São Paulo 1×1 Atlético-PR

O São Paulo pontuou novamente no Campeonato Brasileiro 2013. Na noite desta quinta-feira (15), no Morumbi, o Tricolor recebeu o Atlético-PR e ficou no empate por 1 a 1. Os gols do confronto, válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro 2013, foram marcados por Rodrigo Caio e Paulo Baier (de pênalti). Mesmo empurrado pela torcida, que fez linda festa nas arquibancadas, os comandados do técnico Paulo Autuori não conseguiram bater os paranaenses e, agora, somam 10 pontos na competição nacional.

Para a partida contra o clube do Paraná, o São Paulo não pôde contar com os zagueiros Paulo Miranda e Edson Silva, o lateral-esquerdo Carleto, o volante Denilson e o atacante Luis Fabiano (todos lesionados). O lateral-direito Douglas, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo, abriu uma vaga no time para o argentino Clemente Rodríguez e, dessa forma, o Tricolor começou o jogo com Rogério Ceni; Clemente Rodríguez, Rafael Toloi, Rodrigo Caio e Reinaldo; Wellington, Fabrício, Jadson e Lucas Evangelista; Osvaldo e Aloísio.

Apesar do frio e garoa na capital paulista, o primeiro tempo foi agitado. Pressionando desde o apito inicial, o Tricolor criou boas chances no começo do confronto e encurralou os paranaenses. Antes mesmo que o cronômetro pudesse marcar 10 minutos de jogo, o time já tinha chegado duas vezes com perigo. Jadson, em cobranças de faltas em ambos os casos, deu trabalho ao goleiro Weverton.

Empurrado pela torcida, que compareceu em bom número e incentivou os comandados do técnico Paulo Autuori, o São Paulo conseguiu balançar as redes e agitar os torcedores nas arquibancadas. Aos 17 minutos, Rodrigo Caio aproveitou cobrança de falta, testou e abriu o placar no Morumbi. Na jogada, o auxiliar tentou invalidar o gol, alegando que Aloísio estaria impedido e participara do lance, mas o árbitro Anderson Daronco validou o tento são-paulino e zero saiu do marcador.

Melhor no jogo, o Tricolor continuou com mais posse de bola e buscando o segundo gol. No entanto, aos 37 minutos, Paulo Baier cobrou pênalti e deixou tudo igual no duelo. Apesar do gol, o São Paulo não se abalou e manteve a mesma postura. Aos 43, Osvaldo só não ampliou o placar, porque parou na boa defesa do goleiro paranaense. Rogério Ceni também apareceu com eficiência quando exigido e, assim, os times foram para o intervalo empatados: 1 a 1.

Na segunda etapa, a equipe são-paulina manteve a mesma postura em campo e o adversário no campo defesa. Pelo alto, Rodrigo Caio continuou levando perigo e assustando o arqueiro do Atlético-PR. Porém, bem fechado na marcação, os visitantes não deram tantos espaços o jogo esfriou.

Para dar novo ânimo ao time, Paulo Autuori apostou nas entradas de Paulo Henrique Ganso e Ademilson nos lugares de Fabrício e Jadson, respectivamente. Nas arquibancadas, o torcedor não parou de incentivar e cantar para empurrar a equipe. Mas, mesmo trocando passes e tentando abrir o jogo, o São Paulo não conseguiu finalizar com precisão e as redes não balançaram novamente no Morumbi.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 1 ATLÉTICO-PR

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 15 de agosto de 2013, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (GO) e Fabio Pereira (TO)
Público: 25.827 pagantes
Renda: R$ 269.012,00
Cartões amarelos: Rafael Toloi, Wellington e Lucas Evangelista (São Paulo); Bruno Silva, Pedro Botelho e Dellatorre (Atlético-PR)

Gols: SÃO PAULO: Rodrigo Caio, aos 17 minutos do primeiro tempo – ATLÉTICO-PR: Paulo Baier, aos 37 minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Clemente Rodríguez, Rafael Toloi, Rodrigo  Caio e Reinaldo; Wellington, Fabrício (Paulo Henrique Ganso), Lucas Evangelista e Jadson (Ademílson); Osvaldo e Aloísio Técnico: Paulo Autuori

ATLÉTICO-PR: Weverton; Léo, Manoel, Luiz Alberto e Pedro Botelho; Bruno Silva (Juninho), João Paulo, Everton e Paulo Baier (Elias); Marcelo e Dellatorre (Ederson) Técnico: Vagner Mancini

4 Respostas to “São Paulo 1×1 Atlético-PR”

  1. Alemäo Says:

    Lina, jogaço, pena que o Toloi vacilou.
    Vamos ganhar do menguinho.

  2. Guedes Says:

    Tô preocupado.
    Um time que não consegue reagir em casa, com 25 mil pessoas gritando 90 minutos !
    Não era um grande do futebol, era o Atlético Paranaense com todo respeito e nenhum menosprezo.
    Mas grande por grande, o São Paulo é bem maior.
    Sei que é cedo pra dizer, mas tenho a impressão que o quadro é irreversível.
    Se cair, pelo menos teremos uma boa recompensa, Juvenal e seus asseclas serão desinfetados do Morumbi.
    E já vão tarde, bem tarde.

  3. Indignado Tricolor Says:

    Eu queria ser maluco o suficiente pra pegar um taco de baseball e invadir a sala do cachaceiro, quebrando tudo que eu visse na minha frente, menos ele.
    Só pra ele ter a certeza que o vespeiro que ele tá mexendo é do tamanho do Morumbi.
    Ai de quem ficar se o São Paulo cair.

    Lina: Eu não ia aprovar isso aqui, mas como quem fala naum faz, foda-se.

  4. Alexandre SPFC Amaral Says:

    FORA LECO!
    Esse é O Problema!
    Gênese dos problemas qndo decretou saída forçada do Muricy.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: