União Barbarense 1×2 São Paulo

O São Paulo venceu o União Barbarense de virada na noite desta quarta-feira, na casa do rival, e garantiu a primeira colocação na primeira fase do Campeonato Paulista: 2 a 1, gols de Aloísio e César (contra). Dessa forma, o Tricolor soma 41 pontos e não pode mais ser alcançado por nenhum rival no topo da tabela, tendo vantagem de mando de campo nas finais do Estadual.

O time tinha dois objetivos na partida: além de garantir a vitória e a consequente liderança, o técnico Ney Franco queria testar a equipe que deve entrar em campo diante do Atlético-MG, pela Libertadores, na próxima quarta-feira. Por isso, o treinador escalou o time de forma mais próxima possível à que deve entrar em campo diante dos mineiros – desse time, apenas Rogério Ceni (lesionado) e Denilson (liberado para resolver assuntos particulares) não atuaram, e os substitutos da dupla foram Denis e Fabrício.

Luis Fabiano e Maicon, machucados, nem foram relacionados. Jadson, suspenso da partida da Libertadores, também não viajou. Já Rodrigo Caio, suspenso do jogo do Paulista jogo, não poderia ficar à disposição.

TUDO IGUAL NO INTERIOR

A primeira boa chance são-paulina veio com Carleto, que chutou forte de longe aos 13 minutos, mas o goleiro conseguiu espalmar em escanteio. Carleto apareceu novamente, agora em cobrança de falta. A própria zaga desviou para o gol, e a bola ficou na trave!

O jogo estava aberto, com as duas equipes conseguindo produzir jogadas ofensivas. Aos 25 minutos, após cobrança de escanteio, Cesinha ficou livre na área e chutou forte, sem chances para Denis, abrindo o placar do jogo.

Mesmo após o gol, o Tricolor conseguiu criar chances, principalmente com o lateral Carleto, e ganhou volume de jogo. Aos 40 minutos, Rafael Toloi sentiu um incômodo na coxa e deixou o jogo para a entrada de Edson Silva. Na sequência, Carleto cobrou falta pela direita na cabeça de Aloísio, que completou para o gol, empatando o placar e marcando pelo segundo jogo consecutivo.

VITÓRIA MESMO EM DESVANTAGEM

Logo aos três minutos do segundo tempo o árbitro puniu Aloísio com o segundo cartão amarelo e o atacante teve que deixar o jogo. Mesmo em desvantagem numérica, o Tricolor conseguiu a virada. Douglas cobrou escanteio da esquerda, aos nove minutos, a bola desviou em César e entrou no gol!

Advertido com um cartão amarelo, Carleto foi substituído por Cortez aos 19 minutos da segunda etapa. Cortez teve boa chance aos 21 minutos, quando recebeu na entrada da área, pela esquerda, girou e chutou, mas o goleiro conseguiu defender. A última alteração de Ney Franco foi a saída de Douglas para a entrada do atacante Ademilson, mas não houve mais muitos lances de perigo até que aos 42 minutos PH Ganso foi derrubado na área e o árbitro sinalizou pênalti.

Osvaldo fez a cobrança no canto esquerdo baixo, mas o goleiro Walter conseguiu fazer a defesa e impedir o terceiro gol são-paulino. Mas o gol perdido pelo atacante não fez falta, e a equipe garantiu mais uma vitória no Campeonato Paulista.

REAPRESENTAÇÃO

A equipe volta a treinar na tarde desta quinta-feira, no CT da Barra Funda. O próximo compromisso do Tricolor será no sábado, às 18h30, contra o XV de Piracicaba, no Morumbi, pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
UNIÃO BARBARENSE 1 X 2 SÃO PAULO

Local: Estádio Antônio Lins Ribeiro Guimarães, em Santa Bárbara D’Oeste (SP)
Data: 10 de abril de 2013 (quarta-feira)
Horário: 19h30 (de Brasília)
Árbitro: Adriano de Assis Miranda (SP)
Assistentes: Fausto Augusto Viana Moretti e Risser Jarussi Corrêa
Cartões amarelos: Camacho, Alex e Cláudio Britto (Barbarense); Lúcio, Carleto, Douglas e Aloísio (São Paulo)
Cartão vermelho: Aloísio (São Paulo)

GOLS: UNIÃO BARBARENSE: Cesinha, aos 25 minutos do primeiro tempo – SÃO PAULO: Aloísio, aos 41 minutos do primeiro tempo, e César (contra), aos nove minutos do segundo tempo

UNIÃO BARBARENSE: Walter; Camacho, Hélio e Bruno Pires (Júlio); Alex, Cláudio Britto, Edilson, Guilherme Batata (Diogo) e César; Caihame e Cesinha Técnico: Claudemir Peixoto

SÃO PAULO: Denis; Paulo Miranda, Lúcio, Rafael Toloi (Edson Silva) e Thiago Carleto (Cortez); Wellington, Fabrício, Douglas (Ademilson)e Paulo Henrique Ganso; Osvaldo e Aloísio Técnico: Ney Franco

Via Gazeta Esportiva

Gols

Relacionados

Bastidores de União Barbarense 1 x 2 São Paulo

Ney Franco destaca objetivo conquistado no Paulista

Rafael Toloi fará exames nesta quinta-feira

Osvaldo: ”Grupo está de parabéns”

Ney Franco terá desfalques contra o XV de Piracicaba

***(*) ******(*)

Anúncios

5 Respostas to “União Barbarense 1×2 São Paulo”

  1. Guedes Says:

    Lina, dia 17 vamos ganhar do galo, mas vai ser sofrido.
    Se este foi o esboço, melhor passar logo a limpo.

  2. Renato Says:

    O Carleto tá jogando bem.
    Cortez rodox.
    E o Osvaldo pra variar arregaçou apesar do penalti.
    O caminho é este.
    Vamos passar.

  3. Edu Tricolor Says:

    Por que o Ney Franco insiste tanto com o Douglas ?
    Coisa irritante meu !

  4. Hexa Único Says:

    Se o São Paulo tivesse contratado o Vargas, tudo poderia ter sido diferente. Mes 4, time em fase de reconstrução e um jogo de vida ou morte dia 17.
    Antigamente era mais fácil ser são-paulino.

  5. Franklin Says:

    Ganhamos porque teve um gol contra.
    O lado bom da coisa é que quem sabe a sorte não tenha virado pro nosso lado ?
    A gente vai precisar.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: