Archive for 7 de junho de 2012

Escóriacional 1×0 São Paulo

07/06/2012

Salve Soberania !

Na minha opinião, jogar contra esse time é um campeonato a parte, igual quando a gente joga contra a matriz, o clubinho ladrão do erário da marginal.

Portanto não importa se o time está desfalcado de 1000 jogadores, quem estiver lá tem que dar a vida, afinal nós temos razões pra não gostar desses caras.

Em 2006 Ricardo Oliveira, todo mundo sabe a história. Em 2010 a janela e depois de tudo, a intromissão no caso Oscar.

Tudo bem que o São Paulo conseguiu o valor que queria, mesmo assim, o histórico dessa gente causa asco. E não venha com aquele blá-blá-blá sobre a responsabilidade que é ter um blog sobre o São Paulo como eu já li anônimos escrevendo para outros blogueiros por ai. Eu sei disso e eu procuro ter, mas sem hipocrisias. Não posso negar a minha natureza humana em nome da aparência de bom rapaz. Deixo isso para os hipócritas.

***

Por incrível que pareça, o São Paulo mandou no jogo e foi pra cima na casa das coloridas. Jogava bem até levar o gol, com dois pontas avançados pelos lados do campo: Osvaldo pela direita e Fernandinho pela esquerda.

O primeiro lance de perigo do Tricolor veio com uma falta do Cícero que passou bem perto da trave do goleiro Muriel. Na sequência, Fernandinho com grande arranque, escapou da marcação e quase marca aos 17 minutos. Grande intervenção do goleiro gaúcho.

Aos 20 minutos, a arbitragem marcou uma falta inexistente do Cortez no Nei, o Cortez nem toca no adversário. O D´Alessandro bate a falta e marca. Falha do Denis que pulou atrasado na bola e posicionou a barreira de forma equivocada.

Aos 28 com Cícero, quase o Tricolor empata em uma jogada aérea. Cobrança de escanteio pela esquerda e a bola sobra para o meia Tricolor que desperdiçou e mandou por cima do travessão.

Termina o primeiro tempo.

No intervalo, o professor Leão decide trocar Fernandinho por Maicon, mudando o esquema de 3 para 2 atancantes: Fabuloso e Osvaldo. O timinho do sul não mudou.

Dagoberto, sempre ele, teve oportunidade para ampliar, mas desperdiçou, eram 15 do segundo-tempo.

A partir daí, o jogo ficou concentrado no meio de campo com raras chances para ambos os lados.

Eis que o professor Leão resolve mexer e troca Jadson por WJ, voltando ao 4-3-3. Por quê trocou o Fernandinho pelo Maicon então ? Não seria melhor ter mantido o Jadson e partir para o tudo ou nada com WJ ?

Aos 33 minutos, Paulo Miranda quase empata para o Tricolor, mas de novo outro lance que passa por cima do travessão.

O São Paulo foi guerreiro como sempre, mas a filial travesti do sul do país se fechou atrás como um time qualquer de várzea e garantiu a vitória para a alegria das coloridas, no patético estádio localizado ao lado de um esgoto que chamam de rio.

Fim de jogo.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 x 0 SÃO PAULO

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 6 de junho de 2012, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva (Fifa/GO) e Christian Passos Sorence (GO)
Cartão amarelo: D’Alessandro (Internacional); João Filipe, Denílson, Paulo Miranda e Luís Fabiano (São Paulo)

Gol: INTERNACIONAL – D’Alessandro, aos 20 minutos do primeiro tempo

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Índio e Fabrício; Sandro Silva, Elton, Dátolo (Jajá), D’Alessandro e Dagoberto (Marcos Aurélio); Gilberto Técnico: Dorival Júnior

SÃO PAULO: Denis; Douglas (Piris), João Filipe, Paulo Miranda e Bruno Cortês; Denílson, Cícero e Jadson (Willian José); Osvaldo, Luís Fabiano e Fernandinho (Maicon) Técnico: Emerson Leão

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Emerson Leão: “Foi um jogo abaixo das expectativas”

Cícero lamenta vacilo no Beira-Rio; Osvaldo acredita na reação

Fabuloso recebe o 3⁰ cartão amarelo e não pega o Santos

No Beira-Rio, Tricolor perde a segunda no Brasileiro

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Museu,  Brasileirão 2012,  Morumbi, São Paulo, domingo,  10.06 às 18h30.