Cruzeiro 0x2 São Paulo FC

O Tricolor não se intimidou no Mineirão. Jogando de igual para igual com o líder do Campeonato Brasileiro de 2013, o Cruzeiro, na noite desta quarta-feira (9), o São Paulo venceu por 2 a 0 e derrubou o anfitrião. Envolvente e seguro, o time são-paulino lutou durante toda a partida e, assim, assegurou mais três pontos na competição diante da torcida rival, que compareceu em grande número.

De quebra, os gols de Douglas e Everton Ribeiro (contra) decretaram a primeira derrota dos cruzeirenses no estádio, que recentemente foi modernizado para a disputa da Copa do Mundo de 2014. Antes de a bola rolar, o Cruzeiro acumulava 20 vitórias e apenas um empate. Curiosamente, o último revés dos mineiros foi justamente para o São Paulo, em 2010, por 2 a 0 na Libertadores da América.

Com o resultado em Belo Horizonte, o Tricolor se manteve na 16ª colocação do torneio. Agora, após 27 rodadas, a equipe detém 33 pontos. Na próxima rodada, no Morumbi, a equipe são-paulina terá pela frente o clássico contra o Corinthians, no final de semana

Com vários desfalques, o técnico Muricy Ramalho quebrou a cabeça para escalar os titulares. O goleiro Rogério Ceni (suspenso pelo terceiro cartão amarelo), os zagueiros Antonio Carlos e Rafael Toloi, o lateral-esquerdo Carleto, o volante Denilson e o atacante Luis Fabiano (lesionados), além de Lucas Silva (convocado pela seleção sub-17), sequer viajaram para Belo Horizonte.

Dessa forma, o treinador montou o time são-paulino com Denis; Paulo Miranda, Rodrigo Caio e Edson Silva; Douglas, Wellington, Maicon, Paulo Henrique Ganso e Reinaldo; Ademilson e Aloísio. Alternando entre a defesa e o meio de campo, Rodrigo Caio era responsável por mudar o esquema tático conforme a partida ia se desenvolvendo. Com a bola nos pés, o jovem camisa 7 avançava até o campo de ataque. Já quando a equipe era pressionada, o marcador recuava.

E mesmo jogando fora de casa, o Tricolor criou mais oportunidades no primeiro tempo. Os anfitriões também tiveram boas chances, mas não tantas como os paulistas. De fora da área, aos 13 e 21 minutos, respectivamente, Rodrigo Caio e Reinaldo passaram perto de abrir o marcador. No entanto, em ambos os casos, o goleiro Fabio fez grandes intervenções que impediram que as redes balançassem.

Enquanto isso, no campo de defesa, Denis aparecia bem e evitava que os cruzeirenses tirassem o zero do placar. Foram pelo menos duas lindas defesas do camisa 12, que soube garantir o empate sem gols na primeira etapa. Ademilson e Paulo Henrique Ganso, em chutes colocados, também passaram perto de marcar, mas ficaram no quase. Assim, apesar de ser um duelo franco e cheio de opções, as equipes foram para o intervalo empatadas: 0 a 0.

No segundo tempo, o Cruzeiro voltou melhor e controlou as ações do jogo. Porém, perigoso, o São Paulo também chegou com efetividade ao gol adversário. Logo aos 6 minutos, Maicon arriscou de longe e a bola passou rente a trave. Já os mineiros, empurrados por sua torcida, rondavam a área são-paulina e assustavam.

E para dar novo ânimo ao time, Muricy apostou na entrada de Welliton na vaga de Aloísio. Apostando nos contra-ataques, a equipe são-paulina conseguiu surpreender o líder do campeonato e estufar as redes do goleiro Fábio. Aos 30 minutos, após bela trama do sistema ofensivo, Douglas recebeu de Ademilson e encheu o pé direito. O chute saiu preciso e o arqueiro cruzeirense nada pôde fazer: 1 a 0.

O tento são-paulino deu mais moral ao time que, seguro, conseguiu ficar com a posse de bola e envolver o rival. Melhor na partida, o Tricolor conseguiu marcar o segundo gol e assegurar a vitória em Minas Gerais. Reinaldo aproveitou cruzamento da direita, de Welliton, e testou para assegurar os três pontos ao clube do Morumbi. Festa da torcida e jogadores, que suaram a camisa para decretarem o primeiro revés dos cruzeirenses, no Mineirão, na competição.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
CRUZEIRO 0 X 2 SÃO PAULO

Local: Estádio Mineirão, em Belo Horizonte (MG)
Data: 9 de outubro de 2013 (quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Jailson Macedo Freitas
Assistentes: Ivan Carlos Bohn e Rafael Trombeta
Público: 40.743 pagantes
Renda: R$ 1.899.595,00
Cartões amarelos: (Cruzeiro) Lucas Silva, Dagoberto (São Paulo) Wellington, Ganso

Gols: SÃO PAULO: Douglas, aos 31 e Reinaldo, aos 34 minutos do segundo tempo

CRUZEIRO: Fábio; Ceará, Léo, Bruno Rodrigo e Egídio (Mayke); Nilton, Lucas Silva (Allison), Everton Ribeiro e Ricardo Goulart (Dagoberto); Willian e Borges Técnico: Marcelo Oliveira

SÃO PAULO: Denis; Paulo Mirada, Rodrigo Caio e Edson Silva; Douglas, Wellington, Maicon, Ganso (Lucas Evangelista) e Reinaldo; Ademilson e Aloísio (Welliton) Técnico: Muricy Ramalho

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

VÍDEO: Bastidores: Cruzeiro 0 x 2 São Paulo

Bastidores de Cruzeiro x São Paulo

Muricy: “Aqui é muito grande, meu. É um Boeing”

Wellington: “O São Paulo tem uma força muito grande”

Autor de um dos gols, Douglas revela: “Emocionante”

***(*) ******(*)

7 Respostas to “Cruzeiro 0x2 São Paulo FC”

  1. Franklin Says:

    Caraca meu, partidaço do São Paulo.
    Não acreditei quando saiu o segundo gol.
    Senti firmeza no time ontem.

  2. Carlos Henrique Says:

    Agora o Tricolor não cai mais.

  3. Marcos Says:

    O Muricy é foda.
    Parece um santo que faz milagres, porque este time é fraco.

  4. Jorge Tri-Hexa Says:

    Agora que venha o time do governo.
    GRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRR

  5. Barman Says:

    Os travecos devem estar procurando algum reforço de renome para o domingo. Um juiz.

    Lina: Pode apostar.

  6. luchetta Says:

    “Se você vir o campo de treinamento que escolhemos, o São Paulo FC, é o melhor que se pode ter no Brasil. (…) Outros países querem levar nossas opções, mas elas não estão à venda”,
    Jürgen Klinsmann, campeão do mundo pela Alemanha e atual treinador dos EUA.
    A travecada que bate ponto na imprensa vai enfartar.

    Lina: Pode crer. Mas precisava ser a seleção dos imperialistas ? Deveria ser a seleção do Uruguay…

    • luchetta Says:

      Lina, meu amigo, o importante disto foi a fala de um cara puta conceituado. Se fosse um Zé Mané que comandasse os caras não tinha a menor importância. Mas não, quem falou foi um ex jogador campeão do mundo e que, como treinador, classificou uma seleção meia boca para a copa.
      Abraço,

      Lina: E olha que ele estava falando do CT de Barra Funda, não era nem de Cotia que deve ser cedido as seleções ou de Espanha, ou Portugal ou Argentina.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: