Grêmio 2×1 São Paulo

Parecia ser uma tarde perfeita para o goleiro Rogério Ceni. Após renovar o contrato, o M1TO marcou um gol contra o Grêmio, fez ótimas defesas e mostrou que a diretoria acertou. No entanto, de virada, o São Paulo perdeu para o time gaúcho por 2 a 1, neste domingo, em Porto Alegre.

Com o resultado, o Tricolor permanece com 59 pontos e vê distante o sonho de chegar na vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Agora, faltando três rodadas para o término da competição nacional, o São Paulo está a sete pontos do próprio Grêmio, que assumiu o segundo lugar do torneio.

VEJA A FICHA TÉCNICA DA PARTIDA

M1TO MARCA

Mesmo fora de casa, o técnico Ney Franco voltou a usar a formação ofensiva com Jadson, Osvaldo, Lucas e Luis Fabiano no comando de ataque da equipe são-paulina. A primeira chance de gol do Tricolor foi de Fabuloso, que completou de cabeça cruzamento da esquerda de Osvaldo.

Com o apoio da torcida, o Grêmio teve mais chances de gol, com Marcelo Moreno e Léo Gago. Mas a boa fase do São Paulo prevaleceu na primeira etapa. Aos 43 minutos, Osvaldo foi mais esperto do que Saimon. Ao invadir a área, o atacante foi derrubado pelo zagueiro gremista, que recebeu o cartão amarelo.

Na cobrança do pênalti, Rogério Ceni mostrou a categoria habitual e abriu o placar no Olímpico. Em um primeiro tempo sem muitas chances claras, o Tricolor foi mais eficiente e aproveitou a oportunidade que apareceu. Equipe suportou a pressão rival e foi para o intervalo com a vitória parcial.

DERROTA NO SUL

No início do segundo tempo, Ney Franco colocou Maicon no lugar do Osvaldo, que fez ótima parte no Olímpico. Aos 14 minutos, o meia Jadson quase marcou o segundo gol do  time. O camisa 10 soltou a bomba de fora da área e a bola explodiu na trave. Minutos depois, André Lima empatou o jogo.

O Grêmio cresceu na partida, mas encontrou pela frente um Rogério Ceni muito inspirado. O M1TO fez ótimas defesas. Aos 27 minutos, Casemiro deu lugar a Ademilson. Aos 31, Jadson fez boa jogada e lançou Luis Fabiano, que tentou um toque de cobertura na saída de Marcelo Grohe.

Aos 38, Ney Franco fez a última alteração: Jadson por Willian José. No entanto, aos 39 minutos, Marcelo Moreno virou o jogo para o Grêmio. O Tricolor buscou o empate até o fim da partida, mas viu um revés que complica o objetivo dentro do Brasileiro. Ao menos, a equipe segue no G4 e com boas chances de conquistar a vaga na Libertadores de 2013.

REAPRESENTAÇÃO

O elenco são-paulino está de folga nesta segunda-feira. O grupo voltará a treinar na próxima terça-feira, no CT da Barra Funda. Com a semana livre sem jogos, o Tricolor jogará no próximo dia 18 de novembro contra o Náutico, no Morumbi, também pelo Campeonato Brasileiro.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO 2 X 1 SÃO PAULO

Local: Estádio Olímpico, em Porto Alegre (RS)
Data: 11 de novembro de 2012, domingo
Horário: 17 horas (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Kleber Lúcio Gil (SC) e Thiago Gomes Brigido (CE)
Público: 45.894
Renda: R$ 1.066.416,50
Cartões Amarelos:Marcelo Moreno, Saimon, Souza, Anderson Pico e André Lima (Grêmio); Douglas, Rhodolfo e Luis Fabiano (São Paulo)

GOLS: GRÊMIO: André Lima, aos 16 minutos do segundo tempo, e Marcelo Moreno, aos 39 do segundo tempo – SÃO PAULO: Rogério Ceni, aos 43 minutos do primeiro tempo

GRÊMIO: Marcelo Grohe; Pará, Saimon, Naldo e Anderson Pico; Fernando, Léo Gago, Souza (André Lima), Marco Antônio (Marquinhos) e Zé Roberto; Marcelo Moreno Técnico: Vanderlei Luxemburgo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rhodolfo, Rafael Toloi e Cortez; Denilson, Casemiro (Ademilson) e Jadson (Willian José); Osvaldo (Maicon), Lucas e Luis Fabiano Técnico: Ney Franco

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Bastidores de Grêmio 2 x 1 São Paulo

Rogério Ceni lamenta revés no Sul

Osvaldo: “Deixamos o Grêmio gostar do jogo”

Ney Franco perde Douglas, mas ganha Wellington

***(*) ******(*)

Anúncios

10 Respostas to “Grêmio 2×1 São Paulo”

  1. Marcos Tri Says:

    Jogou 20 minutos, depois assistiu o gaymio virar.

  2. Guedes Says:

    Lina, o São Paulo joga mal no calor.
    Foi assim contra o Flamengo no Rio, calor de 36 graus.
    Desta vez foi o calor, a viajem e a sequência de jogos que atrapalhou.
    Jogamos contra a LaU fora, voltamos e pegamos o Fluminense em casa no domingo. Jogamos com a Lau no Pacaembu e viajamos pra jogar contra o Grêmio em um calor de 35 graus.
    Derrota normal.

    Lina: Isso mesmo, concordo. Os caras são bons jogadores mas não são máquinas.

    • Hexa Único Says:

      Não tinha pensado nisto.
      Concordo.
      É uma maratona de jogos enquanto outros times estão descansando uma semana.
      É o caso por exemplo do Náutico, o próximo jogo no Morumbi.
      Eles vão ter apenas que viajar.

    • Felipe 6-3-3 Says:

      Também acho Guedes.
      Fim de temporada, todo jogo é decisão no brasileiro e na copa sul-americana.
      Não é fácil.

  3. Jorge Tri-Hexa Says:

    Deixa a coligay festejar, a copa do Brasil é ida e volta.
    Elas vão aprender a lição.

  4. Hexa Único Says:

    Time em formação vai ter altos e baixos.
    Ano que vem, sem desfalques e contusões a história vai ser outra.
    Agora, o Welligton faz muita falta no meio de campo.
    Com ele é outro time.

    • Felipe 6-3-3 Says:

      O Fabuloso falou ontem, se tivesse jogado assim desde o primeiro turno a história seria outra.

  5. Marcelo Abdul Says:

    Ae Lina. O “jornalista com cretibilidade” soltando asneira na intenê outra vez. http://blogdopaulinho.wordpress.com/2012/11/11/o-sao-paulo-e-a-segunda-divisao/#comments

    Lina: Engraçado é que ontem mesmo aquele teu post que eu publiquei aqui, foi visitado umas 10 vezes. https://blogdolina.wordpress.com/2010/03/03/a-maior-farsa-do-futebol-paulista-em-todos-os-tempos-republicacao/ Tudo faz sentido agora…

  6. Sãopaulino Says:

    Ultimamente, não estava comentando as vitórias do time, pois não estava convencido da evolução da equipe alardeada por alguns gênios, que estavam elevando o “Nei fraco” à condição de Novo Telê (que heresia!).

    Nem mesmo nos 5×0 contra a LaU e seu fraquíssimo goleirinho Jorge Campos. Não vejo muita evolução no tal esquema tático que o “Nei Fraco” estaria implementando no time. Para mim, a evolução do time se deve à 3 jogadores: Wéllington, RC e Osvaldo.

    Haviam 2 jogos onde o time teria que provar que estava no caminho certo:

    – Contra o fluminenC, era obrigação se impor no morumbi com 55 mil torcedores incentivando. Apenas empatou e ainda tomou sufoco na segunda etapa.

    Ontem então, foi vergonhoso! Jogamos como time pequeno o jogo inteiro. Os masters e refugos do grêmio amassaram os comandados de “Nei Fraco”.

    Agora, é rezar para o Milionários passarem para a próxima fase e torcer muito para que o JJ acorde de seu sono profundo e contrate alguns reforços para a próxima temporada.

    Repararam com quem o atacante gremista subiu para cabecear? Que zagueiro tosco esse Rodolpho, meu Deus! O cara tem 1.90mt e não sai do chão.

    Em tempo: desculpinha de cansaço não dá né! O time havia jogado quarta contra a LAU e se poupou na maior parte do tempo.

    Arrumem outra, vai!

    Lina: Pra mim, melhorou bem principalmente por causa do Wellington.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: