Archive for 27 de setembro de 2011

Desviando o Foco

27/09/2011

Acredito que os amigos do blog tomaram conhecimento do artigo intitulado: “Os sucessivos erros de Juvenal Juvêncio. Paga o preço da ambição de ser presidente eterno no São Paulo. Pior para o clube…”, do jornalista Cosme Rímoli.

Cabe uma argumentação do ponto de vista do torcedor, sobre alguns pontos deste artigo. A começar pelo final, onde o jornalista faz uma comparação esdrúxula ao ligar a figura do ex-presidente corinthiano, sr. Alberto Dualib com o atual presidente do São Paulo por causa do seu terceiro mandato.

O presidente do São Paulo foi eleito em 2006 para o seu primeiro mandato nesta oportunidade,  sendo re-eleito em 2008 para um segundo mandato maior, de 3 anos. Em abril de 2011, foi novamente eleito para mais um mandato, o segundo do ponto de vista jurídico, já que o segundo do ponto de vista cronológico, teria sido o primeiro juridicamente, visto que teve seu tempo de duração aumentado de 2 para 3 anos.

Assim, a comparação é pobre. Primeiro porque todas as alterações no estatuto foram feitas através de votos no conselho. Segundo porque até mesmo o tempo em que um ocupou e o outro ocupará no poder não são equivalentes, nem se aproximam. O presidente do rival, foi presidente do seu clube durante 15 anos, o máximo de tempo que JJ poderá alcançar no clube como presidente nesta passagem será de 8 anos respectivamente, portanto, pouco mais que a metade do tempo do seu colega alvi-negro.

Como a história dos outros pouco me importa, vou me apegar ao perfil do nosso presidente. JJ nunca foi flagrado em conversas telefônicas relacionadas a Máfia do Apito. Não existem escândalos financeiros em sua gestão e pelo que consta, não existe nenhuma relação do São Paulo com nenhum parceiro que investe no clube dinheiro de origem duvidosa, muito menos mafiosa.

O São Paulo não comprou briga com o time da marginal, como citado em outro ponto do artigo. Em 2009 fez valer seu direito, ao destinar 10% da carga de ingressos para a torcida visitante no campeonato paulista. Estava no regulamento do campeonato, mas como retaliação, o presidente do rival proibe desde então, sua equipe de jogar no Morumbi.

A grande verdade é que não foi bem idéia do presidente corintiano e todos sabem disso. Outros clubes de São Paulo como Palmeiras e Santos, que não tiveram nada a ver com o ocorrido, também não jogam porque cumprem “determinações”, como foi revelado pelo treinador do Palmeiras Luis Felipe Scolari e pelo seu goleiro Marcos.

E por quê isto é assim ? Revanchismo barato.

O caso Madonnão é bem conhecido, o dirigente da FPF e a entidade foram condenados por queixa infundada, conforme artigo 221 do código brasileiro de  justiça desportiva ( oferecer queixa infundada ou dar causo, por erro grosseiro ou sentimento pessoal ), pena: de 90 a 360 dias de suspensão e multa de R$ 1 a R$ 10 mil. O dirigente pegou gancho de 90 dias e a FPF pagou multa de R$ 10 mil.

Portanto, se a justiça desportiva condenou o desafeto, fez bem o São Paulo em cortar relações com quem colocou em dúvidas sua honra. Importante ver a posição do São Paulo neste vídeo bem esclarecedor.

Ao mesmo tempo em que ocorria esta condenação, JJ se unia ao Fábio Koff na eleição do clube dos 13, contrariando os interesses do imperador e da globo, que por sua vez, ao ver naufragar o plano de eleger um homem da sua confiança na presidência do C13 e negociar os direitos de transmissão do campeonato brasileiro nos próximos anos conforme seus interesses, teve que negociar separadamente com cada clube após a re-eleição do Koff.

Todos ganharam mais dinheiro da TV por causa das novas cotas negociadas e isto se deve em grande parte aos esforços do JJ, mas claro, o jornalista não vai revelar isto em seu artigo, afinal trata-se de apenas bater no presidente sãopaulino.

O cenário se complica então para o clube que não se enverga. Presidente da federação condenado por queixa infundada, Koff reeleito contrariando RT e globo, e um aproveitador à espreita, esperando para dar o bote. Natural que todos se unissem para se levantar contra os interesses do Soberano Tricolor.

De forma conjunta então, se formula os pontos do grande embargo a Cuba Tricolor ( sim amigos, hoje somos uma ilha: cercados de beijadores de mão e incompetentes por todos os lados ):

– Expandir a retaliação ao Morumbi para os demais grandes times de São Paulo;

– Tirar o Morumbi da copa e construir outro estádio;

– Impedir que shows ocorram no estádio sãopaulino, através de denúncias de um testa de ferro local e sua ONG de fachada, tentando trazer problemas financeiros ao clube e fazendo com que mude sua atitude política, considerada por eles arrogante;

– Impedir que o clube ganhe novos títulos usando todos os poderes possíveis: convocações, arbitragens, tribunais e tudo o mais que for necessário.

Mas claro, estas coisas que fazem com que o São Paulo não consiga títulos e que é uma das razões das críticas do jornalista, não foram mencionadas no artigo, afinal trata-se de demonizar o único presidente Tri-Campeão Brasileiro consecutivo da história do campeonato brasileiro.

Finalizo meu post deixando a seguinte reflexão e questionamento aos leitores.

Não é estranho que um artigo como este surja logo agora que o queridinho da máfia perdeu o primeiro lugar no campeonato e depois de mais uma trapalhada do presidente gambá com o Dagoberto e o Santos ?

Desvio de foco ?

Vai saber…

***(*) ******(*)

Anúncios

Soberano 2 – Três Vezes no Topo do Mundo

27/09/2011

Minha Escolha

Faltava este filme.

Assim como faltam, ainda, especiais sobre as Libertadores e os Mundiais de 92 e 93 que devem ser feitos separadamente, um pra cada conquista; um documentário sobre a história do São Paulo, sua fundação em 1930 e reinício em 1935 após problemas de ordem política, mostrando a história do clube, que nós conhecemos bem mas que precisa ser contada de maneira oficial.

Gostaria de ver também algo sobre o Morumbi. Imagens, vídeos se houver sobre este templo que eu costumo chamar de “um troféu a céu aberto”, que é sem sombra de dúvidas o monumento da nossa grandeza. Uma homenagem feita em concreto para os fundadores e idealizadores deste clube.

Deveriam ser feitos, ainda, especiais com os grandes jogadores e treinadores, sua história de vida e como chegaram a se tornar ídolos do clube.

Passaporte

Garanto que venderia muito DVD.

Sobre o novo filme Soberano 2, tema do post, novamente a interatividade vai ser parte crucial do documentário, onde o torcedor pode contar em vídeo, como foi viver este momento, o que fazia, o que sentiu e como comemorou esta conquista única.

O São Paulo mais uma vez abre espaço para o seu torcedor participar da sua história.

Eu acho isso sensacional.

É possível, além de participar em vídeo, escolher qual a capa do DVD. Existem 6 layouts que foram colocados em votação. O layout escolhido será o ponto de partida para o trabalho a ser realizado.

De cara, quando vi todas as opções eu já escolhi a opção 5, que remete àquela bola do Gerrard em que o M1TO defendeu no ângulo e que, neste ponto de vista, é o grande momento daquela conquista.

Mas gostei do passaporte com os três carimbos de 92,93 e 2005.

Acho que não preciso falar mais nada.

O site do filme com informações é este, mande seu vídeo, escolha o pôster, isso é só pra NOI_X_ !

http://www.filmesoberano.com.br/soberano2/index.php

Relacionados

São Paulo convoca torcida para produzir filme do Mundial de 2005

São Paulo FC e G7 Cinema anunciam produção de “SOBERANO 2 – A Heroica Conquista do Mundial de 2005”

Vídeo: São Paulo lança filme “Soberano 2”, sobre conquista do Tri Mundial

‘Soberano 2’ vai retratar a conquista do Mundial de 2005 

***(*) ******(*)