Enquanto Isto, Brasil Afora…

O cidadão trabalha e paga seu imposto, o dinheiro que deveria reverter para a sua saúde foi transformado em demonstração de pujança econômica, foi transformado em estádio.

Parabéns !

Comemore seu estádio sujo de sangue.

Clap, clap, clap.

Palmas pra vocês.

***(*) ******(*)

Anúncios

11 Respostas to “Enquanto Isto, Brasil Afora…”

  1. Guedes Says:

    Lina: Todo mundo que pensa, percebe que este estádio é um crime contra o povo. Estádio sujo de sangue sim !

  2. Edu Tricolor Says:

    O slogan da copa 2014 no Brasil deveria ser: copa da morte, pra eu chorar e gringo rir.

    Lina: Caralho velho, acertou na mosca.

  3. Hexa Único Says:

    Se o Morumbi tivesse sido construído assim, jamais colocaria meus pés dentro de templo.
    O corintiano deveria fazer o mesmo,
    Aliás, é difícil encontrar um deles que esteja realmente revoltado com a maneira que o estádio deles está sendo construído.
    Não há, não existe combate.

    Lina: O Morumbi é limpo, suja é a boca dos invejosos.

    • Hexa Único Says:

      Completanto que eu deu o enter antes.
      Quem não luta contra, é a favor.

      Lina: É o que eu sempre digo.

    • Helder Says:

      Amigo, a maioria não liga pra isso, se bobear são os mesmo que reclamam nos postos de saúde e hospitais, falta consciência para as pessoas.

      Lina: Curicano é barata, tem que morrer no chinelo.

  4. Helder Says:

    Vê se há alguma manifestação contra a Copa no Brasil… mas sobre a liberação de drogas tem! rs

    Veja se há manifestação contra a utilização de BILHÕES do dinheiro público em estádios…

    Brasil é uma Cachoeira de lama.

    Lina: Marcha das vadias, marcha da maconha, Micareta, Parada gay, e etc. Todos eventos lotados. Marcha contra a corrupção foi minguando atá parar. Mesma coisa contra a marcha fora Ricardo Teixeira. Este povo de merda é assim.

  5. João Luís Says:

    O são paulino pode até se esforçar pra tentar negar ou relativizar o que houve de errado na construção do estádio de vocês. É muito simples ficar rebatendo cada evidência com argumentação torta quando se trata de um assunto que ocorreu há mais de 50 anos durante o período mais obscuro da história do nosso país.

    Se toda essa energia gasta em indignação oportunista fosse usada pra vencer essa ingenuidade legalista que exige “provas” pra se admitir o óbvio, ninguém que teve um estádio construído por um presidente que também era o governador biônico do Estado teria coragem de acusar torcedores adversários de ladrões ou assassinos.

    Discordo do que esta sendo feito agora, da mesma forma que discordo de aberrações do passado. Você consegue admitir o mesmo?

    Lina: Eu vou fazer o seguinte. Te dou minha palavra, que se você me provar que o Morumbi foi feito com dinheiro público, eu publico aqui cada letra do texto que você me enviar neste email: geralina@rocketmail.com. Blz ? Aproveita que o Estadão disponibilizou seu acervo para consulta grátis até dia 20.06. REPITO. Se você provar tudo o que disse, eu PUBLICO seu texto neste blog. Agora, se você não provar, CALA A TUA BOCA, E VAI PROS QUINTOS DOS INFERNOS. Estou esperando.

    • Marcelo Abdul Says:

      Laudo Natel foi governador de São Paulo em dois períodos. A primeira durante 6 meses substituindo o então governador cassado Adhemar de Barros. Natel foi eleito democraticamente vice-governador do Estado (naquela época o vice era eleito pelo voto direto e não vinculado como hoje). A segunda vez foi a partir de 1971 escolhido a dedo pela ditadura militar.

      Vamos fazer uma análise. Natel era presidente do São Paulo. Ajudou e muito a captar recursos para a construção do Morumbi que começou em 1952 e só foi se completar em 1970. Quase 20 anos. Não consta em nenhum momento provas de que ele teria usado dinheiro do erário para construir o estádio são paulino.

      Nos seis meses que Natel foi governador do estado pela primeira vez, ele se afastou da presidência do clube, Em 1968 foi feita a primeira inauguração do estádio contra o Sporting. Em 1970 Natel não era o chefe de governo do estado. O Morumbi ficou totalmente pronto em 1970. Natel assumiu de novo em 1971. É só fazer as contas.

      Isso somado ao fato que o tricolor ficou 13 anos sem ganhar um campeonato pois todos os recursos de bilheteria eram desviados nos cimentos do Morumbi. Um estádio com ajuda pública teria muito mais rapidez em sua construção como foi no caso do Maracanã ainda nos anos 50 e os estádios da Copa de 2014. .

      Todos nós são paulinos temos escutado que o Morumbi foi erguido com dinheiro público. Porém, sempre ouvi essa história de torcedores adversários. Nunca vi um jornal ou reportagem de credibilidade provar o contrário. Mesmo depois da redemocratização do Brasil não se viu algo contrário. Apenas os velhos boatos, como o da “fuga” da final do Paulista de 1942, o “jogo da barricas”, o “rebaixamento” do paulista em 1990, entre outros. Tudo parte da mitologia anti-são paulina.

      Acho que no caso existe revanchismo e mágoa pelo fato de Natel ter sido governador durante um período brutal da política brasileira no famigerado governo linha dura de Garrastazu Médici.Mas caros amigos corintianos que tanto falam em “democracia” saibam que vocês também puxaram muito o saco de presidentes militares e também de governadores biônicos.

      As fotos abaixo são do também ex-governador biônico de São Paulo Paulo Egydio Martins se gabando com um militar dentro de um tanque. Também vemos a inauguração de um ginásio com o seu nome no Parque São Jorge e a comemoração de Paulo Egydio dentro do Morumbi após o título paulista de 1977
      ( e criticavam o Natel por ficar no banco nos jogos, mas comemorar título pode…). Para completar vemos a ilustre visita de Ernesto Geisel, quarto general a ocupar a presidência do Brasil numa visitinha a sede corintiana ao lado de Vicente Matheus.

      . Quanto ao Morumbi sugiro uma leitura no site do São Paulo em que é explicado como o estádio foi construído, inclusive com cálculos financeiros da época. Se esses cálculos foram apresentados no site, quer dizer que eles usaram os recibos da época. Nada melhor que um recibo e evidências para mostrar o quanto e como você pagou por alguma coisa.

      http://www.saopaulofc.net/spfcpedia/a-historia-do-spfc/morumbi/

      Mas estamos esperando as evidências do sr, João Luís. Quem sabe ele nos faça enxergar o contrário.

      Lina, quanto ao vídeo. Triste. Revoltante e perverso. Enquanto isso o Sr. Sérgio Cabral, amigo do Cavendish vai torrar 1 bilhão de reais no Maracanã e trocentos bilhões na OIimpíada. Vendo essas coisas eu dou graças a Deus que o Morumbi ficou de fora desse crime.

      Não caberia o tricolor entrar nessa lama e nessa sujeira. Já diz o ditado que “Deus escreve certo por linhas tortas”. Observando essas atrocidades eu dou cada vez mais razão a essa frase. Desculpe o “editorial”, mas esclarecimentos foram necessários. Abraços.

      Lina: Boa Abdul.

      • Helder Says:

        Poucos sabem, mas uma das maiores obras do planeta, a usina hidrelétrica de Itaipu – que foi construída no regime militar – foi concluída em 7 anos, o Morumbi mais de 17 anos.

        Isso porque o SPFC “foi ajudado pela ditadura”, é cada uma…

        Lina: É muita inveja cara. Eu quero que me provem que o Morumbi foi roubado, só isso. Porque de conversinha furada eu já estou de saco cheio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: