Archive for 25 de setembro de 2011

Botafogo de Palha 2×2 São Paulo

25/09/2011

Salve Soberania !

Convicção é qualidade ou defeito ?

Pode ser qualidade quando se tem convicção baseada em um fato concreto. Por exemplo. Eu estou convicto que tomar dois litros de água por dia fazem bem a saúde e por isso não deixo de fazê-lo sempre que possível, afinal é cientificamente comprovado que isso ajuda a reduzir as toxinas do organismo e etc.

Mas pode ser defeito quando por vaidade talvez, a convicção não permite enxergar o óbvio: o Rivaldo tem que ser titular. Ou alguém acha que o Marlos é melhor que o Rivaldo seja na posição que for ?

Tinhamos desfalques, João Filipe, Casemiro e Dagoberto, mas mesmo assim eram nítidos os problemas que o Tricolor tem com algumas peças que são titulares deste time. As laterais não funcionam. Hoje, Juan e Piris estavam péssimos. O Piris é ótimo marcador mas peca no apoio ao ataque. O Juan, sinceramente, não serve pra jogar no São Paulo, nem para o banco serviria.

O Lucas não pode jogar sozinho no ataque. Enquanto não temos o Luis Fabiano no time, quem deve jogar na área é o Rivaldo ou no mínimo o Henrique.

Meu time com as peças que temos hoje, jogaria no 4-2-2-2 dessa forma:

RC, Piris, Rhodolfo, João Filipe e Carlinhos Paraiba.

Denilson e Wellington.

Lucas e Dagoberto.

Luis Fabiano e Rivaldo.

No caso de algum problema com Lucas, Dagoberto ou Rivaldo, o Cícero entraria pra substituir qualquer um deles, porque ele é coringa do meio ao ataque. Na falta do Fabuloso por exemplo, jogariamos como hoje no segundo-tempo, Rivaldo e Henrique na frente, com o Rivaldo saindo mais da área buscando o jogo.

O que vocês acham ?

Viagens táticas a parte, já que cada torcedor é um técnico e tem seu time ideal, o que vimos hoje no Engenhão foi mais um dia M1TOlógico que vai entrar para a história do MAIOR GOLEIRO QUE JÁ EXISTIU no futebol mundial.

Me emociona até falar desse sujeito porque ele é predestinado. Confesse, você via alguma possibilidade do São Paulo fazer mais um gol aos 40 e poucos do segundo-tempo ?

Eu já tinha fechado a conta, sinceramente.

Mas ele vai lá e coloca a bola na cabeça do Rivaldo como se ela tivesse sido lançada com a perfeição de um arremesso feito com as mãos.

O que era resignação, se transforma como um milagre de São Jason, em uma alegria infinita.

E como a vida é bonita de viver por causa dos reparos feitos aos injustiçados, eis que no finalzinho do jogo, no último lance, a bola do gol da vitória sobrou nos pés do Rivaldo e craque como ele é, tentou por cobertura.

Quis o destino, caprichoso, que ela não entrasse.

Mas não faz mal. É pra mantermos os pés no chão. Foi empate, mas o sabor é de vitória.

O São Paulo mostrou o time que pode se tornar, neste segundo-tempo que vai ficar guardado na memória…

***

Foi na raça. Na juventude de Henrique. Na experiência de Rivaldo. Na categoria de Rogério Ceni. O São Paulo, desfalcado de três titulares, foi buscar um resultado perdido no Engenhão e mostrou ser uma equipe muito guerreira. Na tarde deste domingo, o Tricolor empatou em 2 a 2 com o Botafogo, no Engenhão.

Após um primeiro tempo abaixo do esperado, o São Paulo foi para o intervalo perdendo por 2 a 0, com dois gols de Loco Abreu. No entanto, após as mudanças de Adilson Batista, Henrique e Rivaldo, que saíram do banco, ajudaram o Tricolor. Primeiro o garoto, depois o experiente jogador, que marcou nos acrésimo após assistência de Rogério Ceni.

Com a igualdade heróica, o Tricolor segue próximo da liderança com 46 pontos, três a menos que o Vasco, que venceu o Cruzeiro na rodada. Para quem estava perdendo por 2 a 0, fora de casa, para um candidato ao título, o empate deste domingo tem de ser muito comemorado pelos são-paulinos.

RIVAL SAI NA FRENTE

Sem o artilheiro Dagoberto, o meia-atacante Marlos ganhou a disputa que travava com os garotos Willian e Henrique. O camisa 11 fez dupla de ataque com Lucas. Já nas vagas de João Filipe e Casemiro, Xandão e Denilson foram os escolhidos, respectivamente.

Apostando no toque de bola do meio de campo e nos contra-ataques, o São Paulo iniciou melhor a partida, com mais posse de bola. O Botafogo, porém, era mais perigoso quando chegava ao ataque. Aos 20 minutos, Cícero quase abriu o placar de cabeça.

Três minutos depois, Lucas tentou encobrir o goleiro Renan e perdeu ótima chance. Foram as duas únicas oportunidades do Tricolor no primeiro tempo. Já o time carioca abriu o placar aos 24, com Loco Abreu. Aos 39, de pênalti, o atacante uruguaio ampliou o marcador.

BRILHA A ESTRELA DE RIVALDO

Na volta do intervalo, o técnico Adilson Batista fez a primeira alteração na equipe. Colocou Rivaldo no lugar de Juan. Com isso, o volante Carlinhos foi deslocado para a lateral esquerda. Aos 14, quem chegou mais uma vez foi o Botafogo, mas Loco Abreu perdeu ótima chance.

Aos 16, o zagueiro botafoguense recuou a bola para o goleiro Renan, que pegou com as mãos. O árbitro marcou falta em dois lances dentro da área. Rivaldo e Lucas tentaram, mas o time carioca aliviou o perigo. Xandão de cabeça, no lance seguinte, também quase marcou.

Já aos 18, Henrique entrou no lugar de Marlos. E o camisa 17 entrou ligado. Aos 20, aproveitou rebote e diminuiu para o Tricolor. O gol empolgou o São Paulo, que seguiu pressionando o rival. Aos 24, Henrique tabelou com Wellington, que acertou a trave.

Na última tentativa de empatar o jogo, Adilson colocou Jean na vaga de Piris. O Tricolor seguiu em busca do segundo gol, mas o time carioca armou uma barreira difícil de furar. Difícil: a especialidade de Rogério Ceni! Nos acréscimos, o goleiro bateu falta dentro da área e achou Rivaldo, que fez o gol de empate. No fim, Rivaldo ainda teve a chance da virada, tocou por cobertura, mas a bola foi alta e, caprichosamente, não entrou.

REAPRESENTAÇÃO

O elenco são-paulino se reapresentará na próxima terça-feira, às 15h30. O técnico Adilson Batista terá uma semana livre para treinamentos, já que o São Paulo só voltará a campo no domingo diante do Flamengo, no Estádio do Morumbi.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 x 2 SÃO PAULO

Local: estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 25 de setembro de 2011, domingo
Hora: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-DF)
Assistentes: Carlos Berkenbrock (Fifa-SC) e Fabio Pereira (TO)
Cartões Amarelos: Juan, Wellington, Piris (São Paulo)

Gols: BOTAFOGO: Loco Abreu, aos 24 e aos 40 minutos do primeiro tempo.
SÃO PAULO: Henrique, aos 20, e Rivaldo, aos 46 minutos do segundo tempo.

BOTAFOGO: Renan; Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos, Renato, Elkeson e Maicosuel (Felipe Menezes); Herrera (Cidinho) e Loco Abreu (Lucas Zen) Técnico: Caio Junior

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Piris (Jean), Xandão, Rhodolfo e Juan (Rivaldo); Denílson, Carlinhos Paraíba, Wellington e Cícero; Lucas e Marlos (Henrique) Técnico: Adilson Batista

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Rivaldo marca no fim e livra São Paulo de derrota para o Botafogo

Rivaldo marca no fim, e São Paulo empata com o Botafogo no Engenhão

Fogão abre dois, mas Sampa arranca o empate no Engenhão

Após tomar 2 gols, São Paulo reage e empata com o Botafogo

Elkeson lamenta empate: ‘Quem não faz, leva’

Rivaldo marca no fim e São Paulo arranca empate heroico

Autor do gol de empate, Rivaldo lamenta não ter feito o terceiro do São Paulo

Decisivo no empate, Rivaldo cobra Adilson: ‘tem que me colocar 90 minutos’

Apór perder gol claríssimo, Loco Abreu afirma: ‘Inacreditável FC é uma sacanagem’

Rivaldo vibra com gol, lamenta chance perdida e clama por titularidade

Herói de empate, Rivaldo pede para virar titular do São Paulo

Mudança tática veio muito tarde contra o Botafogo

Henrique exalta qualidade dos reservas do São Paulo

Adilson vê brilho de reservas, elogia grupo e lembra que tem L. Fabiano

Após empate no fim do jogo, Caio Júnior reclama de cansaço e lamenta lances decisivos

Loco faz dois, mas São Paulo arranca empate heroico

Ceni elogia reação e já pensa em “final” contra o Fla

Piris desfalca o São Paulo diante do Flamengo, no Morumbi

Adilson Batista elogia: “Vejo um crescimento no São Paulo”

Herói no Engenhão, Rivaldo elogia raça do Tricolor em campo

No aniversário do Morumbi, o presente é Fabuloso

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Flamengo, Brasileirão 2011, Morumbi, São Paulo, domingo, dia 02.10 às 16h00.

Anúncios