Archive for the ‘Brasileirão 2010’ Category

Memória. Brasileirão 2010: Time do Governo 1×0 Cruzeiro

22/10/2013

Salve Soberania.

Lembram daquele jogo em que o Cruzeiro foi sumariamente operado no Pacaembú pelo brasileirão em 2010 ?

Aquele jogo em que o Cuca e o Zezé Perrela (presidente do clube mineiro na época) desabafaram, socaram a mesa na hora da coletiva, aquele jogo em que os jogadores do Cruzeiro quebraram o vestiário do estádio municipal ?

Pois é amigos, aquele árbitro é o mesmo que apitou o último jogo do São Paulo na Fonte Nova.

Naquela oportunidade o cara tomou tanta trombada e recebeu tantas palmas que deve ter gerado um trauma, daí a expulsão do Maicon.

Relembre.

35a. Rodada, Data: 13/11/2010, Jogo: Corinthians 1×0 Cruzeiro
Árbitro
: Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-DF)
Auxiliares: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Alessandro de Matos (Fifa-BA)
Obs: Três impedimentos absurdos dados contra o Cruzeiro no primeiro tempo pelo auxiliar Alessandro de Matos; dois lances de pênalti sobre Tiago Ribeiro não marcados; e o vergonhoso pênalti marcado sobre Ronaldo aos 43 do segundo tempo fizeram o técnico Cuca dar até murros na mesa de indignação.

***(*) ******(*)

Anúncios

Feliz Dia do Amigo

20/07/2013

Feliz dia do amigo

***(*) ******(*)

Um Vídeo Esclarecedor

14/12/2012

Compartilhe.

Dica do Helder

***(*) ******(*)

Nós é Que Vamos Sentir Saudades

14/01/2011

Pode não ser o matador que a gente sempre sonhou, mas é muito bom caráter, merece uma homenagem.

Relacionados

Washington chora ao se despedir do futebol

Entre lágrimas, Washington confirma o fim da carreira: ‘Vou parar de jogar’

Ex-companheiro, Alex Silva se solidariza a Washington

***(*) ******(*)

Tricolor: Top 20 Mundial da IFFHS

12/01/2011

Tricolor entre os melhores do mundo na última temporada

Segundo o ranking do IFFHS, equipe são-paulina figura entre as grandes potências do mundo inteiro

O São Paulo pode não ter conquistado títulos em 2010, mas ainda sim está entre os melhores clubes da última temporada. Segundo o ranking da Federação Internacional de História e Estatística do Futebol (IFFHS) nesta quarta-feira, o Tricolor Paulista está entre os 20 times do mundo inteiro.

A equipe paulista ficou na 16ª colocação com 199 pontos. O líder foi a Inter de Milão, que conquistou o Campeonato Italiano, Liga dos Campeões e Mundial de Clubes no ano passado. Em 2010, o São Paulo chegou às semifinais do Campeonato Paulista e da Copa Libertadores.

Já no Campeonato Brasileiro, o Tricolor terminou na nona colocação com 55 pontos. Entre os clubes brasileiros, apenas duas equipes ficaram melhores colocadas que o São Paulo. O  Cruzeiro, vice-campeão brasileiro, ocupou a 14ª colocação com 203 pontos. Já o Internacional, campeão da Libertadores, foi o sétimo.

Via Site Oficial

Relacionados

Club World Ranking

***(*) ******(*)

Rapidinhas do Lina

16/12/2010

Aparecido – O Morumbi, que serve para receber jogos de campeonato brasileiro, copa Libertadores e shows internacionais de artistas renomados, foi interditado pela FPF por causa do seu maravilhoso campeonato Paulistinha. Quanta vontade de aparecer. Não seria mais fácil pendurar uma melância no pescoço ?

Trocando as bolas – O presidente do museu disse que o São Paulo travou a negociação do Ricardo Oliveira, na lata o JPJL mandou essa: “Pensei que o programa do Bozo, no SBT, tinha acabado faz tempo. Quer dizer que o São Paulo é culpado por travar a negociação de seu atleta com outro clube?”. Chupa Bozo safenado !

Guiñazu – Eu sempre falei que o time precisava de um primeiro volante. Aquele cara que fica lá atrás ajudando a defesa. O argentino é o cara. Acho dificílimo contratar, mas se o São Paulo conseguir, aquele paredão do Tri-Brasileiro voltará ainda melhor.

Soberano Sem Asterisco – Na canetada, a Confederação Varzeana de Futebol agraciou seus queridinhos com canecos a granel. Tudo bem vai, estamos em dezembro, vamos deixar o espírito natalino invadir nossos corações. De qualquer maneira o São Paulo é Tri da Libertadores e Mundial. Quero saber como vão fazer pra tirar isso aqui na canetada… 

16 de dezembro – Sempre que o São Paulo comemora aniversário, o bloco da inveja vem com aquela chatice que a gente não sabe a data da fundação, dãhn ! Não conhecem a história do nosso clube e querem bancar os espertalhões. A data é 16.12.1935 e ponto final.

16 de dezembro 2 – Coincidentemente 16.12 é aniversário da minha velha. Não por acaso eu amo o São Paulo tanto quanto ela. Parabéns dona Vera !

Copa do Brasil – O São Paulo começa a disputa do torneio contra o Treze-PB jogando fora. Os paraibanos estão tratando o jogo como “o jogo do ano”. Ainda está bom, nem dá para reclamar. Logo vamos jogar contra algum time do Acre, afinal a CVF adora dar presentinhos para o São Paulo.

Caminhos – “Nunca dê a mão para o diabo, porque ele vai te puxar para o inferno.” Quando o Internacional pleiteou aquela inscrição de jogadores fora da janela – pedido que foi deferido pela CBF e Conmebol – eles não sabiam, mas tinham perdido o ano. Ali o clube arrogante do estado separatista acendeu a ira dos deuses do futebol, e eles não dormem. O Guarani da Turiassú que o diga…

Wikileaks – Cada dia que passa descubro como o tal “american way of life” é uma fraude. O discurso é de liberdade, direitos civis e democracia, mas “armam” com os governos internacionais uma cilada para prender um blogueiro que recebeu documentos e os publicou. Qual foi o crime do cara ? De qualquer forma o que fizeram foi um tiro no pé, segundo o Wikileaks foram publicados apenas 0,6% dos documentos em posse da organização. Vem mais por ai…

***(*) ******(*)

Bola Fora

08/12/2010

Salve Soberania !

E eu que achava que poderia sair alguma coisa boa daquilo ali.

O post abaixo fala da virada de mesa do Fludido em 1996 e 2000, mas o Alexandre Amaral deu um toque sinistro sobre o campeonato brasileiro de 2000, a tal copa João Havelange.

Saca só a classificação final.

Clube P J V E D GM GS

1 Cruzeiro 45 24 12 9 3 46 27
2 Sport 42 24 12 6 6 46 27
3 Fluminense 42 24 12 6 6 45 31
4 Goiás 41 24 11 8 5 41 29
5 Vasco 39 24 11 6 7 36 37
6 São Paulo 39 24 10 9 5 46 35
7 Ponte Preta 38 24 11 5 8 49 37
8 Atlético-PR 38 24 11 5 8 32 28
9 Internacional 38 24 10 8 6 34 25
10 Grêmio 37 24 10 7 7 37 31
11 Palmeiras 37 24 10 7 7 29 30
12 Bahia 36 24 10 6 8 32 31
13 Guarani 35 24 9 8 7 29 29
14 Santos 33 24 9 6 9 38 31
15 Flamengo 33 24 9 6 9 42 37
16 Botafogo 32 24 9 5 10 31 35
17 Portuguesa 32 24 9 5 10 34 43
18 Vitória 31 24 9 4 11 44 40
19 América-MG 27 24 7 6 11 26 35
20 Atlético-MG 27 24 7 6 11 31 42
21 Juventude 26 24 7 5 12 27 36
22 Gama 22 24 6 4 14 22 39
23 Coritiba 21 24 5 6 13 26 35
24 Corinthians 16 24 4 4 16 26 46
25 Santa Cruz 16 24 3 7 14 18 51

Curica em penúltimo lugar, portanto, ao mencionar este torneio para cutucar o clube carioca, o travesti mor deu uma de migué.

É o roto falando do rasgado.

E eu acreditei…

Relacionados

Bola Dentro

***(*) ******(*)

Bola Dentro

07/12/2010

Salve Soberania !

Ontem estava ligado na premiação dos melhores do campeonato brasileiro de 2010. Nada de novo no front. A maior puxação de saco para os travestis, com alguns jogadores recebendo a bola de ouro. Não vou entrar no mérito se mereceram porque alguns podem achar determinado jogador bom, enquanto outros não.

Dentre os premiados, imaginem, o árbitro Sandro Meira Ricci recebeu a bola de ouro como o melhor árbitro do campeonato. Sim, aquele do jogo do time mineiro contra os travestis no Pacaembú.

Os caras já não ficam nem vermelhos.

Bom, o Fluminense é o campeão brasileiro. Não adiantou nada.

O Cruzeiro é na minha opinião, o melhor time do país, mas teve azar por não ter pela frente rivais paulistas na reta final do campeonato, como aconteceu com o Fluminense.

O Curica foi vaiado durante toda a premiação, coros de “É centenada ! É centenada !” ecoavam a todo instante no teatro municipal do Rio de Janeiro, o que deve ter irritado o presidente do clubinho da marginal.

Como havia uma homenagem preparada para os travestis pelo Centernada, foram chamados os presidentes da república e do time piada ao palco. Placa entregue, os dois deveriam se retirar. Pelo que notei não estavam previstos discursos de nenhum dos dois.

Surpreendentemente o personagem da noite se dirige a um microfone de um dos apresentadores, parabeniza o Fluminense e diz que o Curica caiu, mas voltou jogando bola e dentro das quatro linhas, “pela porta da frente” foram suas palavras.

Se referia a virada de mesa que ocorreu em 2000 a favor do Fluminense, no já inexistente torneio João Havelange:

Copa João Havelange foi o nome adotado para a edição de 2000 do Campeonato Brasileiro de Futebol, em homenagem ao ex-presidente da CBF e da FIFA João Havelange. Impossibilitada pela Justiça de organizar o campeonato, a CBF passou a responsabilidade ao Clube dos 13. Mas, como este não pôde aplicar os critérios de acesso e descenso do ano anterior, acabou gerando o maior Campeonato Brasileiro de todos os tempos, reunindo 116 clubes de três divisões em um único torneio, porém dividido em 4 módulos na sua primeira fase. Porém antes do início do torneio o Clube dos 13 afirmou que não pretendia realizar uma segunda edição no ano seguinte, retomando à CBF o direito de organização[1]

Fonte: Wikipédia

Até aqui parece tudo bem, certo ? Meio maluco 116 clubes disputando um torneio, mas se inventaram uma nova fórmula, que seja.

O problema não é esse. Vamos voltar lá atrás pra entender a história toda.

O Fluminense caiu 3 vezes.

A primeira vez foi em 1996, quando o clube foi rebaixado para a segunda divisão. Entretanto, devido a um escândalo envolvendo compra de árbitros e manipulação de resultados, cujo pivô era o diretor da Comissão de Arbitragem na época, Ivens Mendes, o Fluminense foi reconduzido à Série A.

Como não dormem os deuses do futebol, cairam novamente para a segunda em 1997. Só que desta vez não houve virada de mesa.

Em 1998, já na série B do campeonato brasileiro, o time cai de novo, desta vez para a série C.

Em 1999 conseguem vencer o torneio, o que dá ao clube das Laranjeiras o direito de disputar a série B do brasileirão 2000.

Eis então que surgem os cartolas e resolvem mexer no formato para criar a copa João Havelange, incluindo o Fluminense no módulo azul que pertencia aos clubes da primeira divisão.

Em outras palavras,  o Fluminense é o único clube do país que teve o privilégio de sair da série C do campeonato brasileiro diretamente para a série A.

Em 2000, consegue terminar o campeonato em terceiro lugar.

Desde então, a partir de 2001 entre trancos e barrancos, o clube vive flertando com a série B e neste ano consegue a proeza de se sagrar campeão brasileiro.

Nada como ter bons padrinhos não é verdade ?

O Paga Pau Master do São Paulo, desta vez, deu uma dentro.

***(*) ******(*)

O Profeta do Centenada

06/12/2010

***(*) ******(*)

O Chão Não é o Limite

06/12/2010

Elas querem descer ainda mais.

***(*) ******(*)

São Paulo 4×0 Atlético-MG

05/12/2010

Salve Soberania !

Até tentei ficar ligado no jogo do campeão brasileiro, mas quando vi que o São Paulo jogava bem,  fiquei mudando de canal.

Não vi direito o jogo mas sei que o Marlos e o Lucas jogaram o fino, além do Ilsinho que fez um golaço.

Bom placar que sinaliza um bom ano novo pela frente.

Que venha 2011.

***

O São Paulo entrou em campo para se despedir de forma honrosa após um ano de decepções. E não frustrou a torcida que encarou a chuva para se despedir do time tricolor em 2010. A equipe aproveitou a ‘pane geral’ do Atlético-MG e aplicou uma goleada de 4 a 0, no Morumbi.

Apesar do triunfo, o time tem pouco a comemorar pelo ano que chega ao fim e termina o Brasileiro na nona colocação com 55 pontos. Sem conquistar títulos, o São Paulo ficou fora da Libertadores após sete anos e voltará a disputar a Copa do Brasil em 2011. O maior saldo positivo foi a nova geração de meninos da base, especialmente o meia Lucas, que já vem rendendo bons frutos após subir para o profissional.

Apesar da derrota vexatória, o Atlético-MG se redimiu no fim do ano. Foi beneficado pelo Avai e conquistou a vaga na Copa Sul-Americana com a 13ª colocação com 45 pontos. Mais que isso, atingiu seu principal objetivo no torneio que era escapar do rebaixamento. Após passar 25 rodadas na zona da degola, o time teve uma reação surpreendente com a troca de Vanderlei Luxemburgo por Dorival Júnior.

Antes da partida do Morumbi, o clima era de despedida. Richarlyson e Jorge Wagner receberam uma placa comemorativa como homenagem das mãos do presidente Juvenal Juvêncio. O lateral que vai atuar no Japão vestia uma camisa com os dizeres ‘muito obrigado’. Já o volante ainda não tem destino definido. “Foram os melhores anos da minha carreira, mas vida que segue”, disse Richarlyson.

O São Paulo pressionou desde o início da partida e já impôs dificuldades ao goleiro Renan Ribeiro. A equipe paulista apresentava uma forte movimentação no meio campo, o que deixava Ilsinho liberado para atacar. O time primava pelas investidas pela direita, especialmente com o lateral e Jean, e arriscava chutes de fora da área. As fortes chuvas que caíam na capital paulista deixaram o gramado pesado e favoreciam esse tipo de jogada.

Foi justamente dos pés de Ilsinho que saiu o primeiro gol aos 27 minutos do primeiro tempo quando ele aproveitou a boa jogada de Marlos.O Atlético-MG demonstrava o cansaço de toda a temporada e expunha falhas bizarras na marcação.

Dessa forma, o São Paulo se aproveitou e fez o que quis diante de uma pane do adversário. Apenas quatro minutos depois de abrir o placar, Lucas fez o segundo em um chute de fora da área. E aos 41 minutos, a mesma jogada rendeu mais um tento. Dessa vez, foi Marlos quem marcou em um chute de longa distância.

Na saída para o intervalo, o lateral atleticano Leandro expôs seu descontentamento. “Foi uma pane feral, vamos dar uma chamada no intervalo para ver se conseguimos empatar pelo menos”, disse.

Mas a bronca não surtiu efeito. Logo no primeiro minuto da etapa final, o São Paulo marcou o quarto gol com Renato Silva, de cabeça. Os anfitriões até avançavam ao ataque e tentavam chegar ao gol, mas se acomodaram já satisfeitos com o resultado. Enquanto isso, o Atlético-MG mal atacava e deixava Rogério Ceni sossegado.

No fim do jogo, Jorge Wagner foi substituído por Diogo e os colegas protagonizarem uma cena bonita. Todos os jogadores correram em direção a ele para darem um abraço de despedida. Sensibilizado, o jogador deixou campo chorando.

Ao final da partida, ainda em lágrimas, ele segurou uma bandeira do São Paulo, beijou o símbolo do clube no Morumbi e se despediu da torcida, que gritou seu nome como forma de reconhecimento.

 

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 4 x 0 ATLÉTICO-MG

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 5 de dezembro de 2010, domingo
Horário: 17h (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa (RJ) e Rodrigo Pereira Joia (RJ)
Cartão amarelo: Fabiano ; Diego Tardelli (Atlético-MG)
Público: 9.781 pagantes
Renda: R$ 190.281,59

Gols: SÃO PAULO: Ilsinho, aos 27, Lucas, aos 31, e Marlos, aos 41 minutos do primeiro tempo; Renato Silva, no primeiro minuto do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Ilsinho, Xandão, Renato Silva e Jorge Wagner (Diogo); Zé Vitor; Jean, Carlinhos Paraíba (Sérgio Mota) e Lucas; Marlos e Lucas Gaúcho (Casemiro)
Técnico: Paulo César Carpegiani

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro; Rafael Cruz (Neto Berola), Cáceres, Jairo Campos e Leandro; Zé Luís (Fabiano), Serginho, Diego Souza e Renan Oliveira; Diego Tardelli e Obina (Ricardinho)
Técnico: Dorival Júnior

Ficha Técnica: UOL/Gazeta Esportiva – Imagens: VipComm

Gols

Relacionados

Jorge Wagner faz sua despedida e chora no Morumbi

Sampa faz sua segunda pior campanha na era dos pontos corridos

***(*) ******(*)