Adilson Batista é Injustiçado nas Arquibancadas

Durante o jogo contra o Fluminense no Morumbi, grande parte da torcida chamava o treinador do São Paulo de burro.

A escalação do São Paulo naquele jogo foi a seguinte:

Rogério Ceni; Jean, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Casemiro (Cañete), Rivaldo (Willian José) e Cícero; Lucas e Dagoberto (Marlos)

No jogo de sábado, na vitória contra o Figueirense, a escalação foi essa:

Rogério Ceni; João Filipe, Xandão, Rhodolfo e Henrique Miranda (Luiz Eduardo); Rodrigo Caio, Carlinhos Paraíba, Casemiro e Cícero; Henrique (Rivaldo) e Willian José (Bruno)

Teoricamente, o time que jogou contra o Fluminense é mais forte que o que jogou contra o Figueirense. Na tabela de classificação do campeonato, o Fluminense está em 7º com 31 pontos e o Figueirense em 9º lugar com 29, o que significa que ambos são times de força semelhante.

Então como explicar que um time melhor perde um jogo em casa e outro inferior ganha fora ?

O Rogério Ceni deu algumas pistas após a partida contra o Figueirense:

“Nós queremos a Libertadores do ano que vem e nós temos que ver quem serve e quem não serve. Você vai vendo atitudes de cada atleta, os que têm condições de jogar no São Paulo você tem que preservar, e se você não tiver tem que contratar”.

“Não sei [se vai ser campeão]. Se a gente jogar com essa mesma vontade de hoje e cada vez com mais qualidade técnica, há possibilidade sim. Agora, se jogar 20 minutos do jeito que jogou lá no Morumbi, não ganha de ninguém, aí não tem condição, aí não dá para o torcedor confiar que o time pode ser campeão”.

“No futebol de hoje, nome não ganha mais jogo. Se você não tiver vontade, raça, dedicação, não vai para frente”.

O problema do time do São Paulo tem nome e sobrenome. Vontade e comprometimento.

Que culpa tem o técnico se no time tem gente que não quer nada com a vida ? Se ele tem que se virar pra amar um time com vários desfalques por contusão, convocações e suspensões ?

Desde a saída do Muricy, o São Paulo trocou várias vezes de técnico. Veio Baresi, Ricardo Gomes, Carpegiani e Adilson Batista. Entre estes nomes é possível notar tipos diferentes de comando. Todos esforçados como no caso do Baresi. Outros que procuram o diálogo, casos de RG e AB; e o PCC, mais disciplinador.

Nenhum deles resolveu.

Eu entendo que o Adilson Batista tem que chamar os jogadores para uma conversa franca, ver quem está afim de ajudar e mantê-los, quem não estiver interessado no projeto da Libertadores 2012, manda pra rua. Ou ele faz isso ou vai sair do time no final do ano.

Talvez, este seja  o grande erro do treinador, não fazer a faxina que o elenco precisa, mas ele não pode ser chamado de burro por isso, até porque não se sabe se ele tem respaldo da diretoria pra fazê-lo.

Há a suspeita que a diretoria esteja esperando a chegada de um novo treinador, dai o contrato curto do AB. Se for este o caso, eles não poderiam autorizá-lo a mudar radicalmente o time, trabalho que deve ficar a cargo do novo técnico.

Mas isto é apenas suposição.

Relacionados

Classificação do campeonato brasileiro 2011

Rogério Ceni manda recado à torcida: ‘O Adilson Batista é ótimo’

Recado do capitão Rogério Ceni expõe “caça aos que não servem” no São Paulo

Adilson garante São Paulo diferente para não estragar festa de Ceni

‘De saco cheio’, Felipão sugere zerar multa rescisória com o Palmeiras

***(*) ******(*)

Anúncios

18 Respostas to “Adilson Batista é Injustiçado nas Arquibancadas”

  1. Franklin Says:

    Será que o Felipão vem ai ?
    O São Paulo pagaria 700 mil por mês para um treinador ?
    Pouco provável hein Lina ?

    Lina: Mas pelo menos ia ter um treinador a altura. Se as partes fizerem um esforço, quem sabe…

  2. Tri-Mundial Says:

    Lina, o foda é que pra ganhar a Libertadores do ano que vem, o São Paulo tinha que ter um time hoje.
    Como foi em 2005 quando tínhamos pelo menos a base em 2004.
    Não acho que a gente consiga o G4 este ano.
    Estou pessimista.

    Lina: Calma brother, estamos em segundo, a rodada sorriu pra nós. A maré tá virando a nosso favor. Vamos ganhar esse campeonato… Escreve ai.

  3. SOBERANIA Says:

    A minha lista de dispensas é esta:
    Juan, Marlos, Dagoberto, Fernandinho, Xandão, Jean e Henrique.
    Pode sair que não vão fazer falta nenhuma.

    Lina: O Casemiro pode sair também. Já fez um bom contrato e agora não quer mais saber de porra nenhuma.

  4. O Rei da América Says:

    Olha a merda, o Rhodolfo vai sair em janeiro.
    http://marcabrasil.terra.com.br/futebol_internacional/html/2011/9/zagueiro_do_sao_paulo_reforca_juventus_em_janeiro_diz_jornal_23283.html

    Lina: Se o São Paulo não confirmou eu não acredito. O cara tem contrato e a diretoria quer arrumar o time pra 2012. Vamos aguardar.

  5. Radar Soberano Says:

    Para diretoria do São Paulo, Dagoberto só pensa em seleção, e Casemiro travou após aumento

    Na sexta-feira conversei com um dirigente do São Paulo que me falou sobre o sentimento da diretoria em relação ao time. Segundo ele, a bronca é maior com jogadores do que com Adilson Batista. E não é que depois da vitória sobre o Figueirense Rogério Ceni alfinetou companheiros. Pareceu agir como porta-voz dos cartolas.

    O goleiro não citou nomes, mas o dirigente, sob a condição de não ser identificado, deixou claro que Dagoberto, Casemiro, Jean e Marlos são os que mais incomodam.

    Dagoberto gera queixas por supostamente estar mais preocupado em pleitear uma vaga na seleção brasileira do que com o time. Quer fazer apenas o seu, sem se sacrificar pela equipe, na opinão de parte da diretoria.

    Casemiro irrita os dirigentes por ter conseguido o aumento desejado e cair de rendimento. Segundo o cartola que conversou comigo antes do jogo com o Figueira, o volante foi cobrado até por sua mãe pelo mal futebol apresentado após receber o reajuste.

    Para Marlos e Jean sobra a crítica de ficarem pouco à disposição do treinador para participarem das partidas.

    Impossível não lembrar do que escutei do dirigente ao ouvir as palavras de Rogério Ceni sobre ver as atitudes de cada atleta e identificar quem tem ou não condições de jogar pelo São Paulo. O discurso é bem semelhante.

    por Perrone às 12:00

    Lina: Depois que eu falo que tem vagabundo no time, nego me manda email reclamando.

  6. Radar Soberano Says:

    Rogério Ceni pede mais vontade aos titulares do São Paulo
    Goleiro usa exemplo dado pelos reservas no jogo com o Figueirense, mas não cita nomes
    05 de setembro de 2011 | 0h 00
    Notícia
    A+ A- Assine a Newsletter Moreno Bastos – O Estado de S.Paulo
    SÃO PAULO – A vitória sobre o Figueirense por 2 a 1, sábado, em Florianópolis, atenuou a instável situação do São Paulo. O time, que não vencia há cinco jogos, conseguiu evitar a pior sequência do clube no Brasileiro nos últimos seis anos, além de manter-se como o melhor visitante da competição, agora com sete vitórias em 11 partidas.

    Róbson Fernandjes/AE-27/05/2011Experiente, goleiro cobra jogadores mais novos da equipe
    Mas o triunfo diante da equipe catarinense, conquistado a duras penas, com um time desfigurado por 11 desfalques, expôs a insatisfação de alguns atletas com o desempenho de colegas.

    Capitão e líder do elenco, o goleiro Rogério Ceni, sem citar nomes, não poupou críticas a alguns jogadores. Segundo o goleiro, a vitória fora de casa com um time cheio de reservas é a prova de que o baixo aproveitamento do São Paulo no Morumbi – 15 pontos em 30 disputados -, ocorre por falta de compromisso com a equipe.

    “Se jogarmos com essa mesma vontade de hoje (sábado) e cada vez com mais qualidade técnica, há possibilidade, sim (de ganhar o Nacional). Agora, se jogar 20 minutos do jeito que jogou lá no Morumbi, não ganha de ninguém, aí não tem condição. Não dá para o torcedor confiar que o time pode ser campeão”, disparou Rogério, lembrando da derrota para o Fluminense, por 2 a 1, na semana passada.

    Veja também:
    ESTADÃO ESPN – Rivaldo: Pressão da torcida tem atrapalhado São Paulo
    Rogério Ceni quer vitória no jogo mil

    “Nós queremos a Libertadores do ano que vem e nós temos que ver quem serve e quem não serve”, prosseguiu o capitão são-paulino. “Você vai vendo atitudes de cada atleta. Os que têm condições de jogar no São Paulo, tem que preservar; e se você não tiver tem que contratar”, emendou.

    Adilson Batista elogiou o comportamento dos jogadores no sábado. “Eles se entregaram, tiveram uma mudança de postura em relação ao último jogo, entenderam à necessidade de ficar junto com os demais na frente. Preciso valorizar o espírito coletivo.”

    ALTERNÂNCIA RUIM
    Na mesma toada de Rogério Ceni, o Rhodolfo enxerga diferentes atitudes do time tricolor em jogos dentro e fora do Morumbi. “Está faltando vontade para gente. Fora de casa está todo mundo se ajudando. Falta isso dentro de casa. Temos que entrar no espírito. A gente vê torcida criticando o técnico, mas culpa é mais do jogador”, disse o defensor.

    Na próxima quarta-feira, o São Paulo volta a ser anfitrião e encara o Atlético-MG no Morumbi. Fora de campo, a partida terá clima de festa, já que Rogério Ceni vai completar 1.000 partidas pelo tricolor. “Se não vencermos o Atlético, não tem festa”, avisou Rogério. O recado foi dado.

  7. blogdoluchetta Says:

    Lina, li em algum lugar que o Juvenal fez uma reunião com a comissão técnica e os jogadores antes do jogo de sábado.
    Ameaçou todo mundo, inclusive com demissão.
    Parece que resolveu para o jogo de sábado. Vamos ver agora que entram os mimadinhos.
    Falando nisso: o Dagoberto sarou da gripe?
    Abraço.

    Lina: Acho que melhorou, mas ele não tá ligando mais se acham que ele está de corpo mole ou não viu Luchetta ? Eu já defendi muito ele por aqui, mas acho que ele é um dos que o Rogério Ceni reclama de fazer corpo mole. Vamos perder um grande jogador mas que o prazo de validade no Tricolor venceu. Uma pena…

    • Alemão Says:

      O Dagoberto é um vaidoso, preocupado com ele mesmo, não tem espírito de equipe. Não merece vestir o manto.
      Aliás, já começou de novo aquele negócio de valorização.
      Fora Dagoberto.

  8. ricardo Says:

    Concordo com vc, Lina. AB é o que tem menor responsabilidade nessa oscilação do time. Esses jogadores citados sim, tem responsabilidade nisso e ainda mais a diretoria que contrata jogador (?) do nível do Juan e dispensa outros que poderiam jogar. Mas falando especificamente do jogo contra o Fluminense, só o AB não viu que esse Juan não estava jogando nada e eu fui um dos que gritaram burro por não tê-lo tirado de campo.
    Abraço.

    Lina: Cara, mandar o Júnior César embora e trazer o Juan é uma das coisas inexplicáveis, igual o Arouca x Rodrigo Souto. Vai entender. O Juan virou unanimidade, ninguém gosta do seu futebol, é triste… Abraços

  9. Goiano Tri-Hexa Says:

    Entre o Adilson e o Carpegiani eu gostava mais do segundo.
    Nem sei porque trocaram se todo mundo sabe que o problema não é comando técnico, é jogador.

    Lina: Cultura. Nem o São Paulo escapa.

  10. Marcelo Abdul Says:

    Eu tava lá no Morumbi no jogo contra o Fluminense e testemunhei as vaias. Os poucos torcedores que foram gritavam “burro” burro” pro Adílson Batista. Daí olhei para um colega meu de arquibancada e fiz aquele gesto de “fazer o que”?

    Os jogadores entraram com chumbo nos pés. Não fizeram porcaria nenhuma. E o Adílson Batista que é burro?

    Muricy, Ricardo Gomes, Baresi, Carpegiani e o Adílson. Cinco técnicos em dois anos e meio. Por que o São Paulo continua jogando um futebolzinho mequetrefe?

    Será mesmo a culpa dos treinadores?

    O Casemiro fez cú doce pra renovar. Ameaçou sair pra Roma e depois que fez um novo contrato não está jogando porra nenhuma. O Dagoberto apesar do pesares é o melhor jogador do São Paulo nessa fase. Tenho a seguinte opinião sobre ele. Ele é uma boa catapulta. Um senhor coadjuvante mas jamais, jamais o torcedor são paulino deve confiar nele como fazia com o Pedro Rocha, Raí.. Ele é um bom jogador. Não é um craque. Precisa de um atleta que dê liga com ele no ataque, Ele é uma peça. Não é a estrela principal. Fora que faz um tremendo de um cú doce também. Inclusive no campo.

    Marlos nem vou comentar. Ou melhor. Vou sim. Desde a época do Muricy estamos esperando essa figura “estourar”. Realmente estourou…a nossa paciência. Não joga nada. É um ciscador nato. Um engana que eu gosto com grife. E o JPJL cometeu o sacrilégio de chamá-lo de “Lionel Marlos”. PQP!

    Lina: Dizem que o Marlos arrebenta nos treinos, mas nos jogos é essa merda. Tá na minha lista de dispensas.

  11. ricardo Says:

    Acho que foi o Mauro Cezar Pereira, se não me engano, que disse que o Marlos é o típico “jogador de condomínio”, ou seja, aquele cara do seu prédio com alguma habilidade que disseram pra ele que poderia ser jogador profissional e ele acreditou..rsrs.. Tá na minha lista tb.

    Lina: Quando foi contratado, disseram que jogava muito. Tremenda decepção…

  12. guinablog Says:

    O PROBLEMA DO SPFC NÃO É O TÉCNICO!!!!!!!!!!
    Tá cheio de laranja podre no elenco gente, e a “galera” apóia os caras. Quando será que torcida do SP vai acordar? Nada de gastar dinheiro com Felipão.

    Lina: É isso ai Guina. Eu queria o Felipão sim, olha o que ele faz com o limitadíssimo elenco das porcas…

  13. Radar Soberano Says:

    Adilson Batista precisa de título para seguir no São Paulo em 2012

    A cúpula do São Paulo está convencida de que a irregularidade do time é mais culpa dos jogadores do que de Adilson Batista. Mesmo assim, o treinador não encanta os cartolas. Contratado por falta de opções, não conseguiu, na opinião da maioria dos dirigentes, domar os atletas mais jovens e deixá-los focados no Brasileirão. Pelo menos até agora.

    Na avaliação da diretoria, Adilson não é o nome ideal para conduzir o time na próxima Libertadores, caso a vaga seja conquistada. Por isso, os dirigentes afirmam em conversas informais que ele só continua no clube se conquistar o Brasileiro. Apostam que em dezembro existam técnicos desempregados mais ao gosto de Juvenal Juvêncio.

    O curto contrato atual de Adilson, válido até dezembro, mas com uma cláusula de renovação, é uma clara demonstração da fragilidade do voto de confiança dado a ele pelo presidente são-paulino.

    por Perrone às 12:05

  14. Alemão Says:

    Lina, ele pode até ser injustiçado se for levar estes problemas no elenco em consideração.
    Mas ele arma mal e substitui mal.
    O jogo contra o Fluminense foi um deles, já parou pra pensar que este pode ser um dos motivos da falta de vontade do time ?
    Boleiro sabe quando o treinador não é do ramo.

    • Felipe 6-3-3 Says:

      O Adílson não é do ramo ?
      Não foi o Cruzeiro que tirou o São Paulo da Libertadores com ele no banco ?

  15. O Profeta Says:

    Vaiaram o novo professor Pardal de novo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: