São Paulo 3×2 Museu

Há algum tempo Rogério Ceni vem dizendo: “Lucas é a maior revelação do São Paulo na década”. Experiente, o goleiro sabe o que fala. Neste momento, ele deve estar pensando: “Eu avisei”. Lucas foi Lucas. Foi o jogador estrela, jogador de Seleção, jogador do São Paulo Futebol Clube.

Com um gol decisivo do camisa 7 nos minutos finais, o São Paulo, mesmo com um a menos, bateu o Santos por 3 a 2, na tarde deste domingo, no Estádio do Morumbi, no Campeonato Paulista. Casemiro e Luis Fabiano, de pênalti, fizeram os outros gols da equipe.

O jogo se caminhava para um empate até os 41 minutos do segundo tempo. Diga-se de passagem, um resultado injusto. Um atuação quase perfeita, daquelas para ficar marcada na história. O São Paulo merecia mais do que isso. E foi atrás. Foi guerreiro. Buscou fôlego de onde não tinha e saiu de campo com a sensação de ter vencido uma guerra.

TRICOLOR SUPERIOR

O técnico Emerson Leão entrou em campo com a mesma equipe do último jogo. Com isso, o volante Rodrigo Caio seguiu improvisado na lateral direita e Piris foi para o banco. O camisa 25, inclusive, fez um excelente primeiro tempo, anulando Neymar praticamente em todas as jogadas. Mas, por um erro da arbitragem, Rodrigo recebeu um cartão amarelo.

Desde o primeiro minuto de jogo, o São Paulo mostrou uma disposição muito superior ao rival e poderia ter ido para o intervalo vencendo por um placar elástico. Aos oito minutos, o volante Casemiro, de esquerda, arriscou de longe e abriu o placar no Morumbi. Resultado justo e merecido para a melhor equipe em campo.

Mesmo com o gol, o Tricolor seguiu pressionando o adversário, marcando ainda no campo de ataque. Aos 19, Luis Fabiano tocou para Casemiro. Dentro da área, o camisa 28 quase fez o segundo, assim como Cícero, que aproveitou um corta-luz de Jadson, aos 22 minutos da etapa inicial.

Nos raros ataques de perigo da equipe santista, a defesa são-paulina se portou muito bem. Em um dos lances, Denis fez ótima defesa, no outro, Rhodolfo afastou o perigo com o chutão para frente. Ainda no primeiro tempo, Lucas arrancou pela direita e encontrou Jadson livre do outro lado. O camisa 10 invadiu a área, mas tocou por cima do gol na hora da conclusão.

TUDO IGUAL

O equilíbrio tomou conta do início do segundo tempo, com ataque para ambos os lados. Mas, aos seis minutos, o zagueiro Edu Dracena aproveitou rebote da zaga são-paulina e empatou o clássico. Minutos depois, o árbitro completou o erro do primeiro tempo e expulsou Rodrigo Caio por falta em Neymar.

Com um a menos, Emerson Leão colocou Piris no lugar de Jadson. Aos 12 minutos, Casemiro deu outro lindo lançamento para Fabuloso, que quase marcou de esquerda. Com a mesma garra e determinação da primeira etapa, o Tricolor não se intimidou com o fato de estar jogando com um a menos.

Aos 18, Piris cruzou da direita e encontrou Cortez entrando pela esquerda. O lateral-esquerdo dividiu com a zaga santista e a bola foi para escanteio. Minutos depois, em tabela com Lucas, Luis Fabiano foi derrubado dentro da área por Rafael. O árbitro marcou pênalti, mas não expulsou o goleiro. Na cobrança, Fabuloso colocou o São Paulo em vantagem.

O Tricolor seguiu melhor, mas vacilou aos 31 minutos, quando Casemiro perdeu a bola no meio de campo. Na sequência do lance, Neymar driblou Denis e empatou o jogo. Com o gol, Emerson Leão tirou Luis Fabiano e colocou Edson Silva. Quando saiu de campo, o camisa 9 deu a faixa para Lucas.

O camisa 7 fez o que dele era esperado. Com Mano Menezes nas tribunas do Morumbi, Lucas decidiu o jogo. Mostrou que é craque. Teve seu nome ovacionado no Morumbi. Aos 41 minutos, ele arrancou da direita e tocou para Cortez, que acertou a trave. No rebote, o garoto chutou para o fundo das redes adversárias e fez o Morumbi explodir.

SEMANA LIVRE

Sem jogo no meio desta semana, o técnico Emerson Leão terá tempo para treinar a equipe. O São Paulo só voltará a campo no próximo domingo diante do Mirassol, fora de casa. Para este jogo, o atacante Fernandinho estará à disposição após cumprir suspensão automática.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 3 X 2 SANTOS

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 18 de março de 2012, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Público: 31.085 pagantes
Renda: R$ 1.115.902,00
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP)
Assistentes: Alberto Poletto Masseira e Alex Alexandrino (ambos de SP)
Assistentes adicionais: Luiz Flavio de Oliveira e Raphael Claus (ambos de SP)
Cartões amarelos: Cícero (São Paulo); Ibson, Adriano, Durval, Paulo Henrique, Rafael e Fucile (Santos)
Cartão vermelho:Rodrigo Caio (São Paulo)

Gols: SÃO PAULO: Casemiro, aos oito minutos do primeiro tempo; Luis Fabiano (pênalti), aos 19, e Lucas, aos 41 minutos do segundo tempo. SANTOS: Edu Dracena, aos seis, e Neymar, aos 31 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Denis; Rodrigo Caio, Paulo Miranda, Rhodolfo e Bruno Cortez; Denilson, Casemiro, Cícero e Jadson (Piris); Lucas e Luis Fabiano (Edson Silva) Técnico: Emerson Leão

SANTOS: Rafael; Fucile, Edu Dracena, Durval e Paulo Henrique (Alan Kardec); Adriano (Felipe Anderson), Arouca, Ibson (Elano) e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Borges Técnico: Muricy Ramalho

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Deu gosto de ver: comemorações são-paulinas no clássico

Casemiro dá nome ao primeiro gol no ano: “Pombo sem asa”

Com 6 gols em uma semana, Fabuloso brinca: “Dá até para folgar”

Mano Menezes vê de perto show de Lucas

Lucas vibra: “Quem duvidava do time não duvida mais”

Eu no Morumbi: São Paulo x Santos

Bastidores de São Paulo 3 x 2 Santos

***(*) ******(*)

Próxima Partida: Mirassol x São Paulo, Paulistinha 2012,  José Maria de Campos Maia, Mirassol, domingo, dia 25.03 às 18h30.

Anúncios

9 Respostas to “São Paulo 3×2 Museu”

  1. Hugo Says:

    Falei que seria um jogão… chupem sereias! hahaha

    Lina: E foi mesmo. Jogaço !

  2. Guedes Says:

    Jogão hein Lina ?
    O São Paulo detonou o peixinho.
    O time está de parabéns.

    Lina: Temos finalmente um time. Ave São Paulo !

  3. Goiano Tri-Hexa Says:

    O velho São Paulo está de volta.
    Agora sai de baixo.

    Lina: Sai de baixo. 😀

  4. O Rei da América Says:

    Voltou a pegada.
    Daí pra frente é só título.

    Lina: Será que vem o paulistinha ? rsrsrsrs

  5. Henrique Soberano Says:

    Na moral, mas caralho, porque quando o São Paulo ganha vira essa choradeira desgraçada ?

    Lina: Por quê todo mundo teme o GIGANTE. Só por isso Henrique.

    • José Roberto Says:

      Por um simples fato que mata a turma do contra.
      IN-VE-JA!
      O CAÇULA É HEXA-BRASILEIRO DENTRO DAS QUATRO LINHAS, NENHUM TÍTULO DE NA CANETADA.
      TRÍ-LIBERTADORES
      TRÍ-MUNDIAL.
      SUPERCOPA DA LIBERTADORES DA AMÉRICA
      RECOPA SULAMERICANA 93 E 94
      CONMEBOL 94
      nÃO É UM BOM MOTIVO PRA NEGUINHO ROER OS COTOVELOS?
      Mesmo na época das vacas magras entre57/70 por conta da construção do Morumbi não se fazia contratações vultuosas, o chororô era o mesmo de hoje nas nossas vitórias.
      Já estou acostumado.
      Com choro é mais gostoso.

      Lina: O caçula é o MAIOR ! KKKKK

  6. Renato Soares Says:

    Até o narrador se empolgou.
    Que jogo é esse Muller ?

    Lina: Pode crer, jogaço.

  7. Adonis Says:

    Tem que ganhar jogo no mata-mata. Há seis anos estamos perdendo jogos eliminatórios. Tá foda, viu?

    Lina: Vai ganhar, fica tranquilo. A gente chega lá.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: