Palavras Bonitas, Mas Insensatas

Por Aurélio Mendes (*)

Olá caros amigos leitores Soberanos, não sei se os senhores tiveram conhecimento da publicação “Arenas de Sangue”, assinada por Everaldo Gonçalves, mas vale a leitura, pois para criticarmos algo, precisamos conhecê-lo antes, não é mesmo amigo Everaldo? ( http://brasil247.com.br/pt/247/esporte/33799/Arenas-de-sangue.htm )

Como vocês puderam perceber o texto supramencionado é um tanto quanto tendencioso, pois começa citando problemas existentes nas construções de todas as obras dos estádios para a copa, para depois fixar em um único ponto: Nosso glorioso Morumbi.

O incauto subscritor daquele texto, asseverou sobre fatos de modo errôneo e mentiroso, ao mencionar que:

“Causa espanto, quando o Governador do Estado de São Paulo, o Prefeito da capital e diversas autoridades se reúnem na sede do SPFC para anunciar a construção, por uma empresa particular, sem ônus em troca da receita, da nova arena coberta do Morumbi, com um complexo hoteleiro, em zona estritamente residencial – Z1. Mas, ninguém reclama!”

O autor erra de forma patente, pois todos os envolvidos na construção da Arena Soberana afirmaram e comprovaram que tudo será custeado pela iniciativa privada, sem qualquer empréstimo do BNDES, com o aval do Banco do Brasil, como ocorrerá no Itaquerão.

O que se tem por concreto é que o Morumbi terá sua Arena construída pela iniciativa privada, com tudo bem transparente, o que demonstra cristalinamente a idoneidade da obra, diferentemente do que ocorre com o Itaquerão que JAMAIS SERIA CONSTRUÍDO COM DINHEIRO PÚBLICO, para depois ter benefícios, incentivos e isenções fiscais, que muitos teimam em dizer que não significaria investimento de dinheiro público. Uma arquibancada móvel (que a Fifa e CBF não queriam) será paga por dinheiro público, para depois da copa, ficar à disposição do time alvi-negro.

Ademais, no momento não tenho dados históricos de como fora feita a doação do terreno ao SPFC, ou se isso realmente ocorreu, pois me baseio sempre em documentos e não em singelas assertivas.

Porém, podemos afirmar que a situação da rede de esgoto é diversa do que alegado na matéria, pois o SPFC já mostrou na mídia televisiva documentação de que tudo foi e está sendo feito para acabar com qualquer transtorno que possa haver em relação ao esgoto do estádio. Dizer que o esgoto está ali poluindo águas vizinhas por culpa do SPFC é uma falácia. Além de não contarmos que muitos problemas com o esgoto da região existe por culpa dos órgãos públicos que deveriam adotar algumas medidas cabíveis para a solução dos problemas e se omite, preferindo custear obras de estádio de futebol do outro lado da cidade, lá na Zona Leste.

Devemos citar também que pleitear Direito ao sossego sob o pálio de que “As normas do Loteamento Jardim Leonor não permitem uso comercial.” é uma teratologia, pois vige no Direito de Vizinhança o Princípio da Pré-ocupação, ou seja, quem chegou em primeiro em determinado local, deve ter certa preferência, sempre dentro dos limites do razoável.

Como o SPFC poderia obedecer normas de loteamento sem que o “loteamento” existisse?

Parece que o culto e nobre jornalista se “esquece” desses “meros” detalhes, ou pior, prefere ocultá-los.

Como o Musp não tem nada a esconder, usa seu espaço para dar informações DOCUMENTADAS e não frutos de alguma mente vil.

Porém como em tudo na vida há um lado bom, concordo com o jornalista em um ponto: “O povo não é bobo, pois não vai andar nos trilhos e sim cobrar nas urnas o descaso com a coisa pública.”

Assim meus amigos, pensem na hora de votar, qual a real necessidade do brasileiro: Construir o Itaquerão ou melhorar os serviços médicos e de educação desse nosso amado país?

Como vocês podem ver e refletir, não bastam palavras bonitas, elas têm que ser sensatas. Pois mais sinceras e honestas as palavras de uma criança de cerca de 2 anos do que de um culto e nobre jornalista muito bem estudado e informado.

(*) Aurélio Mendes é  Advogado, Engenheiro Químico e de Segurança do Trabalho, e cofundador do MUSP ( Movimento União Pró São Paulo ).

http://muspmovimento.wordpress.com/

Via MUSP

***(*) ******(*)

Anúncios

17 Respostas to “Palavras Bonitas, Mas Insensatas”

  1. muspmovimento Says:

    Olá Lina
    Obrigado por republicar o texto do Musp. Lisonjeado por isso.
    Abraços
    Aurelio Mendes

    Lina: Grande Aurélio, eu que te agradeço por defender nosso clube dessa gente invejosa. Abraços

  2. Guedes Says:

    Fosse um artigo imparcial, todos os problemas de todas as arenas deveriam ter sido observados e comentados da mesma maneira.
    Mas se fez um prêambulo para depois descer a lenha no Morumbi.
    Motivação clubística mais descarada que esta, impossível.

    Lina: Guedes, descenessário dizer o que fizeram com o Privadão do Kassab em Itaquera. Dinheiro público de todas as esferas governamentais injetados na obra, sem nenhuma segurança de retorno, dinheiro a perder de vista. O clube verde, o Fasci Me Rir, pedindo a mesma facilidade para o prefeito, veja: http://veja.abril.com.br/blog/radar-on-line/futebol/o-palmeiras-quer-mais-de-kassab/ , mas o autor do artigo como você disse, mirou sua espingarda apenas para o Morumbi. E no projeto do Morumbi, não se tem a pretensão de pedir um centavo de dinheiro público. Ridículo.

  3. Luiz Tricolor Says:

    Olá, Lina e amigos do blog

    Eu raramente escrevo algo nos blogs q visito, mas ao ver o artigo desse imbecil, publicado no blog do língua “plesa” curicano, não resisti.

    Se me permitir, transcrevo aqui.

    Luiz Tricolor Disse:
    janeiro 6, 2012 às 10:45 am | Responder

    Liberdade de imprensa é ótimo.

    Pena q às vezes isso acabe derramando um amontoado de bobagens ditas numa linguagem quase erudita, para tentar dar um fundo de credibilidade à tais asneiras.

    Primeira bobagem é q o Morumbi foi doado pela prefeitura. PQP. Os Goebbels da vida não desistem, mesmo. Acham q basta insistir ad nauseum nas mentiras, q elas se tornarão verdadeiras.

    Pelo menos o dito ex-professor, ex-CPFL, ex-crescência em pessoa se identifica como amiguinho do dito cujo mimimi total, o químico (tenta a todo custo fazer o Midas, só q ao contrário: quer transformar ouro em merd@) Sérgio Santoro, doente curicano confesso.

    Prossegue na mesma linha do amigo, tergiversando (vão ao dicionário entender, curicanos) e amontoando uma série de alucinações, como se fatos fossem.

    Agora, Paulinho, o q mais me admira é vc dar espaço à essa trupe (de 2), q usam seu espaço, provavelmente financiados por interesses escusos de outras pessoas (será q eu preciso desenhar quem?), com o intuito claro de deslocar o foco das atenções e fazer cortina de fumaça.

    Meio dúbio seu posicionamento, não? Tudo bem, q o blog é seu, e vc dá espaço a quem bem entender, talvez prá fazer bombar os comentários, o q é normal aqui, em se tratando de qq assunto referente ao SPFC.

    Mas assim vc acaba se igualando a esses tipos, e pior, acaba corroborando as “verdades” deles como suas, pq vc está dando espaço.

    Pense nisso. Prá ter credibilidade, é necessário separar o joio do trigo.

    Lina: Valew Luiz. Você tem razão. Quando tem algum artigo denegrindo a imagem do São Paulo, bomba de comentários no blog do Paulinho. Infelizmente depois que o clube apresentou o projeto da reforma e modernização, os invejosos acordaram novamente, e o que tinha ficado restrito apenas ao MMT, parece que já ganhou novos adeptos. Mal sabem eles que nós estamos organizados e vamos combatê-los. Abraços e obrigado por abrir exceção e participar aqui do blog. Você é benvindo.

    • Luiz Tricolor Says:

      Valew, Lina. Agradeço a acolhida.

      Tem muitos assuntos q eu penso de forma muito parecida com a sua. Vc é criticado em alguns lugares da web, por ser “raivoso”, mas acho q vc está certo. Tem q dar porrada em mané, mesmo.
      Alguns temas nos deixam indignados, não dá prá engulir.

      A propósito…depois de responder no blog do paulinho, entrei no blog onde esse artigo do Everaldo Gonçalves foi publicado originalmente. Não consegui deixar comentário ou ele não quis publicar, claro. Mas descobri q ele e o Sérgio “Mimimi Total” Santoro são amiguinhos desde o tempo da escola. Fizeram Liceu Eduardo Prado juntos, e os 2 são septuagenários.

      O Mimimi total só não está preso por isso. Tem mais de 70 anos.

      Pois é….os bons duram pouco.

      Abraço, Lina

      Lina: Eu sei disso Luiz, tem gente por ai que não gosta, até entre os sãopaulinos existe uma certa resistência. Eu entendi isso e hoje em dia escrevo diferente, mas com o mesmo ideal. Pois é, o Santoro e o Everaldo são amigos, foi ai que eu entendi o porque do artigo. Um querendo defender o outro da possível falência pessoal, porque pelo que eu sei, está 6×0 para o São Paulo nos processos movidos pelo MMT. Será que bateu o desespero ? Abraços.

  4. Marcelo Abdul Says:

    Lina. Quero agradecer de coração o seu comentário no site do Brasil 247 depois do Sr. Orlando Santoro me ofender gratuitamente após eu escrever sobre o artigo de Everaldo Gonçalves.

    É a prova definitiva que esse movimento MMT não representa a coletividade do bairro do Morumbi. As reformas vão sair para a infelicidade desse senhor.

    Abração.

    Lina: Marcelo, depois do que ele escreveu, eu tenho dúvidas se ele é corintiano ou palmeirense. O que deu pra perceber é que a motivação está longe da cidadania e civilidade que ele adora falar no discurso. Não passa de paixão clubística. Abraços.

  5. João Luis Says:

    – O primeiro projeto de reforma do Morumbi, quando o São Paulo ainda pretendia sediar a Copa envolvia dinheiro do BNDES e utilização de uma praça pública para construção de estacionamento. O autor desse texto era contra esse projeto? E este blog, mostrou a mesma indignação que mostra ao projeto de Itaquera?

    – O terreno doado ao São Paulo era justamente uma área remanescente do loteamente que estava para ser aprovado. A foto que o autor coloca no texto acaba jogando contra e deixa isso muito claro, ao se notar o traçados das quadras já definidos.

    – Quanto a essa área remanescente, não tenho acesso a registros mas seria interessante para pesquisadores verificar sua origem exata em relação ao projeto do loteamento. No entanto, lendo o documento da doação (publicado aqui nesse blog) tudo leva a crer, devido a necessidade de intermediação da prefeitura e da existência de contrapartidas à cidade por parte do São Paulo, que se trata da área institucional – que todo loteamente deve ter, e que ná prática é pública.

    – As constrapartidas que, por sinal, não tem jeito, não foram feitas e não há como argumentar sobre isso. Talvez por isso que ele não tenha tocado nesse assunto…

    Lina: Amigo, não foi o dinheiro do BNDES que garantiu o projeto de Itaquera, mas o dinheiro da prefeitura. O São Paulo apresentou um projeto de R$ 250 milhões que não foi aceito pela FIFA e pelo COL. Eles fizeram várias alterações no projeto incial, encarecendo-o de tal maneira que o clube não pudesse pagar. Este é ponto. A diferença entre os valores dos projetos, R$ 420 milhões, é a quantia que a prefeitura investiu no Privadão. Quando o Morumbi ainda era a bola da vez, o discurso era que a prefeitura não investiria em estádios, discurso que mudou desde que o Morumbi saiu de cena. O fato de haver quadras ao redor do estádio não significa que ali obrigatoriamente deveriam ser construidas residências, se virou uma área residencial depois, os novos moradores sabiam que estavam ao lado de um estádio de futebol, ou não ? As fotos não foram incluidas no texto pelo autor, mas por este blog, diga-se. Em relação as contrapartidas, o São Paulo já ganhou uma ação movida pelo MMT sobre este assunto, portanto a justiça já deu seu parecer sobre o caso.

    • Hexa Único Says:

      Gambá querendo falar do São Paulo e do Morumbi aqui ?
      Já não basta o terreno em Itaquera, doado pela prefeitura sob a condição de construção do estádio em não sei quantos anos ?
      Não basta a construção do Itaquerão com dinheiro público ?
      Não basta o paulista de 1977, a final contra a Portuguesa e aquele árbito argentino ?
      Não basta 2005 ?
      Não basta 2010 e 2011 ?
      O terreno que hoje é estacionamento na fazendinha já foi devolvido para a prefeitura ?
      Isso é suficiente ?
      Já basta ?
      Ou quer que eu liste mais ?

      Lina: Pode listar mais se quiser. KKKKKKKKKK

      • SOBERANIA Says:

        De Rui Rey a Sveiter, de Castrilli a Gutemberg.
        De Marta Suplicy a Kassab.
        Uma história linda, pura e sem manchas.

        Já contei minha piada, quem conta outra ?

        Lina: Quando eu parar de rir eu conto a minha. KKKKKKK

    • Paulo Emílio (Piracicaba) Says:

      João bobão de novo com as suas perolas.

      Vamos lá João Bobão. Primeiro que o terreno do privadão foi doado pela prefeitura de são paulo com a contrapartida da construção um estádio pelo SMALL CLUB. Não compriu como ganhou a contrapartida da prefeitura e do governo com as arquibancadas e com o banco do brasil sendo fiador do emprestimo do BNDES, resumindo, se o governo não pagar ele mesmo, não da nada, pois o governo não vai acionar ele mesmo.

      Segundo, a doação de metado do terrono do MORUMBI foi feito por ente privado e intermediado pela prefeitura. Não fique no achismo João Bobão, vc se cotradiz ao dizer que era uma area remanescente e depois diz que não tem documento e que pesquisadores deveriam verificar. Acho que vcs se preocupam de mais com o São Paulo, mas nós ja sabemos pq e vc também sabe não é.

      Lina, estamos junto nessa batalha para desmascarar essa gente do clube mais sujo do brasil. abraço.

      Lina: Legal Paulo Piracicabano ! Entra no site do MUSP e conheça o movimento. Abraços e obrigado. _X_

    • Marcelo Abdul Says:

      Pelo jeito o João é mais um daqueles leitores assíduos do Blog do Paulinho pois essa notícia que o São Paulo queria dinheiro do BNDES foi bastante difundida por lá. Em outros veículos de comunicação de maior importância e credibilidade, não vi uma vírgula.

      O fato é que Itaquera será financiada 100% com dinheiro público da doação do terreno até o último tijolo. Querer comparar a construção do Morumbi com o Kassabão ( Lulão ou Geraldão, fica a seu critério) é uma piada. Não há nenhuma semelhança. Apesar dos detratores afirmarem que o Morumbi teve incentivo público jamais conseguiram provar o que dizem durante 50 anos. Já o Itaquerão é bem latente.

      Mas é PT. É o,Lula que pobre coitado, veio num pau de arara, mas que hoje fuma charuto cubano e come caviar.

      É Corinthians…é o povão… viva…

      Tudo pode. Tudo se justifica…

      Até roubar…

      Lina: Pois é, o Lula, que diz que o Obama deveria implementar o SUS nos EUA e que vai se tratar no Sírio Libanês. Bobinho ele…

  6. blogdoluchetta Says:

    Que coisa. Foi só o São Paulo anunciar melhorias no Morumbi que a urubuzada voltou com a corda toda.
    O cara saiu do nada para escrever esse monte de besteira?
    Tudo bem que o sujeito seja amigo do mimimi, mas já que ele foi professor de universidade podia ao menos se dar ao trabalho de apurar melhor os fatos.
    É por essas e outras que tenho cada vez menos vontade de acompanhar futebol.
    Pelo menos o cara parece ser educado, ao contrário do mimimi total e do sujeito de 6 votos. Pelas coisas que escreveu para o Abdul, o mimimi além de sem educação é fascista.
    Veja você, educação, honestidade deixaram de ser obrigação e viraram virtudes.
    Sinal dos tempos.
    Abraço

    Lina: É a crise dos valores caro Luchetta. O presidente do Mimimi clama por coisas que ele não tem: cidadania e civilidade. Eu espero que o clube guarde aquele artigo e os comentários. Seria maravilhoso ver a reação de um juiz ao ler tanto lixo escrito por um “defensor do patrimônio público”. Percebe como ele se preocupa mais com as “coisas” do que com as “pessoas” ? Eu cravo: é antigo, de extrema direita convicta, torcedor do clube verde.

  7. Goiano Tri-Hexa Says:

    Eu acabo de ter o desprazer de ler o que o Sérgio Santoro escreveu ao Marcelo Abdul.
    No mínimo, no mínimo deveria ir prestar depoimento na polícia a respeito do que disse.
    No mínimo.

    Lina: Ridículo, no mínimo cadeia, mas é como aqueles menores que se escondem sob a justiça que não pune menores de 16 anos. Neste caso, maiores de 70 são imputáveis, acho que esse é o termo jurídico, não sei.

  8. Edu Tricolor Says:

    É apenas mais um oportunista querendo aparecer as custas das glórias do São Paulo e do Morumbi.

    Lina: Se prepara porque agora que o projeto veio a público, o bloco da inveja está cheio de vontade de dar o ar da graça…

  9. Franklin Says:

    Será que tem torcedores do São Paulo em Itaquera ou na Lapa ?
    Seria interessante este tipo de atitude do outro lado, até porque um estádio está sendo construido perto de dutos da Petrobrás, com dinheiro público e o outro é em uma área residencial tão populosa quanto o Morumbi, além disso a Arena Palestra quer ser local de shows também.
    Fica a dica.

    Lina: Deve ter claro. Mas caso queiram fazer reclamações, que façam baseados na verdade e não em paixão por clube de futebol. Senão a gente fica igual o outro lado. Abraço

  10. Aurio Adriano Says:

    Parabéns pelo texto.. precisamos realmente de mais vozes para defender nossas três cores. Parabéns.

    Lina: Aurio, quem escreveu foi o Aurélio. Dá uma passada no MUSP pra conhecer o movimento ( se é que você não conhece ) e parabenizá-lo. Obrigado e abraço.

  11. Aurio Adriano Says:

    conheço o MUSP sim, tenho no face.. dei uma olhada no Brasil 247 também.. o tal de santoro é doente Lina, ele é igual aquele Rafael do Cruz de Savoia,( aquele que falou que daria o fiofó para o goleiro Marcos rindo) completamente doente, palmeirense de carteirinha, baixissimo nivel, vai perder até as calças para o SPFC. hahahaha

    Lina: Aurio, matou a charada. Será que não tem ligação entre eles ? Porque no Brasil 247 tem uns trechos citados por ele, que fazem parte da mitologia fascista, tipo: Deutche Sportive, Palestra Itália, e aquelas abrobinhas sobre o São Paulo tomar pra si essas porcarias. Tá na cara que o lixo é verde. Vai perder tudo para o São Paulo, vai ter que vender o sobrado pra pagar custas e finalmente estaremos livres.

  12. Helder Says:

    E pensar que o estudo tem como meta melhorar o ser humano, mas se nota nesses exemplos que certas coisa vem de berço e não há diploma no mundo que mude isso.

    Parabéns ao MUSP e a vc Lina por propagar e defender nosso clube. Enquanto isso em Itaquera tudo normal: dinheiro público jorrando em terreno irregularmente doado, que ironia do destino não amigos? Lembrando que esse povo invejoso falava o mesmo do Tricolor… é…

    P.S.: Molecada eliminada na primeira fase da Copinha, triste, hoje não adianta ter técnica apurada, saber tratar a bola se não existe espírito vencedor, a mentalidade dos jovens jogadores de hoje é totalmente torta, é a Geração dos Pôneis Malditos!

    P.S.2: Li de torcedores que estiveram nos jogos em Barueri e relataram que muitos dos garotos zombavam da torcida com gestos e xingando, lamentável.

    Lina: Valew Helder. De novo eliminados na primeira fase. O clube com a melhor infra-estrutura do país, não consegue jogar bem contra Sergipe e Grêmio Barueri. Triste. Se o comportamento dos jogadores com a torcida for comprovado, o São Paulo deve mandar esses moleques embora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: