São Paulo FC 2×1 Santos

Rubens Chiri/Site Oficial

Rubens Chiri/Site Oficial

Foi com muita emoção, mas o Tricolor conseguiu bater o Santos e assumir a segunda colocação no Campeonato Brasileiro de 2014. Na tarde deste domingo (24),com bom público no Morumbi, o São Paulo venceu o clássico por 2 a 1 e mostrou que está firme na briga pela liderança. Com gols de Ganso e Pato, além de grande atuação de toda a equipe, o time são-paulino assumiu o segundo lugar, agora com 32 pontos em 17 rodadas.

Dominando boa parte da partida, com atuações impecáveis do Maestro, Alvaro Pereira e Kaká, o Tricolor não merecia qualquer resultado que não fosse um triunfo neste final de semana. Empenhados na marcação e envolventes no ataque, os jogadores são-paulinos acreditaram até o apito final que era possível sair de campo com os três pontos.

Aos 40 minutos do segundo tempo, Gabriel empatou o jogo em cobrança de pênalti e pareceu dar números finais ao confronto. No entanto, instantes depois, aos 43, Pato apareceu para balançar as redes e garantir a justa e merecida vitória do São Paulo, que contou com tarde genial de Paulo Henrique Ganso. Os torcedores, gritando “time de guerreiros”, puderam celebrar a grande atuação da equipe.

Podendo contar com a volta do volante Souza, que cumpriu suspensão contra o Internacional, o técnico Muricy Ramalho escalou o time com Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Edson Silva e Alvaro Pereira; Denilson, Souza, Paulo Henrique Ganso e Kaká; Alexandre Pato e Alan Kardec.

Empurrado pela torcida, que mais uma vez compareceu em grande número, o Tricolor ditou o ritmo do primeiro tempo e criou as principais jogadas ofensivas. Trocando passes, o São Paulo tinha algumas dificuldades, mas ainda assim conseguia explorar os espaços da defesa santista. Aos 12 minutos, Kaká tabelou com Ganso, que rolou para Alvaro Pereira. O uruguaio bateu cruzado e o goleiro Aranha espalmou para impedir que o zero saísse do placar.

Melhor no jogo e sem deixar os visitantes contra-atacarem, os donos da casa seguiam com certa superioridade para buscar o gol. Aos 21, após boa trama, Pato tocou para Paulo Miranda, que chutou e obrigou Aranha a defender em dois tempos. Ligado, Kaká já estava bem posicionado para aproveitar o rebote, mas o arqueiro rival soube evitar.

E controlando as ações da partida, os anfitriões conseguiram largar na frente. Aos 23 minutos, Paulo Miranda bateu lateral, Kardec escorou de cabeça e Ganso dominou, girou e chutou de esquerda, no ângulo esquerdo! Golaço do camisa 10! De gênio!  E muita festa dos jogadores e torcedores na comemoração do belo gol do Maestro.

Após tomar o gol, o Santos até levou algum perigo, mas parou em Rogério Ceni e no eficiente sistema defensivo tricolor, que contou com grandes desarmes de Alvaro Pereira. Antes mesmo do intervalo, o São Paulo ainda teve oportunidade de ampliar a vantagem, mas a bola teimou em não entrar nas finalizações de Pato e Kaká.

Com dificuldades para parar o eficiente quarteto ofensivo são-paulino, o adversário continuou pressionado durante boa parte do segundo tempo. Aos 4 minutos da etapa complementar, Kaká fez jogada na esquerda, cruzou fechado e deu trabalho ao goleiro Aranha, que seguia sendo exigido constantemente.

Pouco depois, aos 8, lance duplo do Tricolor: após chute cruzado de Kardec, Cicinho cortou e Aranha ficou com a bola. Logo na sequência, a zaga saiu mal e Alvaro Pereira chutou com perigo. Satisfeito com o resultado, o São Paulo cadenciou a partida e passou a apostar nos contragolpes.

A tática são-paulina surtiu efeito e as investidas contra o gol santista assustavam. Aos 32, em rápido contra-ataque, Ganso lançou Pato, que bateu para o gol, mas viu Aranha defender bem com os pés e evitar. O duelo parecia definido quando os visitantes anotaram o gol de empate. Gabriel, de pênalti aos 40 minutos, deixou tudo igual.

Sem acusar o golpe ou deixar o Santos tomar conta do jogo, o Tricolor foi guerreiro para conquistar mais uma importante vitória no Brasileirão. Aos 42, após bela e envolvente troca de passes, Denilson lançou Pato. O camisa 11 chutou, Aranha defendeu, mas o atacante são-paulino estufou as redes no rebote: 2 a 1! Festa no estádio, arquibancadas tremendo e Tricolor no ‘G-2’.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 1 SANTOS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 24 de agosto de 2014, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Vinicius Furlan (SP)
Assistentes: Vicente Romano Neto (SP) e Carlos Augusto Nogueira Junior (SP)
Público: 31.281 Renda: R$ 955.453,00
Cartões Amarelos:
Alexandre Pato, Rafael Toloi, Ganso, Paulo Miranda, Alvaro Pereira (São Paulo), Vladimir, Gabriel e David Braz (Santos)
Gols: SÃO PAULO: Ganso, aos 23 minutos do primeiro tempo, e Alexandre Pato, aos 42 minutos do segundo tempo
SANTOS: Gabriel, aos 40 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Edson Silva e Álvaro Pereira; Souza, Denilson, Ganso e Kaká (Hudson); Alexandre Pato (Michel Bastos) e Alan Kardec Técnico:Muricy Ramalho

SANTOS: Aranha, Cicinho, David Braz, Edu Dracena e Mena; Alison (Souza), Arouca e Lucas Lima; Thiago Ribeiro (Patito Rodríguez), Gabriel e Leandro Damião (Rildo) Técnico: Oswaldo de Oliveira

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Eu no Morumbi: São Paulo x Santos

Mentalmente forte!

‘À moda antiga’

Preparadores ‘recuperam’ elenco

Em alta, Denilson brinca: “Está leve carregar o piano”

Sensação do dever cumprido

Craques da Arquibancada 2014: São Paulo x Santos

Exemplo, líder e decisivo

Bastidores de São Paulo x Santos

“Jogadores tomam gosto de abraçar a torcida”

Kaká: “O time está de parabéns”

Autor do gol da vitória, Pato vibra: “Sensacional”

Destaque do clássico, Ganso elogia comprometimento da equipe

Com quarteto vivendo grande fase, Tricolor recebe o Santos

Relacionados para São Paulo x Santos

Tricolor finaliza preparação para o San-São

Em alta, Ganso atribui boa fase ao grupo

Contra o Santos, Kaká viveu seu primeiro grande momento

Hora de mostrar a força no Morumbi

Elenco se reapresenta com novidades

Clima diferente!

***(*) ******(*)

5 Respostas to “São Paulo FC 2×1 Santos”

  1. Alex Says:

    oq eu to achando estranho é q depois q o Tricolor embalou começou aparecer um monte de noticias de dívidas do SPFC.

    e é sempre os mesmos jornalistas, sei q o clube tem dívidas e precisará vender jogadores pra fechar no azul, o próprio Aidar reconhece, mas toda hora tem noticia dizendo q estamos atrasando salários, e o Aidar já desmentiu.

    A mídia gaivota querendo a todo custo colocar crise no Tricolor, cambada de vagabundos!!!

    Lina: Pode ser, mas será que não tem mesmo salários atrasados ? Por quê os jogadores não vão a público esclarecer ?

    • Alex Says:

      Mas se é vdd q o Muricy está a 3 meses sem receber ou até mesmo outros jogadores, pq somente nas ultimas 2 semanas q começou a aparecer isso justamente no bom momento do time ?
      não estou afirmando q não temos problemas financeiros, a minha dúvida é o “time” q essas denúncias apareceram. Sabemos que todos os clubes brasileiros vem passando por dificuldades financeiras e o SPFC entre os grandes é oq tem menos dívida (é só verificar em todas as matérias veiculadas) mas a mídia esportiva vem dando uma show de cobertura em relação ao SPFC e seus salários atrasados.
      Tem clubes q fica sem pagar luz e aguá e a mídia aberta fica quieta, é disso q estou falando, foi o clube viver um bom momento que aparece matérias negativas do SPFC de todos os lados, não estou pedindo pra esconder nada do clube, estou destacando a forma de tratamento e a “coincidência” dessas coisas.
      Lina vc acha mesmo q é apenas coincidência? Pois eu não acho.

      Lina: Alex, o Lauro Jardim não é o Neto e a Veja não é o jornalismo esportivo da Band. Tirando isso, acho sim que tem má vontade com o SPFC nos bastidores, porque o Tricolor já ganhou muito e sem asterísco. Já pensou se começar a ganhar de novo ? Com quantos interesses vai colidir ? Fiquei na dúvida com o lance do Muricy. O Aidar mandou a imprensa perguntar pra ele no domingo sobre os salários, ao ser perguntado, disse que não falava a respeito. Porra, por quê não disse simplesmente: “está em dia !” ou “não está em dia !”. Sacou ? Antigamente, me lembro que no TRI nacional, vieram com o mesmo papinho e o André Dias chegou na TV e disse: “está tudo em dia, o São Paulo não atrasa salários”. Agora é diferente, o único que falou que tinha os salários em dia foi o Denilson, ele falou que “o meu está em dia”, mas não garantiu os outros. Mas se há problemas financeiros, é herança da gestão do JJ. Só pra você ter idéia, o patrocínio master venceu no meio do ano. Isso não existe ! As empresas têm budgets ( orçamentos ) para o ano todo, de onde vão tirar dinheiro pra patrocionar o SPFC em agosto ? Agora é ter que esperar o início do ano pra ver se fecha com alguém. Pra terminar e pra você ver como as finanças do clube não estão bem, em entrevista a ESPN o Aidar confirmou que o São Paulo precisa vender 2 ou 3 jogadores pra não fechar o ano no vermelho. Não estou gostando de nada disso. Se eu tivesse a certeza que o São Paulo não deve nada, já teria chutado o balde aqui, mas infelizmente tenho a impressão que há problemas desta vez…

  2. Edu Tricolor Says:

    Porra Lina ! Deu a liga cara !
    Vamos ser campeões !

    Lina: Parece bom. Vamos indo, jogo a jogo.

  3. Roberto Dias 1930 Says:

    Cresceu e entrosou já nos vejo na libertadores!Hj fomos melhores que contra o miniguarani da turiassu!

    Lina: Tá melhorando.

  4. Everaldo Says:

    O Alvaro joga muito.
    Imagina, ele e o Lugano na esquerda.

    Lina: Seria foda. Mas eu preferia ver o Manoel na esquerda.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: