Bahia 1×0 São Paulo

Depois de quatro vitórias seguidas na temporada, o São Paulo foi parado pelo Bahia, na tarde deste domingo, em Pituaçu, e foi derrotado por 1 a 0, pela segunda rodada do returno do Campeonato Brasileiro. Com o revés, o Tricolor perdeu a chance de encostar nos líderes da competição e permanece com 34 pontos.

Com isso, a equipe paulista está a quatro pontos do Vasco, última equipe do G4 do Brasileiro. No início da rodada, a diferença era de apenas um ponto, mas o time carioca venceu a Portuguesa, em São Januário. No entanto, mesmo com a derrota, o Tricolor segue na parte de cima da tabela e brigará neste Brasileiro.

VEJA A FICHA TÉCNICA DO JOGO

POR POUCO

Sem o atacante Luis Fabiano, suspenso por conta do terceiro cartão amarelo, o técnico Ney Franco confirmou Cícero no ataque são-paulino ao lado de Lucas. E foi dos pés do camisa 16 a primeira grande chance na partida. Aos quatro minutos, Cícero escapou pela esquerda e chutou forte para a defesa de Marcelo Lomba.

O “centroavante” tricolor apareceria novamente na primeira etapa. Após bom passe de Lucas, Cícero obrigou Lomba a fazer outra grande defesa para evitar o gol do Tricolor. Oportunidades que serviram de resposta à pressão que o Bahia fez na primeira metade da etapa inicial.

O camisa 10 Jadson também levou perigo. Aos 27 minutos, o são-paulino aproveitou a desatenção da zaga baiana e invadiu a área pela direita. No entanto, ele chutou em cima de Marcelo Lomba. Se o Bahia chegou a assustar Rogério Ceni, o São Paulo não deixou por menos e também poderia ter tirado o zero do placar antes do intervalo.

REVÉS NA BAHIA

Logo no início do segundo tempo, Rogério Ceni salvou o Tricolor após jogada individual de Fahel. Aos 12 minutos, Ney Franco fez a primeira alteração. Colocou o atacante Osvaldo no lugar de Maicon. O camisa 17 já entrou ligado na partida e partiu para cima dos zagueiros adversários.

Aos 16, Osvaldo puxou contra-ataque e partiu em velocidade pela esquerda. Ao entrar na área, ele cruzou para o meio da área, mas Jadson demorou para chegar na bola e Marcelo Lomba fez a defesa. Mas foi o Bahia em quem abriu o placar. Aos 25 minutos, Gabriel arrancou pelo meio e chutou de fora da área para marcar.

Em busca do empate, Ney Franco deixou o time mais ofensivo com Ademilson no lugar de Cortez. Na última alteração, Wellington ficou com a vaga de Denilson. Nos últimos minutos, o São Paulo ainda tentou o empate, mas não conseguiu furar o bloqueio baiano. Revés são-paulino fora de casa.

REAPRESENTAÇÃO

O elenco são-paulino retorna para a capital paulista ainda neste domingo e a reapresentação está marcada para a tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda. Na próxima quarta-feira, no Estádio do Morumbi, o Tricolor enfrentará o Internacional, pelo Campeonato Brasileiro.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
BAHIA 1 X 0 SÃO PAULO

Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 2 de setembro de 2012, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Público: 25.945 pagantes
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Assistentes: Janette Arcanjo (Fifa-MG) e Fabiano Ramires (ES)
Cartões amarelos: Neto, Fahel, Jussandro e Jones (Bahia); Rafael Toloi, Paulo Assunção, Cortez, Lucas e Wellington (São Paulo)

Gol: BAHIA: Gabriel, aos 25 minutos do segundo tempo

BAHIA: Marcelo Lomba; Neto, Titi, Danny Morais e Jussandro; Fahel (Fabinho), Diones, Hélder e Zé Roberto (Jones); Gabriel (Mancini) e Souza Técnico: Jorginho

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez (Ademilson); Paulo Assunção, Denilson (Wellington), Maicon (Osvaldo) e Jadson; Lucas e Cícero Técnico: Ney Franco

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Bastidores de Bahia 1 x 0 São Paulo

Ney Franco: “Perdemos a chance, mas ainda estamos na briga”

Artilheiro do Brasileiro, Fabuloso volta contra o Inter

Lucas: “Tivemos chances, mas não matamos”

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Escoriacional,  Brasileirão 2012,  Morumbi, São Paulo, quarta-feira, dia 05.09 às 22h00.

Anúncios

15 Respostas to “Bahia 1×0 São Paulo”

  1. Finorio Says:

    O campeão -ainda- não voltou.

    • Edu Tricolor Says:

      O Ney Franco acha que pode voltar, já o Rogério acha que nem G4 pega.

      • Felipe 6-3-3 Says:

        Onde que você viu o Ney Franco dizer que o SPFC pode ser campeão ?
        Impossível amigo,
        Olha a campanha do Atlético Mineiro, 84% de aproveitamento, e só perdeu ontem porque o juizão roubou a favor dos gambás.
        Pra variar.

    • Hexa Único Says:

      Tri-campeão do mundo.
      Chupa !

  2. Guedes Says:

    Sem ataque não dá pra fazer milagres.
    A diretoria precisa contratar mais gente.

  3. Edu Tricolor Says:

    Lina, o que acontece com o Rhodolfo cara ?
    Parece que entrou bêbado no jogo !

  4. Dênis Says:

    Fala Lina !
    Passei pra dar uma olhada.
    Abraços !

  5. Franklin Says:

    Outro dia assistindo a ESPN, ouvi o PVC dizer que o São Paulo iria oscilar, já que o time estava se acertando mas ainda não estava pronto.
    Foi logo depois do jogo contra o Botafogo.
    Dito e feito.
    Complicado é perder para o Bahia, isso que é difícil de explicar.
    Nem o PVC conseguiria.

  6. Bira Says:

    Time fraco que ainda vai nos fazer passar mais vexames.
    Eu não acredito nem em G4, nem sulamericana e nem nada.

  7. Hexa Único Says:

    Lina, este blog está virando o point dos corneteiros.
    kkkkkkkkkkkk

  8. Sãopaulino Says:

    Bom, como eu não havia me iludido com as recentes vitórias, estou bem à vontade para continuar criticando esses perebas que, desgraçadamente, ainda continuam vestindo o manto + sagrado e vitorioso do futebol brasileiro.

    Esse atual elenco do SPFc parece aquele famoso cavalo brasileiro (de nome francês) que fez metade dos brasileiros ficarem acordados até de madrugada e deu aquelas refugadas vergonhosas.

    Tanto o cavalo quanto esse time conseguem o mais difícil, passar por um triplo obstáculo, depois refugam em um obstáculo insignificante.
    Na boa, fosse o jogo no morumbi, Barueri, Pituaçu ou na P.Q.P, era para atropelar esse time do Bahia e ficar apenas à 1 ponto do G4 e 7 da liderança.

    Com exceção de 2 ou 3 (Mito Ceni, Tolói e Osvaldo) os demais foram um bando de inúteis! Parece que estavam empanturrados de vatapá, caruru, acarajé!

    Que merda, velho! Nos últimos anos os times do SP estão especialistas em sacanear a própria torcida, quando pensamos que engrenou e chega o momento da torcida lotar o estádio, desanda novamente.

    Vão se fuder!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: