São Paulo 1×1 Arsenal (ARG)

Salve Soberania !

Assalto no Pacaembú.

O juiz mal intencionado mudou o resultado do jogo. Inventou um penalti do Cortez, não marcou outro no Luis Fabiano e no final, ainda expulsou o atacante do São Paulo. Minha teoria pra este tipo de arbitragem é que o Brasil não pode ser campeão novamente da Libertadores. A má vontade com o sucesso dos clubes brasileiros incomoda Conmebol e seus patrocinadores.

Duro é ver que apesar da posse de bola do São Paulo no jogo, da pressão exercida sobre o adversário sufocando-o na sua defesa, das três bolas na trave e da interferência da arbitragem, tenho que ler manchetes dizendo que o “São Paulo vacila na Libertadores”.

Não é fácil.

O São Paulo agora tem quatro pontos no seu grupo e a obrigação de vencer jogando fora seus jogos contra este mesmo Arsenal na Argentina e o The Strongest na altitude, depois ainda tem o Galo mineiro em casa.

Fortes emoções a caminho…

25 mil sãopaulinos viram o Tricolor partir pra cima dos argentinos com enorme vontade de vencer o jogo, foi uma correria que faz tempo não se via. Os argentinos do Arsenal, mais espertos que os do Tigre, catimbavam e até procuraram jogar futebol, mas o jogo era no Pacaembú e quem dominava a partida era o Tricolor.

O primeiro lance de perigo do Tricolor veio com o Aloisio, inspiradíssimo no jogo. Osvaldo faz lançamento do lado esquerdo, a bola cruza o campo até alcançar o atacante do lado direito da área, o boi bandido domina a bola no peito e no meio de dois zagueiros argentinos chuta forte no canto para boa intervenção de Campestrini.

Alguns minutos depois, Jadson no meio de pelo menos oito zagueiros argentinos corta pra esquerda e chuta cruzado no mesmo canto que o Aloisio havia tentado. O goleirão argentino viu a bola passar muito perto da sua trave. Quase sai o gol Tricolor.

Em jogada pela esquerda, Jadson toca para Cortez que de calcanhar encontra Osvaldo em velocidade, Osvaldo deixa a bola correr e de pé direito acerta uma bomba na trave. Lance lindo e digno de aplausos.

E quando tudo parecia caminhar para o empate no primeiro-tempo, vem o gol Tricolor. Eram 47’ de jogo quando Osvaldo (de novo) rouba a bola no meio de campo e vê Jadson e Aloisio correndo na lateral-direita, Aloisio dominou, deu um tapa na frente e de calcanhar deixou Jadson em boa posição para dominar e acertar uma pancada que bateu no travessão antes de entrar. 1×0 São Paulo em um momento lindo proporcionado pelo futebol.

Na comemoração Jadson saiu batendo no braço pra mostrar que “Aqui tem sangue na veia”, e nos olhos. Gol de tirar o chapéu pra um time que tem gana de vencer. Acho até que eles queriam mostrar ao João Paulo de Jesus Lopes do que eles são capazes depois das críticas do cartola.

Mostraram.

A esperança era que com 1×0 no placar, o segundo-tempo seria mais fácil já que agora, o time argentino teria que se expor mais, saindo para buscar mais o jogo.

Mas o que ninguém esperava aconteceu.

O árbitro colombiano, decide marcar penalti em uma bola cruzada que bate no corpo do Cortez e com isso joga por terra todo o esforço do time no primeiro-tempo. É inaceitável que um erro deste tipo possa ainda acontecer em jogos tão importantes como um jogo de Libertadores. O Arsenal cobrou e marcou fazendo 1×1 em pleno Pacaembú.

Ney Franco então abre o time de vez e coloca PH Ganso no lugar de Fabrício, mais tarde pra ganhar mais consistência no meio de campo, entra Maicon no lugar de Aloisio. Como estas duas mudanças o São Paulo proporcionou outro lance sensacional. Maicon toca para Jadson do lado esquerdo que toca pro Ganso de primeira e de primeira recebe de volta pra bater para o gol mas a bola desvia na zaga argentina. Que tabela linda amigo. Veja ai nos melhores momentos do jogo. Coisa de cinema…

Na sequência Jadson acerta outra bola na trave e no rebote o Fabuloso chuta pra fora. Ganso também tentou de fora da área.

Ney Franco então tira Wellington e coloca Cañete, o São Paulo já não tinha mais volantes.

Ainda houve outra oportunidade em falta cobrada pelo M1TO mas sem sucesso. Final de jogo, 1×1. Apesar do resultado o time foi guerreiro, se entregou no jogo e respeitou o manto. Quando isto acontece o resultado pouco importa.

Eu bato palmas pra vocês.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 1 ARSENAL-ARG

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 7 de março de 2013, quinta-feira
Horário: 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Wílmar Roldán Pérez (COL)
Assistentes: Humberto Clavijo (COL) e Eduardo Díaz (COL)
Cartões amarelos: Wellington, Fabrício, Rafael Toloi, Osvaldo (São Paulo); Pérez, Campestrini, Rolle, Benedetto, Carbonero (Arsenal)
Cartão vermelho: Luis Fabiano (São Paulo)

Gols: SÃO PAULO: Jadson, aos 47 minutos do primeiro tempo
ARSENAL: Benedetto, aos quatro minutos do segundo tempo

Público: 25.814 pagantes
Renda: R$ 1.192.655,00

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Lúcio, Rafael Toloi e Cortez; Wellington (Cañete), Fabrício (Ganso) e Jadson; Aloísio (Maicon), Osvaldo e Luis Fabiano Técnico: Ney Franco

ARSENAL: Campestrini; Gerlo, Cuesta, Braghieri e Pérez (Ortiz); López, Marcone, Luguercio (Benedetto) e Carbonero; Rolle (Torres) e Furch Técnico: Gustavo Alfaro

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Craques da Arquibancada: São Paulo x Arsenal (ARG)

Bastidores de São Paulo 1 x 1 Arsenal (ARG)

Eu no Morumbi: São Paulo x Arsenal

Ceni lamenta empate, mas diz: “O time está lutando”

Ney Franco: “Temos de buscar esses pontos fora de casa”

Fabuloso e Wellington não jogam na Argentina

Tricolor sai na frente, mas empata com o Arsenal no Pacaembu

***(*) ******(*)

Anúncios

9 Respostas to “São Paulo 1×1 Arsenal (ARG)”

  1. Renato Says:

    ROUBO ! DESCARADO DISSE O ROGÉRIO !
    LADRÃO !

  2. Edu Tricolor Says:

    Até a Libertadores está perdendo a credibilidade.
    Arbitragem, punição aos assassinos desfeita.
    Depois que a favelo chegou a brincadeira acabou.

  3. ROBERTO DIAS 1935 Says:

    Lina e amigos, estive no pacaembu ontem e tive que admitir o que meu velho Pai diz sobre o atual SPFC, Temos um ótimo elenco mas praticamos um futebol limitado tão quanto o atual técnico que dirige a equipe principal.Os argumentos do velho são bem validos quando em campo ele com os dedos mostra que Jadson funciona muito melhor atuando afrente dos volantes recebendo as bolas próxima área, executando belos chutes ou armando passes para Osvaldo,Aloisio e LF9,Outro ponto que ele desenhou foi a atuação nula dos laterais e ficou claro que Cortez só consegue fazer uma função ou marca ou ataca nunca as duas e Douglas só ataca nunca marca e sobrecarrega os volantes com as brechas que deixa quando sobre ao ataque.Os dois laterais além destes limites táticos possuem deficiência técnica Cortez não sabe chutar mas cruza bem e Douglas chute forte mas é impreciso nestes e nos cruzamentos.Dos volantes, Wellington virou o Casemiro e por isto só joga por influencia direta da diretoria, seu futebol e preparo físico é inferior ao de todos da posição que estão no clube, uma pena.Fabricio merece mais partidas para ter ritmo, ontem correu e fez o que pode até levar um cartão dai para frente preferiu cercar os jogadores e dar os botes na hora certa, entre eu e meu velho entendemos o Fabricio como primeiro volante, sendo que o segundo deva ser Maicon passando para Ganso armar no meio campo e Jadson finalizando ou passando perto da área com LF9 e Osvaldo no ataque.Aliás Osvaldo tem jogado tanto que merece ter liberdade a frente do ataque para cair para ambos os lados do campo variando taticamente com os meias facilitando para o LF9.
    Deste modo saímos do pacaembu com a seguinte conclusão:
    Ou Ney Franco acerta o esquema pragmático dele antes das oitavas ou morremos pela disfunção tática do treineiro de Jesus Lopes.

    Nosso Time é:

    Rogerio Ceni, Lucio e Toloi
    Carleto e Lucas Farias
    Fabricio, Maicon e Ganso
    Osvaldo, Jadson e LF9.

  4. Guedes Says:

    Eu não achei que o São Paulo jogou mal como muita gente tá falando.
    Até a torcida vaiou no final.
    Vi pela TV, o São Paulo mostrou força e vontade contra outro time que joga com 2 linhas de 4. É assim que eles jogam contra a gente.
    Além disso, 3 bolas na trave devem dizer alguma coisa né ?

  5. Felipe 6-3-3 Says:

    Lina, tem o lance do Osvaldo no fim do jogo ?
    Cara, ele deu uma arrancada de velocista e o zagueiro do Arsenal bloqueou, ele ficou vermelho de raiva.
    Aquilo me arrepiou velho, você tem que achar este lance.

  6. Everaldo Says:

    Se eu pudesse dar as notas, eu daria 10 pro Jadson e pro Osvaldo. 9 para o Aloisio.
    Os melhores do time ontem.

  7. Henrique Soberano Says:

    Tem gente falando mal do time por ai.
    Será que eu vi outro jogo ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: