São Paulo 0x1 Vasco

Foi uma noite que deu tudo errado para o São Paulo. Ainda no primeiro tempo, Osvaldo saiu por lesão. Quando a equipe buscou uma reação no jogo, Rodrigo Caio foi expulso. Nem mesmo o 100% no Morumbi foi capaz de ajudar. Na noite desta quarta-feira, o Tricolor perdeu para o Vasco por 1 a 0, pelo Campeonato Brasileiro.

Com o revés, o São Paulo perdeu a invencibilidade em casa. Agora, são quatro vitórias e uma derrota. O placar deixou o Tricolor com 16 pontos, dois a menos que a zona de classificação para a Copa Libertadores de 2013. Em dois jogos com Ney Franco no comando, a equipe conquistou um empate (Palmeiras) e uma derrota (Vasco).

SEM GOLS

O técnico Ney Franco iniciou a partida contra o Vasco com uma surpresa na escalação inicial. João Schmidt foi escalado no lugar de Casemiro. Já Rodrigo Caio jogou na vaga de Denilson, que cumpriu suspensão. No início do duelo, o Tricolor teve mais posse de bola, mas não encaixou um ataque de perigo.

Apesar disso, o Vasco equilibrou as ações do jogo e passou a levar perigo ao goleiro Denis. Em duas oportunidades, pelo menos, o camisa 22 teve de fazer boas defesas. Em um dos lances, a bola explodiu na trave da meta são-paulina.

Ainda no primeiro tempo, Ney Franco perdeu Osvaldo, lesionado. Rafinha foi para o jogo. No ataque são-paulino, Cícero, Luis Fabiano e Jadson tentaram tirar o zero do placar, mas o trio foi para o vestiário sem marcar e com o resultado igual no Morumbi.

EXPULSÃO E DERROTA

Na volta do intervalo, Ney Franco tirou João Schmidt e colocou o zagueiro João Felipe. Com isso, Douglas e Cortez passaram a ter mais liberdade para ir ao ataque no esquema 3-5-2. Mas, aos três minutos, Fagner soltou a bomba e venceu Denis para abrir o placar no Morumbi.

Com o gol, o treinador mudou mais uma vez e deixou o time ofensivo: Cícero por Ademilson. Mas, no lance seguinte, Rodrigo Caio recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Com um a menos, as coisas ficaram ruins para o São Paulo, que pouco conseguiu atacar o time vascaíno.

Ainda sim, o São Paulo tem Luis Fabiano. Aos 28, o atacante foi lançado e, por muito pouco, mas por muito pouco mesmo, não empatou a partida. Depois, Fabuloso cobrou falta e obrigou a Fernando Prass fazer excelente defesa. O São Paulo buscou, mas viu o Vasco sair de campo com os três pontos.

REAPRESENTAÇÃO

O elenco são-paulino voltará aos treinamentos nesta quinta-feira, às 15h30, no CT da Barra Funda. No próximo domingo, o São Paulo enfrentará o Figueirense, fora de casa, pelo Campeonato Brasileiro. Suspenso nesta noite, Denilson estará à disposição do técnico Ney Franco.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 1 VASCO

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 18 de julho de 2012, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (Fifa-RS)
Renda: R$ 306.369,00
Público: R$ 10.247 pagantes
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (SC) e Rafael da Silva Alves (RS)
Assistentes adicionais: Edmundo Alves do Nascimento e José Acácio da Rocha (ambos de SC)
Cartões amarelos: Rhodolfo (São Paulo)
Cartões vermelhos: Rodrigo Caio (São Paulo)
Gols VASCO: Fagner, aos quatro minutos do segundo tempo.

SÃO PAULO: Denis; Douglas, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Rodrigo Caio, João Felipe Schmidt (João Filipe), Cícero e Jadson; Osvaldo (Rafinha) e Luis Fabiano Técnico: Ney Franco

VASCO: Fernando Prass; Fagner, Dedé, Douglas e William Matheus; Nilton, Wendel (Carlos Alberto), Juninho Pernambucano e Diego Souza (Diego Rosa); Wiliam Barbio e Alecsandro Técnico: Cristóvão Borges.

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Bastidores de São Paulo 0 x 1 Vasco

Eu no Morumbi: São Paulo x Vasco da Gama

Fabuloso lamenta revés: “É preciso ter paciência e melhorar”

Ney Franco reconhece: “Jogamos abaixo da crítica”

Com dores na coxa esquerda, Osvaldo passará por exames

Em 2002, virada, liderança e artilharia

***(*) ******(*)

Próxima Partida: Figueirense x São Paulo,  Brasileirão 2012,  Orlando Scarpelli, Florianópolis, domingo, 22.07 às 16h00.

Anúncios

7 Respostas to “São Paulo 0x1 Vasco”

  1. Guedes Says:

    Muito foda tudo isso.

  2. Batman Says:

    Entao nao era o tecnico o problema ?

  3. jujuh saliman Says:

    a culpa é dos técnicos que arrumão pro tricolor e mudão a formação o tricolor era melhor quando a formação era 4-3-3
    muda ai ney

  4. Jorge Tri-Hexa Says:

    A bola não está chegando no Fabiano.
    O meio de campo não protege a defesa.
    O problema é ali.

  5. A verdade tem que ser dita Says:

    Em 1988 Juvenal foi uns dos candidatos a presidência do clube o que causou a primeira grande batalha eleitoral no soberano, até então a história do clube era caracterizada pela harmonia entre os conselheiros para a escolha do presidente, e desta forma além de bem administrado o clube se mantinha sempre na ponta e vitorioso desde o final da construção do Morumbi . Veja que na época o seu nome era visto com desconfiança por grande parte do conselho que temia enfrentar uma administração equivocada caso fosse vitorioso. O resultado foi a vitoria de Juvenal por um voto de diferença na maior disputa eleitoral da historia do clube. O São Paulo possuía então um grande time de futebol com jogadores que figuravam na seleção brasileira em todas as convocações, e uma das primeiras ações do JJ foi tratar de desmanchar esta equipe vitoriosa, vendeu por preço de banana para um empresário em uma só tacada Muller e Silas, estrelas do time apelidado de menudos que impressionava a todos com grandes exibições. Este empresário então repassou os jogadores com grande lucro para equipes europeias, uma negociação nebulosa e que causou estranheza a todos. Para compensar a venda destes jogadores, JJ comprou do Bahia por um milhão de dólares o passe do mediano Bobo em outra negociação que causou surpresa pelo valor envolvido considerado exagerado para época. Como consequência desta administração que não fez absolutamente nada de positivo, o time de futebol foi caindo vertiginosamente e terminando no grupo B do campeonato paulista de 1991, muitos dizem que era a segunda divisão o que não é verdade, mas de qualquer forma era o grupo onde figuravam as equipes mais fracas do campeonato anterior de 1990. Como resultado JJ foi um dos poucos presidentes a não conseguir reeleição até então, terminando seu mandato de forma vergonhosa e com duvidas sobre a lisura de sua administração. Ele surge novamente em 2006 pegando o time vitorioso e campeão mundial, fez o grande desmanche mais uma vez e novamente contratou jogadores medianos , mas teve a grande sorte de trazer Muricy Ramalho para dirigir a equipe, que literalmente cresceu dentro do clube como pessoa, jogador e depois iniciou sua carreira de treinador nesta que sempre foi sua casa. Muricy Ramalho conhece o clube como poucos, pois foi sócio e atleta do mesmo desde sua infância o que ocorreu por ter sido morador do bairro da Vila Sonia na época, que fica a dois mil metros do estádio do Morumbi. Este time limitado tecnicamente mas que tinha muita raça e sob a liderança de Muricy Ramalho, competente e carismático técnico de futebol, foi tricampeão brasileiro, o que deu grande visibilidade a segunda administração de JJ. Os outros dirigentes que auxiliam o JJ “ NUNCA” tiveram afinidade com o futebol, verdadeiros “pernas de pau” que estão no cargo por pura vaidade. Estes “pernas de pau “ foram os responsáveis pela derrubada de Muricy Ramalho, e estes grandes “pernas de pau” são as pessoas que indicam os jogadores a serem contratados e barram outros, independente da vontade dos treinadores que passam pelo clube. Esta é a realidade do futebol do SPFC, é um time com dirigentes “ pernas de pau”, alguns que nunca realmente trabalharam na vida e vivem de herança de suas famílias abastadas, o SPFC se tornou um grande brinquedo para eles que repentinamente por obterem estes cargos se acharam grandes entendidos da matéria. Veja o que o soberano ganhou depois da saída de Muricy Ramalho, absolutamente “NADA”. Vamos fazer um balanço do que ocorreu na administração de JJ até agora. Positivo – Construção do centro de treinamento da base, mas que tem sido mal administrado, revela grandes valores mas os perdem com grande facilidade, casos de Oscar ( que sempre disse que não tem nenhum problema com a entidade SPFC, mas sim com a atual administração) e outros que sequer atuaram no time profissional e foram vendidos baratos para clubes europeus. – Contratação de Muricy Ramalho. Negativo – Por entrar em atrito com presidente do Corinthians, perdeu este grande cliente do Morumbi e na esteira levou os outros grandes clubes do futebol de São Paulo que sempre utilizaram o estádio em grandes jogos, gerando lucro para o clube. – Como consequência deste atrito, perdeu a chance de ser sede da copa do mundo, e um dos grandes responsáveis por viabilizar a construção do estádio do Corinthians com dinheiro publico. – Grandes equívocos na contratação de jogadores e treinadores não conseguindo montar uma grande equipe desde a saída de Muricy. – Contratos mal feitos e mal administrados com as revelações, gerando grande prejuízo financeiro e técnico para o clube e a equipe de futebol. – Caiu para o segundo escalão nas cotas de televisão, mais uma vez por ter um posicionamento equivocado na negociação, gerando prejuízo para o clube. – Não consegue patrocinador para a equipe de futebol, apesar de esta ser considerada marca de muito valor e visibilidade. – Postura que não condiz com a história dos dirigentes do clube, que foram sempre marcados pela discrição e eficiência. – Rasgou a o estatuto do clube com verdadeiras “maracutáias” para se manter no poder. – Grandes promessas e pouca realização. Até quando vamos viver esta realidade que até agora parecia atingir só nossos rivais com seus dirigentes folclóricos e centralizadores com os quais muito se parece o Sr. Juvenal Juvêncio. O que eu vejo é terá que acontecer o pior para que alguma atitude seja tomada.

  6. guina Says:

    Lina, vc sempre soube que eu fui um dos maiores criticos da virada politica do JJ, esse é o preço que atorcida pagará por ter apoiado os desmandos do JJ. Eu fiz a minha parte e espero que possamos nos unir em torno de um time em formação, e se o título brasileiro (por um milagre!) vier, não esqueçamos de que tentou por tudo a perder…Ele não vai renunciar, mas a torcida não pode se calar diante de um time que não marca, atualmente o maior problçema dio SPFC é a formação tática. Força SP e fora JJ.

    Lina: Não discordo mais de ninguém… Valew.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: