Archive for outubro \31\UTC 2011

Time da CBF Envergonha Nome do País no Exterior

31/10/2011

Essa foi de doer.

Não bastasse a repulsa que a grande torcida brasileira tem pelo timinho da CBF nestes dias, agora querem exportar este sentimento mundo afora.

***(*) ******(*)

Anúncios

Vasco 0x0 São Paulo

30/10/2011

Denis não era titular do São Paulo há dois anos. Viu o goleiro Rogério Ceni fazer 132 partidas seguidas na meta tricolor. Motivos para sentir a falta de ritmo de jogo? Com toda certeza. Mas Denis provou mais uma vez que é um forte candidato ao posto do camisa 01, assim que ele se aposentar.

Na tarde deste domingo, em São Januário, o goleiro foi o principal nome do Tricolor Paulista no empate sem gols com o Vasco. Grande atuação que ficou ainda mais evidente no segundo tempo de jogo, quando Denis fez, no mínimo, três excelentes defesas e salvou o São Paulo.

Com o empate, o Tricolor segue distante da liderança, mas diminuiu a distância para a zona de classificação para a Libertadores. Com 50 pontos, apenas dois separam o time paulista do Flamengo, que perdeu na rodada para o Grêmio por 4 a 2, em Porto Alegre.

TRICOLOR CHEGA COM PERIGO

O técnico Emerson Leão confirmou o esquema escalado no coletivo da última sexta-feira e montou o São Paulo com três zagueiros diante do Vasco – João Filipe, Xandão e Rhodolfo. Na frente, o meia Marlos ganhou a disputa com Rivaldo e foi titular ao lado de Lucas e Willian.

Mesmo desfalcado, o Tricolor levou perigo ao time carioca. Primeiro com Carlinhos, que acertou uma bomba de fora da área e obrigou Fernando Prass a se esticar todo para evitar o gol são-paulino. Depois, foi a vez de Willian exigir boa defesa do goleiro vascaíno.

Sem Rogério Ceni, Denis mostrou que está pronto para jogar. O camisa 33 fez um bom primeiro tempo e teve segurança quando foi ameaçado pelo ataque rival. Um primeiro tempo bom do São Paulo, que conseguiu suprir os desfalques com vontade e determinação.

DENIS SE DESTACA

O Tricolor voltou para o segundo tempo com o mesmo ritmo de jogo, sem deixar o Vasco pressionar em seu estádio. Aos 21 minutos, Emerson Leão colocou o argentino Cañete na vaga de Marlos. Foi a segunda partida do meia com a camisa do São Paulo.

Na sequência, Rivaldo e Henrique entraram nos lugares de Willian e Lucas, respectivamente. Apesar disso, o Vasco começava a chegar com mais perigo. No entanto, o time carioca esbarrou na excelente atuação de Denis, que fez duas excelentes defesas e evitou o gol dos anfitriões.

Sem atacar muito nos últimos minutos, o Tricolor apenas se defendeu e garantiu o empate em São Januário. A equipe terminou a partida com um jogador a menos, já que o Cañete teve de ser atendido pelos médicos do clube. Empate que deixa o São Paulo na disputa por uma das vagas na Libertadores.

SEMANA LIVRE

Sem jogo no meio de semana, o técnico Emerson Leão terá tempo para treinar a equipe do São Paulo. O Tricolor só voltará a campo pelo Campeonato Brasileiro no próximo sábado diante do Bahia, em Pituaçu. No primeiro turno, vitória tricolor no Morumbi: 3 a 0, com gols de Rogério, Dagoberto e Lucas.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
VASCO 0 x 0 SÃO PAULO

Local: estádio de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 30 de outubro de 2011, domingo
Hora: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG)
Assistente: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Kleber Lucio Gil (SC)
Cartões amarelos: Rômulo e Allan (Vasco); Xandão, Wellington e Henrique (São Paulo)

VASCO: Fernando Prass; Allan, Dedé, Renato Silva e Jumar (Bernardo); Rômulo, Fellipe Bastos, Juninho Pernambucano (Nilton) e Felipe (Douglas); Éder Luís e Élton Técnico: Cristovão Borges

SÃO PAULO: Denis; João Filipe, Rhodolfo e Xandão; Piris, Wellington, Carlinhos Paraíba e Juan; Lucas (Henrique) e Marlos (Cañete); Willian José (Rivaldo) Técnico: Emerson Leão

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Denis mostra seu valor e segura um empate contra o Vasco em dia de São Januário lotado

Denis segura 0 a 0 com Vasco, mantém time vivo e ajuda Corinthians

Cortado por Leão, Cícero rebate treinador: ‘Não sou calado’ 

Vasco para em milagres de Denis, empata com São Paulo e perde ponta

Reserva de Rogério para o Vasco, e São Paulo ajuda Corinthians

Em jogo truncado, Vasco empata com São Paulo

Confusão com vascainos marca chegada da torcida do São Paulo em São Januário

Em breve serei o primeiro, diz reserva de Rogério no São Paulo

Denis celebra 0 a 0 e se apresenta como futuro titular do Tricolor

Leão revela acerto de Dagoberto com o Inter e pede dignidade ao atacante

Leão avalia empate do São Paulo como ‘mediano’

Meia do São Paulo Cañete tem lesão no joelho e será submetido a exames

Cañete deixa o jogo com suspeita de lesão no joelho

Presidente do Inter desconversa, mas praticamente confirma Dagoberto para 2012

Rhodolfo ganha faixa de capitão do Tricolor contra o Vasco

Emerson Leão exalta Denis e avalia atuação da equipe no Rio

Denis vibra com atuação: “Estou feliz para caramba”

***(*) ******(*)

Próxima Partida: Bahia x São Paulo, Brasileirão 2011, Estádio de Pituaçu, Salvador, sábado, dia 05.11 às 19h00.

Coração de Cinco Pontas

27/10/2011

Salve Soberania !

Eu tenho este CD faz tempo aqui em casa guardado, mas ainda não tinha ouvido. Ontem decidi dar alguma atenção pra este trabalho do Hélio Ziskind e que grata surpresa.

É simplesmente emocionante. Trata-se da história do São Paulo contada através de uma viagem musical no tempo.

Vale a pena ouvir, principalmente nestes dias de baixo astral…

.

***(*) ******(*)

Libertad 2×0 São Paulo

27/10/2011

O São Paulo está fora da Copa Sul-Americana. Após vencer o Libertad no primeiro jogo por 1 a 0, no Morumbi, o Tricolor foi derrotado pelos paraguaios por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, no estádio Dr. Nicolás Leoz, pelas oitavas de final da competição continental.

No início do primeiro tempo, o Libertad abriu o placar em cobrança de pênalti, após o árbitro marcar falta de Luis Fabiano na área. No segundo tempo veio o gol da eliminação. Agora, o Tricolor terá de conseguir uma vaga na Libertadores de 2012 no Campeonato Brasileiro, no qual a equipe é atualmente a sexta colocada, com 49 pontos.

RIVAL ABRE O PLACAR

O técnico Emerson Leão escalou o time com surpresas neste retorno ao clube. No meio de campo são-paulino, Carlinhos e Marlos ganharam uma chance. Com isso, Denilson e Cícero ficaram como opções no banco. Tricolor mais ofensivo em busca da classificação.

Em campo, o Libertad fez valer o fato de estar jogando em casa e partiu para cima. Aos nove minutos, o árbitro marcou falta de Luis Fabiano em Maciel dentro da área. Na cobrança do pênalti, Aquino não deu chances para o goleiro Rogério Ceni.

Minutos depois do gol, aos 14, o São Paulo poderia ter empatado. Dagoberto deu ótima assistência para Piris, que acertou a trave. Do outro lado, Juan teve uma boa chance, mas chutou em cima do goleiro Medina. Apesar da derrota parcial, o Tricolor fez um bom primeiro tempo.

DERROTA E ELIMINAÇÃO

Na volta do intervalo, Emerson Leão fez a primeira mudança na equipe. Luis Fabiano ficou no vestiário e Fernandinho entrou em seu lugar. Com a mudança, Dagoberto foi deslocado para atuar como referência, com Fernandinho e Marlos abertos pelas pontas.

Com mais posse de bola, o Tricolor chegou ao empate com Rhodolfo, aos 19, mas o árbitro assinalou impedimento do zagueiro. No entanto, quem chegou ao gol foi novamente o Libertad. Aos 22 minutos, Nuñes, impedido, soltou a bomba para marcar o segundo dos paraguaios.

Precisando de um gol para se classificar, Cícero entrou no lugar de Marlos. Aos 33, Rogério Ceni, com dores no tornozelo esquerdo, deixou o jogo para a entrada de Denis. E ficou nisso. O Tricolor não conseguiu marcar um gol, que daria a classificação ao time, e está fora da Sul-Americana.

BRASILEIRO

Após a partida pela Sul-Americana, o São Paulo voltará a pensar no Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, o Tricolor vai ao Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco. Para este jogo, Leão não poderá contar com Dagoberto, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
LIBERTAD 2 X 0 SÃO PAULO

Local: estádio Nicolás Leoz, em Assunção (Paraguai)
Data: 26 de outubro de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)

Árbitro: Wilmar Roldán (Colômbia)

Assistentes: Eduardo Díaz e Wilson Berrio (ambos da Colômbia)
Cartões amarelos: Maciel, Benegas, Bonet e Canuto (Libertad); Luis Fabiano, Wellington e Rhodolfo (São Paulo)

Cartão vermelho: Juan (São Paulo)

Gol: LIBERTAD: Sergio Aquino (pênalti), aos nove minutos do primeiro tempo; Ariel Núñez, aos 22 minutos do segundo tempo

LIBERTAD: Medina; Bonet, Benegas, Canuto e Samudio; Víctor Ayala (Pouso), Víctor Cáceres Sergio Aquino e Maciel (Civelli); Velázquez (Gamarra) e Ariel Núñez
Técnico: Jorge Burruchaga

SÃO PAULO: Rogério Ceni (Denis); Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Carlinhos Paraíba, Lucas e Marlos (Cícero); Dagoberto e Luis Fabiano (Fernandinho) Técnico: Emerson Leão

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Choque de Leão não resolve e o São Paulo é eliminado com derrota

Nem Leão salva! São Paulo perde e é eliminado pelo Libertad

Luis Fabiano vira vilão, e São Paulo é eliminado da Sul-Americana na estreia de Leão

Após ser expulso, Juan diz foi chamado de macaco pelo árbitro e reclama de covardia

Luis Fabiano comete pênalti e deixa partida no intervalo com lesão na coxa

Expulso no fim, Juan diz que foi chamado de “macaco” pelo árbitro

Leão não resolve e São Paulo é eliminado com derrota para o Libertad

Na estreia de Leão, São Paulo mantém marasmo, perde do Libertad e está fora da Sul-Americana

Após gol mal validado, Juan acusa árbitro de racismo

Após queda, Leão cobra mais jovens e ressuscita o ‘cascudo’

Leão ruge contra garotos e Fabuloso mira Libertadores

Eliminado, Leão usa raça do Libertad como exemplo ao São Paulo

Após queda, Leão projeta mudanças e não descarta São Paulo ‘simples’

Luis Fabiano sobre fase do São Paulo: ‘Assim não dá!’

Rogério Ceni admite: “A dor é muito forte”

“Momento é de trabalhar na base do diálogo”, diz Leão

Leão perde Luis Fabiano; Rogério é dúvida contra o Vasco

Juan se revolta com expulsão: “Fui expulso sem motivo nenhum”

Maurren conquista o tricampeonato Pan-Americano

***(*) ******(*)

Próxima Partida: Vasco x São Paulo, Brasileirão 2011, São Januário, Rio de Janeiro, domingo, dia 30.10 às 16h00.

Torcer Com Inteligência

26/10/2011

Quando o Muricy Ramalho era treinador do Tricolor, a reclamação recorrente era: “Meu, não aguento mais tanto chuveirinho na área”, “Até quando vamos ter que conviver com esse futebol ridículo ?” ( e nós fomos três vezes campeões brasileiros consecutivos com aquele futebol ), “É o rei do morre-morre” ( por causa do seu azar na Libertadores ).

O que se vê atualmente é a torcida arrependida até o último fio de cabelo com saudades. Sim porque sem ele, o Tricolor não se acertou mais. Fazem até planos pra secar o Santos no Mundial Interclubes em dezembro, pra que então o treinador livre de compromissos, volte para o clube que o consagrou.

Bem provável que estes que hoje querem a sua volta, sejam os mesmos que se revoltavam contra ele nas arquibancadas e nas discussões nesta mesa de bar virtual chamada blogosfera.

Quem era o problema, hoje é a solução.

Agora vamos trazer isso pra questão política. Não é o caso de fazer o papel de advinho. Mas vamos dizer que o Juvenal recusasse o terceiro mandato e o presidente do São Paulo fosse outra pessoa.

Sabe o que iriam dizer ? Que o Juvenal deveria ter continuado, que foi um grande erro tê-lo deixado abrir mão de um terceiro mandato mesmo que contra o estatuto do clube, que com ele, mesmo que centralizador, teríamos tido mais sorte e etc. …

As pessoas são assim quando estão face a grandes decepções, traçam um retorno imaginário no tempo, tentando advinhar como seria, se tivessem tomado outra direção.

Amigos, não existe o “se” e nem o túnel do tempo. O que temos é o Juvenal ( e não se trata de defendê-lo ), o Leão e este monte de chinelinhos que precisam acordar pra vida.

Não podemos deixar nos dominar pelo baixo astral e pelo que escrevem alguns “PAGOS” da crônica esportiva. Seus espaços virtuais são como becos escuros e mal-cheirosos, frequentados pelo sub-mundo do futebol, cartolas que ávidos por elogios públicos, procuram os teclados de aluguel para manipular o jogo a seu favor.

Elogiam os canalhas e tentam humilhar os que trabalham. Não ouço e não leio mais este tipo de lixo.

Eu me apego na esperança de ver meu time de volta ao seu lugar de vencedor.

E tenho plena convicção que isto vai acontecer em breve. E esta certeza vem do fato de que existe no nosso amado clube, resignação com os próprios desvios, nas palavras de João Paulo de Jesus Lopes:

“É óbvio que os dirigentes cometem  seus erros, não me excluo. É possível que tenhamos cometido erros. Mas  dentro da subjetividade dessas ocorrências que fogem ao controle”.

Em qualquer lugar onde há problemas, o primeiro passo é admitir que algo está errado, é preciso esvaziar-se de si mesmo, para então recomeçar.

E o novo tempo no São Paulo tem início hoje, no Paraguay, rumo a um título inédito.

Libertadores 2012, eu acredito.

Relacionados

São Paulo decide vaga na Sul-Americana contra o Libertad (PAR)

***(*) ******(*)

Todo Mundo Sabe…

25/10/2011

Após perder para o Goiás, pela série B do campeonato brasileiro, a torcida do Sport se exaltou. A Ilha do Retiro virou cenário de guerra, com o ônibus do clube sendo apedrejado.

No auge da irritação, o diretor de futebol do Sport deu a seguinte declaração:

E não é verdade ?

***(*) ******(*)

O São Paulo Futebol Cascudo Está de Volta

24/10/2011

Salve Soberania !

Quem acompanha o blog sabe que desde a saída do técnico Ricardo Gomes, o nome do técnico Emerson Leão sempre foi lembrado por aqui.

O problema do Tricolor, é aquilo que chamam de “zona de conforto”.

Muitos jogadores do time estão vivendo a glória de suas conquistas pessoais: assinar com um clube gigante, onde o mês tem 30 dias, ótimos salários e estrutura. O ápice da carreira. A tendência, é a acomodação.

Tirar os jogadores do São Paulo deste lugar vizinho ao fracasso ( o time está em sexto lugar na tabela de classificação ), é tarefa para treinadores com pulso firme, enérgicos e disciplinadores.

Dentre os que passaram pelo clube na era pós-Muricy, o Carpegiani talvez tenha sido o que mais se aproximou deste perfil, coincidentemente, foi com ele que o São Paulo teve seu melhor desempenho no ano: 5 vitórias seguidas no início do campeonato brasileiro.

Portanto, a escolha de Emerson Leão para o comando técnico do time neste momento em que “precisamos” terminar o campeonato no G4, é acertada.

O técnico assina um contrato de risco até dezembro, com possibilidade de extensão.

Benvindo e boa sorte !

Leão no São Paulo:

Aproveitamento:
45 jogos, com 27 vitórias, 12 empates e apenas seis derrotas – aproveitamento de 68,8% dos pontos disputados.

Média:
Desde a sua saída, nenhum técnico teve desempenho melhor no comando do São Paulo. Muricy Ramalho, tricampeão brasileiro, fez 64,4%. Paulo César Carpegiani, que treinou o time em 2011, obteve 66,6%.

Estreia:
8/9/2004: Paraná 0 x 2 São Paulo (GOLS: Rodrigo e Danilo).

Maior vitória:
28/9/2004: São Paulo 7 x 0 Paysandu (GOLS: Cicinho (2), Nildo, Grafite (2), Souza e Jean Carlos)

Títulos:
Campeonato Paulista de 2005 – 19 jogos, 14 vitórias, 3 empates e duas derrotas – aproveitamento de 78,9%.

Clássicos:
Contra as equipes grandes de São Paulo, Emerson Leão disputou oito jogos no comando do São Paulo – quatro vitórias, três empates e uma derrota – 62,5%.

Último jogo:
17/4/2005: Mogi Mirim 1 x 2 São Paulo (GOLS: Grafite e Souza).

Relacionados

Emerson Leão é o novo técnico do São Paulo

Emerson Leão: desempenho de campeão no Tricolor

Émerson Leão é o novo técnico do São Paulo

Emerson Leão dirige o time contra o Libertad e diz: “Vou à luta”

Pró-Memória: Marco Aurélio faz críticas a Juvenal e sugere Leão para técnico do São Paulo

Leão: a melhor opção do momento

Antes do treino, Emerson Leão conversa com grupo tricolor

Emerson Leão comanda primeiro treino no Tricolor

***(*) ******(*)

São Paulo 0x0 Coritiba

24/10/2011

A rodada começou favorável para o São Paulo, que voltaria de vez a brigar pelas primeiras colocações se vencesse o Coritiba, na tarde deste domingo, no Morumbi. Mas no meio do caminho tinha o goleiro Vanderlei, que parou o ataque Tricolor e evitou a reação são-paulina.

Com o 0 a 0, o São Paulo ficou ainda mais distante da liderança do Campeonato Brasileiro, já que o líder Vasco venceu o Bahia, fora de casa. Com 49 pontos, o Tricolor está a oito da equipe carioca, que será a próxima adversária no Brasileiro, no próximo domingo, em São Januário.

NADA DE GOL

Sem poder contar com o volante Denilson, suspenso, o técnico interino Milton Cruz escalou Casemiro no meio de campo são-paulino. Diferente dos últimos jogos, o camisa 8 atuou mais recuado, dando apoio a Wellington na marcação.

Durante toda a primeira etapa, o Tricolor criou mais chances de gol do que o Coritiba. Logo aos oito minutos, Luis Fabiano fez ótima jogada e tocou para Juan. O lateral fintou o adversário, mas na hora da finalização, de direita, chutou para fora.

Aos 19, novamente Luis Fabiano lançou, Lucas aproveitou o vacilo da zaga e arrancou com a bola. Na saída do goleiro Vanderlei, o garoto tentou um toque de cobertura e chutou para fora. Lá atrás, Rogério fez o seu trabalho quando exigido. Já no último lance do primeiro tempo, Fabuloso chutou a queima roupa e Vanderlei fez outra boa defesa.

VANDERLEI SALVA O CORITIBA

Na volta do intervalo, Milton Cruz colocou Marlos na vaga de Lucas. E foi o camisa 11 responsável pelo primeiro lance de perigo no segundo tempo. Aos oito minutos, Marlos soltou a bomba e Vanderlei ótima defesa. No rebote, Juan também tentou fazer o gol.

O goleiro do Coritiba, por sinal, passou a ser um grande personagem no jogo, evitando em diversos lances o gol tricolor. Marlos, Dagoberto, Luis Fabiano… todos tentaram, mas Vanderlei continuou salvando o time alviverde no Morumbi.

Aos 27, Casemiro e Cícero deixaram o jogo para as entradas de Jean e Fernandinho, respectivamente. O São Paulo continuou tentando de todas as maneiras possíveis, mas Vanderlei estava em uma tarde inspirada. Ruim para o São Paulo, que ficou no empate sem gols no Morumbi.

SUL-AMERICANA

O Tricolor dará uma pausa no Campeonato Brasileiro e voltará suas atenções para a Sul-Americana. Na próxima quarta-feira (26), no Paraguai, o São Paulo enfrentará o Libertad, pela segunda partida das oitavas de final. No primeiro jogo, que aconteceu no Morumbi, Luis Fabiano garantiu a vitória por 1 a 0.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 0 CORITIBA

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 23 de outubro de 2011, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Renda: R$ 352.044,00
Público: 15.148 espectadores
Árbitro: Jailson Macedo Freitas (BA)

Assistentes: Belmiro da Silva e Raimundo Carneiro de Oliveira (ambos da BA)
Cartões amarelos: Dagoberto (São Paulo); Rafinha, Leonardo, Willian e Everton Costa (Coritiba)
Gols: –

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Casemiro (Jean), Lucas (Marlos) e Cícero (Fernandinho); Dagoberto e Luis Fabiano Técnico: Milton Cruz

CORITIBA: Vanderlei; Jonas, Emerson, Jéci e Lucas Mendes; Willian, Léo Gago, Everton Costa (Davi) e Rafinha; Marcos Aurélio (Anderson Aquino) e Bill (Leonardo)
Técnico: Marcelo Oliveira

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Dirigente tricolor diz que respeita Verdão e rejeita Felipão

São Paulo fica no 0 a 0, ouve gritos de ‘timinho’ e praticamente dá adeus ao título

São Paulo para em goleiro do Coritiba e amplia jejum no Brasileiro

Tricolor tropeça no Coxa e chega a sete jogos sem vitória no Brasileiro

São Paulo falha na frente, só empata com Coritiba e amplia série negativa

Empate e vaias deixam Ceni contrariado na saída de campo

Sem emoção, São Paulo apenas empata com o Coritiba

Luis Fabiano define novo tropeço do São Paulo em casa: ‘Decepcionante’

Diego Souza e Fagner recebem o terceiro cartão amarelo e não enfrentam o São Paulo

Dagoberto leva terceiro amarelo e não enfrenta o Vasco

São Paulo empata com o Coritiba e sai vaiado do Morumbi

São Paulo empata em casa e aumenta jejum de vitórias

São Paulo empata com o Coritiba no Morumbi e aumenta jejum no Brasileirão

Troquei o Lucas por opção, confessa Milton Cruz

Milton Cruz atribui má fase de Lucas a cansaço e cita Kaká para defender jovem

Dagoberto fica em silêncio sobre assinatura de pré-contrato com Inter

Após empate, são-paulinos deixam o campo com ‘silêncio’ e críticas

Internacional reforça busca por Dagoberto

Milton Cruz culpa ‘entrosamento’ por jejum no São Paulo

Milton Cruz minimiza má fase de Lucas no São Paulo 

10 meses depois, nem time existe

Dagoberto se cala e deixa dúvidas sobre saída para o Inter; SP não crê em acerto

Milton Cruz vira ‘faz-tudo’ e até dobra turno para tentar salvar ano do São Paulo

No Tricolor, ordem é tirar responsabilidade da diretoria por má fase

Juntos, Lucas e São Paulo afundam no segundo turno e veem título bem longe

Jogadores aceitam protesto e cobrança dos torcedores

São Paulo não para de decepcionar

Diretor do São Paulo pede mais malícia e projeta reforços

Dirigente vê Tricolor bonzinho, mas Dagoberto dispara contra gramado

Após tropeço em casa, Tricolor vive realidade: título é difícil

Diretor do Milan observa jogadores no Brasil e mira Casemiro e Paulinho, diz jornal

São Paulo tem vantagem sobre Flu na briga por vaga na Libertadores, segundo matemático

São Paulo quer anunciar nesta semana empresa que construirá cobertura do Morumbi

***(*) ******(*)

Próxima Partida: Libertad x São Paulo, Copa Sul-Americana 2011, Nicolás Leoz, Assunção, quarta-feira, dia 26.10 às 21h50.

Porradaria

21/10/2011

.

.

***(*) ******(*)

Demorou Mas Saiu. E Foi Um Golaço !

21/10/2011

Vários ângulos do golaço do Fabuloso. O passe ? Foi do Dagoberto…

Renova JJ !

***(*) ******(*)

São Paulo 1×0 Libertad

20/10/2011

São nos momentos difíceis que os grandes jogadores aparecem. Luis Fabiano ficou sete meses se recuperando de uma grave lesão. Demorou quatro jogos para fazer seu primeiro gol e as críticas já começaram a parecer para Fabuloso.

Mas o camisa 9 faz jus ao apelido. Ele voltou. O dono da 9 voltou. Depois de tanta espera e ansiedade, Luis Fabiano fez o primeiro gol no retorno ao São Paulo e de quebra garantiu a vitória sobre o Libertad (PAR) por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, no Morumbi.

Com o resultado, o Tricolor jogará pelo empate no jogo da volta pelas oitavas de final da Sul-Americana. São Paulo e Libertad se enfrentarão no próximo dia 26 de outubro, no Paraguai. Quem avançar de fase pegará a LDU, do Equador, nas quartas de final.

NADA DE GOL
Na volta ao cargo de técnico interino do São Paulo, Milton Cruz contou com os retornos de Juan e João Filipe, que estavam suspensos na última rodada do Campeonato Brasileiro. Com isso, a equipe que entrou em campo diante do Libertad foi praticamente a mesma do último jogo.

Lá na frente, o trio ofensivo foi composto por Lucas, Dagoberto e Luis Fabiano. Eles foram municiados por Wellington, Denilson e Cícero. E foi justamente do camisa 16 o primeiro lance de perigo. Aos 16 minutos, ele aproveitou o rebote e soltou a bomba, obrigando o goleiro paraguaio fazer difícil defesa.

O primeiro tempo não teve muitos lances de perigo. Nem para o São Paulo, nem para o Libertad. Mas, em casa, o Tricolor foi mais ao ataque. E quase abriu o placar com Rhodolfo, que cabeceou muito perto do gol. Porém, na etapa inicial, foi apenas isso.

FABULOSO DECIDE
O segundo tempo começou com o Tricolor no campo adversário, mas ainda sem encaixar um ataque de perigo. Lá atrás, Rogério Ceni teve de salvar o time, aos 13 minutos, quando os paraguaios chegaram com perigo dentro da área e o goleiro fez ótima defesa.

Aos 17, Milton Cruz fez as primeiras alterações. Colocou Marlos e Casemiro nos lugares de Cícero e Denilson, respectivamente. As mudanças deixaram o São Paulo ainda mais no ataque, pressionando o adversário.

E são nessas horas que aparecem os artilheiros. E apareceu em dose dupla no Morumbi. Com um toque sútil de cabeça de Dagoberto, Luis Fabiano dominou dentro da área e soltou a bomba para marcar seu primeiro gol neste retorno ao clube. Explosão da torcida. No fim, Rivaldo entrou no lugar de Lucas. Vitória são-paulina. Festa para Fabuloso.

REAPRESENTAÇÃO
O elenco são-paulino se reapresentará na tarde desta quinta-feira, no CT da Barra Funda. A equipe voltará suas atenções para o Campeonato Brasileiro. No próximo domingo, o São Paulo enfrentará o Coritiba, no Morumbi. No primeiro turno, vitória tricolor: 4 a 3 no Couto Pereira.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 LIBERTAD

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 19 de julho de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Público: 7.910 pagantes
Renda: R$ 166.516,00
Árbitro: Jorge Larrionda (Uruguai)

Assistentes: Mauricio Espinosa e Carlos Pastorino (ambos do Uruguai)
Cartões amarelos: Juan e Wellington (São Paulo)

Gol: SÃO PAULO: Luis Fabiano, aos 31 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Denilson (Casemiro), Wellington, Lucas (Rivaldo) e Cícero (Marlos); Dagoberto e Luis Fabiano
Técnico: Milton Cruz

LIBERTAD: Medina; Bonet, Benegas, Canuto e Samudio; Víctor Ayala, Pouso (Cáceres), Sergio Aquino e Civelli; José Ariel Núñez (Maciel) e Robin Ramírez (Menendez) Técnico: Jorge Burruchaga

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Luis Fabiano e São Paulo encerram jejum com vitória sobre Libertad

Fabuloso decide e São Paulo vence o Libertad na Sul-Americana

Luis Fabiano desencanta, salva má atuação e São Paulo vence o Libertad

Luis Fabiano marca, e São Paulo vence pela Sul-Americana

Luis Fabiano espera que 1º gol e vitória deem ‘um pouco de fôlego’ ao São Paulo

Luis Fabiano comemora o gol: ‘Demorou, mas saiu!’

Luis Fabiano supera dores e considera gol uma prova de superação

Milton Cruz diz que teve mais ‘sorte’ que Adilson e projeta São Paulo ideal em 2012

Após primeiro gol, Luis Fabiano fala em superação e vê ‘um pouquinho de fôlego’ após vitória

Luis Fabiano diz que quase saiu no intervalo por sentir dores

Dor no tórax de Luis Fabiano não preocupa médico do São Paulo

João Paulo de Jesus Lopes critica desempenho são-paulino

Milton Cruz projeta São Paulo ‘ideal’ só em 2012

Milton Cruz minimiza sua importância em vitória: ‘Tive sorte, e a bola entrou’

Milton Cruz define sua diferença em relação a Adilson: sorte

Luis Fabiano vibra com volta do ‘corte do gol’

Rapidinhas do Tricolor: Quem quer interino como técnico é inimigo

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Coritiba, Brasileirão 2011, Morumbi, São Paulo, domingo, dia 23.10 às 16h00.