Campanha a Favor do Futebol Brasileiro

Por Odir Cunha

Quantas vezes você não assistiu a um jogo de Corinthians ou Flamengo apenas para secar? Sim, mas não faça mais isso. Pela maquiavélica divisão de cotas arquitetada pela Rede Globo, a audiência que você dá a esses dois times é que faz com que eles ganhem uma verba muito maior do que aquele para o qual você torce – o que, no máximo em dez anos, resumirá o futebol brasileiro, a exemplo do que ocorre na Espanha, a apenas dois times ricos. E aí não haverá mais o que fazer…

O caso do Corinthians é lapidar. Segundo pesquisa lance-Ibope de 2010 o alvinegro da capital tem 13% da torcida brasileira e, ao mesmo tempo, atrai o maior índice de rejeição dentre os times nacionais, com 21%. Isso quer dizer que a cada jogo do Corinthians transmitido pela tevê, há cerca de 60% mais de secadores assistindo, do que de torcedores do time do Parque São Jorge.

Resumindo: quase 70% da audiência dos jogos do Corinthians se deve a torcedores que não gostam dele. Porém, como acabam engrossando o ibope, fazem com que ele divida com o Flamengo as duas maiores cotas pagas pela Globo.

Com mais dinheiro, um time compra melhores jogadores, tem mais visibilidade na mídia, atrai mais torcedores aos seus jogos, aumenta sua torcida… – enfim, entra em uma bola de neve que o tornará, em pouco tempo, bem superior aos demais, como já acontece na Espanha. E aqui ainda há o agravante de que o poder político bajula esses dois times.

Lá, esta mesma divisão de cotas de tevê acabou com a competitividade e reduziu os clubes do País a apenas dois grandes. Real Madrid e Barcelona recebem 140 milhões de euros por ano, enquanto outros que já foram grandes, como Valência e Atlético de Madrid, ganham 42 milhões, ou exatos 30% dos dois maiores. Como contratar bons jogadores, fazer planos de marketing, aumentar a torcida com uma verba que é menos de um terço dos rivais?

Não dar ibope pra eles é a única forma de impedir o caos

A divisão de cotas feita pela Globo partiu de um princípio equivocado, político, injusto e antiético, que não levou em conta o mérito esportivo. Tevê é espetáculo e, neste quesito, as maiores atrações são os times campeões, ou que chegam às finais, ou que jogam bonito. Está provado que uma partida que vale título bate recordes de audiência, quaisquer que sejam os times envolvidos.

Em 2011, por exemplo, os recordes de audiência do futebol na tevê brasileira foram: no meio da semana, Santos e Peñarol; no horário da manhã, Santos x Kashiwa Reysol, e no domingo, Santos x Barcelona. Cadê a presença dos dois favorecidos pela Globo? Se um time não está em uma final, ou em uma competição importante, sua audiência é menor. Isto é fato.

Forçar uma reserva de mercado para dois times pretensamente mais populares é colocar o carro à frente dos bois. Por que não se dividir as cotas depois de apurados os mais bem classificados de uma competição e os índices de audiência de cada time? Por que é preciso distribui-las com antecedência, prevendo o imprevisível e correndo o risco de que as maiores verbas sejam dirigidas a equipes mal colocadas, deixando as menores para clubes que talvez briguem pelo título? Não há lógica nem bom senso nisso.

A intenção dessa Campanha não é prejudicar os dois clubes teoricamente mais populares do país, mas sim impedir que todos os outros grandes do Brasil sejam prejudicados. Pois de nada vale a estes últimos ganharem uma bolsa um pouco maior por ano. O que lhes interessa é manter suas chances de brigar por títulos, de manter sua grandeza e, com ela, a competitividade dos campeonatos – que ainda é o grande trunfo do futebol brasileiro.

Que todos os torcedores participem

Esta Campanha não se restringe aos torcedores do Alvinegro Praiano. Espero que são-paulinos, palmeirenses, vascaínos, gremistas, tricolores do Rio e da Bahia, botafoguenses, cruzeirenses, atleticanos de Minas, Paraná e Goiás, torcedores de Bahia, Santa Cruz, Fortaleza, Vitória, Ceará, Coritiba, Avaí, Figueirense, Goiás, Ponte Preta, Guarani, Portuguesa, americanos de Minas, Rio e Rio Grande do Norte, enfim, todos os outros que não são aficionados dos dois privilegiados, acatem a ideia dessa Campanha e não assistam mais a jogos de Corinthians e Flamengo.

A queda de audiência desses dois times é a única maneira de a Globo rever seus conceitos e estabelecer uma divisão de cotas mais justa, que não leve em conta apenas a popularidade de uma equipe, mas seu mérito esportivo e sua atratividade na tevê. O ideal seria que a maior parte da verba fosse destinada aos clubes mais bem classificados das competições (campeão, vive, terceiro, quarto…), o que estimularia a competitividade, a competência, a busca pelas vitórias no campo e não nos bastidores.

Não espere o apoio da grande imprensa

Essa Campanha começou ontem neste blog, se estendeu pelo twitter, facebook, orkut e está se espalhando pelo país pela Internet. É uma luta de David contra Golias. Não espere o apoio de grandes veículos de comunicação, nem mesmo dos concorrentes da Globo. Há um grande corporativismo entre eles e também entre os profissionais da área (que jornalista não tem esperança de trabalhar na Globo?).
Porém, a causa é justa e, se for bem-sucedida – o que só acontecerá com a sua ajuda e sua disposição de não assistir mais a jogos de Corinthians e Flamengo – poderá impedir o fim do futebol brasileiro como o conhecemos hoje. A decisão está nas suas mãos. Você quer que o Brasil continue com mais de dez clubes grandes, disputando títulos, participando de uma competição justa equilibrada pelo sucesso, ou tolera uma reserva de mercado antiética que restringirá nosso futebol a apenas dois times super poderosos, como na Espanha?

Pense nisso na próxima vez que empunhar o controle remoto.
Se já já está decidido a ajudar, faça sua parte: divulgue esta causa justa entre amigos e torcedores de outros clubes.

Via Blog do Guina

***(*) ******(*)

Anúncios

17 Respostas to “Campanha a Favor do Futebol Brasileiro”

  1. Felipe 6-3-3 Says:

    Eu assisto os jogos do São Paulo e só.
    Nem futebol europeu eu acompanho.

    Lina: Nem o Barcelona ?

  2. Renato Soares Says:

    Estranho o Odir Cunha criar uma campanha a favor do futebol brasileiro depois do dossiê que ele inventou a mando do Santos. Acho que ele está querendo compensar o estrago agora.
    Apesar disso, concordo com muita coisa que ele disse no texto.

    Lina: Eu também, apesar de ser uma visão do ponto de vista de um torcedor do Santos, o artigo tem muita coisa a ser considerada…

  3. Barman Says:

    Faz tempo que eu não assisto nada que tem travesti na TV.
    Agora, Lina, esse Odir Cunha é um cara complicado.
    Não gosto dele.

    Lina: Só gosta dele os que foram beneficiados pelo dossiê que ele criou.

  4. eu ja sabia Says:

    isso e logico ne

    Lina: É.

  5. Luiz Ferreira Says:

    O cara quer provar que o museu deu mais audiência que todo mundo no ano passado ?
    Assim não vai dar pra levar este “jornalista” a sério nunca !

    Lina: Essa parte foi foda. KKKKKK. Mas não vou discutir porque não sei os números.

  6. blogdoluchetta Says:

    Faltou ele colocar os valores das cotas dos times.
    Tem muita nuvem de fumaça fabricada pelo caradeareiamijada e seus asseclas da imprensa.
    Parece (digo isso porque vi no blog do paulinho) que os travecos publicaram o valor da cora de tv do ano que e o valor é de R$ 90mi. Bom, tá publicado e ninguém contestou o vaior.
    O São Paulo vai ganhar R$ 85mi, ou 82,
    A diferença nem é tão grande assim
    De resto, não assisto essas porcarias.
    ET. Que dossiê é esse?

    Lina: O tal Odir Cunha é o jornalista que fez o dossiê da unificação dos títulos brasileiros. Por isso a galera ai tá descendo a lenha. Rsrsrsrs

  7. Cesar Says:

    Comeu ou não comeu ?

    Lina: E o quê interessa isso ? Pelo amor. Desliga essa merda de TV, baralho ! KKKKKKKK

  8. Hexa Único Says:

    Lina, nós não precisamos nos preocupar com isso.
    O São Paulo é muito grande pra acabar, na questão cotas de TV, como disse o blog do Luchetta, a diferença entre galinhas e São Paulo é muito pequena.
    Não é o caso do Santos, que tem uma torcida pequena, apesar dos resultados recentes e precisa criar receitas.
    TV pra eles é essencial.
    O artigo é válido pelo argumentação, mas não reflete os interesses do Maior do Mundo.

    Lina: Com certeza. O artigo fala sobre o problema do time dele. Mas o que eu achei interessante é que ele fala de uma coisa que a gente sempre falou aqui: poder de escolha do consumidor. Por quê a gente vai assistir jogos de outras equipes, se isso engrossa o caldo da audiência alheia ? Na hora de negociar cotas de TV, esses caras levam estes números, pode ter certeza. Então, apesar de entender que o caso do Tricolor é bem diferente, a nossa posição como telespectador deve ser a mais fiel possível ao nosso clube apenas. Concorda com isso ?

  9. Edu Tricolor Says:

    O cara tem medo do Brasil virar a Espanha ?
    A Espanha é um país pequeno perto do Brasil, vários estados, com várias torcidas.
    Você acha por exemplo que o futebol gaúcho vai acabar ? O mineiro, o paranaense, o catarinense, o baiano, o pernambucano ?
    Só no Rio e em São Paulo tem 8 times que não vão acabar nunca.
    O mais próximo disso é o Palmeiras, que vive nesta decadência interminável,
    Mas é muito difícil o Brasil ter apenas 2 times.
    Desculpa cara, mas achei o texto do Odir um lixo.

    Lina: Tá bom. Eu não concordo com isso também. Achei interessante a parte que fala do comportamento de outras torcidas em relação aos dois que são, teoricamente, de maior torcida. Em todo caso, valew o comentário.

  10. Alemão Says:

    A pergunta que fica é.
    Adianta ter a segunda maior torcida e a maior rejeição entre todos os clubes do país ?
    Imagina agora depois das denúncias de corrupção na arbitragem em relação a 2010, e o último campeonato brasileiro.
    O ranking de torcidas do país na verdade é este, mas a rejeição vai aumentar ainda mais:

    1) Anti-Curica – 21%
    2) Flamengo – 18%
    3) Curica – 13%
    4) São Paulo – 9%
    5) Vasco – 6%

    Lina: Faz sentido. KKKKKKKKK. Aliás, faz sentido não, é fato.

  11. Marcelo Abdul Says:

    Como o Edu escreveu eu acho muitoooo mas muitoooo difícil ocorrer uma “espanholização” do futebol brasileiro. O Brasil é bem maior que a Espanha em território e população. Tem vários estados e culturas diferentes.Tem times tão tracionais quanto os espanhóis.

    Se a Globo quer fazer um gaúcho torcer pra um Corinthians ou Flamengo esquece. O Brasil já tem uma cultura futebolística muito forte.

    Torcedor do Bahia e Santa Cruz não vai torcer para o Flamengo ou Corinthians.

    Outra coisa. Brasileiro gosta de futebol. Independente de ser o São Caetano na final da Libertadores dá audiência. O Santos deu bastante audiência para a Globo. E ela deu uma cota de time de segunda divisão pro time da baixada.

    Sou favorável a dar a cota igual para todos os times como na Alemanha. A história do futebol brasileiro não é composta apenas por Corinthians e Flamengo. Juntando os dois dá um mundial e meio e uma Libertartadores e os outros?

    Espanholização? Só na Ellen Rocche amigo! Uhauahuahauaha!

    Lina: Com certeza o futebol não é só travecos cariocas e paulistas, aliás, eles só tem torcida, porque até o Santos tem mais história que eles dois juntos. Agora a Ellen Roche, essa é minha brimo Abdul, tira teu olho. KKKKKK

    • Helder Says:

      “Espanholização? Só na Ellen Rocche amigo! Uhauahuahauaha!”

      hahahahahahahahahahahaha

      Lina: Essa é top 3 pra mim.

  12. Helder Says:

    Então é só eu continuar o que já faço a um bom tempo, aliás esse negócio de Ibope é uma enganação, totalmente manipulado.

    Eu assino o PFC, como saberei que a grana dele vai mesmo para o Tricolor???

    Não me perguntaram nada quando assinei o pacote, se era são paulino e tal…

    Lina: Pois eu, eu já me fiz esta pergunta também. Imagino que eles saibam pela sua escolha. Talvez um relatório pouco confiável sei lá. O fato é que não é transparente o negócio, como nada que envolve o futebol nestes dias…

    • Helder Says:

      Isso é que é foda, flamerda e curica duvido que tenham mais ppv que o Tricolor, afinal o que passa de jogo desse pessoal não está escrito, logo a renda do ppv do SPFC deveria ser iguam, no mínimo, ou maior.

      Lina: A gente só vai saber a verdade, quando acabar o monopólio das transmissões. Até lá, o jogo é este, infelizmente…

  13. guina Says:

    O principal do post não é qualidade do texto em si, ou as motivações do Odir “Dossiê” Cunha, e sim as reflexões necessárias que são colocadas pelo autor. A “decisão” de escolha está nas mãos do torcedpor. o engraçado é que a grande maioria não tem noção de quem tem a arma que pode destruir as motivações da globo nas mãos:
    O CONTROLE REMOTO.
    A campanha é para o bem do futebol brasileiro. E já está dando discussões entre todas as torcidas, já é um primeiro passo para abrir os olhos da massa “ignara”!

    Lina: Isso mesmo.

  14. Sãopaulino Says:

    Calma gente! Em primeiro lugar, esse Odir Cunha deve estar à serviço de algum clube.

    Depois, as cotas de TV continuam praticamente com as mesmas % dentre os clubes. O cara-de-areia mijada falou demais, mas na verdade vai receber em torno de 10% à mais que o SPFC, vaxcú e porquinhas. E mesmo assim, é possível que esse “plus” não venha em espécie e sim na forma de espaços publicitários. Lembram que o Small andou veiculando propagandas de suas “lojas” em hor. nobre da globosta? Pois é!
    Melhor 80 milhões bem administrados do que 90 nas mãos dos sem teto.

    Lina: Está sim, a serviço do clube dele, o museu. O Santos deve R$ 40 mi para o ex-presidente, Marcelo Teixeira. Quanto aos travestis, não é o dinheiro arrecadado legalmente que mantém os caras, mas o que vem de outras fontes. Imagina que os travestis tiveram 160 jogadores inscritos na CBF no ano passado ? Quem paga o salário desses caras ? TV ? Renda de jogos ? Tem coisa errada ali cara.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: