em escanteio.

O volante Eduardo e o meia Nelsinho também entraram em campo nos lugares de Tiago e Rodrigo Caio, mas o placar não mudou. Nos últimos minutos, Allan foi expulso após carrinho.

Na sequência do torneio, o São Paulo vai enfrentar o Fortaleza, que venceu o Botafogo (RJ) por 2 a 0. A partida acontece na próxima sexta-feira (18), ainda em São Carlos, às 16h.

VEJA A FICHA TÉCNICA DO JOGO

Via Site Oficial

Melhores Momentos

Relacionados

Adelino credita gol inusitado à persistência

João Schmidt, sobre boa atuação: ”Inspiração é o grupo”

Bastidores de São Paulo 2 x 1 Santa Cruz

***(*) ******(*)

Copa SP: São Carlos 0x2 São Paulo

11/01/2013

O São Paulo fez sua parte na primeira fase da Copinha. A equipe venceu os três jogos que disputou (União, Guaicurus e São Carlos) e se garantiu na segunda fase do torneio de base mais importante do Brasil. No jogo desta noite, vitória por 2 a 0 sobre o São Carlos, com gols de Diego e Lucas, e classificação garantida para a sequência do torneio, como líder do grupo M.

Sem Henrique Miranda, machucado, Baresi optou por escalar Matheus Reis na lateral-esquerda. E o que se viu foi um jogo muito bom no primeiro tempo. Apesar de oferecer perigo em alguns momentos, o São Carlos sofreu mais com os ataques do Tricolor. Adelino, Matheus Reis, Rodrigo Caio e um chute na trave de Tiago assustaram o goleiro rival com jogadas de perigo.

Mas o gol só saiu no final do primeiro tempo. Aos 44 minutos, Fábio Lima cobrou escanteio, e após confusão na área o zagueiro Diego chutou com raiva para abrir o marcador.

Na segunda etapa, Baresi trocou Tiago por Wanderson, e aos 23 minutos substituiu Matheus Reis, que havia sido advertido com o cartão amarelo, por Lucas. Mudança que não poderia ser melhor, já que no primeiro lance o camisa 22 ampliou para o Tricolor! Schmidt fez cruzamento da direita e Lucas, de cabeça, acertou o canto direito do goleiro.

Baresi usou a terceira mudança e colocou para jogar o atacante Joanderson, na vaga de Fábio Lima. Entretanto, a partida não teve mais emoções e terminou com mais um resultado positivo para a equipe júnior do Tricolor.

Com a classificação como primeiro colocado do grupo M, o São Paulo enfrentará na próxima fase o melhor time do grupo N, vaga que ficará entre Santa Cruz e Sumaré. O jogo acontece dia 15 ou 16 de janeiro, com data, horário e local a serem definido pela Federação Paulista de Futebol.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA 
SÃO CARLOS 0x2 SÃO PAULO

SÃO CARLOS: Jean, Heuler, Leonardo (Rodolfo), Edu Silva e Maurício; Alisson, Maicon, Victor Strozi (Josimar) e Eberson; Lucas Torres (Rian) e Victor Romanini

SÃO PAULO: Felipe, Lucas Farias, Marcelo, Diego e Matheus Reis (Lucas Evangelista); Allan, Rodrigo Caio, João Schmidt e Fabio Lima (Joanderson); Adelino e Tigo (Wanderson)

GOLS: Diego, aos 44’/1ºT, Lucas Evangelista 25’/2ºT

Melhores Momentos

***(*) ******(*)

#FAZHISTORIA

08/01/2013

O São Paulo Futebol Clube #FAZHISTORIA com a Penalty.

***(*) ******(*)

Copa SP: Guaicurus (MS) 2×5 São Paulo

08/01/2013

O São Paulo conseguiu mais um ótimo resultado em sua segunda partida na Copinha 2013. A equipe encarou o Guaicurus (MS) na noite desta segunda-feira, em São Carlos, e mesmo após sair perdendo conseguiu fazer 5 a 2 no adversário, gols de Diego, Rodrigo Caio, Tiago e Fábio Lima (2).

Aos 11 minutos, Henrique Miranda recebeu uma pancada forte no joelho e foi atendido fora de campo. Com um jogador a mais, o Guaicurus aproveitou o momento e marcou o primeiro gol da partida. Guilherme acertou um chute de longe no canto direito baixo de Felipe Passoni.

Sentindo muitas dores, Henrique Miranda teve que deixar o jogo, e aos 15 minutos Lucas Evangelista entrou na partida. E, atrás no placar, o Tricolor foi pra frente, tendo muitas chances de gol.

Mas somente aos 38 minutos veio o empate são-paulino. O zagueiro Diego ficou com o rebote e partiu em velocidade pela direita. A bola sobrou para Tiago e depois ficou com Lucas Farias, que cruzou rasteiro. Diego, que começou a jogada, também a terminou, e com gol! Ele tocou para as redes, sem goleiro, e empatou o jogo.

O São Paulo soube aproveitar o momento para ampliar. Aos 44 minutos, Rodrigo Caio, que já havia tido pelo menos três chances de cabeça, conseguiu marcar. Ele aproveitou a cobrança de escanteio de Lucas Farias, pela direita, e fez o segundo gol do Tricolor.

Ainda houve tempo para o terceiro. O atacante Adelino fez o cruzamento pela direita, Allan deixou a bola passar e  Tiago chutou forte no meio do gol, decretando o placar do primeiro tempo.

Aos 19 minutos da segunda etapa, o técnico Sérgio Baresi realizou as outras às quais tinha direito: Mirrai e Victor entraram no jogo nos lugares de Allan e Tiago. Nove minutos depois, Fábio Lima, que havia tido várias chances no segundo tempo, fez mais um. Ele recebeu na esquerda e fuzilou o goleiro com um chute em diagonal. O Guaicurus ainda diminuiu com uma cobrança de falta perfeita de Roberto Junior, mas Fábio Lima respondeu aos 45 e fechou o placar.

O resultado deixa o time na primeira colocação do grupo M, com seis pontos. Na segunda posição está o São Carlos, com 3 pontos, empatado com União (MT), que perde para o rival no saldo de gols. O Guaicurus ocupa a última posição, sem pontos ganhos.

O Tricolor fecha a participação na primeira fase da Copinha na próxima quinta-feira. A equipe encara o São Carlos, às 18h30.

VEJA A FICHA TÉCNICA DO JOGO

Via Site Oficial

Melhores Momentos

***(*) ******(*)

Copa SP: São Paulo 5×0 União-MT

05/01/2013

Começou com pé direito a caminhada do Tricolor na Copa São Paulo de 2013. A equipe estreou em São Carlos, contra o União Rondonópolis (MT) na noite desta sexta-feira (04), e conseguiu uma bela vitória: 5 a 0, gols de Rocha (contra), Tiago, João Schmidt, Adelino e Fábio Lima.

O início do jogo foi de muita igualdade. Sob chuva forte, o São Paulo demorou para conseguir superioridade, que veio após o primeiro gol, aos 23 minutos. Fábio Lima cobrou escanteio pela direita, Marcelo desviou, a bola bateu em Rocha, do União, e entrou.

A partir daí, superioridade total do Tricolor no primeiro tempo. Aos 30 minutos, uma pintura de gol do São Paulo. Rodrigo Caio passou de letra para Fábio Lima. O meia achou João Schmidt bem posicionado, e o jogador deu um passe em profundidade maravilhoso para Tiago. O atacante ganhou do zagueiro e bateu para o gol.

Seis minutos depois, João Schmidt cobrou pênalti sofrido por Henrique Miranda e ampliou o placar – a bola entrou no canto direito baixo do goleiro. E aos 40 minutos fez mais um, após aproveitar rebote de chute de Fábio Lima, que ficou na trave.

O time voltou sem alterações no segundo tempo, e continuou impondo seu ritmo. Logo aos 11 minutos, mais um gol. Fábio Lima cobrou escanteio, Marcelo desviou de cabeça, e a bola sobrou para o próprio Fábio Lima. O meia driblou o adversário e marcou o quinto gol são-paulino.

Aos 28 minutos, Baresi fez as primeiras mudanças na equipe. Entraram Lucas Evangelista e Pedrinho, sairam Henrique Miranda e Fábio Lima. Aos 31, Allan deixou o jogo para a entrada de Eduardo. Contudo, o ritmo de jogo caiu bastante, devido ao gramado pesado pela chuva, e apesar de ter mais algumas chances, o São Paulo não marcou mais.

Na segunda-feira (07), às 19h, o Tricolor volta a campo, dessa vez para enfrentar o Guaicurus, que perdeu para o São Carlos na partida de estreia por 1 a 0.

VEJA A FICHA TÉCNICA DO JOGO

Via Site Oficial

Melhores Momentos

Relacionados

Baresi elogia paciência na estreia da Copinha

***(*) ******(*)

Feliz 2013

29/12/2012

Pra quase todos.

Porque pra alguns, melhor seria que o mundo tivesse acabado em 21 de dezembro…

tremei-2013-o-ano-jason

***(*) ******(*)