Archive for janeiro \19\UTC 2012

Grêmio Tenta Contratar Lugano

19/01/2012

Salve Soberania !

A notícia é do Jornal do Comércio, segundo o site, alguns dirigentes do Grêmio estão na europa tentando levar reforços para o time gaúcho, entre eles o nosso querido Lugano.

A matéria do jornal e de alguns blogs de torcedores do Grêmio, revelam o desejo do atleta voltar ao Brasil, já que segundo ele, a sua transferência para o PSG não o agradou e ele não encontrou no clube francês um ambiente propício para desenvolver seu futebol.

Apesar de financeiramente inviável, há negociações entre o clube gaúcho e o atleta desde o final de 2011, e para selar a contratação, um esquema financeiro pode ser montado para realizar o antigo sonho gremista.

Nota

O Lugano é o tipo de jogador que cabe em qualquer equipe do mundo, seja por causa do seu estilo guerreiro, por sua liderança e comprometimento, mas no time que o São Paulo está montando, contratando jogadores com uma mentalidade vencedora e vibrante, ele faria toda a diferença.

Como o M1TO costuma dizer ao se referir ao ex-companheiro: “Ele é a ALMA do Tri”.

Precisa dizer mais alguma coisa ?

Volta pra casa Lugano !

Relacionados

Além de Giuliano, Lugano estaria na mira da direção tricolor

Lugano no Grêmio: um antigo sonho, uma nova realidade

***(*) ******(*)

A Mosca Que Pode Pousar na Sopa da Internet

18/01/2012

Milton Ribeiro e Vicente Nogueira

SOPA é a sigla de Stop Online Piracy Act (Lei de Combate à Pirataria Online), lei antipirataria que tramita no Congresso dos Estados Unidos e que visa combater a pirataria online, ou seja, a cópia de dados, arquivos, músicas, imagens, etc., que tenham associados direitos de propriedade. O projeto amplia consideravelmente os meios legais das organizações que lutam pelos direitos de propriedade intelectual.

Se aprovado como está, o SOPA permitiria o bloqueio a sites que dão acesso ou incentivem o “roubo” de propriedade intelectual. O bloqueio funcionaria de maneira similar ao que ocorre em países como a China, o Irã e a Síria. Para que um site fosse bloqueado, bastaria que ele possuir enlace (link) para conteúdo ilegal, ainda que o link em questão tenha sido postado por um visitante no espaço para comentários.

Desta forma, a lei responsabiliza o site ou blog por todo e qualquer conteúdo veiculado, seja ele de autoria própria ou não. Em sites onde não há moderação, como é o caso das redes sociais, dos microblogs (twitter) e dos portais de vídeos, a situação poderá se tornar insustentável. Pelo texto da lei, por exemplo, se uma pessoa do Facebook postar em seu perfil um link que seja considerado ilegal, quem vai arcar com as consequências é a rede social. Ou seja, as empresas com sede nos EUA que disponibilizarem acessos a sites e domínios acusados de utilizarem ou distribuirem material ilegal serão considerados cúmplices de pirataria.

A lei exige que, em cinco dias, todas as referências a estes sites sejam apagadas. Exemplificando novamente, isto significa que, se um site for acusado de violar o copyright, o Google — empresa com sede nos EUA — será obrigado a deletar todas as referências a ele. Também a Wikipedia passaria a ignorar a existência dos sites acusados, mesmo que os enlaces (links) refiram-se a outros temas.

Um dos pontos mais polêmicos da lei é a possibilidade de colocar offline sites estrangeiros suspeitos de violarem os direitos de autor sem para que isso seja necessária uma ordem judicial.

Os blogs também seriam afetados, pois se, por exemplo, a WordPress for acusada de violar determinadas patentes de software, os blogs que usam a plataforma em todo o planeta (60 milhões de blogs) terão seus IPs bloqueados em território norte-americano e os mecanismos de busca deverão suprimir qualquer link que os indique.

As pessoas a favor do SOPA dizem que o projeto protege a propriedade intelectual, gerando receita e empregos, enquanto os oponentes dizem que é uma ameaça à liberdade de expressão e uma forma de censura.

Um dos vários anúncios anti-SOPA da Internet

Um dos vários anúncios anti-SOPA da Internet

Um dos vários anúncios anti-SOPA da Internet

O que é o SOPA

O Stop Online Piracy Act (Lei de Combate à Pirataria Online), ou SOPA, é um projeto de lei que foi apresentado em 26 de outubro de 2011 pelo presidente do Comitê Judiciário da Câmara dos Deputados, o texano Lamar Smith, do Partido Republicano, e por um grupo inicial de 12 apoiadores bipartidários. O projeto, baseado na proposta PROTECT IP Act (PIPA), criada em maio do mesmo ano, permitiria uma notável expansão na capacidade da lei estadunidense no combate ao tráfico online de propriedade intelectual protegida por copyright, tão notável que poderia atingir pessoas não culpadas por atos de pirataria.

De acordo com a proposta original, o projeto permitiria a realização de ações legais pelo Departamento de Justiça estadunidense e por detentores de direitos autorais contra websites suspeitos de facilitar ou realizar violações de copyright . Tais ações poderiam proibir redes de propaganda online e facilitadores de pagamentos como o PayPal de fazer negócios com sites suspeitos, além de impedir sistemas de busca de fornecer links para tais sites ou exigir que provedores de acesso à Internet os bloqueiem. Os streamings de mídia (filmes ou músicas que são enviadas pelos sites aos computadores e que não ficam armazenadas no mesmo) sob proteção de copyright iriam ser considerados crimes, com pena máxima de cinco anos de prisão (por dez violações em seis meses). O projeto também dá imunidade a serviços da Internet que realizam voluntariamente ações contra websites dedicados à violação de direitos autorais, embora também penalize detentores de copyright que representem erroneamente um site como sendo dedicado a esta.

Aqueles que apoiam o projeto alegam que ele protege o mercado de propriedade intelectual e a indústria, os empregos e o lucro correspondentes, sendo também necessário para reforçar a aplicação das leis de copyright, especialmente a websites estrangeiros. Um exemplo comumente citado é a indenização de 500 milhões de dólares paga pelo Google por sua participação em um esquema de propaganda que estimularia consumidores estadunidenses a comprar medicamentos ilegais de farmácias canadenses.

Algusn sites norte-americanos estão estampando esta tela de abertura (Clique para ampliar)

Algusn sites norte-americanos estão estampando esta tela de abertura (Clique para ampliar)

Algusn sites norte-americanos estão estampando esta tela de abertura (Clique para ampliar)

A reação

Os opositores do projeto, por sua vez, alegam que ele violaria a Primeira Emenda Constitucional dos EUA, constituindo-se em censura, ameaçando diversas formas de livre expressão. Protestos têm sido promovidos sob diversas formas, incluindo petições, boicote de companhias que apoiam o projeto e avaliam blecautes de seus serviços que coincidiriam com as audiências do Congresso a respeito do SOPA.

Gigantes como Google, Facebook e Amazon ameaçam fazer um blecaute coordenado e “desligariam” seus sites em protesto em data não divulgada pelo NetCoalition – uma associação de empresas que inclui as três companhias e outras como Ebay, Foursquare, LinkedIn, Twitter, Mozilla, PayPal, Yahoo, Zynga e Wikimedia Foundation. “Se não fizermos nada, provavelmente irão aprovar a Protect IP Act (PIPA) no Senado ou a Stop Online Piracy Act (SOPA) na Câmara”, disseram em comunicado.

A WordPress, que fornece um sistema de gerenciamento e publicação de conteúdo para blogs, também deve aderir ao protesto. No dia 10 de janeiro, publicou um texto contra a aprovação de leis que defendam a derrubada de sites suspeitos de inflingir direitos autorais e leis regulatórias.

Os interessados na lei

Os principais apoiadores do SOPA são a Microsoft e a Apple, além de lobistas de associações como a MPAA (indústria cinematográfica), RIAA (indústria fonográfica), BSA (Business Software Aliance) que articulam deputados e senadores para apoiar a medidas. Por trás dessas propostas está a certeza de que não adianta atuar contra o usuário da Internet, pois esse não acredita que compartilhar música, textos e vídeos seja uma atividade criminosa. Por isso, querem atuar na própria infraestrutura de conexão e de provimento de acesso da rede.

A Casa Branca manifesta oposição ao projeto de regulação da internet

A Presidência dos Estados Unidos anunciou oficialmente na noite deste sábado (14) que não irá apoiar o SOPA.

No documento expedido pela Presidência, assinado por Victoria Espinel, Aneesh Chopra e Howard Schmidt, três especialistas em tecnologia, cibersegurança e propriedade intelectual do governo, a Casa Branca deixou bem claro que não vai apoiar leis que rompam com os padrões abertos da internet e que impeçam a liberdade de expressão.

“Embora acreditemos que a pirataria online pelos sites estrangeiros seja um problema sério, que requer uma resposta séria legislativa, não vamos apoiar qualquer legislação que reduza a liberdade de expressão, aumente o risco da segurança cibernética, ou enfraqueça a dinâmica e inovadora da internet global”, diz o comunicado.

O comunicado da Casa Branca também disse que a administração Obama acredita que “pirataria online seja um problema real que prejudica a economia americana” e que, em 2012, deverá ser aprovada uma legislação moderada, que “almeje unicamente restringir a fonte de infração dos direitos autorais”.

Com informações do Washington Post, Wikipedia, Revista Época, blog Trezentos, WordPress, Opera Mundi e da Casa Branca

Via Sul 21

Relacionados

Blogues saem do ar nesta quarta em protesto contra projeto de lei dos EUA

Sites da internet fazem ‘apagão’ em protesto contra lei antipirataria

***(*) ******(*)

Possível São Paulo Com Jadson

17/01/2012

Por Carlos Pizzatto

Não vou cravar que Jadson é o camisa 10 que o São Paulo procura há anos porque afirmei isso em relação a outros e quebrei a cara. Mas dá para dizer que o reforço vindo da Ucrânia é quem melhor preenche a função da armação no elenco tricolor.

Quando titular com Mano Menezes, Jadson foi o meia-esquerda daquele 4-3-3 que antecedeu a Copa América. Já no Shakhtar Donetsk era o meia por dentro dum 4-2-3-1. No São Paulo, pode cumprir o mesmo papel.

Leão pode montar o time no 4-3-3 ou até mesmo no 4-4-2 em losango, com Jadson à frente de um tripé, Lucas e Luis Fabiano no ataque, e Fernandinho no banco. Contudo, para mim, a opção mais indicada, na teoria, é o 4-2-3-1.

Jadson não apenas distribuiria o jogo, mas também se aproximaria muito dos pontas e do centroavante, além de arrematar de média distância e de se infiltrar na área. Condutor de bola em velocidade e preciso nos passes verticais, Jadson pode dar um dinamismo ao São Paulo como há tempos não se via.

Via Blog do Carlão

***(*) ******(*)

Campanha a Favor do Futebol Brasileiro

16/01/2012

Por Odir Cunha

Quantas vezes você não assistiu a um jogo de Corinthians ou Flamengo apenas para secar? Sim, mas não faça mais isso. Pela maquiavélica divisão de cotas arquitetada pela Rede Globo, a audiência que você dá a esses dois times é que faz com que eles ganhem uma verba muito maior do que aquele para o qual você torce – o que, no máximo em dez anos, resumirá o futebol brasileiro, a exemplo do que ocorre na Espanha, a apenas dois times ricos. E aí não haverá mais o que fazer…

O caso do Corinthians é lapidar. Segundo pesquisa lance-Ibope de 2010 o alvinegro da capital tem 13% da torcida brasileira e, ao mesmo tempo, atrai o maior índice de rejeição dentre os times nacionais, com 21%. Isso quer dizer que a cada jogo do Corinthians transmitido pela tevê, há cerca de 60% mais de secadores assistindo, do que de torcedores do time do Parque São Jorge.

Resumindo: quase 70% da audiência dos jogos do Corinthians se deve a torcedores que não gostam dele. Porém, como acabam engrossando o ibope, fazem com que ele divida com o Flamengo as duas maiores cotas pagas pela Globo.

Com mais dinheiro, um time compra melhores jogadores, tem mais visibilidade na mídia, atrai mais torcedores aos seus jogos, aumenta sua torcida… – enfim, entra em uma bola de neve que o tornará, em pouco tempo, bem superior aos demais, como já acontece na Espanha. E aqui ainda há o agravante de que o poder político bajula esses dois times.

Lá, esta mesma divisão de cotas de tevê acabou com a competitividade e reduziu os clubes do País a apenas dois grandes. Real Madrid e Barcelona recebem 140 milhões de euros por ano, enquanto outros que já foram grandes, como Valência e Atlético de Madrid, ganham 42 milhões, ou exatos 30% dos dois maiores. Como contratar bons jogadores, fazer planos de marketing, aumentar a torcida com uma verba que é menos de um terço dos rivais?

Não dar ibope pra eles é a única forma de impedir o caos

A divisão de cotas feita pela Globo partiu de um princípio equivocado, político, injusto e antiético, que não levou em conta o mérito esportivo. Tevê é espetáculo e, neste quesito, as maiores atrações são os times campeões, ou que chegam às finais, ou que jogam bonito. Está provado que uma partida que vale título bate recordes de audiência, quaisquer que sejam os times envolvidos.

Em 2011, por exemplo, os recordes de audiência do futebol na tevê brasileira foram: no meio da semana, Santos e Peñarol; no horário da manhã, Santos x Kashiwa Reysol, e no domingo, Santos x Barcelona. Cadê a presença dos dois favorecidos pela Globo? Se um time não está em uma final, ou em uma competição importante, sua audiência é menor. Isto é fato.

Forçar uma reserva de mercado para dois times pretensamente mais populares é colocar o carro à frente dos bois. Por que não se dividir as cotas depois de apurados os mais bem classificados de uma competição e os índices de audiência de cada time? Por que é preciso distribui-las com antecedência, prevendo o imprevisível e correndo o risco de que as maiores verbas sejam dirigidas a equipes mal colocadas, deixando as menores para clubes que talvez briguem pelo título? Não há lógica nem bom senso nisso.

A intenção dessa Campanha não é prejudicar os dois clubes teoricamente mais populares do país, mas sim impedir que todos os outros grandes do Brasil sejam prejudicados. Pois de nada vale a estes últimos ganharem uma bolsa um pouco maior por ano. O que lhes interessa é manter suas chances de brigar por títulos, de manter sua grandeza e, com ela, a competitividade dos campeonatos – que ainda é o grande trunfo do futebol brasileiro.

Que todos os torcedores participem

Esta Campanha não se restringe aos torcedores do Alvinegro Praiano. Espero que são-paulinos, palmeirenses, vascaínos, gremistas, tricolores do Rio e da Bahia, botafoguenses, cruzeirenses, atleticanos de Minas, Paraná e Goiás, torcedores de Bahia, Santa Cruz, Fortaleza, Vitória, Ceará, Coritiba, Avaí, Figueirense, Goiás, Ponte Preta, Guarani, Portuguesa, americanos de Minas, Rio e Rio Grande do Norte, enfim, todos os outros que não são aficionados dos dois privilegiados, acatem a ideia dessa Campanha e não assistam mais a jogos de Corinthians e Flamengo.

A queda de audiência desses dois times é a única maneira de a Globo rever seus conceitos e estabelecer uma divisão de cotas mais justa, que não leve em conta apenas a popularidade de uma equipe, mas seu mérito esportivo e sua atratividade na tevê. O ideal seria que a maior parte da verba fosse destinada aos clubes mais bem classificados das competições (campeão, vive, terceiro, quarto…), o que estimularia a competitividade, a competência, a busca pelas vitórias no campo e não nos bastidores.

Não espere o apoio da grande imprensa

Essa Campanha começou ontem neste blog, se estendeu pelo twitter, facebook, orkut e está se espalhando pelo país pela Internet. É uma luta de David contra Golias. Não espere o apoio de grandes veículos de comunicação, nem mesmo dos concorrentes da Globo. Há um grande corporativismo entre eles e também entre os profissionais da área (que jornalista não tem esperança de trabalhar na Globo?).
Porém, a causa é justa e, se for bem-sucedida – o que só acontecerá com a sua ajuda e sua disposição de não assistir mais a jogos de Corinthians e Flamengo – poderá impedir o fim do futebol brasileiro como o conhecemos hoje. A decisão está nas suas mãos. Você quer que o Brasil continue com mais de dez clubes grandes, disputando títulos, participando de uma competição justa equilibrada pelo sucesso, ou tolera uma reserva de mercado antiética que restringirá nosso futebol a apenas dois times super poderosos, como na Espanha?

Pense nisso na próxima vez que empunhar o controle remoto.
Se já já está decidido a ajudar, faça sua parte: divulgue esta causa justa entre amigos e torcedores de outros clubes.

Via Blog do Guina

***(*) ******(*)

Daniel Alves no São Paulo ?

15/01/2012

Salve Soberania !

Não se trata de informação, mas ao ler uma reportagem do Lance! sobre a contratação do JAdSON pelo Tricolor, onde ele comemorava o final feliz da novela pelo twitter, fui checar o seu perfil.

Entre várias mensagens da torcida, recebendo com carinho o craque tão esperado da camisa 10, achei um bem enigmático.

Trata-se de uma mensagem do Daniel Alves parabenizando o jogador pelo acerto e dizendo: “Guerreiro, tô voltando rsrs.”

Bom, nós estamos precisando de um jogador para a lateral direita não é mesmo ? E esse ai é sãopaulino de coração.

Assim, se for pra sonhar, que seja grande, gigante, do tamanho da nossa história…

***(*) ******(*)

Em Boca Fechada, Não Entra Mosca

13/01/2012

***(*) ******(*)

Rapidinhas do Lina

12/01/2012

Reforços – A gente entende que existe dificuldades para contratar, que os clubes pedem alto e que no mercado não há tantas opções disponíveis. Pelo menos é o que dizem na teoria, porque na prática eu estou vendo o Grêmio se reforçar, o Cruzeiro e o Fluminense. Mas no São Paulo ainda falta um zagueiro pela direita, um lateral direito, um meia armador e um segundo-atacante. Será que o São Paulo ficou menor que estes clubes ai de cima ?  Por favor diretoria, vamos contratar ! Depois não adianta chorar o ano perdido…

Jean – Eu não sei, mas acho que o São Paulo vai se arrepender por ter liberado o volante para o Fluminense. Esse cara sempre foi voluntarioso, caiu de produção no ano passado ( assim como o time inteiro ), chegou a ter seu carro chutado pelos imbecis da torcida organizada depois da derrota para o Avai, mas nunca deixou de honrar nossa camisa. Eu não gostei do negócio.

Carletto – No vácuo da contratação do Jean, o Fluminense ainda levou o Carletto. Me lembro quando ele foi contratado, o Marcello Lima e outros setoristas diziam que ele detonava nos treinamentos. Ai sofreu uma contusão, perdeu lugar no time e foi emprestado. Não seria o caso de dar uma oportunidade para o jogador ? Não sei o que a diretoria e comissão técnica vêem no Juan, na minha opinião, este sim deveria ter sido vendido.

Jackson – Alguém pode explicar porque o bom jogador que pertence ao São Paulo e que atuou na última temporada pelo Dallas foi contratado pelo Cruzeiro, se o Leão está pedindo um lateral direito ?

CFA  – Depois de ter solicitado ao COL que o CFA fosse retirado da lista de CT’s disponíveis para seleções na copa do mundo, leio que o São Paulo não faz nenhuma objeção quanto ao seu uso, mas não vai atender nenhuma exigência da FIFA. Apesar de entender que o São Paulo age assim por questões de marketing, oportunidade de negócios e visibilidade, fosse eu a pessoa a dar a palavra final sobre o assunto,  proibiria qualquer ajuda em relação a essa copa. Deixem eles pra lá com seus pastos e puxadinhos.

Copa São Paulo – O Tricolorzinho foi eliminado de forma precoce e a torcida que anda meio impaciente – afinal são 2 anos sem ganhar nada, se contarmos o título deste mesmo torneio em 2010 – reclamou e com razão. Afinal a estrutura é pra formar os melhores jogadores e ganhar tudo. Mas como o futebol não é uma ciência exata, as vezes o planejado não acontece. De qualquer maneira ganhamos o paulista sub-20, o que não é pouca coisa. Duro é ver a imprensa tentando criar um cenário apocalíptico em Cotia.  Não é o caso. Em breve as árvores darão seus frutos, é só esperar. Quem planta, colhe.

Movimento Mimimi Total – A ONG que se levantou como sendo o messias do bairro e que escondeu seu rosto na bandeira da cidadania e do ambientalismo, esta semana mostrou sua verdadeira face. E ela é muito feia. É paixão clubísitica caros amigos do blog que move seu mentor e idealizador. O discurso e a retórica recheados de mitologia fascista, que foram despejados em um site da internet quando respondia comentários de outros leitores sobre um artigo que falava do Morumbi, mostram claramente pra quem ele torce e sua idelogia política.

Máfia do apito – Ainda não entendi porque a imprensa critícou o ex-árbitro Gutemberg de Paula Fonseca, dizendo que “só agora” ele resolveu denunciar possíveis irregularidades. Sugerem que ele também já foi beneficiado, dizendo que todo árbitro FIFA só chega até lá, se fizer o jogo de quem comanda. Mas ai eu pergunto, e daí ? O cara conhece o esquema e resolveu denunciar. É legítimo, partiu de dentro do sistema. Qual é a anormalidade ? Quem tiver provas contra ele que o processe. Assim ele, que diz ter provas que comprovam o que disse, que as apresente. Mas o problema é que a imprensa travesti não quer ver mais um título maculado, como se a história não tivesse memória. Isso é o que eu chamo de jornalismo imparcial…

A casa tá caindo – Eu nunca vi um cenário tão favorável pra derrubar o imperador da CBF como nestes dias. Na Suiça, a justiça ordenou que a FIFA mostrasse o dossiê do caso ISL ( o prazo vence dia 27/01, daqui a 15 dias ), o Blatter está se cercando dos desafetos do Imperador em uma manobra política que visa enfraquecê-lo de tal maneira, que a presidenta Dilma não vai ter outra saída senão tomar uma atitude, talvez nomeando algum interventor para seu lugar no COL. Na CBF, em caso de desligamento, o Imperador pode escolher o vice mais idoso para assumir a presidência, o estatuto da entidade faculta a ele este direito. O interessante é que a movimentação do Blatter mostra sua pré-disposição para divulgar o dossiê, e se isso acontecer amigo, já era. Resta saber se o Imperador e seu ex-sogro irão recorrer da decisão da justiça suiça, que é como assinar atestado de culpa. Afinal, pra que tentar esconder um documento quando se é inocente, não é mesmo ? Percebem como o xeque-mate se aproxima ? Essa história está ficando legal, pelo menos pra nós: o lado decente do futebol, porque para aqueles que usam federação e confederação como bengala pra suas conquistas sujas e promoção pessoal, o caminho será o mesmo.

23 anos em 7 segundos e alguns cruzeiros – Quer saber um pouco mais da história do campeonato paulista de 1977 ? Então leia este post e conheça outro capítulo da história linda deste clube de futebol que tanto honra o futebol brasileiro. Rá !

***(*) ******(*)

Copa São Paulo: Grêmio Barueri 2×1 São Paulo

11/01/2012

Dois gols, um no final do primeiro tempo e outro nos últimos minutos de jogo, acabaram com o sonho do Tricolor na Copa São Paulo. A equipe foi derrotada pelo Grêmio Barueri por 2 a 1 e não conseguiu classificação para a segunda fase do torneio, já que somou apenas quatro pontos (vitória sobre o Palmas e empate com o Sergipe).

O jogo

Apesar de ter mais posse de bola e boas chances, o São Paulo deixou o campo no intervalo perdendo por 1 a 0. Aos 14, Ademilson recebeu o passe na área e chutou, mas o goleiro desviou em escanteio. Aos 22, uma ótima triangulação de Allan e Ademilson foi cortada pela zaga. Na sobra, Allan quase marcou de letra, mas novamente a defesa desviou.

Aos 37, Allan fez cobrança de falta que o goleiro teve trabalho para defender e acabou espalmando, mas logo segurou. O gol do Barueri veio aos 39, após cobrança de escanteio, quando Carlos Diogo marcou de cabeça. O São Paulo respondeu com Ademilson, que acertou um chute rasteiro frontal, mas o goleiro segurou.

No retorno ao gramado, o técnico Zé Sérgio promoveu a primeira mudança no São Paulo. Arthur deixou o campo para a entrada de Guilherme Correia. Aos dez minutos, João Felipe completou a cobrança de escanteio de Allan, mas a zaga desviou em novo escanteio.

A segunda alteração veio aos 14, com a entrada de Gabriel Modesto na vaga de Mirrai. E cinco minutos depois veio a melhor chance do Tricolor até então. Após cruzamento de Bruno, da direita, Guilherme Correia completou para o gol, mas a bola passou à esquerda da meta.

Com cerca de 30 minutos, Paulo Marcelo entrou no jogo no lugar de Allan, a última alteração do São Paulo no jogo. Aos 36, Lucas Farias deu sobrevida ao Tricolor ao acertar um belíssimo chute de fora da área. A bola entrou no ângulo esquerdo alto do goleiro e fez o time acreditar que a vitória seria possível.

Mas a empolgação são-paulina foi apagada quando o Barueri, em um contra-ataque, conseguiu marcar o segundo gol. Resultado que não apaga o esforço dos garotos e de toda a comissão técnica, que desde o início de dezembro se preparava para a disputa em concentração no CFA Laudo Natel.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
GRÊMIO BARUERI 2X1 SÃO PAULO

Local: Arena Barueri, Barueri (SP)
Data: 10 de janeiro de 2012, terça-feira
Horário: 21 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo do Amaral (SP)

Cartões vermelhos:  Bruno (Barueri)

Gols: Carlos Diogo (aos 39 do primeiro-tempo), Lucas Farias (aos 37 do segundo-tempo) e Matheus Lima (aos 42 do segundo-tempo)

SÃO PAULO:  Felipe Passoni, Lucas Farias, Marcelo, Carlos Silva e Arthur (Guilherme Correa); Matheus Reis, Allan (Paulo Marcelo), João Felipe e Mirrai (Gabriel Modesto); Bruno Cantanhede e Ademilson. Técnico: Zé Sérgio

Melhores Momentos

Relacionados

São Paulo perde para o Barueri e é eliminado na Copa SP

Desencontrado, São Paulo perde do Grêmio-SP e está fora da Copinha

São Paulo decepciona e está fora da Copinha

***(*) ******(*)

Palavras Bonitas, Mas Insensatas

10/01/2012

Por Aurélio Mendes (*)

Olá caros amigos leitores Soberanos, não sei se os senhores tiveram conhecimento da publicação “Arenas de Sangue”, assinada por Everaldo Gonçalves, mas vale a leitura, pois para criticarmos algo, precisamos conhecê-lo antes, não é mesmo amigo Everaldo? ( http://brasil247.com.br/pt/247/esporte/33799/Arenas-de-sangue.htm )

Como vocês puderam perceber o texto supramencionado é um tanto quanto tendencioso, pois começa citando problemas existentes nas construções de todas as obras dos estádios para a copa, para depois fixar em um único ponto: Nosso glorioso Morumbi.

O incauto subscritor daquele texto, asseverou sobre fatos de modo errôneo e mentiroso, ao mencionar que:

“Causa espanto, quando o Governador do Estado de São Paulo, o Prefeito da capital e diversas autoridades se reúnem na sede do SPFC para anunciar a construção, por uma empresa particular, sem ônus em troca da receita, da nova arena coberta do Morumbi, com um complexo hoteleiro, em zona estritamente residencial – Z1. Mas, ninguém reclama!”

O autor erra de forma patente, pois todos os envolvidos na construção da Arena Soberana afirmaram e comprovaram que tudo será custeado pela iniciativa privada, sem qualquer empréstimo do BNDES, com o aval do Banco do Brasil, como ocorrerá no Itaquerão.

O que se tem por concreto é que o Morumbi terá sua Arena construída pela iniciativa privada, com tudo bem transparente, o que demonstra cristalinamente a idoneidade da obra, diferentemente do que ocorre com o Itaquerão que JAMAIS SERIA CONSTRUÍDO COM DINHEIRO PÚBLICO, para depois ter benefícios, incentivos e isenções fiscais, que muitos teimam em dizer que não significaria investimento de dinheiro público. Uma arquibancada móvel (que a Fifa e CBF não queriam) será paga por dinheiro público, para depois da copa, ficar à disposição do time alvi-negro.

Ademais, no momento não tenho dados históricos de como fora feita a doação do terreno ao SPFC, ou se isso realmente ocorreu, pois me baseio sempre em documentos e não em singelas assertivas.

Porém, podemos afirmar que a situação da rede de esgoto é diversa do que alegado na matéria, pois o SPFC já mostrou na mídia televisiva documentação de que tudo foi e está sendo feito para acabar com qualquer transtorno que possa haver em relação ao esgoto do estádio. Dizer que o esgoto está ali poluindo águas vizinhas por culpa do SPFC é uma falácia. Além de não contarmos que muitos problemas com o esgoto da região existe por culpa dos órgãos públicos que deveriam adotar algumas medidas cabíveis para a solução dos problemas e se omite, preferindo custear obras de estádio de futebol do outro lado da cidade, lá na Zona Leste.

Devemos citar também que pleitear Direito ao sossego sob o pálio de que “As normas do Loteamento Jardim Leonor não permitem uso comercial.” é uma teratologia, pois vige no Direito de Vizinhança o Princípio da Pré-ocupação, ou seja, quem chegou em primeiro em determinado local, deve ter certa preferência, sempre dentro dos limites do razoável.

Como o SPFC poderia obedecer normas de loteamento sem que o “loteamento” existisse?

Parece que o culto e nobre jornalista se “esquece” desses “meros” detalhes, ou pior, prefere ocultá-los.

Como o Musp não tem nada a esconder, usa seu espaço para dar informações DOCUMENTADAS e não frutos de alguma mente vil.

Porém como em tudo na vida há um lado bom, concordo com o jornalista em um ponto: “O povo não é bobo, pois não vai andar nos trilhos e sim cobrar nas urnas o descaso com a coisa pública.”

Assim meus amigos, pensem na hora de votar, qual a real necessidade do brasileiro: Construir o Itaquerão ou melhorar os serviços médicos e de educação desse nosso amado país?

Como vocês podem ver e refletir, não bastam palavras bonitas, elas têm que ser sensatas. Pois mais sinceras e honestas as palavras de uma criança de cerca de 2 anos do que de um culto e nobre jornalista muito bem estudado e informado.

(*) Aurélio Mendes é  Advogado, Engenheiro Químico e de Segurança do Trabalho, e cofundador do MUSP ( Movimento União Pró São Paulo ).

http://muspmovimento.wordpress.com/

Via MUSP

***(*) ******(*)

Copa São Paulo: Sergipe 0×0 São Paulo

08/01/2012

Ao contrário da partida de estreia, contra o Palmas (TO), o São Paulo enfrentou muita dificuldade no confronto da segunda rodada da Copa São Paulo de Futebol Junior. Na noite deste sábado (07), o time enfrentou o Sergipe e teve muito trabalho no confronto, que terminou empatado em 0 a 0.

Neste jogo, o técnico Zé Sérgio promoveu duas mudanças em relação à partida anterior: Allan e Patric começaram em campo nos lugares de Matheus Reis e Arthur. Jogando com três zagueiros, o time rival complicou a vida dos tricolores na primeira etapa. Apesar de ter no mínimo seis chances de gols, essas oportunidades demoraram sair devido à forte marcação e ao posicionamento perfeito do adversário em campo.

O primeiro lance de perigo do São Paulo veio com Bruno, que perdeu um gol quando chutou em cima do goleiro após lindo passe de Mirrai. Em seguida, Mirrai acertou um chutaço, mas o lance ficou no travessão.

Ademilson também arriscou de fora da área, mas o chute saiu à esquerda do gol. Guilherme, de cabeça, também assustou o goleiro após cruzamento de Patric; porém, a bola foi pra fora. Mas veio dos pés do atacante a chance mais clara de gol. O camisa 9 recebeu sozinho e chutou, mas a bola passou por cima do travessão!

Do outro lado do campo, Felipe Passoni também apareceu quando foi preciso. O arqueiro fez uma defesa maravilhosa no fim do primeiro tempo. Após o lançamento, o jogador ficou na cara do gol e bateu, mas o jogador desviou com os pés!

No intervalo, Zé Sérgio fez a primeira substituição no Tricolor. Guilherme Correia deixou o campo para a entrada de Matheus Reis. Aos 15 minutos foi a vez de Hugo Rodrigues entrar em campo, no lugar de Mirrai.

Na metade do primeiro tempo vieram as chances mais claras do São Paulo. Primeiro, João Felipe cobrou falta no travessão. Na sobra, Stanly cabeceou bem, mas o goleiro fez excelente defesa. Hugo Rodrigues também tentou em cobrança de falta, mas o arqueiro mandou a bola em escanteio.

Apesar da pressão, o São Paulo teve um jogador expulso. Hugo Rodrigues recebeu o cartão vermelho após falta no meio-campo. Mesmo com um atleta a menos, o Tricolor foi pra cima do rival, mas não conseguiu marcar.

O próximo jogo do São Paulo na Copinha está marcado para a terça-feira (10), às 21h, na Arena Barueri. O time enfrenta o Grêmio Barueri na última partida da primeira fase.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SERGIPE 0X0 SÃO PAULO

Local: Arena Barueri, Barueri (SP)
Data: 7 de janeiro de 2012, sábado
Horário: 21 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Alexandre Bigai Miranda (SP)

Cartões amarelos: André (10 minutos do segundo-tempo), Ricardo (45 minutos do segundo-tempo) Cartões vermelhos: Hugo Rodrigues (44 minutos do segundo-tempo)

Gols:

SÃO PAULO: Felipe; Lucas Farias, Marcelo, Carlos e Patric (Stanly); Allan, João Felipe, Mirrai (Hugo Rodrigues) e Guilherme (Matheus); Bruno Cantanhede e Ademilson. Técnico: Zé Sérgio

Melhores Momentos

Relacionados

Após 10 a 0, São Paulo decepciona e empata sem gols com o Sergipe

São Paulo tropeça no Sergipe e perde a liderança na Copinha

Sob o olhar de Leão, São Paulo só empata na Copa SP e é vaiado

Bastidores de Sergipe 0 x 0 São Paulo

***(*) ******(*)

Árbitro Denuncia Corrupção no Apito Brasileiro

06/01/2012

O árbitro Gutemberg de Paula Fonseca concedeu uma entrevista bombástica a Fernando Sampaio, da JP, falando sobre a gestão de Sérgio Corrêa da Silva como presidente da Comissão Nacional de Arbitragem e sobre a perda de seu escudo FIFA.

“Acho que voltamos aos tempos das Capitanias Hereditárias, mas na arbitragem brasileira. Não há critério (…) a não ser político, de interesse pessoal dele”, afirmou, ressaltando não entender porque perdeu seu escudo.

Ele é mentiroso, mariquinha e corrupto“, afirmou Fonseca, que ainda relatou uma pressão sofrida regularmente pelos árbitros, como a obrigação de manter contato telefônico com o presidente da comissão após a divulgação das escalas “para receber recomendações” sobre os jogos: “ele me disse antes do jogo em que o Corinthians ganhou por 5 a 1 do Goiás: é jogo do Timão, hein? O que eu posso entender com isso? Que se o Corinthians não ganha, eu posso nunca mais ser escalado“.

Sem medo de ser contestado, ele afirmou: “tenho provas e quero divulgá-las para contribuir que essa sujeirada toda seja lavada (…) tenho certeza de que quando o presidente da CBF apurar os fatos, chegará a um denominador comum e aí sim o torcedor brasileiro voltará a ter confiança nos árbitros“.

Ouça a entrevista exclusiva.

Via Jovem Pan On-Line

Dica do Aurio

Relacionados

Gutemberg detona comissão de arbitragem

Juiz carioca dispara contra Corrêa e vê corrupção na arbitragem

Ex-juiz da Fifa ataca Comissão de Arbitragem e insinua favorecimento ao Corinthians

Árbitro carioca denuncia esquema de corrupção na cúpula da arbitragem brasileira

Gutemberg de Paula promete contar bastidores da arbitragem

Excluído da Fifa, árbitro acusa dirigente da CBF de corrupção

Após perder escudo Fifa, árbitro ataca Sérgio Corrêa e denuncia ‘sujeirada’

Árbitro chama chefe de corrupto e insinua favorecimento ao Corinthians

***(*) ******(*)

Nota do blog: Não é surpresa a revelação do árbitro Gutemberg de Paula Fonseca. No final do campeonato brasileiro do ano passado, antes da penúltima rodada, a mensagem era clara ao oficializar o presidente do time da marginal como o novo diretor de seleções. Como em 2005, 2011 ficará guardado como mais um campeonato manipulado. O poder público, se é que isso existe neste pais de merda, precisa, deve averiguar essa denúncia grave. O árbitro disse que tem provas. Até quando os ladrões ficarão impunes ? Chega !