São Paulo 0x0 Universidad Católica

Salve Soberania !

A pergunta que não quer calar: tem futebol na Venezuela ? Porque o juiz que apitou o jogo ontem é muito fraco, se não for mal intencionado.

O número 6 do time chileno, que nem me importa saber o nome, bateu demais. Usou todo o seu repertório de golpes baixos: cotovelada, chutes, empurrões e etc.

Estavam assustados. Temiam ser goleados pelo São Paulo no Morumbi, depois que viram a apresentação Tricolor na Cordilheira.

Como eu disse, viriam fechadinhos pra jogar nos contra-ataques, mas ninguém esperava tanto desprezo aos bons costumes e ao espírito esportivo.

Quando o São Paulo joga no Morumbi, o time marca sob pressão desde o começo da partida, tentando marcar logo o seu gol. Desta vez não foi diferente.

A primeira jogada de gol do Tricolor começou com o Lucas pela direita, cobrança de lateral nos pés do menino do gol, que se livra de dois defensores do time chileno e cruza para a área. O Fabuloso domina a bola e bate cruzado, mas o goleiro defende.

Na seqüência, sempre ele, Lucas avança com a bola pelo meio campo e lança para a corrida do Jadson nas costas da defesa chilena, ele e o goleiro apenas. Ele domina a bola e bate cruzado, gol incrível desperdiçado. Se ele tivesse tocado para o meio, o Fabuloso marcaria, porque estava livre e em posição legal.

Depois deste lance a partida ficou mais pegada, com os chilenos batendo muito e catimbando o jogo, tentando deixar os sãopaulinos irritados.

Em nova descida pela direita, Lucas encontra novamente o Jadson pelo meio e toca, o meia bate mas o goleiro chileno defende.

Eram 40 minutos quando o São Paulo teve a melhor chance de gol da partida. Jadson toca em profundidade para Osvaldo que se livra do zagueiro com um drible de corpo e bate. O goleiro chileno defende e a bola sobra nos pés do Fabuloso que tenta duas vezes mas a bola não entra.

Raro momento de gol desperdiçado do Luis Fabiano, que indignado socou a grama do Morumbi. Que jogada do Osvaldo.

Parece que o segundo-tempo é sempre mais nervoso, não havia chegado os 20 minutos de jogo e pelo menos 3 jogadores chilenos já tinham amarelo.

Aos 20, Paulo Miranda cruza para a área e encontra o Fabuloso que domina a bola mas ela foge do seu alcance, dificultando a finalização. Ele tocou mal na bola e o Toselli ficou com ela. Quase gol do Tricolor.

Jadson que já havia perdido pelo menos dois gols incríveis, saiu para a entrada de Ganso. A intenção era fazer o último passe chegar mais redondo nos pés de Osvaldo e Fabuloso, mas o novo craque Tricolor pouco fez no jogo.

A última grande chance do jogo começou novamente nos pés do moleque do gol. Lucas faz passe em profundidade para o Fabuloso que bate no peito do goleiro chileno, ele não costuma perder gols assim, mas desta vez, não conseguiu marcar o seu.

0x0.  Final de jogo no Morumbi, 55 mil corações celebrando a primeira final depois de alguns anos. Festa linda, digna do clube mais vencedor do Brasil.

Senti um cheiro de taça nova chegando no Memorial.

Pode vir linda, aqui a gente cuida de você.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 0 UNIVERSIDAD CATÓLICA

Local:  Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 28 de novembro de 2012 (quarta-feira)
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Juan Soto (VEN)
Assistentes: Jorge Urrego (VEN) e Carlos Lopez (VEN)
Cartões amarelos: Denilson, Wellington, Rogério Ceni (São Paulo); Peralta, Andía, Costa, Silva, Álvarez (Universidad Católica)

Público: 55.286 pagantes
Renda:R$ 934.726,36

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Denilson e Jadson (Ganso); Lucas, Osvaldo e Luis Fabiano Técnico:Ney Franco

UNIVERSIDAD CATÓLICA: Toselli; Álvarez, Andía, Martínez e Parot; Silva (Ovelar), Costa, Ríos (Mier) e Cordero; Peralta (Meneses) e Castillo Técnico: Martín Lasarte

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Bastidores de São Paulo 0 x 0 Católica

Ney Franco valoriza atuação e vaga na final da Sul-Americana

Elenco são-paulino agradece à “recordista” torcida

Na raça, São Paulo vence batalha e chega à final da Sul-Americana

Em noite atípica, Fabuloso completa 100 jogos no Morumbi

Na final, Rogério diz: “Esse grupo merece”

Lucas: “Vou dar o meu sangue por esse título”

***(*) ******(*)

Anúncios

10 Respostas to “São Paulo 0x0 Universidad Católica”

  1. Guedes Says:

    Cara que jogo nervoso !
    Foi muito foda os lances finais com aquelas bolas perto da área do São Paulo.
    Já pensou se entra ? Desastre.
    kkkkkkkkkk

    Lina: Foi dureza amigo…

  2. Felipe 6-3-3 Says:

    Nós vamos pegar os colombianos, eles jogam mais bola que os argentinos.
    O jogo final vai ser longe do Morumbi, pena.
    O Lucas merecia uma homenagem.

    Lina: É futebol né velho, vamos ver quem vem.

  3. Paulo Says:

    Sendo o primeiro aqui ou o segundo jogo aqui, o certo é que vou no Morumbi, não perco por nada!!

    Lina: É isso ai. Naum tem como naum ir.

  4. Marcos Tri Says:

    Lina, no final do jogo o Wellington deu um esbarrão em um chileno.
    Levou tanta porrada que despirocou e quase arruma uma puta confusão.
    Acho que ele caiu na real e logo saiu de perto do imbecil.
    kkkkkkkk

    Lina: Eu vi, queria logo que ele desse um chega pra lá bem dado naqueles babacas. Bando de pernas de pau.

  5. Luiz Ferreira Says:

    Pode vir qualquer um dos 2 times ai, argentinos ou colombianos.
    Está escrito, este ano o São Paulo vai ser campeão.

  6. Henrique Soberano Says:

    6 anos sem final.
    Finalmente.
    Vai São Paulo !
    _xX_X_Xx_

  7. Barman Says:

    Eu nunca vi time que não joga futebol ganhar alguma coisa.
    Quem quer dar pancada no adversário, deveria ir jogar futebol americano.
    Juiz venezuelano e time chileno, nenhum dos dois entendem porra nenhuma de futebol.

  8. Everaldo Says:

    Eu gosto deste time atual do São Paulo.
    Mas sinto falta daquelas jogadas de linha de fundo com os laterais avançados como acontecia em 2005 com o Júnior e o Cicinho.
    Acho que está faltando isso.
    O time joga muito centralizado as vezes e isto deixa o jogo chato.

  9. Sãopaulino Says:

    E o Luís Fabiano continua na mesma: em jogos muito importantes, o cara trava.

    O Jadson então…

    Precisa melhorar muito, mas muito mesmo, para disputar a Libertadores com chances de ser campeão!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: