Bahia 0x2 São Paulo FC

bah 0x2 spo brasileiro 16072014

Rubens Chiri / Site Oficial

De volta à temporada após 46 dias longe dos gramados para jogos oficiais no Brasil, o São Paulo entrou em campo na noite desta quarta-feira e mostrou que fez valer a intensa intertemporada que realizou. Em ótima exibição, a equipe são-paulina não deu chances para o Bahia: 2 a 0 em plena Arena Fonte Nova, gols marcados por Rogério Ceni (de pênalti), e Alan Kardec, pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com a vitória, o Tricolor chegou aos 19 pontos e dorme na vice-liderança da competição. O time volta a campo no sábado (19), quando recebe a Chapecoense no Morumbi. A partida está marcada para às 18h30.

> COMPRE SEU INGRESSO PARA O JOGO CONTRA A CHAPECOENSE

O jogo

Sem Luis Fabiano, que aprimora forma física após se recuperar de uma lesão muscular, Muricy optou por Ademilson no ataque ao lado de Osvaldo e Alan Kardec, que fez seu primeiro jogo oficial no Brasil após quase dois meses de preparação – chegou ao Tricolor no dia 12 de maio.

O restante da equipe se manteve como antes da pausa para a Copa do Mundo. A única diferença foi na mudança de numeração de alguns atletas: Rodrigo Caio agora usa a camisa 3 e Souza, a número 5. Kardec assumiu a 14. E o novo camisa 14 foi o responsável pelo primeiro lance de perigo do São Paulo. Após cruzamento de Alvaro Pereira, Kardec cabeceou para o gol, mas o lance saiu alto demais, aos oito minutos.

Com domínio do jogo, o Tricolor controlava a posse de bola. Aos 11 minutos, Ademilson, que incomodava bastante a zaga do Bahia com jogadas pela direita, recebeu ótimo lançamento de Rogério Ceni e sofreu pênalti, cometido pelo zagueiro Titi. O camisa 01 foi para a cobrança, acertou o canto direito alto do goleiro e abriu o placar para o São Paulo. O capitão tem agora incríveis 118 gols marcados na carreira!

E o Tricolor manteve o controle da partida mesmo à frente no placar. Aos 19 minutos, uma jogada linda resultou em mais um gol são-paulino. Tudo começou quando Ademilson tocou para Souza, e o camisa 5 tabelou com PH Ganso. O Maestro devolveu a bola para Souza, que passou para Kardec. Aí, o artilheiro não perdoou com um toque direto para o gol, o primeiro dele com a camisa do São Paulo e o segundo do jogador no Brasileiro – ele marcou no dia 20 de abril, contra o Criciúma, quando ainda defendia o Palmeiras.

Kardec também armou jogadas, como aos 37 minutos, quando driblou duas vezes o mesmo marcador e fez o cruzamento para a área, mas o goleiro chegou antes que Ademilson, pronto para finalizar. Aos 45, o atacante roubou a bola e deixou com Ademilson, que fez passe maravilhoso para Maicon, mas o goleiro desviou em escanteio – na cobrança, Antonio Carlos quase marcou de cabeça.

Já no primeiro lance do segundo tempo, outra grande chance para o São Paulo. Ademilson ganhou do marcador e tentou um voleio maravilhoso, mas o goleiro impediu o gol. Na sequência, Ganso por pouco não deixou o dele após finalizar entre os zagueiros, mas novamente Douglas Pires evitou o terceiro são-paulino.

Sem baixar o ritmo em nenhum momento, os são-paulinos tiveram mais diversas chances. Aos 17 minutos, o assistente marcou um impedimento inexistente de Rodrigo Caio. O zagueiro aproveitou o rebote de ótimo chute de Osvaldo, que bateu na trave, e a arbitragem anulou o gol. O Bahia até tentou mudar a situação de jogo, mas não conseguia passar pela defesa paulista.

Muricy precisou fazer duas alterações durante a segunda etapa: Denilson no lugar de Maicon, que sentiu um desconforto muscular, e Pato na vaga de Alan Kardec, que saiu com câimbras. No finzinho, Boschilia substituiu Osvaldo.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
BAHIA 0 X 2 SÃO PAULO

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)
Data: 16 de julho de 2014, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (PA)
Assistentes: Luis Diego Nascimento Lopes e Heronildo Sebastião Freitas da Silva (ambos do PA)
Cartões amarelos: Fahel, Titi, Léo Gago, Guilherme Santos (Bahia). Rodrigo Caio, Álvaro Pereira, Osvaldo, Antônio Carlos (São Paulo)
Gols: SÃO PAULO: Rogério Ceni, aos 13, e Alan Kardec, aos 20 minutos do primeiro tempo

BAHIA: Douglas Pires; Diego Macedo, Demerson, Titi e Guilherme Santos; Fahel, Pittoni (Emanuel Biancucchi), Léo Gago e Rhayner; Maxi Biancucchi (William Barbio) e Henrique (Jeam) Técnico: Marquinhos Santos

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Douglas, Rodrigo Caio, Antônio Carlos e Álvaro Pereira; Souza, Maicon (Denilson) e Paulo Henrique Ganso; Ademílson, Osvaldo (Boschillia) e Alan Kardec (Alexandre Pato) Técnico: Muricy Ramalho

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Gol de compadres

Bastidores de Bahia x São Paulo

Muricy elogia passes certos, posse de bola e Kardec

Alan Kardec celebra ‘estreia’ perfeita

Em Salvador, M1TO chega a 118 gols

Jogadores destacam vitória importante e boa atuação

Tricolor tem chance de igualar retrospecto contra o Bahia

Reforçado, Tricolor retorna à disputa do Brasileiro

Na Bahia, elenco mostra confiança

Relacionados para Bahia x São Paulo

Após 46 dias, elenco disputa rachão

”Em casa”, Kardec conta os minutos pela estreia no Brasileiro

Ademilson credita vaga a esforço na intertemporada

Vitória para recomeçar o Brasileiro com moral

Ganso exalta preparação e reforços

Ademilson será a novidade contra o Bahia

Temporada recomeça nesta quarta-feira (16)

***(*) ******(*)

3 Respostas to “Bahia 0x2 São Paulo FC”

  1. Roberto Dais 1930 Says:

    Independente do time do Bahia ser fraco e limitado sem duvidas que este foi o melhor primeiro tempo do SPFC na temporada, se consiguir manter este ritmo e intensidade em dois tempos e contra times menos ruins as chances de titulo podem ser reais.Chama a atenção negativamente como é dislexo o tal Alexandre Pato que conseguiu perder a posição para o limitado Admilson e quando entrou em campo na Fonte Nova estava mais uma vez sem conecção com o jogo e com o time e com a sua triste realidade, uma pena e um caso perdido nos moldes de Adriano Imperador.
    Alan Kardec exemplifica o que esperamos de todos os jogadores que estão no elenco do SPFC hoje: dedicação, empenho, objetividade e inteligencia tática aliados a grande técnica, sem duvidas o melhor em campo e a melhor contrataçào do clube nos ultimos 4 anos.
    Para fechar : M1TO sempre M1TO, 118 gols e sempre vestindo a camisa do SPFC como se fosse o primeiro dia da sua carreira, além de ser o maior jogador da historia do clube é um torcedor em campo, da mesma forma Muricy que foca no seu trabalho no clube e não se seduz com o lobby da midia para assumir a seleção da casa bandida de futebol, São Paulinos para a torcida do São Paulo eu acredito estamos no caminho certo !

    Lina: Concordo.

  2. Everaldo Says:

    Juiz fraaco. Gol do Rodrigo Caio foi legal.

    Lina: Muito legal.

  3. Marcos Tri Says:

    O segundo gol foi uma pintura.
    Quero ver quem vai encarar o tricolor em 2014.

    Lina: Lindo gol.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: