Os Números Não Mentem

Salve Soberania.

Estes últimos dias me fizeram recordar aquele tempo difícil de perseguição do nefasto que comandava o futebol nacional.

Coisas pra lá de malucas aconteceram: intromissão na escalação do time e um habeas corpus pra lá de discutível, na calada da noite e concedido por gente ligada ao clubinho aproveitador do sul.

Pra piorar a situação, o Tricolor vacilou e perdeu pra Ponte no jogo de ida pela copa do Brasil, agora temos a árdua tarefa de obrigatoriamente ganhar por 2 gols de diferença no Morumbi.

Dai meu silêncio nestes últimos dias. Espero queimar a língua, mas estou pessimista.

É missão impossível ? Não é, mas em todos os confrontos chave que tivemos nesta temporada, falhamos:

Travecos 1×0 São Paulo – Como dizem, este jogo é um campeonato a parte. Tudo bem que era começo de temporada com um elenco recém formado, mas era início de temporada do outro lado também.

Linense 2×1 São Paulo – Última rodada da primeira fase do paulistinha 2012, a obrigação do Tricolor neste jogo era ganhar para terminar a fase na primeira colocação, perdeu e cedeu a vantagem ao arqui-rival da marginal. Detalhe, o Linense nem se classificou para as quartas, e terminou a sua participação no campeonato em 11º lugar. Surgiu até a informação que rolou uma mala rosa para o Linense, o São Paulo deveria saber disso e usar como fator motivador. Faltou brio.

São Paulo 1×3 Santos – Depois de ter vencido e bem no primeiro encontro, o São Paulo entrou nervoso, sofreu com falhas individuais e perdeu o jogo que valia a final e possivelmente o título do campeonato paulista.

Ponte Preta 1×0 São Paulo – A desculpa disfarçada no discurso de “quem manda é a diretoria”, é que houve intromissão no futebol por parte de quem deveria se preocupar com outras coisas e por isso o elenco se abateu. Pode ser. Mas eu fico imaginando aquele profissional que trabalha sob pressão diariamente e que não pode errar. Complicado amigos deve ser trabalhar como cirurgião nos hospitais de emergência do SUS, ganhando bem menos e com muito menos condição que estes jogadores de futebol.

Estrago feito, agora é jogar o que não se jogou neste semestre. É preciso fazer o que ainda não se fez: honrar essa camisa e mostrar que este time é digno de confiança, porque os números mostram que não é.

Agora é hora de fazer o discurso virar realidade, é hora de respeitar a torcida que mais cresce no país e que vai estar apoiando.

Chega de papinho furado, chega de filosofia, de conversinha e bravatas.

O caldeirão místico vai ferver, é a hora de saber quem vai pipocar e quem vai aguentar a pressão.

E se pipocar já era, que venha outra faxina.

São Paulo x Ponte Preta, Copa do Brasil 2012
Morumbi, São Paulo, quinta-feira, dia 10.05 às 21h50.

***(*) ******(*)

Anúncios

17 Respostas to “Os Números Não Mentem”

  1. Roger Tricolor Says:

    Eu tb estou temeroso, tudo o que escreveu é a mais pura verdade infelizmente.

    Lina: Vai ser um jogo duríssimo, haja coração.

  2. Franklin Says:

    Lina, em nenhum destes jogos que você citou, o São Paulo precisaria vencer por 2 gols de diferença.
    Mais pressão ainda, em um time que ainda não provou que é capaz de decidir.
    É pra se preocupar sim.

    Lina: Me esqueci de falar isso, valew.

  3. luchetta Says:

    Pô Lina, logo cedo vejo uma mensagem dessa? hehe.
    Dá pra ganhar, sim. Só que precisamos da colaboração de todos.
    Se a torcida tiver que vaiar que seja no final se o time não conseguir a classificação.
    Mudando de pato pra ganso: onde está o libertador dos escravos, depois que o$car disse que o negócio dele é dinheiro? A nova missão de juquinhapai é libertar os coitados milionários jogadores de futebol. O sem vergonha pra disfarçar colocou uma matéria com título apelativa sobre crianças na Portuguesa Santista. Pra variar, não foi ele quem fez a matéria.
    Taí uma boa causa pra juquinha: saia pelo interior do Brasil fazendo matéria com jogadores que REALMENTE passam dificuldades. Vamos juquinha percorra o país. Tire a bunda arrogante da cadeira e pare de falar besteira.
    O que você acha Lina? O rapaz tá precisando de uma nova causa.
    Vamos juquinha, saia pelo Brasil e nos deixe em paz pelo menos por um ano.
    Abraço,

    Lina: Claro, vaiar apenas se não classificar, tem que apoiar sempre. Quanto ao outro ai, não entro mais, sinceramente. Quando eu pego bronca eu simplesmente limo da minha vida. É o caso do arrogante sociólogo metido a jornalista.

    • luchetta Says:

      Eu também não entro no blog daquele sujeito. Entro no uol e, infelizmente, sempre vejo aquela cara de bunda pedante.
      Mas para escrever sobre os posts que ele não fez fui obrigado a entrar para não dizer besteira.
      Tô te achando meio desanimado. Vamos ganhar hoje.
      E tem mais; o episódio do zagueiro passou e já faz tempo. Se os jogadores não corresponderem a responsabilidade é deles.
      A Ponte não é nenhum supertime. Dá pra ganhar.
      Abraço,

      Lina: Ganhamos !

  4. Guedes Says:

    A diretoria errou ao tirar o Paulo Miranda da concentração.
    Foi amador.
    Mas isso não deveria atrapalhar rendimento.
    Afinal são profissionais.

    Lina: Não foi a maneira correta de fazer isso, realmente…

    • Felipe 6-3-3 Says:

      O Paulo Miranda é a maior cagada da diretoria nos últimos tempos.
      Contrataram errado e depois resolveram o problema da maneira mais amadora possível.
      Agora, não poderia manter este pereba no time, depois de tantos erros.
      Se ficassem passivos seriam criticados, agora são criticados por tomarem uma decisão.
      Deve ser difícil ser dirigente.

      Lina: Mas tem outro lá não tem ? Então, escala o cara. Concorda ?

  5. Hexa Único Says:

    Eu não estou pessimista não.
    Acho que o São Paulo pode vencer e bem a Ponte.
    Jogo em casa, clima de Libertadores, e parece, segundo disse o Leão, que os jogadores estão motivados.
    Veremos.

    Lina: Ganhando em dia, jogando no São Paulo, falar em motivação é discurso vazio. É OBRIGAÇÃO estar motivado lá. O que precisa é se DOAR em campo. E se não fizerem isso hoje, abraço.

  6. Edu Tricolor Says:

    Lina, o Fabuloso anda lendo teu blog.
    KKKKKKK

    Luis Fabiano teme ver o caldeirão ferver, e cita Tite e Felipão

    DE SÃO PAULO

    SPFW 2012 O atacante Luis Fabiano admitiu nesta quarta-feira que o elenco são-paulino deve sofrer uma grande pressão caso seja eliminado pela Ponte Preta na Copa do Brasil.

    Leia mais notícias do São Paulo
    Veja a chave da Copa do Brasil

    Como perdeu a partida de ida das oitavas de final por 1 a 0, em Campinas, o time tricolor precisa vencer o jogo de volta, amanhã, no Morumbi, às 21h50, por dois gols de diferença para avançar às quartas de final da competição. Se o São Paulo vencer por 1 a 0, o classificado será conhecido nas cobranças de pênalti.

    “Perder o Paulista é doloroso. Muitos falam que não vale nada, mas quando perde, você vê que vale muito. Mas o nosso grande objetivo na temporada é a Copa do Brasil. Eu conheço bem esse clube, já passei por muita coisa aqui e eu sei que se as coisas não derem certo, sexta-feira teremos muitos problemas aqui. Em caso de eliminação, o caldeirão ferve”, declarou o atacante, que não vê Emerson Leão ameaçado em caso de insucesso.

    “No futebol, tudo pode acontecer. Mas acho muito cedo para pensar em demissão. Quando digo que o caldeirão vai ferver é porque a pressão vai aumentar muito. Quando perdemos para o Linense, já falaram como se nós tivéssemos perdido o campeonato. Depois, perdemos para o Santos e aumentou. Contra a Ponte Preta, explodiu. Essa Copa do Brasil é uma oportunidade de ouro que não pode ser jogada fora. Nosso pensamento de amanhã é só a vitória. Pressão sempre existe. Se hoje o Corinthians perder, o Tite já corre risco, o Felipão sempre corre risco. Então, é assim”, acrescentou.
    Luiz Pires/Divulgação/Vipcomm
    Luis Fabiano se prepara para chutar a bola durante treino do São Paulo
    Luis Fabiano se prepara para chutar a bola durante treino do São Paulo

    Artilheiro do São Paulo na temporada com 11 gols, Luis Fabiano afirmou que está pronto para decidir contra a Ponte Preta e espantar a pressão.

    “Eu sei de tudo que represento e da responsabilidade que tenho aqui no grupo do São Paulo. Amanhã [quinta-feira] estou pronto para decidir”, disse o camisa 9, que pediu tranquilidade.

    “Temos de ter tranquilidade e paciência. O mais difícil vai ser fazer o primeiro gol. Marcando o primeiro, 60% do caminho estará percorrido”, completou.

    PÊNALTIS

    Nesta quarta-feira, véspera do duelo contra a Ponte Preta, o elenco são-paulino fechou a preparação com treino de pênaltis.

    Douglas, Rhodolfo, Edson Silva, Denilson, Casemiro, Cícero, Lucas, Fernandinho e Luis Fabiano treinaram cobranças contra o goleiro Leo. Além deles, o reserva Osvaldo também esteve presente.

    Lina: Bem que eu gostaria…

  7. Alemão Says:

    Vamos ganhar o jogo e calar a boca dos blogueiros corneteiros.
    hahahahaahahahahahahaha

    Lina: Falou zé mané !

  8. Jorge Tri-Hexa Says:

  9. Jorge Tri-Hexa Says:

    • Henrique Soberano Says:

      Que linda essa torcida.
      Difícil segurar a pressão ai dentro.
      A macaca não vai aguentar.

      Lina: Tomara que não.

    • José Roberto Says:

      Aliás, no São Paulo quem anda honrando a tradição e o nome do clube é a torcida, porque o resto pode jogar no lixo há muito tempo.
      Esse tal de fabuloso ainda não passou pela minha guela a palhaçada que ele fez quando quis ir embora do São Paulo em 2005 se não me falha a memória quando foi pego cantando que não via a hora de terminar aqueles quinze dias restantes do contrato para ficar livre daquela merda.
      Agora jura amor?
      Tem mais, reparem que quando ele está bem colocado e não recebe a bola como ocorreu caso do último gol feito pelo Osvaldo contra o Feira da Bahia e não recebe o passe para ele fazer o gol, não comemora com o companheiro que decidiu concluir a jogada, já fez isso também com o Lucas, e ele raramente serve um companheiro melhor colocado que ele.
      Não confio nesse cara.

      Lina: Me lembro disso, mas eram outros tempos…

  10. paulo Says:

    Olha to saindo hoje de piracicaba, saio do trabalho as 17h50 e to indo direto para o Morumbi, vou torcer até o final, seja qual for o resultado, hoje temos que ganhar e afastar essa crise que não sai nunca. Essa Copa do Brasil nunca pareceu tão facil ganhar, pois os considerados grandes ja estão caindo. Vamos São Paulo hoje é dia de Morumbi, hoje é dia de cantar e gritar gol.

    Lina: Boa Paulão, abraços

  11. Barman Says:

    Eu acredito.

    Lina: Tá certo.

  12. Sãopaulino Says:

    Se passar pela pobre (falo da situação fianceira da macaca) Ponte Preta, certamente o SPFC terá jogos bem + difíceis pela frente. Onde, certamente vai precisar fazer resultados no morumbi contra times mais qualificados e tradicionais na competição.

    Resumindo: se não for capaz de fazer 2 golzinhos de diferença hoje, melhor nem seguir adiante. Com todo respeito que a história da Ponte merece, mas jogando em casa não é um adversário para ser temido.

    O problema para nós, é que o Lucas até hoje não compareceu à campo quando o time precisou dele num jogo decisivo. E Luís Fabiano é pipoqueiro de longa data. Resta saber se vai resolver jogar ou se passará todo o jogo abrindo os braços e se atirando ao gramado para cavar faltas.

    Logo mais saberemos o desfecho de + um capítulo dessa novela em que se transformou nosso Amado Clube Brasileiro…

    Lina: Ganhamos e com gol de Lucas e Fabuloso.

    • José Roberto Says:

      Cara nunca ví o São Paulo numa merda tão grande como nesses últimos anos e olhe que acompanho sua trajetória desde 1956. Vejam que o Guarani ano passado quase fecou as portas, sem dinheiro, sem time, sem comando, se superou e está na final do paulista, e nós com toda pompa e circunstance estamos numa merda de fazer dó, e pior falta vergonha na cara de todos.
      O único que se salva é o Renê Simões, homem hoinrado como é não permitiu que o Tricolor continuasse com o tal do mosquito que fugiu da concentração do Vasco, se enfiou no Macaé e depois veio para o São Paulo.
      Disse que o São Paulo tem que dar exemplo, não adianta reclamar do caso oscar e fazer a mesma coisa.
      Não me surpreendeu porque sempre admirei sua postura, lembra do dia que o Neymar xingou o técnico quando foi substituido? Pois é o /renê falou um monte contra o jogador santista, que era muito mimado, mal-criado, foi dalí que o pai do jogador fez com que mudasse sua postura.

      Lina: Mas Zé, perdemos para o museu por azar, o São Paulo foi melhor.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: