São Paulo 0x0 Sem Estádio e Sem Libertadores

Salve Soberania !

Quando se acostuma a caminhar com ajuda de bengalas, fica difícil se levantar quando elas não estão por perto. Os bajuladores sem a ajuda externa, são isso: pequenininhos.

Só a ajuda da arbitragem já não é mais suficiente. Um monte de impedimentos inexistentes marcados e nada de amarelar a defesa travesti no primeiro tempo.

O timinho da máfia veio pra jogar igual um Bragantino da vida. Duas linhas de quatro com até, acreditem, a Lacraia recuada.

Vai ser SMALL assim lá no Privadão do Kassab !

***

Dentre muitos esportes, o futebol não costuma ser justos em certas ocasiões. E uma delas certamente foi na noite desta quarta-feira. Se tivesse que ter um vencedor no clássico do Morumbi, este seria o São Paulo. Mas, aí que entra o fator de ter sido justo ou não.

O Tricolor foi muito superior ao rival Corinthians, principalmente na primeira etapa. Em um placar moral do primeiro tempo, o torcedor tranquilamente poderia dizer que o São Paulo foi para o intervalo vencendo por uns 3 a 0. Mas se a vitória não veio, a liderança foi alcançada.

Com a igualdade, o Tricolor chegou a 45 pontos e igualou o Vasco. No entanto, o time paulista leva vantagem no saldo de gols. Com isso, ao menos até esta quinta-feira, o São Paulo é o novo líder do Brasileiro. Nesta quinta, o Vasco enfrentará o Atlético-GO, no Rio de Janeiro.

MUITAS CHANCES DE GOL

O São Paulo entrou em campo sem muitas modificações em relação ao último jogo. A única mudança foi a volta do atacante Dagoberto ao ataque são-paulino. O camisa 25, inclusive, foi muito participativo ao longo de todo o primeiro tempo do clássico no Morumbi.

Durante os 45 minutos iniciais, o Tricolor foi amplamente superior ao rival. Criou diversas oportunidades de gol. Logo aos quatro minutos, Dagoberto arriscou de esquerda e Julio Cesar teve de se esticar para evitar o gol. No lance seguinte, Lucas também chegou com perigo.

Com mais posse de bola, o São Paulo seguiu no ataque e viu um Corinthians abusar das faltas, um rodízio de jogadores.  Aos 43, Casemiro aproveitou cruzamento de Dagoberto e cabeceou na trave corintiana. No rebote, Piris também quase marcou. Um primeiro tempo muito superior do Tricolor.

EMPATE COM LIDERANÇA

O São Paulo voltou melhor na etapa final e seguiu pressionando o rival. Mas, nos primeiros minutos, não criou uma chance clara de gol. Aos 24 minutos, Dagoberto recebeu de Lucas, partiu em velocidade e chutou com perigo, mas Julio Cesar defendeu.

Aos 25, Adilson Batista fez a primeira alteração no clássico. Tirou Piris e colocou Rodrigo Caio. Com isso, Wellington foi para a lateral direita. Na sequência, Rivaldo, muito aplaudido pelos torcedores, entrou na vaga de Cícero.

Ao contrário de boa parte do primeiro tempo, o Corinthians igualou o jogo. E chegou com perigo duas vezes, ambas com Emerson. Aos 36, Marlos ficou no lugar de Dagoberto. O São Paulo insistiu até o último minuto. Mas, se por um lado a vitória não veio, o Tricolor dorminará na liderança do Campeonato Brasileiro.

REAPRESENTAÇÃO

O elenco são-paulino voltará aos treinamentos na tarde desta quinta-feira, no CT da Barra Funda. Pelo Campeonato Brasileiro, o próximo compromisso da equipe será no domingo diante do Botafogo, no Rio de Janeiro. No primeiro turno, vitória carioca por 2 a 0, no Morumbi.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 0 X 0 CORINTHIANS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 21 de setembro de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Público: 44.631 pagantes (44.950 total)
Renda: R$ 1.282.520,00
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)

Assistentes: Roberto Braatz (Fifa-PR) e Altemir Hausmann (Fifa-RS)
Cartões amarelos: Casemiro (São Paulo); Paulinho e Emerson (Corinthians)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Piris (Rodrigo Caio), João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Carlinhos Paraíba, Casemiro e Cícero (Rivaldo); Lucas e Dagoberto (Marlos) Técnico: Adilson Batista

CORINTHIANS: Julio Cesar; Alessandro, Wallace, Paulo André e Leandro Castán (Fábio Santos); Ralf, Paulinho e Alex (Jorge Henrique); Willian, Emerson e Liedson (Danilo) Técnico: Tite

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Em clássico ruim, Corinthians segura São Paulo no Morumbi e alivia crise

Timão e Tricolor ficam no zero em Majestoso sem sal

São Paulo empata com o Corinthians e assume a ponta

Empate com o Corinthians deixa o São Paulo na liderança provisória do Brasileirão

São Paulo pegará o Libertad na Sul-Americana

Jogo no Uruguai é interrompido, e Flamengo deve enfrentar Universidad do Chile; Libertad pega o São Paulo

Ceni se irrita com postura do Corinthians: ‘Só o São Paulo quis jogar’

“Só uma equipe quis jogar”, afirma Rogério Ceni

Clássico termina empatado: Corinthians alivia pressão e São Paulo assume ponta

Amarelou: No Corinthians, Ralf critica atitude do capitão Chicão

Sem gols, São Paulo e Corinthians deixam caminho livre para Vasco

Apesar do empate, São Paulo se diz superior no Majestoso

Rivaldo: ‘Seria injusto se o Corinthians marcasse’

São-paulinos lamentam tropeço em casa, enquanto corintianos celebram empate

Adilson admite que faltou um ‘Luis Fabiano’ para vencer clássico

Técnico admite que o Corinthians jogou nos contra-ataques 

São Paulo fica na bronca com retranca rival e diz que merecia vencer

Adilson lamenta chances perdidas e diz que disputa está aberta

São Paulo abusa da velocidade e bate recorde de impedimentos

Partida do Brasileiro, entre Cruzeiro e São Paulo, sofre modificação

“Burro” para a torcida, Adilson vê até atletas elogiarem Rivaldo

Adilson enxerga ‘dívida’ de pontos a ser sanada contra o Botafogo

Adilson afirma que Fabuloso participará de jogo-treino

Luis Fabiano participará de jogo-treino contra o juvenil

Adilson Batista lamenta: “Merecíamos um resultado melhor”

Erros de finalização do ataque podem apressar estreia de Luis Fabiano no São Paulo

São Paulo organiza jogo-treino para Luis Fabiano

Luis Fabiano não irá ao Rio, e estreia deve ser contra o Fla no Morumbi

São Paulo perde Casemiro para a partida contra o Botafogo

Casemiro recebe terceiro amarelo e Piris sai do clássico machucado

Casemiro: desfalque do Tricolor diante do Botafogo

Tenho o objetivo de sair do São Paulo, confessa Dagoberto

Agente de Dagoberto nega pré-acordo com o Santos e diz que prioridade é do São Paulo

Dagoberto recebe proposta do Santos para deixar o São Paulo

***(*) ******(*)

Próxima Partida: Botafogo x São Paulo, Brasileirão 2011, Engenhão, Rio de Janeiro, domingo, dia 25.09 às 16h00.

19 Respostas to “São Paulo 0x0 Sem Estádio e Sem Libertadores”

  1. Small Club Says:

    O Small Club Cavalo Paraguaio é uma piada.

    Lina: Time pequeno.

  2. kleber Says:

    Pô Lina , as penosas todas jogando na intermediaria, e o nosso “tecnico” me enche a nossa equipe de volantes, porra deixa o time mais ofensivo, joga pra ganhar cacete, mas eu sou um cara otimista Lina esse caneco vai ser nosso!!!!!!!

    Lina: Essa foi foda. 3 volantes pra um time que jogou pra se defender foi duro de entender. Espero que seja. Vai São Paulo !

  3. ricardo Says:

    Lina, pode colocar mais uma partida em que poderíamos ter vencido na conta do Adilson. Era jogo para o Rivaldo desde o início, mas ao invés disso, deixa o Cícero aberto na esquerda sem função e isola o Cagob…opa…Dagoberto isolado. Traz todo time pra jogar na esquerda com Ruim…digo…Juan e Carlinho “perna fina”, sendo que o jogo estava todo desenhado para o lado direito com Casemiro, Lucas e Piris que ele ainda teve a brilhante idéia de tirá-lo para colocar na fogueira o Rodrigo que quase entrega… e ainda demora a colocar o Rivaldo… fica dificíl assim…

    Lina: O AB colocou o cara faltando 15 minutos, muita sacanagem. Falta o último passe de qualidade, aquele que deixa o cara na frente do gol. O São Paulo ainda não tem isso, mas o pessoal teima em não colocar o Rivaldo, então é isso mesmo, menos 2 pontos na conta do Adilson.

  4. ricardo Says:

    Só soube agora que o Piris saiu machucado…

    Lina: Que merda né ? Tomara que não seja muscular. Depois vou ver se há notícias a respeito. Abraços

  5. Radar Soberano Says:

    Mano dá a razão para deixar Lucas no banco da Seleção

    O meia Lucas, do São Paulo, tem sido presença frequente nas convocações do técnico Mano Menezes para a Seleção Brasileira. E não foi diferente na lista divulgada pelo treinador nesta quinta-feira para o Superclássico das Américas e os amistosos contra Costa Rica e México. Só que o jogador tem sido preterido por Mano e não tem tido chances de atuar. O técnico do Brasil explicou os motivos.

    – No São Paulo, ele joga sempre com três atrás dele no meio. Na Seleção, eu vejo que precismos montar um esquema assim. Na prática, a posição que ele disputa é com Neymar e Ronaldinho Gaúcho. Vejo no Oscar a capacidade de fazer um dos três que jogam atrás do Lucas. Ele é meia-atacante e vai jogar de meia-atacante. Por mais ansioso que estejamos, esta é a situação – disse Mano.

    Havia a expectativa de que Lucas entrasse como titular no primeiro jogo contra a Argentina, pelo Superclássico das Américas. Mas o jogador começou no banco e nem foi a opção de Mano quando Renato Abreu foi sacado. Oscar foi o eleito. Apesar disso, Mano diz que não identificou em Lucas alguma insatisfação por não entrar nos jogos.

    – Não senti inconformidade da parte do Lucas. Também estou ansioso para poder vê-lo em ação na Seleção. Enxergo nele um dos grandes potenciais para a Copa de 2014. Mas entre a ansiedade e a razão, há uma distancia – completou.

  6. Radar Soberano Says:

    Sob olhar de Juvenal Juvêncio, Luis Fabiano marca em jogo-treino

    Um dia após o empate no clássico contra o Corinthians, o São Paulo voltou aos trabalhos no CT da Barra Funda. Enquanto os atletas que foram titulares na quarta-feira fizeram uma atividade de recondicionamento na piscina do local, os que não jogaram e os que entraram no decorrer do duelo participaram de um jogo-treino contra a equipe sub 17 do clube.

    Entre eles estava Luis Fabiano, que se movimentou bem durante todo trabalho e, inclusive, marcou um gol. O atacante aproveitou passe de Rivaldo, passou pela marcação da zaga e tocou de pé esquerdo por baixo do goleiro. O meia Marlos, que jogou alguns minutos contra o Corinthians, foi o principal destaque do duelo contra os juvenis e também marcou um tento no primeiro tempo.

    Na segunda etapa do coletivo, Luis Fabiano voltou a balançar as redes. Ele entrou na área, driblou o goleiro Denis, que jogou no time adversário, e entrou com bola e tudo. O atacante deixou o treino nos minutos finais, tendo atuado por quase uma hora. O placar final foi de 3 a 1 para os profissionais, com Ademilson, destaque da seleção brasileira sub 17 no Mundial da categoria, disputado esse ano, descontou.

    Além do técnico Adilson Batista, quem presenciou de perto a movimentação foi o presidente Juvenal Juvêncio, que se mostrou bastante atento e satisfeito com a participação de Luis Fabiano. O camisa 9, além do gol, esteve presente em outras jogadas de perigo na atividade.

    O time foi formado com o jovem Léo no gol, Jean e Henrique Miranda nas laterais, e Luiz Eduardo e Xandão na zaga. Os volantes foram Denilson e Rodrigo Caio. Rivaldo e Marlos formaram a dupla de meias, com Henrique e Luis Fabiano no ataque. A equipe sub 17 teve os “reforços” de Willian José, Bruno Uvini e Denis, os três do elenco profissionais.

    A grande expectativa é com relação à estreia de Luis Fabiano já no próximo domingo, contra o Botafogo, no Engenhão. Adilson avisou que, depois do jogo-treino, iria definir se o centroavante será relacionado para encarar os cariocas pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

  7. Radar Soberano Says:

    Mano nega ‘ajuda’ ao não levar atletas do Timão para amistosos

    Seleção não desfalcará o Corinthians em rodada do Brasileiro. Já os concorrentes ao título não tiveram a mesma sorte

    Na lista de Mano Menezes para os amistosos contra Costa Rica e México, um dos times brasileiros que vinham tendo representantes nas listas da Seleção Brasileira e escapou de perder jogadores justamente nas datas que coincidem com duas rodadas da reta final do Brasileirão é o Corinthians. No entanto, Mano não teme ser criticado por “aliviar” a barra do ex-clube, que briga pelo título nacional, mas não poupar concorrentes do Timão, como São Paulo, Fluminense, Flamengo, Botafogo e o líder Vasco.

    – Tem que ter sempre jogador do Corinthians? Quando assinei meu contrato, não dizia que tinha que chamar. Chamei o Ralf quando o Sandro se machucou. Agora o Sandro está recuperado e voltou. Vamos parar com isso, por favor. Não é assim que se trabalha – disparou o treinador.

    Os jogadores que atuam no Brasil e vão desfalcar seus times nas 29ª e 30ª rodadas do Brasileiro são Dedé (Vasco), Fred (Fluminense), Jefferson (Botafogo), Lucas (São Paulo), Neymar (Santos), Réver (Atlético-MG), Oscar (Internacional) e Ronaldinho Gaúcho (Flamengo).

    Mas Mano explica que para minimizar o prejuízo do conflito entre as datas dos amistosos (que serão nos dias 7 e 11 de outubro) e os jogos da Série A, um critério foi utilizado.

    – Não é possível fazer omelete sem quebrar os ovos. Colocamos como norte, para minimizar a perda, limitar um jogador por clube brasileiro. Não tem outro jeito. Nós temos objetivos na Seleção e somos cobrados, com razão, por isso – comentou Mano.

    Confira a classificação atual e os convocados de cada clube no Brasileirão:

    1. São Paulo – Lucas
    2. Vasco – Dedé
    3. Corinthians –
    4. Botafogo – Jefferson
    5. Fluminense – Fred
    6. Flamengo – Ronaldinho
    7. Internacional – Oscar

    9. Santos – Neymar

    Confira os adversários de cada clube nas rodadas 28 e 29.

    1. São Paulo – Cruzeiro (5/10) e Internacional (13/10)
    2. Vasco – Internacional (9/10) e Atlético-PR (13/10)
    3. Corinthians – Atlético-GO (9/10) e Botafogo (12/10)
    4. Botafogo – Bahia (8/10) e Corinthians (12/10)
    5. Fluminense – Flamengo (9/10) e Coritiba (13/10)
    6. Flamengo – Fluminense (9/10) e Palmeiras (13/10)
    7. Internacional – Vasco (9/10) e São Paulo (13/10)

    9. Santos – Palmeiras (9/10) e Atlético-MG (13/10)

  8. Radar Soberano Says:

    Técnico da Seleção rejeita problemas com Lucas e Hernanes

    Em busca de melhores opções para a Seleção Brasileira, Mano Menezes também é obrigado a lidar com controvérsias sobre a utilização de atletas pedidos pela torcida. No jogo contra a Argentina em Córdoba, o técnico foi bastante questionado sobre a decisão de não usar o são-paulino Lucas. Antes, ele já convivia com críticas pela a ausência de Hernanes, destaque da Lazio no Campeonato Italiano.

    No primeiro caso, Lucas chegou a admitir a frustração por não ter uma chance no jogo de ida do Superclássico das Américas, na semana passada. Ainda assim, Mano Menezes evitou polêmicas sobre a situação.

    “Eu também estou ansioso para a presença do Lucas no time, eu o enxergo com grande potencial para 2014. Mas entre ansiedade e razão, às vezes estabelece uma distância. Na fala dele, não senti inconformidade, o problema é que você precisa responder, em certas ocasiões, questões que não quer. Coube a ele tomar uma posição”, disse o comandante da Seleção Brasileira nesta quinta-feira, em entrevista coletiva no Rio de Janeiro após anunciar duas convocações.

    Na visão de Mano Menezes, Lucas não pode ser usado como um armador, por isso encontra uma concorrência maior na Seleção Brasileira. “Ele disputa posição com o Neymar e o Ronaldinho, é assim que joga no São Paulo, como três jogadores dando sustentação, o Wellington, Casemiro e o Paraíba”, avisou.

    Quando o assunto passou a ser Hernanes, Mano Menezes apresentou um discurso mais ríspido. O volante não era chamado desde o mês de fevereiro, no jogo contra a França, em Paris, quando foi expulso ainda no primeiro tempo por uma falta desnecessária no meio-campo. O técnico rejeitou a teoria de que estava dando uma suspensão ao ex-são-paulino.

    “Às vezes, temos a impressão de que falamos com as paredes. Nunca dei suspensão ao Hernanes. Foi falado isso por muito tempo. Não tem nada disso, jamais faria isso, não é da minha linha. Sempre fui técnico de diálogo”, justificou.

  9. Radar Soberano Says:

    Trio é convocado para clássico contra Argentina, em Belém

    Casemiro, Rhodolfo e Lucas estão na lista divulgada por Mano Menezes

    Por Rafael Ribeiro / CBF

    O técnico Mano Menezes convocou nesta quinta-feira 22 jogadores para o segundo jogo contra a Argentina, pelo Superclássico das Américas, que será realizado dia 28 de setembro, em Belém. Lucas, Casemiro e Rhodolfo foram chamados pelo treinador.

    O trio já havia sido convocado para a partida de ida, em Córdoba. Naquele jogo, o volante Casemiro entrou no segundo tempo e fez sua estreia na equipe principal da Seleção. Já o Cícero, chamado no primeiro jogo, ficou fora da lista divulgada nesta quinta-feira.

    Lucas: dupla convocação

    O meia Lucas também foi chamado por Mano Menezes para os amistosos contra Costa Rica e México, nos dias 7 e 11 de outubro, respectivamente. Com isso, o camisa 7 do time do Morumbi deverá perder dois jogos do Campeonato Brasileiro.

  10. Radar Soberano Says:

    Dupla de zagueiros do São Paulo ‘se firma’ de vez

    Uma zaga formada de última hora. É assim que podemos considerar a dupla Rhodolfo e João Filipe no São Paulo. Com diversos problemas para escalar a defesa, João Filipe chegou às pressas do Botafogo e Rhodolfo voltou de lesão muscular. Foi só os dois se juntarem pela primeira vez na vitória sobre o Avaí, para nunca mais perderem seus postos. Depois de sete jogos pelo Brasileirão sem manter a defesa imune, os zagueiros, enfim, conseguiram se firmar e não vazar o setor.

    Já são dois jogos que o São Paulo não toma gols na competição (contra Ceará e Corinthians). Apesar do feito ter sido atingido apenas agora, a defesa já não é uma preocupação de Adilson Batista faz tempo. O treinador elogia a dupla constantemente e deixa claro sua satisfação com o rendimento de seus defensores.

    O retrospecto do time com os dois na zaga é animador. Contando a Copa Sul-Americana, são 11 jogos até então: seis vitórias, três empates e duas derrotas. Enquanto ainda se ‘adaptavam’, foram nove gols tomados em 11 jogos.

    Com o entrosamento dos últimos duelos, os dois só cresceram. Rhodolfo passou a ser zagueiro de Seleção Brasileira e João Filipe ganhou o honrado apelido de Blackenbauer, prova de que um tem ajudado o outro.

    Primeiro 0 a 0 do ano

    O empate sem gols no clássico Majestoso foi novidade para o São Paulo nesta temporada. Em 56 partidas em 2011, nada de deixar o gramado sem fazer ou tomar sequer um golzinho.

    Empates também não é dos resultados mais obtidos pela equipe neste ano. Foram apenas oito até agora.

  11. Radar Soberano Says:

    Não há acordo entre São Paulo e Dagoberto; atleta deixará o clube

    Vitor Birner

    O São Paulo já planeja a próxima temporada sem Dagoberto.

    Quando a cartolagem do Morumbi pensa no elenco de 2012, o faz sem o atacante.

    A diretoria decidiu não aumentar a proposta para renovar o contrato (termina em abril).

    O atleta que vive o melhor momento no clube exatamente às vésperas do fim do vínculo (que coincidência!!!) recusou a última.

    Deseja, como gosta de falar em público, “uma valorização”.

    E já tem em mãos uma oferta do Internacional maior que a do time do Morumbi.

    Além disso, recebeu também algumas sondagens de outros clubes.

    Em outubro poderá assinar pré-contrato com qualquer time.

    Dago possui passaporte italiano e gostaria de atuar no exterior.

    Resta saber agora se irá deixar o atual time no final do ano – isso depende de um acordo com o São Paulo – ou em abril.

    Opinião e exceção

    O futuro da relação profissional do atacante com o São Paulo está definido.

    Mas quero lembrar de uma exceção.

    O centroavante Washington viveu momento similar no Morumbi.

    Estava certo que sairia, porém fez alguns gols no final do brasileirão, a diretoria mudou de idéia, subiu a oferta e o atacante ficou.

    Como jogou mal, meses depois se trensferiu ao Flu.

    Será que se Dagoberto for campeão brasileiro e decisivo na conquista a diretoria são-paulina manterá a decisão de não aumentar a oferta para renovar?

    Espero que sim.

    Quando se define o valor do “pé de obra” do funcionário que trabalha há 4 anos e 5 meses na empresa (clube), o momento não pode servir de referência para tomar decisões sobre o futuro.

    Dago deve respirar novos ares.

    O São Paulo, Dago e talvez o próximo time dele sairão ganhando.

  12. Radar Soberano Says:

    Torcida faz bonito e São Paulo tem os melhores públicos do Brasileiro

    Além do milésimo jogo de Ceni, clássico contra o Corinthians está na lista

    A torcida são-paulina está sendo um espetáculo à parte nos últimos jogos do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Tanto que o Tricolor Paulista já tem os dois melhores públicos como mandante na competição nacional desde ano.

    O recorde foi na vitória sobre o Atlético-MG por 2 a 1, no último dia 7 de setembro. Na oportunidade, na festa para o milésimo jogo do goleiro Rogério Ceni, 60.514 torcedores estiveram no Morumbi para apoiar o time. Lucas e Dagoberto fizeram os gols da equipe.

    Já o segundo melhor público do Brasileiro foi registrado na última quarta-feira. No empate sem gols com o Corinthians, 44.631 pagantes foram ao estádio são-paulino. O número superou o agora terceiro colocado – 42.000 (confira mais na tabela abaixo).

    Em 13 partidas como mandante neste Brasileiro, o São Paulo conquistou seis vitórias, quatro empates e três derrotas. Mesmo com um aproveitamento regular, como o próprio elenco já ressaltou, o Tricolor mantém uma boa média de público neste período – 21.473 torcedores por partida.

    Confira os melhores públicos do São Paulo no Morumbi pelo Brasileiro:

    São Paulo 2 x 1 Atlético-MG – 60.514
    São Paulo 0 x 0 Corinthians – 44.631
    São Paulo 2 x 2 Atlético-PR – 23.657
    São Paulo 2 x 2 Atlético-GO – 23.487
    São Paulo 0 x 2 Vasco – 23.369

    Confira os melhores públicos do Brasileiro:

    São Paulo 2 x 1 Atlético-MG – 60.514
    São Paulo 0 x 0 Corinthians – 44.631
    Flamengo 1 x 1 Corinthians – 42.000
    Botafogo 4 x 0 Ceará – 42.000
    Palmeiras 2 x 1 Corinthians – 36.299

  13. Radar Soberano Says:

    Preparador físico do São Paulo acredita em Fabuloso contra o Flamengo

    A tão esperada reestreia de Luis Fabiano pelo São Paulo deve acontecer no dia 2 de outubro, contra o Flamengo, no Morumbi. O preparador físico Zé Mário, após o clássico com o Corinthians, afirmou que acredita que o atacante poderá estar em campo nesta data:

    – Eu acredito que sim porque a evolução dele está melhorando. Precisamos de resposta dele em campo, fazer um coletivo, um jogo-treino, entrar em campo e mostrar suas qualidades. Por isso a gente precisa muito da resposta dele. Estamos preparando os trabalhos, ele está evoluindo, a parte muscular dele melhorou muito e esperamos que melhore cada vez. Essa semana faremos uma nova avaliação para que ele seja liberado para os jogos.

    E Fabuloso fará na tarde desta quinta-feira seu primeiro jogo-treino desde que passou por duas cirurgias no tendão semitendinoso da perna direita. Com os reservas, ele enfrentará a equipe sub-17 do Tricolor.

    Depois do mistério sobre a presença do camisa 9 diante do Corinthians, o mesmo não acontecerá para o duelo com o Botafogo, domingo, no Rio de Janeiro. Zé Mário ainda acha arriscado ele atuar neste fim de semana.

    – Ele está ainda em um trabalho de evolução. então seria arriscado falar nesse próximo jogo. Na próxima semana teremos a semana cheia para trabalhar e a gente sempre espera a resposta dele. Ele se sentindo bem, tenho certeza que estará à disposição do Adilson logo – concluiu.

  14. Edu Tricolor Says:

    Có-co-ri-có !
    Time de galinha, time de bundão !
    O curica é um time de cusão !

    Lina: KKKKK

  15. Guedes Says:

    Segundo o Menon, o São Paulo piorou com o Adilson.

    SÃO PAULO PIORA COM ADÍLSON

    Desde que Adílson Batista assumiu a direção técnica do São Paulo, o time ficou 23,8% mais fraco. Ele dirigiu o time em 15 partidas no Brasileiro e viu seu rendimento cair de 70% para 53,33%.

    O aproveitamento com Batista é exatamente igual ao do Fluminense,em todo o campeonato. O time carioca está em quinto lugar, com 40 pontos. O São Paulo, antes dos jogos de hoje, ocupa o primeiro lugar, com 45 pontos.

    Com Adilson, o São Paulo foi apresentado aos empates. Antes dele, o time havia conquistado sete vitórias (cinco com Carpegiani e duas com Milton Cruz) e sofrido três derrotas, todas com Carpegiani. Com o atual treinador, o São Paulo empata 40% das partidas, seis em 15 realizadas.

    Com o surgimento dos empates, o time passou a perder menos. E também a ganhar menos. As sete vitórias nos primeiros 10 jogos ainda não foram igualadas, mesmo o clube fazendo 15 jogos. Ganhou 6 vezes. O time, que vencia 70% dos jogos, passou a conviver com apenas 40% de êxitos. Uma queda percentual de 43%.

    Entre tantos números negativos, Adílson pode comemorar a diminuição das derrotas. Antes dele, o time perdia 33,3% dos jogos. Com ele, a porcentagem caiu para 20%.

    Os números piores de Adílson não podem ser creditados a uma mudança tática, a algum acovardamento do treinador. É claro que ele tem preferência por três volantes, enquanto Carpegiani adorava três atacantes. Mas, no período em que teve aproveitamento de 100% (cinco vitórias nos cinco primeiros jogos), Carpegiani chegou a jogar com quatro volantes. Foi assim contra Fluminense e Atlético-MG, quando escalou Rodrigo Souto, Wellington, Casemiro e Carlinhos Paraíba. Contra o Avaí, ele escalou “apenas” Casemiro, Wellington e Carlinhos Paraíba e nos jogos contra Cruzeiro e Ceará, jogou com Casemiro, Wellington e Rodrigo Souto.

    Adilson já prometeu melhorar, apostando na capacidade do São Paulo em reagir no segundo turno, possivelmente lembrando-se do título de 2008, quando o time descontou 11 pontos do líder Grêmio, mas com ele a melhora ainda não apareceu. Em seis jogos, ganhou 10 pontos, o que dá um aproveitamento de 55,55%. No primeiro turno, foram 35 pontos em 57 possíveis, aproveitamento de 61.4%.

    Afogado em números ruins, ele começou a falar na ausência de um homem de área, que aproveite as oportunidades. Seu último argumento começará a ser testado a partir de 2 de outubro, quando Luís Fabiano estreará, contra o Flamengo, no Morumbi.

    Publicado por luis augusto simon los

    http://www.blogdomenon.blogspot.com/

    Lina: O Carpa conseguiu tirar mais desse time ai…

  16. Sãopaulino Says:

    Aguentar o Pardal – II é difícil! Muito difícil!!!
    Esse fdp não têm ambição de ser campeão – ficará muito contente se pegar a última vaga para a Liberta.
    Perdeu, dentro do morumbi, 4 pontos para os “Romeu e Julieta”, quando deveria ter atropelado mas entrou com um monte de volantes. Perdeu 3 pontos para o timeco do Celso Roto, ….

    Lina: Tá foda esses pontos perdidos. Muita coisa pra quem quer ser campeão…

    • Marcelo Abdul Says:

      Pardal II? Não. O Adílson é o Lampadinha…rssss.

      Lina: Tá foda. 3 volantes contra um time covarde foi duro de entender…

  17. blogdoluchetta Says:

    Lina, eu que sempre critico a postura do Dagoberto desta vez vou dar os parabéns.
    Chamou o cara de areia mijada de mentiroso, irresponsável e sem ética.
    Precisou o Dagoberto e a Hebe para colocar esse ‘gangster’ no lugar.
    Se a imprensa esportiva não fosse tão mediocre e venal esse sujeito já estaria preso.
    Abraço,

    Lina: A impren$a não vai falar mal do cara né Luchetta ? Ele$ $ão profi$$ionai$…

  18. guinablog Says:

    O Piris acertou a lateral, o Cañete vai arrebentar (se tiver chances) no meio, o Fabuloso vai cansar de fazer gols, e com a possível saída do Dagoberto, aí que o time se acerta!
    O futuro nos reserva coisas boas.
    Vai São Paulo!

    P.S: Sou um defensor dos técnicos, mas o Adilson tá com aquela mania chata de improvisação, isso só atrapalha o desenvolvimento da base do time.

    Lina: Guina, a lateral direita melhorou na marcação com o Piris, no apoio ainda deixa a desejar. O Cañete ainda não vi jogar mas dizem que é craque, pelo menos no treino. Bom, sabe quem é craque no treino ? O Marlos. Rsrsrsrs. O AB está procurando o time, por isso mexe muito. Como este meu comentário sobre o seu comentário foi depois do jogo contra o Botafogo no Rio, acho que há uma luz no fim deste túnel e o segundo tempo deste jogo pode ser o início de uma nova fase no São Paulo, afinal não jogamos com qualquer time… Abraços

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: