Archive for dezembro \27\UTC 2013

Dois Toques

27/12/2013

Segura o Boi ! – O problema agora não é apenas não contratar ninguém, mas se desfazer de quem fez diferença. Vi que o São Paulo aceitou proposta de um clube chinês e vai negociar o Aloísio. Existe certos tipos de pessoas que toda equipe, de qualquer empresa, em qualquer ramo deve ter. Não precisa ser necessariamente talentoso ou ter uma formação técnica invejável, porque este tipo contagia o grupo pela sua paixão, pela entrega e alegria. Se o amigo já teve a oportunidade de ler a respeito dos quatro tipos de temperamento humano, verá que o Aloísio encaixa perfeitamente no tipo sanguíneo. Ele certamente foi um dos pilares da reação do São Paulo na luta contra o rebaixamento e vai fazer falta em 2014 se tal transferência se concretizar. Com sua saída, a saída do Welliton e a possível saída do Osvaldo, o São Paulo tem no ataque: Silvinho, Ademílson e Luis Fabiano. Ou vem alguma surpresa boa por ai, ou o departamento de futebol mais uma vez mostrou toda sua competência, só que não.

Pesadelo – Outro dia li em uma destas páginas do facebook que a vida era um sonho. Um destes pensamentos criados por estes filósofos gringos. Deve ser gringo, porque imaginar que a vida é um sonho, não pode ser filosofia nacional. Aqui nós não vivemos em um sonho, aqui é pesadelo. Porque é pesadelo um tribunal que pune a bola jogada em campo. Um tribunal que contraria a máxima: “a bola pune”. Imaginem amigos, a bola que puniu o FluminenC, foi punida. Oi ? Tem mais. Os advogados que a Portuguesa escolheu para defendê-la no primeiro julgamento e agora no recurso, usaram expressões do tipo “chuchu”, para desqualificar o uso do jogador da Portuguesa na partida em que foi escalado de maneira irregular. E hoje, para falar do exagero da pena foi dito o seguinte: “deram um beliscão na mulher do chefe e o chefe deu um tiro na cabeça de quem deu o beliscão”. Só pode ser um pesadelo…

***(*) ******(*)

Ho Ho Ho

24/12/2013

Anta Claus

Imagem: 5PFC m1L Gr4u

***(*) ******(*)

Brasil Campeão Mundial de Handball Feminino

23/12/2013

Salve Soberania.

Não faz parte do assunto do espaço, mas quando é uma conquista repleta de méritos, merece todo carinho.

Porque ser campeão do mundo, sem ajuda do governo e do outro lado do mundo ( é preciso atravessá-lo ), não é pra qualquer um.

É só pra nós. E agora pra elas também…

brasil campeao mundial de handball femininoJogo completo ( em espanhol ).

1º tempo

2º tempo

Relacionados

Brasil vence caldeirão sérvio, é campeão mundial e faz história no handebol

***(*) ******(*)

Política no Morumbi, Atrapalha o Projeto de Cobertura do Estádio

19/12/2013

Salve Soberania.

Eu ouvi atentamente as declarações do assessor da presidência José Mansur para a rádio ESPN, áudio abaixo e encontrei um ponto divergente grave entre as declarações da situação e da oposição.

Aos 4:12 deste áudio, José Mansur diz que: “se o Kalil determinasse conhecer os termos do contrato, nós seriamos obrigados a dar as informações a ele.”

Na nota de esclarecimento do grupo #SPFCForte que circulou ontem, há um trecho que diz o seguinte:

“Nosso candidato à presidência, Kalil Rocha Abdalla, solicitou por diversas vezes que o contrato fosse disponibilizado em sua totalidade, mas os situacionistas nos privaram desse direito, que por sua vez é soberano estatutariamente.”

Quem fala a verdade ?

Relacionados

Por cobertura, Juvenal quer alterar estatuto

VÍDEO: Veja como vai ficar o Morumbi após reformas e nova cobertura

Situação e oposição do São Paulo têm conflito e esquentam eleições de 2014

***(*) ******(*)

Tri-Mundial, Com Libertadores

18/12/2013

Há 8 anos…

Via Baú do São Paulo

***(*) ******(*)

78 Anos – A Tua História, Não Tem Fim

15/12/2013

A tua historia nao tem fim 78 anos de glorias I

A tua historia nao tem fim 78 anos de glorias IIa

***(*) ******(*)

Há 20 Anos, o Mundo Era Tricolor Pela Segunda Vez Consecutiva

12/12/2013

1993_mundialSalve Soberania.

Me lembro que eu li em algum lugar ( não me lembro onde), que no dia que antecedeu o jogo contra o Milan, os jogadores do São Paulo encontraram os jogadores italianos em um shopping center no Japão. Como o Muller tinha jogado na Itália, no Torino mais especificamente de 88 a 91, ele se aproximou para cumprimentar os adversários e foi ignorado.

Daí a frase famosa dirigida ao zagueiro Costacurta: “Questo é per te buffone”, quando marcou o terceiro gol que definiria o resultado do jogo e o bicampeonato mundial do Tricolor.

Era uma fase mágica.

O São Paulo que já tinha conquistado a quádrupla coroa nacional: “1992 — Campeonato Paulista, Copa Libertadores da América, Recopa Sul-Americana (de 1993) e Copa Europeia/Sul-americana (Mundial Interclubes)”, era considerado pela crônica esportiva a zebra no confronto.

Tudo bem que era o Milan e seu esquadrão formado por Baresi, Paolo Maldini e cia. Mas aqui era o São Paulo de Telê.

Depois da vitória sobre o Milan por 3×2, o zagueiro Ronaldo faz seu desabafo: “Ano passado, o supertime era o Barcelona. Este ano, o supertime era o Milan. Agora eu pergunto, se eles eram supertimes, o que é o São Paulo, afinal?”.

A resposta pra esta pergunta quem deu foi o grande jornalista Orlando Duarte no seu livro de mesmo nome: “São Paulo, o Supercampeão”, livro que aliás é recheado de detalhes sobre esta fase e sobre outras glórias do nosso clube.

Em 1993, o São Paulo começava uma outra saga, a quádrupla coroa internacional: “1993 — Supercopa Libertadores, Libertadores da América, Recopa Sul-Americana (de 1994) e Copa Europeia/Sul-americana (Mundial Interclubes)”, saga esta que terminaria com um dos maiores assaltos da história do futebol sul-americano. O São Paulo teve um penalti claro, não assinalado por um destes ratos que vestem preto e usam um apito na boca, em pleno Morumbi na Libertadores em 1994.

Mas esta é uma outra história…

FICHA TÉCNICA
Associazione Calcio Milan 2 x 3 São Paulo Futebol Clube
Mundial Interclubes (1993)
Final – Partida Única
Data: 12/12/1993 (domingo)
Local: Estádio Nacional de Tóquio (Tóquio – Japão)
Público: 62.000
Renda: US$ 2.000.000,00
Arbitragem: Joël Quinou (ARB – França), Park Hae Yong (AA1 – Coréia do Sul) e Yamaguchi Morihisa (AA2 – Japão).
Gols: Massaro, 3’/2T, e Papin, 36’/2T (ACM); Palhinha, 19’/1T, Toninho Cerezo, 14’/2T, e Müller, 41’/2T (SPFC).

Milan: Rossi; Panucci, Baresi, Costacurta e Maldini; Albertini (Orlando, 34’/2T), Desailly e Donadoni; Massaro, Papin e Raducioiu (Tassotti, 34’/2T). Técnico: Fabio Capello

São Paulo FC: Zetti; Cafu, Válber, Ronaldão e André Luiz; Doriva, Dinho, Toninho Cerezo (capitão) e Leonardo; Palhinha (Juninho Paulista, 19’/2T) e Müller. Técnico: Telê Santana

Jogo completo

Imagem, Ficha Técnica e Vídeo: Baú do São Paulo

Relacionados

VÍDEO: São Paulo comemora os 20 anos da conquista do bicampeonato mundial

***(*) ******(*)

Xatiada

12/12/2013

funny-monkey-11zs

***(*) ******(*)

Águas de Junho

10/12/2013

Demais.

***(*) ******(*)

Sportv Repórter: Especial Rogério Ceni

09/12/2013

É do Sportv, mas como foi bem feito e é pro M1TO, eu upei.

***(*) ******(*)

São Paulo FC 0x1 Coritiba

08/12/2013

O Tricolor tentou terminar a temporada de 2013 de forma digna, mas acabou derrotado pelo Coritiba por 1 a 0, em Itu, na tarde deste domingo (8). O duelo, que contou com o gol solitário de Luccas Claro, foi válido pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro e decretou a última partida do clube no ano. Com o resultado, o time são-paulino se manteve com 50 pontos e terminou a competição nacional na nona colocação.

Por causa de uma punição pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), o São Paulo não pode se despedir do Campeonato Brasileiro no Morumbi. Por isso, o confronto foi disputado no interior paulista. E com o final de semana ensolarado, o Estádio Novelli Jr. recebeu um bom público da torcida tricolor.

Com alguns desfalques, como Fabrício, Wellington, Maicon e Jadson, o técnico Muricy Ramalho adotou uma postura ofensiva e escalou o time são-paulino com Rogério Ceni; Douglas, Antonio Carlos, Edson Silva e Reinaldo; Rodrigo Caio, Denilson e Paulo Henrique Ganso; Ademilson, Welliton e Luis Fabiano.

Com a bola rolando, em Itu, o São Paulo começou melhor e criou as melhores jogadas. Logo aos 7 minutos, Ganso arriscou de fora da área e a bola bateu no travessão. Antes disso, o maestro já vinha incomodando a defesa adversária e buscando o primeiro gol da partida. Após o susto, os paranaenses saíram para o jogo e equilibraram as ações.

Porém, explorando mais as jogadas de ataque, o Tricolor envolvia o Coritiba e finalizava mais. Aos 20, Douglas arriscou um chute cruzado pela direita e quase pegou o goleiro Vaná desprevenido. A bola passou perto do gol. O lance levantou a torcida são-paulina, que cantava e incentivava o time.

E para evitar a pressão do São Paulo, a equipe do Paraná foi deixando o campo de defesa e rondando a área tricolor. Assim, os visitantes conseguiram inaugurar o marcador. Aos 28 minutos, Luccas Claro pegou firme, na grande área, e colocou o Coritiba em vantagem no placar. Os comandados de Muricy ainda tentaram deixar tudo igual na primeira etapa, com Ademilson, aos 36, mas os times foram para o intervalo com os paranaenses na frente: 1 a 0.

Na volta para a segunda etapa, o treinador são-paulino mexeu no ataque e promoveu a entrada de Silvinho, na vaga de Welliton, para dar mais mobilidade ao setor. No entanto, precisando vencer para lutar contra o rebaixamento, o Coritiba retornou melhor e buscou ampliar a vantagem. Logo aos 9 minutos, Alex carimbou o travessão de Rogério.

Após a pressão inicial do adversário, o Tricolor se mandou para o campo de ataque e equilibrou as ações do jogo. Aloísio entrou no lugar de Ademilson e deu novo ânimo ao time. No entanto, apesar de as duas equipes buscarem o gol, a partida permaneceu parelha e terminou com vitória dos paranaenses.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 1 CORITIBA

Local: Estádio Novelli Júnior, em Itu (SP)
Data: 8 de dezembro de 2013, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Pablo dos Santos Alves (SP)
Assistentes: Alessandro Rocha de Matos (BA/Fifa) e Fabiano da Silva Ramires (ES)
Público: 9.220 pagantes
Renda: R$ 96.302,00
Cartões amarelos: Denilson, Luis Fabiano e Rodrigo Caio (São Paulo); Victor Ferraz e Júnior Urso (Coritiba)
Gol: CORITIBA: Luccas Claro, aos 29 minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Antônio Carlos, Edson Silva e Reinaldo; Rodrigo Caio, Denilson (Lucas Evangelista) e Paulo Henrique Ganso; Ademilson (Aloísio), Luis Fabiano e Welliton (Silvinho) Técnico: Muricy Ramalho

CORITIBA: Vaná; Victor Ferraz (Germano), Luccas Claro, Leandro Almeida e Diogo; Willian, Júnior Urso, Gil, Carlinhos (Chico) e Alex (Lincoln); Julio Cesar Técnico: Tcheco

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Bastidores de São Paulo x Coritiba

“Espero um time brigando por títulos”

Muricy sobre o M1TO: “Ele ainda está muito bem”

Tricolor homenageia Pedro Rocha em camiseta

Rogério: “Vivemos de títulos”

Relacionado pela primeira vez, Roger celebra recuperação

***(*) ******(*)