Apito Amigo Travesti “De Novo” na Libertadores

E agora a vítima foi o Vasco.

Veja o vídeo:

E a imagem congelada:

Diferença de tratamento do lance entre as emissoras de TV.

Relacionados

Apito Amigo Ataca na Libertadores

***(*) ******(*)

Anúncios

25 Respostas to “Apito Amigo Travesti “De Novo” na Libertadores”

  1. Guedes Says:

    Lina: Que beleza !

    • Helder Says:

      O contrabandista está um corpo a frente, nem mesma linha foi, Sandro Meira Ricci ataca de novo!

      Lina: É foda…

  2. Guedes Says:

    Lina: PQP,kkkkkkkkkkkkkkk

  3. Jorge Tri-Hexa Says:

    CARALHO ! VAI TOMAR NO RABO PORRA !
    Dentro de São Januário !

    Lina: É amigo, ninguém respeita mais nem a casa dos outros. kkkk

  4. Tri-Mundial Says:

    Pelo jeito, antes de sair, o maldito deixou mais um presente engaveta para os travestis.

    Lina: Ah, certeza !

  5. Felipe 6-3-3 Says:

    Se for arbitragem brasileira, vai ser sempre isso ai.
    Agora quero ver quando pegarem time argentino pela frente.
    Ai a cobra fuma.

    Lina: É o que esperamos.

  6. eu ja sabia Says:

    tava na cara que isso ia acontecer

    Lina: Pois é.

  7. Franklin Says:

    Lance confuso, mas pela reação dos jogadores do Vasco, dá pra ver que alguma coisa erra aconteceu, senão eles não reclamariam tanto.

    Lina: Pow velho, o gol foi legal ! Os comentaristas da Fox ficaram revoltados, aquele ex-árbitro que comenta lá, o gaúcho cravou que o gol foi legal ! Agora fica esse bando de jornalista merda torcedor dizendo que não foi. Naum foxx né meu ?

  8. Edu Tricolor Says:

    Tira teima da Globo ?
    Que é amiga do ex-presidente gambá que detonou o C13 pra fazer o jogo deles ?
    Nem considero.

    Lina: Nem eu.

  9. Finorio Says:

    É nojo o que eu sinto.
    Sem mais.

    Lina: É o que eu sinto também.

  10. Henrique Soberano Says:

    Segundo o Paulinho, dizer que o gol foi mal anulado é fanatismo.
    Nem ele acredita no que disse.
    kkkkkkkkkkkk

    Lina: Assim como dizer que o gol foi legal.

  11. Renato Soares Says:

    Roubo !
    Juizão sem vergonha !
    Cadeia nele !

    Lina: E quem vai pra cadeia nesse grande acampamento ?

  12. Barman Says:

    Adianta reclamar ?
    Quando der vão errar de novo pra ajudar !
    Eu quero que se dane.

    Lina: Pior que é verdade.

  13. Luiz Ferreira Says:

    Meu amigo !
    Gol muuuuiiittttooooo legal.
    Sandro Meira Ricci é o nome do homi de preto.

    Lina: O futebol está ficando complicado.

  14. CURICANO 7-0-1/2 Says:

    Tira o Curica dai !

    Lina: kkkkkkkkkkk

  15. Travecus Tristes Says:

    Ai zenti ! Tava impedido né ?
    Por favor !
    Ui !

    Lina: kkkkkkkkkkkk

  16. Hexa Único Says:

    Falar pra vocês que eu não aturo mais isso ai no futebol.
    Enquanto não colocarem a ajuda eletrônica, este tipo de sujeira vai acontecer sempre.
    E os beneficiados continuarão a ser os mesmos.

    Lina: Ajuda eletrônica já !

  17. Centenada Says:

    Eu sou ladrão !
    Roubo memo, vai sifu !
    kkkkkkkkkkkkkkkk

    Lina: kkkkkkkkk

  18. Alemão Says:

    Publicado em 17/05/2012 às 01h52
    O Corinthians escapou da derrota para o Vasco graças a Sandro Meira Ricci. O gol de Alecsandro em São Januário deixou dúvida até no tira-teima. Em dúvida, a Fifa recomenda que o gol seja validado. Por que não foi?

    130 Comentários

    reproducao01 O Corinthians escapou da derrota para o Vasco graças a Sandro Meira Ricci. O gol de Alecsandro em São Januário deixou dúvida até no tira teima. Em dúvida, a Fifa recomenda que o gol seja validado. Por que não foi?

    Além das 17 regras do futebol, a Fifa faz inúmeras recomendações.

    Entre elas, uma que protege a emoção do esporte.

    Em caso de dúvida, o gol deve ser confirmado.

    Todos os árbitros mais gabaritados sabem disso.

    Sandro Meira Ricci é árbitro Fifa.

    Ele é o mesmo juiz que marcou pênalti mais do que duvidoso em 2010.

    Penalidade máxima de Gil em Ronaldo.

    O Corinthians ganhou do Cruzeiro graças ao lance.

    Zezé Perrella, Cuca e os jogadores do time mineiro ficaram revoltados com Ricci.

    Nesta madrugada a hashtag #apitoamigo domina o Twitter no Brasil.

    Graças ao mesmo árbitro.

    E em um lance duvidoso que favoreceu o Corinthians em um jogo importantíssimo.

    Aos 26 minutos do segundo tempo, Thiago Feltrin cruzou, Diego Souza ajeitou e Alecsandro fez o gol.

    O jogo até então era equilibradíssimo.

    Com os sistemas de marcação levando vantagem diante dos ataques.

    Era a primeira partida das quartas de final da Libertadores.

    Tite abriu mão de um atacante fixo na área.

    E travou seus laterais.

    Tudo para congestionar o meio de campo e matar a maior arma vascaína: o toque de bola.

    Deu certo.

    Até por covardia de Cristóvão.

    Ele não teve coragem de escalar Juninho Pernambucano e Felipe juntos.

    Preferiu colocar o truculento Nilton no lugar de Felipe e facilitou as coisas para o Corinthians.

    Faltou consciência, talento no meio de campo carioca para escapar da marcação.

    Estava claro que Tite queria o 0 a 0.

    Tanto que só houve um contragolpe em velocidade que deu certo.

    Quando Jorge Henrique cabeceou e Fernando Prass fez uma grande defesa.

    O Corinthians queria levar a decisão para o Pacaembu com a moral de não ter perdido no Rio.

    Sem o desespero de ter de reverter o resultado de qualquer maneira.

    O empate em 0 a 0 estava perfeito e foi o que conseguiu.

    O ambiente no Vasco está péssimo.

    O inseguro Cristóvão perdeu de vez o comando do grupo.

    Juninho Pernambucano e Diego Souza ficaram revoltados ao serem substituídos.

    Não concordaram em deixar o jogo.

    Desrespeitaram às claras o treinador.

    Cristóvão não tem apoio dos dirigentes para tomar qualquer atitude.

    Eles querem a sua saída.

    Só esperam o final da participação vascaína para agir.

    O post deveria terminar aqui.

    Mas não é possível.

    Pelo simples motivo do lance aos 26 minutos do segundo tempo.

    Na cabeçada de Alecsandro para as redes, Emerson estava na lateral direita.

    Atacante, não prestou atenção ao lance como deveria.

    Sua posição nula na lateral poderia comprometer o seu time.

    E comprometeu.

    O assistente Alessandro Rocha Matos marcou impedimento impossível de ser confirmado a olho nu.

    Até com o famoso tira-teima, sistema de computação deixa dúvidas.

    Não há ninguém em São Januário ou no Brasil que não tenha hesitado em relação ao lance.

    Se o gol foi válido ou não.

    Aí é hora de voltar para a recomendação da Fifa.

    Em caso de dúvida, o gol deve ser validado.

    Ou há alguma diretriz secreta que se for contra o Corinthians deve ser anulado.

    Sandro Meira Ricci não poderia ter convicção do impedimento.

    Assim como o bandeira Alessandro Rocha Matos.

    É impossível.

    As imagens congeladas da tevê não esclarecem.

    Deixam dúvidas.

    Na TV Globo, Arnaldo César Coelho durante a transmissão falou que o gol foi legal.

    Depois, no tira-teima disse que estava impedido.

    Na Fox Sports, Carlos Eugenio Simon vendo o lance de todos os ângulos chegou a uma conclusão.

    O gol foi legal.

    Ou seja, no mínimo, o lance foi duvidoso.

    O gol deveria ser validado.

    O presidente vascaíno Roberto Dinamite ficou revoltado.

    Disse que não entende a insistência da escalação de Sandro Meira Ricci em jogos decisivos do Corinthians.

    Mas Dinamite é muito passivo.

    E reclama depois, o que não funciona no futebol.

    Deveria ter feito como a direção do Sport que exigiu árbitro estrangeiro contra o Palmeiras na Libertadores de 2009.

    O paraguaio Carlos Torres foi a Recife.

    O Vasco precisa aprender a agir nos bastidores com os pernambucanos.

    Agora o dirigente lamenta, reclama, chuta paredes.

    Torcedores revoltados congestionam o Twitter.

    Mas nada vai adiantar na prática.

    O Corinthians saiu de São Januário com o 0 a 0 que queria.

    A pressão está em muito diminuída no confronto decisivo no Pacaembu.

    Se o time tivesse perdido por 1 a 0 seria péssimo, o clima do jogo seria outro.

    Mas não foi assim porque o gol de Alecsandro foi anulado.

    E Sandro Meira Ricci coleciona mais um lance polêmico na sua carreira.

    Lance que, por coincidência, favoreceu e muito o Corinthians.

    Por pura coincidência, claro.

    Quem sabe ele não é confirmado para apitar também na semana que vem?

    Se depender da apatia de Roberto Dinamite, o apito é dele…

    Lina: Cara, você lê isso ai ?

  19. Small Club Cavalo Paraguaio Says:

    Calma gente, daqui a pouco eu saio.
    Só quero correr um pouquinho.
    hihihihihihihihihihi

    Lina: kkkkkkkk

  20. Radar Soberano Says:

    Agora ninguem fala nada.

    Após gol anulado, Corinthians evita falar de arbitragem
    17 de maio de 2012 | 13h 12

    Notícia
    Email
    Print
    A+ A-
    Assine a Newsletter

    AE – Agência Estado

    O empate por 0 a 0 entre Vasco e Corinthians na última quarta-feira, em São Januário, pela ida das quartas de final da Libertadores, teve uma grande polêmica. No segundo tempo, o time da casa teve um gol anulado, após cabeçada de Alecsandro. O auxiliar assinalou posição irregular e o árbitro Sandro Meira Ricci confirmou a marcação, o que gerou muita reclamação do lado carioca.

    No desembarque corintiano no Aeroporto de Cumbica, nesta quinta, os jogadores preferiram não polemizar e não comentaram sobre a arbitragem. “Não podemos ficar falando de arbitragem, criar uma pressão desnecessária para o próximo jogo. Nem o Alecsandro sabe se estava em posição legal ou não”, disse o meia Alex.

    Já o volante Paulinho apontou que a dúvida persistiu mesmo com as imagens da televisão. “Se nem a tevê chegou a uma conclusão, a gente não pode ficar falando de arbitragem. Isso vai tirar nosso foco, temos que pensar no jogo”, declarou o jogador, já mirando a partida de volta, que acontecerá no Pacaembu na próxima quarta-feira.

    O Corinthians voltou a ser envolvido em uma polêmica de arbitragem duas semanas depois de ter reclamado da atuação do juiz José Buitrago na partida de ida das oitavas de final, diante do Emelec. Na ocasião, o presidente do clube, Mário Gobbi, disse que a equipe havia sido “operada” e que a Libertadores era uma “várzea”. No entanto, sobre a atuação de Sandro Meira Ricci, na última quarta, Gobbi preferiu não comentar e passou pelo saguão do aeroporto sem falar com a imprensa.

    O desembarque corintiano também ficou marcado por um encontro com integrantes da Torcida Jovem, organizada do Santos, que estavam indo para a Argentina acompanhar a equipe da Vila Belmiro no duelo diante do Vélez Sarsfield, nesta quinta, também pelas quartas de final da Libertadores. Apesar de algumas provocações, o episódio não teve maiores consequências.

    Lina: Falar o quê ?

  21. Goiano Tri-Hexa Says:

    Triste.
    A são-paulinada fica indignada.
    hahahaha

    Lina: E não é pra ficar ?

  22. ROBERTO DIAS 1935 Says:

    COM ESTÁ MIDÍA E OS ASSESSORES DE IMPRENSA DENTRO DE TODAS AS MIDÍA DESTE PAÍS ATÉ ADOLF HITLER VIRARIA PAPA CATÓLICO, POR ISSO QUE DIGO AO VER UM IMBECIL COM MICROFONE E OU CAMERA E OU MAQUINA DE FOTOS NAS MÃOS NÃO PENSE DUAS VEZES, ESCULACHE COM GOSTO , PORQUE ESTES LIXOS RECEBEM DA ESCÓRIA!

    Lina: Concordo.

  23. Travesti de | Testicleradio Says:

    […] Apito Amigo Travesti “De Novo” na Libertadores « Blog do Lina […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: