Archive for julho \31\UTC 2013

FC Bayern Munchen 2×0 São Paulo FC

31/07/2013

O São Paulo acabou derrotado pelo Bayern de Munique por 2 a 0, na Allianz Arena, na tarde desta quarta-feira (31), no confronto válido pela semifinal da terceira edição da Audi Cup. Com gols de Mandzukic e Weiser, ambos na segunda etapa, os anfitriões bateram a equipe brasileira.

Agora, o Tricolor disputará o terceiro lugar do torneio mundial com o Milan-ITA, que acabou goleado pelo Manchester City-ING por 5 a 3. Assim como no duelo diante dos Bávaros, a partida será disputada na Allianz Arena, nesta quinta-feira (1º de agosto).

O primeiro tempo foi dominado pelos alemães. Com Robben e Ribéry bem abertos, os anfitriões tentavam envolver a equipe são-paulina pelas pontas do campo. No entanto, apesar de insistirem, os Bávaros pararam nas grandes defesas do goleiro Rogério Ceni, que fez inúmeras intervenções.

Mesmo preso no campo de defesa, o Tricolor também conseguiu finalizar com perigo. Aos 8 minutos, o atacante Aloísio matou no peito, se livrou do marcador e bateu firme da entrada da área. O goleiro Neuer fez a defesa em dois tempos e impediu que o time brasileiro abrisse o placar na Alemanha.

Bem postado defensivamente e mais compacto com os volantes Wellington, Fabrício e Rodrigo Caio, o São Paulo soube segurar o ímpeto do Bayern de Munique e contou com as belas e difíceis defesas do M1TO para segurar o zero a zero na primeira etapa.

O zagueiro Rafael Toloi ainda tirou a bola em cima da linha, aos 37 minutos, e salvou a equipe tricolor. A má notícia, no entanto, foi a lesão de Paulo Miranda. Logo aos 12 minutos, o defensor sentiu um incômodo na coxa esquerda e deixou o gramado. Edson Silva foi o escolhido para substituir o camisa 13 e compôs o sistema de marcação.

Na volta para o segundo tempo, Autuori promoveu a entrada do meio-campista Paulo Henrique Ganso no lugar de Osvaldo. Porém, a alteração do treinador não teve tempo para surtir efeito. Logo aos 9 minutos, Mandzukic aproveitou cruzamento e marcou o gol do Bayern de Munique.

Empurrado por sua torcida, o time alemão continuou criando as melhores oportunidades e pressionando o Tricolor. Sentindo que a equipe poderia sair mais do campo de defesa, o técnico do São Paulo apostou nas entradas de Ademilson, Maicon e Lucas Evangelista.

Apesar das mexidas do comandante, os anfitriões continuaram dominando as ações do jogo e anotaram o segundo gol do jogo com Weiser, aos 40 minutos. Rogério Ceni ainda cobrou um pênalti, sofrido por Silvinho, mas Neuer defendeu e garantiu que as redes não balançassem novamente.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
BAYERN DE MUNIQUE 2 X 0 SÃO PAULO

Local: Allianz Arena, em Munique (Alemanha)
Data: 31 de julho de 2013 (quarta-feira)
Horário: 15h30 (de Brasília)
Árbitro: Deniz Aytekin (ALE)
Assistentes: Benjamin Brand (ALE) e Marco Achmuller (ALE)
Cartões amarelos: Kroos (Bayern de Munique); Wellington (São Paulo)

Gols: BAYERN DE MUNIQUE: Mandzukic, aos nove minutos do segundo tempo, e Weiser, aos 40 minutos do segundo tempo

BAYERN DE MUNIQUE: Neuer; Rafinha, Dante (Van Buyten), Martinez (Kirchhoff) e Alaba; Lahm (Weiser), Kroos (Shaqiri), Schweinsteiger (Boateng), Ribéry (Green) e Robben (Muller); Pizarro (Mandzukic) Técnico: Pep Guardiola

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas (Lucas Farias), Paulo Miranda (Edson Silva), Rafael Toloi (Lucas Silva) e Reinaldo; Wellington, Fabrício, Rodrigo Caio (Maicon) e Jadson (Ademilson); Osvaldo (Ganso) e Aloísio (Silvinho) Técnico: Paulo Autuori

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Bastidores de Bayern de Munique x São Paulo

Milan é o próximo adversário do Tricolor na Audi Cup

Fabrício celebra evolução da defesa

Com dores, Paulo Miranda não jogará mais na excursão

Autuori: “Temos que trabalhar mais a saída em velocidade”

***(*) ******(*)

Anúncios

Respeito Não Se Compra, Respeito Se Conquista

30/07/2013

Respeito nao se compra se conquista

Muito foda, e com endereço certo.

***(*) ******(*)

Entrevista Muricy Ramalho

30/07/2013

.

***(*) ******(*)

Zé Sérgio Fala Sobre o Tricolor

30/07/2013

.

.

***(*) ******(*)

São Paulo FC Tour 2013 – Europa e Ásia

30/07/2013

Salve Soberania.

O Tricolor viaja nesta semana para a Europa e posteriormente ruma em direção ao Japão para disputar alguns campeonatos. Seguem datas, horários e informações sobre a transmissão de jogos dos torneios que o Tricolor vai participar:

Audi Cup ( Allianz Arena, Munique )

audi cup allianz

Jogo 1: Manchester City 5×3 A.C. Milan – Quarta, 31.07 às 13h15. Transmissão ESPN (Reprise quinta às 9h30)

Jogo 2: FC Bayern Munchen 2×0 São Paulo FC- Quarta, 31.07 às 15h30. Transmissão ESPN (Reprise quarta às 00h00)

Disputa do 3º. lugar: A.C. Milan 1×0 São Paulo FC – Quinta, 01.08 às 13h15. Transmissão ESPN

Disputa do título: FC Bayern Munchen 2×1 Manchester City – Quinta, 01.08 às 15h30. Transmissão ESPN

Regulamento: Quadrangular. Se as partidas terminarem empatadas, o vencedor será decidido nos penalties.

Site oficial do torneio: http://www.audi.de/de/brand/de/erlebniswelt/film_kultur_sport/sportsponsoring/audi-cup.html

Facebook: https://www.facebook.com/AudiCup2013

Eusébio Cup ( Estádio da Luz, Lisboa )

eusebio cupa luz

Sport Lisboa e Benfica 0x2 São Paulo FC – Sábado, 03.08 às 15h45. Transmissão pela internet no seguinte link:

Benfica TV On-line: http://tvfree4.me/benfica-tv-online

Regulamento: Jogo único. Se o jogo terminar empatado, decide-se nos penalties.

Site oficial do torneio: https://loja.slbenfica.pt/Bilhetes/tabid/898/menuId/1/Bilhetes.aspx

Suruga Bank Cup ( Kashima Soccer Stadium, Kashima )

suruga bank kashima

Kashima Antlers 3×2 São Paulo FC – Quarta, 07.08 às 07h00. Transmissão Fox Sports.

Regulamento: Jogo único. Se o jogo terminar empatado, decide-se nos penalties.

Site oficial do torneio: https://www.jfa.or.jp/match/matches/2013/0807suruga_cs/

Relacionados

Bastidores da viagem para a Audi Cup

Guardiola: “O São Paulo dominou o mundo”

Primeira viagem!

Tricolor segue para desafios internacionais

Relacionados para as disputas da Audi, Eusébio e Suruga

***(*) ******(*)

Travecada 0x0 São Paulo Tri-Mundial

28/07/2013

O Tricolor somou mais um ponto no Campeonato Brasileiro 2013. Na tarde deste domingo (28), no Pacaembu, o São Paulo ficou no empate sem gols contra o Corinthians, no duelo válido pela nona rodada da competição nacional, e agora detém nove pontos. O clássico Majestoso, na capital paulista, contou com boas defesas do goleiro Rogério Ceni, que conteve as investidas do adversário.

Contra o arquirrival, no Estádio Paulo Machado de Carvalho, a equipe são-paulina fez o último compromisso no Brasil antes de embarcar, na segunda feira (29), para a disputa da Copa Audi (na Alemanha), a Eusébio Cup (em Portugal) e Suruga (no Japão). Já o meio-campista Jadson, contratado no início da temporada passada para ser o dono da camisa 10, fez o seu centésimo jogo pelo Tricolor.

Com uma série de desfalques, o técnico Paulo Autuori escalou o time com Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Paulo Miranda e Reinaldo; Rodrigo Caio, Wellington, Fabrício e Jadson; Osvaldo e Ademilson. Os atacantes Luis Fabiano (contratura na coxa direita), Aloísio (suspenso) e Negueba (aprimora a forma física) foram as baixas no ataque.  Já no setor defensivo, os laterais-esquerdo Clemente Rodríguez e Carleto estão entregue ao REFFIS, assim como o volante Denilson, que passou por cirurgia para correção do menisco lateral do joelho direito.

Com a bola rolando, no primeiro tempo, o São Paulo apostou nos contra-ataques e soube conter a pressão do adversário. Logo no início do duelo, os corintianos levaram algum perigo, mas parou nas mãos do goleiro Rogério Ceni, que fez boas defesas. Com três homens no setor de marcação no meio de campo, o Tricolor conteve as investidas do rival e apostou na velocidade de Douglas, Osvaldo e Ademilson para sair da defesa.

Fabrício colou nos meias rivais e não deu espaço no meio de campo. O mesmo aconteceu com Rodrigo Caio e Wellington, que souberam apertar a marcação e evitar que o goleiro Rogério Ceni fosse exigido mais vezes. Dessa forma, as equipes foram para os vestiários do Pacaembu sem que as redes balançassem na tarde ensolarada da capital paulista.

No começo da segunda etapa, o São Paulo manteve a mesma formação, mas se lançou ao ataque. Aos 10 minutos, Ademilson recebeu pela direita e chutou firme. O goleiro Cássio fez grande defesa e impediu que o camisa 11 são-paulino abrisse o placar no Majestoso.

Após os sustos iniciais, o Tricolor não conseguiu manter a mesma pegada e, sentindo que o time poderia render mais, o técnico Paulo Autuori promoveu as entradas de Maicon e Roni nos lugares de Fabrício e Ademilson, respectivamente. Assim, Osvaldo ficou com a responsabilidade de comandar o ataque e Jadson ganhou dois companheiros para dividir a armação da equipe.

Apesar das alterações do comandante tricolor, o Corinthians conseguiu ficar mais tempo com a posse de bola, mas não passou pelo sistema defensivo do São Paulo. Roni ainda arriscou algumas tabelas com Maicon, porém, não levou perigo ao gol de Cássio. E da mesma forma como terminou o primeiro tempo, o segundo também não teve gols e o clássico terminou empatado: 0 a 0.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 0 X 0 SÃO PAULO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 28 de julho de 2013, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo do Amaral (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (SP) e Vicente Romano Neto (SP)
Público: 33.338 pagantes
Renda: R$ 1.116.631,00
Cartões amarelos: Guerrero e Fábio Santos (Corinthians); Jadson (São Paulo)

CORINTHIANS: Cássio; Edenílson, Gil, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Guilherme, Romarinho, Danilo (Douglas) e Emerson (Renato Augusto); Guerrero (Alexandre Pato) Técnico: Tite

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Paulo Miranda, Rafael Toloi e Reinaldo; Wellington, Rodrigo Caio, Fabrício (Maicon) e Jadson; Osvaldo e Ademilson Técnico: Paulo Autuori

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

‘Nova defesa’, festeja desempenho no clássico

Bastidores de Corinthians x São Paulo

Jadson: “Que venham mais cem jogos”

Autuori: “Não admito comemorar empate”

Ceni elogia postura da equipe no Pacaembu

***(*) ******(*)

A Libertadores Perdeu o Valor

26/07/2013

Orkutizaram o torneio continental, até assassinato já rolou…

***(*) ******(*)

Vai Tentando…

26/07/2013

Ranking internacional

Salve Soberania !

Não é que tem desclassificado por ai nos comparando ao Ibis ?

O Ibis aliás merece todo nosso respeito, afinal é um clube que sempre andou com as próprias pernas, sem se apoiar na bengala do erário e sem lamber as botas dos donos do sistema corrompido do futebol.

Nos compararam por baixo, a inveja é assim.

Agora por cima, são 12 títulos internacionais.

Nenhum deles deles manchado com erros de arbitragem.

Como estes aqui e aqui.

Meu time tá na merda ? Tudo bem, eu sei.

Mas ainda não consegui encontrar alguém pra falar de futebol em igualdade comigo que não seja sãopaulino…

Portanto, lave a sua boca pra falar do meu time.

Relacionados

Ranking dos torneios internacionais

***(*) ******(*)

Churrascada Tricolor

25/07/2013

Porque rir ainda é o melhor remédio.

***(*) ******(*)

São Paulo 0x1 Filial Travesti dos Pampas

25/07/2013

Debaixo de chuva e muito frio na capital paulista, o Tricolor acabou derrotado pelo Internacional, por 1 a 0, na noite desta quarta-feira (24), no Morumbi. O gol solitário da partida, válida pela 12ª rodada (antecipada) do Campeonato Brasileiro 2013, foi marcado pelo atacante Leandro Damião aos 13 minutos do primeiro tempo. Com o resultado, a equipe são-paulina se manteve com oito pontos na competição nacional após dez jogos.

Sem o argentino Clemente Rodríguez, com dores na coxa esquerda, o técnico Paulo Autuori deslocou Douglas para a lateral-esquerda e escalou Rodrigo Caio na direita. Já no meio de campo, o zagueiro Paulo Miranda, recuperado de uma fratura na mão, atuou como volante ao lado de Denilson. Dessa forma, o time começou a partida no esquema tático 4-4-2 com Rogério Ceni; Rodrigo Caio, Lúcio, Rafael Toloi e Douglas; Paulo Miranda, Denilson, Jadson e Paulo Henrique Ganso; Osvaldo e Luis Fabiano.

No primeiro tempo, o São Paulo começou pressionando e tratou de encurralar o adversário. Logo aos dois minutos, Douglas trocou passes com Luis Fabiano e recebeu na grande área. O jogador bateu firme, de perna esquerda, mas o goleiro Muriel fez grande defesa e impediu o gol do Tricolor. E quando a equipe são-paulina buscava o gol, os visitantes abriram o placar na capital paulista, aos 13 minutos, com Leandro Damião.

Os gaúchos se animaram com o tento e partiram para cima do São Paulo. Nos contra-ataques, os visitantes levavam perigo, mas paravam nas boas defesas do goleiro Rogério Ceni. Brigando pelo gol de empate, os comandados do técnico Paulo Autuori se lançaram ao ataque e até tentaram envolver o adversário.

No entanto, nos contragolpes, o Inter seguia assustando e, assim, o Tricolor conseguiu finalizar com risco somente aos 36 minutos.  Denilson chutou forte, na entrada da área, e o chute passou rente a trave. Dessa forma, as redes não balançaram novamente na primeira etapa e as equipes foram para os vestiários sem que o marcador fosse alterado de novo.

Atrás da virada, o São Paulo voltou modificado no segundo tempo. O atacante Aloísio entrou no lugar de Osvaldo e Rodrigo Caio trocou de posição com Paulo Miranda. O volante foi para o meio de campo e o zagueiro foi deslocado para a lateral direita. E as alterações do treinador logo surtiram efeito.

Com poucos segundos, Aloísio aproveitou cruzamento e testou firme. A bola passou por cima do gol de Muriel e, por pouco, não empatou o duelo. Na sequência, aos 5, Jadson recebeu do atacante, fintou o zagueiro e bateu rasteiro. Novamente a bola passou perto e levantou a torcida são-paulina no Morumbi.

Quando o Tricolor era melhor no jogo, o time sofreu uma baixa considerável e perdeu ofensividade. Aos 10 minutos, Luis Fabiano sentiu dores na coxa direita e acabou substituído pelo jovem Ademilson. Mais aberta, explorando as jogadas pelas beiradas, a equipe conseguiu criar jogadas na frente. Aloisio, aos 18, só não marcou pelo alto, porque a bola passou tirando tinta da meta gaúcha.

Mesmo insistindo e buscando o gol, tanto pelas jogadas aéreas quanto pelas trabalhadas pelo chão, a equipe são-paulina não conseguiu passar pelo sistema defensivo do Internacional e a partida terminou com vitória dos gaúchos por 1 a 0. Maicon ainda entrou no meio de campo para dar maios mobilidade, mas não conseguiu deixar os marcadores para trás e evitar a derrota do Tricolor.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 1 INTERNACIONAL

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 24 de julho de 2013, quarta-feira
Horário: 21h (de Brasília)
Árbitro: André Luiz Castro (GO)
Assistentes: Cristhian Sorence (GO) e Marrubson Freitas (DF)

Público: 6.275 (pagantes)
Renda: R$ 163.900,00
Cartões amarelos: Douglas, Rodrigo Caio e Aloísio (São Paulo); Ednei, Juan, D’Alessandro e Fabrício (Internacional)Gol: INTERNACIONAL: Leandro Damião, aos 13 minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Lúcio, Rafael Toloi e Douglas; Rodrigo Caio, Denilson, Jadson e Ganso (Maicon); Osvaldo (Aloísio) e Luis Fabiano (Ademílson) Técnico: Paulo Autuori

INTERNACIONAL: Muriel; Ednei (Fabrício), Ronaldo Alves, Juan e Kleber; Willians, Josimar, Jorge Henrique e D’Alessandro; Forlán (Alan Patrick) e Leandro Damião (Caio) Técnico: Dunga

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Autuori afirma que equipe segue motivada

Suspenso, Aloísio não encara o Corinthians

Elenco lamenta chances perdidas

***(*) ******(*)

Prendo e Arrebento

22/07/2013

Virou várzea.

Perdeu o controle, perdeu a noção e perdeu a direção.

Ou alguém do clube corrige a rota, ou o Titanic vai afundar.

Disseram que nem Deus afundaria o tal navio, por aqui disseram que “time grande não cai”.

O título que dá nome ao post é famoso nos anos 80.

Foi dito pelo último presidente militar que assumiu o poder no Brasil durante a ditadura, general Figueiredo.

Depois dele acabou a ditadura e o Brasil voltou a ser uma democracia.

Ou alguma coisa perto disso.

Quem sabe em abril teremos a nossa abertura.

E o “trem de volta aos trilhos”…

***(*) ******(*)