Museu 1×1 São Paulo

Salve Soberania !

Vou por a bola no chão e vou falar sem usar o coração. Quase nunca faço isso quando o assunto é o Tricolor, mas vou tentar desta vez.

O Momento

O Santos tem mais time que o São Paulo ? Tem. Mas o que faz diferença é que além dos dois grandes talentos: Neymar e Ganso, o Santos tem a força do conjunto a seu favor, enquanto que o Adilson Batista ainda está tentando formar um time.

Jogamos fora, em um estádio onde a pressão é sempre grande, já que as pessoas ficam perto do campo e a partir dos 27 minutos do primeiro tempo ficamos com apenas 10 jogadores.

Para aqueles que gostam de números, o São Paulo chutou 7 vezes a gol, enquanto o Santos 22 vezes.

Amigos, 1×1 nestas condições é bom demais. Concordam ?

Expulsão e Histórico

A expulsão do Carlinhos Paraiba foi justa ? Talvez. Ele peca pelo excesso de vontade. Não é a primeira vez e vai tomar um puxão de orelha do Adilson, conforme prometido na coletiva: “Vamos tratar disso internamente”, disse o treinador Tricolor. Eu já vi outras jogadas mais intensas que os dois lances de amarelo do Paraiba em outras partidas por ai e não vi cartões.

O problema da expulsão é que em clássicos paulistas, este árbitro sempre expulsa jogadores do São Paulo, veja o histórico:

2005 – Paulistinha – Grafite expulso contra o Santos

2008 – Paulistinha – André dias expulso contra o Fasci-clube

2009 – Paulistinha – André dias expulso contra os Travestis

2010 – Brasileirão – Washington expulso contra os Travestis

Levando em consideração as relações institucionais do São Paulo, fica complicado acreditar que todas estas expulsões são apenas rigor e interpretação da regra, até porque todas são muito, mas muito questionáveis mesmo, incluindo a de hoje do Carlinhos Paraiba.

O Jogo

Até a expulsão do Carlinhos o jogo foi igual, mas com o saída do jogador, o AB teve que pedir para o Cícero ajudar na marcação enquanto o Muricy tirou um volante e adiantou o time, daí a diferença gigante de finalizações entre as duas equipes.

Apesar da vantagem numérica, o Santos não aproveitou e como diz o ditado: quem não faz leva. Lucas em um lance lindo, usando sua característica de partir pra cima, deu uma meia lua no Edu Dracena e desceu a porrada, o goleiro do Santos ainda tocou nela antes de entrar, golaço: 0x1 e terminava o primeiro tempo.

Até os 20 minutos do segundo-tempo, Neymar (anulado por Piris) e Ganso não davam sinais de vida.

O Tricolor ficava então fechado, esperando pra decidir nos contra-ataques. Teve duas oportunidades pra matar o jogo, com Wellington e Dagoberto. Perdeu as duas.

Na tentativa de aumentar o placar, o AB trocou Dagoberto por Henrique. Muricy por sua vez decidiu mudar o jogo e colocou o Alan no seu time, empurrando o Santos na direção do gol do São Paulo. Casemiro sentiu caimbras e deu lugar a Jean.

A pressão do Santos se materializou em gol, em grande lance do ataque santista que terminou com um chute do Ganso no angulo. 1×1.

O São Paulo aguentou a pressão até o final e conseguiu levar um ponto para São Paulo.

FICHA TÉCNICA
SANTOS 1 X 1 SÃO PAULO

Local: Estádio Vila Belmiro, em Santos (SP)
Data: 28 de agosto de 2011, domingo
Horário: 16 horas (horário de Brasília)
Árbitro: Wilson Luiz Seneme (Fifa-SP)

Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcio Luis Augusto (SP)
Renda: R$ 301.515,00
Público: 12.498 pagantes
Cartões amarelos: Adriano e Pará (Santos); João Filipe, Carlinhos Paraíba e  Piris (São Paulo) Cartão vermelho: Carlinhos Paraíba (São Paulo)
Gols: SANTOS: Paulo Henrique Ganso, aos 35 minutos do segundo tempo  SÃO PAULO: Lucas, aos 45 minutos do primeiro tempo

SANTOS: Rafael; Pará (Alan Kardec), Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano (Felipe Anderson), Henrique, Danilo e Paulo Henrique Ganso; Neymar e Borges Técnico: Muricy Ramalho

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Carlinhos Paraíba, Casemiro (Jean) e Cícero; Lucas (Rivaldo) e Dagoberto (Henrique) Técnico: Adilson Batista

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Na Vila, Ganso e Lucas brilham no empate entre Santos e São Paulo

Lucas usa talento para marcar golaço na estreia na Vila

Muricy elogia postura do Santos, mas vê empate justo no clássico

Neymar vê empate justo e enaltece Lucas: “não pode deixá-lo embalar”

Adilson lamenta gols perdidos, mas exalta superação do Tricolor

Neymar vê resultado injusto, reclama de Piris e enaltece Lucas

Lucas comemora gol anotado durante a estreia na Vila

Adilson Batista elogia atuação tricolor no empate com o Santos

São-paulinos destacam postura da equipe após expulsão

Com um a menos, Lucas faz golaço, mas Tricolor empata na Vila

Na Vila, torcida do São Paulo faz manifestação contra R.Teixeira

São Paulo confirma sondagem da Juventus por Rhodolfo, mas descarta negociação

Após clássico, Rhodolfo confirma proposta da Juventus

Após ameaças, protestos anti-Teixeira ocorrem em Santa Catarina 

Manifesto fora-Teixeira nos estádios

VÍDEO: Ricardo Gomes sofre AVC e passa por cirurgia hoje para tirar sangue do cérebro

Adilson Batista manda mensagem de apoio a Ricardo Gomes 

“Rezarei para ele ficar bem”, diz A. Batista sobre R. Gomes

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Fluminense, Brasileirão 2011, Morumbi, São Paulo, quarta-feira, dia 31.08 às 21h50.

Anúncios

18 Respostas to “Museu 1×1 São Paulo”

  1. Radar Soberano Says:

    Juventus acerta contratação do zagueiro Rhodolfo, do São Paulo, diz imprensa italiana

    A Juventus está negociando com o São Paulo a contratação do brasileiro Rhodolfo, que já manifestou aos dirigentes do clube latino-americano seu desejo de ir para a equipe de Turim, informam nesta segunda-feira os principais jornais esportivos da Itália.

    Rhodolfo, zagueiro de 25 anos, está na mira do Juventus há mais de um mês, quando o diretor-geral esportivo, Giuseppe Marotta, decidiu apostar nele e deixar de lado a outra opção prioritária para reforçar a zona defensiva do elenco: o uruguaio do Liverpool Sebastián Coates.

    Segundo “La Gazzetta dello Sport”, a Juventus apresentou recentemente uma oferta de cerca de oito milhões de euros ao São Paulo e, desde então, negocia a transferência do jogador, de 1,93 metro de altura.

    Por sua vez, o “Corriere dello Sport” indica que as negociações não só afetam o São Paulo e a Juventus, mas os direitos do jogador pertencem também a outras duas entidades, o clube onde Rhodolfo se formou quando era pequeno, o Atlético-PR, e um fundo privado que então participou de sua contratação.

    Os agentes dos jogadores viajaram para Turim há poucos dias para facilitar um acordo entre as partes que, segundo “La Gazzetta dello Sport”, poderia ser oficializado hoje mesmo.

    • Tri-Mundial Says:

      O Rhodolfo não vai sair.

      http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/futebol/2011/8/29/nota-oficial-rhodolfo/

      Nota oficial: Rhodolfo

      A diretoria do São Paulo descarta qualquer possibilidade de negociação com o zagueiro Rhodolfo nesta janela de transferência, que se encerra no próximo dia 31. O camisa 4, que despertou o interesse da Juventus, da Itália, tem vínculo com o Tricolor por cinco temporadas. O defensor disputou 31 partidas e marcou quatro gols.

      “Já me reuni com o Rhodolfo. Expliquei a importância que o jogador tem para o grupo e também para os nossos objetivos, que são os títulos de 2011. E, prontamente, ele concordou e seguirá no clube”, disse Adalberto Baptista, diretor de futebol do São Paulo.

    • Jorge Tri-Hexa Says:

      Quem fez essa matéria foi a globo, não dá pra confiar.

      http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-italiano/noticia/2011/08/juve-acerta-contratacao-de-zagueiro-do-sao-paulo-diz-imprensa-italiana.html

    • Radar Soberano Says:

      Juventus promete insistir na contratação do são-paulino Rhodolfo

      A Juventus não irá desistir com facilidade da aquisição do zagueiro Rhodolfo. Apesar de o São Paulo rejeitar uma oferta de 8 milhões de euros (cerca de R$ 18,6 milhões), a equipe italiana pretende uma nova investida para contar com o atleta até esta quarta-feira, que marca o fim da janela europeia.

      “A Juventus fez uma nova oferta que os dirigentes do São Paulo estão analisando. A nova proposta não é muito diferente da anterior, veremos nas próximas horas”, explicou o procurador do atleta, Rafael Félix, em entrevista publicada pela Gazzetta dello Sport.

      Em comunicado oficial, o São Paulo assegura que não há possibilidade de liberar Rhodolfo neste momento. O zagueiro é um dos principais nomes do grupo que disputa os títulos do Campeonato Brasileiro e da Copa Sul-americana.

      Caso não consiga o acerto neste momento, a Juventus também cogita a hipótese de buscar a contratação de Rhodolfo no futuro. Assim, o time italiano faria novas investidas em janeiro.

      Desde que chegou ao Morumbi, Rhodolfo é tratado como titular absoluto do São Paulo. O jogador, contudo, tem seus direitos presos a investidores e ao Atlético-PR, situação que poderia atrapalhar o clube do Morumbi.

  2. Goiano Tri-Hexa Says:

    Estamos melhorando.
    Pra quem só perdia dos caras, empatar fora, com 10 é pra comemorar.

  3. Hexa Único Says:

    O Henrique entrou no jogo ontem ? Falou tanto que queria ser valorizado e na hora do vamos ver, não fez nada.

    • Henrique Soberano Says:

      O São Paulo não deveria ter renovado com este cara.
      É ruim de bola e mostrou que não tem personalidade, é dominado pelo empresário.

  4. Small Club Cavalo Paraguaio Says:

    Ui, refugay !

  5. Radar Soberano Says:

    Talento de Lucas e boa atuação defensiva garantem empate ao São Paulo na Vila Belmiro. Santos foi superior no clássico

    Análise de jogos, Brasileirão

    De Vitor Birner

    Santos 1×1 São Paulo

    O Santos em nenhum momento foi dominado pelo São Paulo.

    Ou mandou no clássico, o fez na maior parte do tempo, ou equilibrou as ações.

    Se Borges e Ganso estivessem inspirados, o resultado teria sido favorável ao campeão da Libertadores.

    Os são-paulinos devem elogiar a atuação do sistema defensivo e o golaço de Lucas em lance individual.

    Só por isso o time de Adilson cionseguiu empatar.

    Escalações

    Santos – Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo. Adriano, Henrique, Danilo e Ganso; Neymar e Borges

    São Paulo – Rogério Ceni, Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Casemiro, Carlinhos, Cícero, Lucas, Dagoberto

    Sem novidades

    Os treinadores mantiveram os esquemas táticos que mais gostam.

    Muricy, sem Arouca e Elano, armou o meio-campo para Ganso ficar próximo de Neymar, atacante pela esquerda, e de Borges, o centroavante.

    Danilo foi o segundo jogador com mais liberdade no setor.

    Adilson optou por Cícero no lugar de Rivaldo.

    Wellington e Carlinhos foram os volantes de marcação.

    Casemiro, terceiro jogador da posição, tinha a responsabilidade de ajudar Cícero, Dagoberto e Lucas na criação dos lances de gol.

    Ou domínio santista, ou equilíbrio

    O Santos começou pressionando.

    Logo no primeiro lance, Juan, na entrada da área, fez falta em Danilo.

    Neymar cobrou e Rogério defendeu.

    Essa foi a única defesa dos goleiros até o intervalo.

    O Peixe seguiu com a redonda na frente até os 15 minutos, mas trabalhou mal coletivamente.

    Ganso, apagado, e os volantes, não conseguiam tabelar no meio do sistema defensivo são-paulino.

    Restaram os lances individuais de Neymar, que travou e perdeu o interessante duelo contra Pirís.

    Lá pelos 15 minutos o São Paulo acertou o posicionamento defensivo o a equipe da casa passou a ficar menos tempo com a gorduchinha no ataque.

    Isso não impediu a correta expulsão de Carlinhos, que mereceu ambos os cartões amarelos, aos 14 e 27 minutos, mostrados pelo apitador.

    Pouco depois, aos 35, Muricy observou bem a mudança tática do rival e trocou Adriano por Felipe Anderson.

    Cícero foi obrigado a recuar. Virou volante pela esquerda.

    Adriano, que recebera o amarelo, não precisava mais cuidar de Cícero.

    Como o Peixe não atacava pela direita, Felipe Anderson entrou para atuar daquele lado.

    A atuação coletiva são-paulina com a bola foi muito ruim.

    Dagoberto, apático, Lucas e Cícero não encontraram espaços para contragolpear.

    Sequer conseguiam arriscar chutes da entrada da área.

    Os cruzamentos também foram inofensivos.

    A bela exceção

    O São Paulo não havia feito nada. A vida de Rafael era tranquilíssima.

    E eis que o talento de Lucas apareceu.

    Que golaço o jovem marcou!

    Driblou dois adversários (deu drible da vaca em Dracena) e chutou na saída de Rafael, que ainda tocou na dita cuja antes de entrar.

    O mérito do gol é exclusivamente de Lucas.

    Ele mudou o jogo.

    Ataque x Contragolpe

    Adilson não tinha o que fazer.

    Era óbvio que o Santos iria para cima.

    E parar o campeão da Libertadores na Vila Belmiro não é tarefa simples.

    O treinador são-paulino precisava manter seus comandados atrás da linha de meio-campo, congestionar a entrada da área e apostar nos contra-ataques.

    E foi o que aconteceu.

    O jogo melhorou muito.

    São Paulo desperdiça melhores chances

    O Peixe decidiu correr riscos para tentar o empate e a virada.

    No primeiro minuto Borges tabelou com Léo e o lateral, na entrada área, chutou por cima.

    O Alvinegro marcou a saída de bola. Como se diz no futebolês, foi para ‘o abafa’.

    No contragolpe, o São Paulo teve duas chances para aumentar a vantagem.

    Uma com Wellington, e a melhor delas nos pés de Dagoberto, aos 15.

    Quem atua com 10 jogadores contra 11 e de maneira inferior a do adversário, não pode perder gols assim.

    Dagol, aos 17, saiu e Henrique entrou.

    Neymar na meia muda e pressão santista aumenta

    Aos 24, Alan Kardec entrou no lugar de Pará.

    O substituto entrou no ataque, Danilo foi para a lateral e Neymar virou meia.

    Com ele e Ganso na criação, o anfitrião ficou até o fim da partida atacando.

    Aos 29, Borges perdeu excelente chance cara a cara com Rogério Ceni.

    Adilson, aos 31, tirou o cansado Casemiro e pôs Jean.

    Santos empata

    Aos 35, Alan Kardec fez trabalho de pivô e rolou para Ganso acertar o chute no ângulo direito, sem chance alguma para Ceni.

    Depois, mesmo dono da posse de bola no ataque e mantendo a pressão, o Santos não obrigou Rogério Ceni a fazer nenhuma defesa difícil.

    Rivaldo, aos 42, ocupou o lugar de Lucas.

    Destaques

    João Filipe, Rhodolfo, Pirís e Ceni foram os destaques do São Paulo.

    Lucas entra no pacote porque tirou o coelho da cartola no gol.

    Neymar, Danilo e Muricy se destarcaram no Peixe.

    Coloco Ganso e Alan Kardec no pacote porque foram responsáveis pelo lance do empate.

  6. Radar Soberano Says:

    Coluna do Zanquetta: O NOSSO CFA

    CFA. O Centro de Formação de Atletas do São Paulo, costumeiramente chamado de Cotia por sua localização, novamente foi alvo de ironias, notícias terroristas e alarmantes. Após a ameaça da saída de Henrique e Casemiro, muita gente da imprensa, torcedores em geral, começaram a questionar se todo o esforço do São Paulo em investir na base, valia mesmo ou não a pena.

    Primeiro, enxergo claramente a inveja profunda que há de todos neste país em relação ao trabalho fantástico feito por Cotia. Existem erros? Claro. Mas, Cotia é uma potência. Casos como Oscar, Henrique e Casemiro, apenas demonstram o quanto produzimos craques.

    Piazon nem jogou um jogo profissional e já era desejado pelos maiores do planeta. O Chelsea levou. Oscar, que apareceu demais na final da Copa do Mundo Sub-20, é fruto do trabalho do São Paulo e claro, isto ninguém poderá apagar. Se Henrique, Casemiro, Diogo, Oscar entre outros aparecem e chamaram atenção e ganância, é porque todos sabemos o potencial que eles tem e ainda demonstrarão ao longo da carreira. E isto, é uma conclusão de quão bons são os olheiros, os preparadores, os psicólogos, os treinamentos e a preparação. O trabalho, pode melhorar, mas já apresenta uma fórmula maravilhosa de sucesso. E só quem deseja atacar ou denegrir o São Paulo pode contestar isto.

    Vejo muita gente falando que esse ou aquele é uma porcaria. É claro que da baciada, não sairão todos craques, mas muita gente boa vem surgindo e tornando-se realidade. Só neste anos, Rodrigo Caio, Henrique Miranda, Lucas, Casemiro, Henrique, Luiz Eduardo, Uvini e Wellington, renovaram por mais 5 anos. O SPFC agora se garante. Além deles, há outros garotos que estão despontando também e o futuro é promissor como Ademílson, Mirray entre outros. Fora os que já subiram e estão tendo mais tempo como Dener, Bruno, João Felipe, etc.

    Ano que vem, teremos mais. Receberemos dinheiro e muito por algumas vendas. E mais garotos subindo. A base consolidando. A cultura já mudou e tende a ser perene. É um projeto que apresenta um abismo monstro para outros clubes. O Santos e o Inter, o qual eu respeito muito o trabalho de base, não chegam aos pés. No Flamengo, é uma questão de pura quantidade. Sai muita gente, mas não há um projeto, um trabalho. A coisa rola solta, frouxa e sem dedicação da diretoria. É quase mambembe. No Corinthians, então, os “craques” de lá, chegam a ser vergonha até mesmo para os gambás.

    É óbvio que investir na base, é o caminho certo para clubes brasileiros e sul americanos que não possuem tanto aporte financeiro. Mesmo com o aumento significativo nas rendas e direitos, o SPFC não mudará sua postura. O que fará e já iniciou agora no meio do ano, é investir mais nos jogadores que acredita serem vantajosos e boas apostas. E tem verba para tanto. E sem comprometer caixa, segue investindo em Cotia, recebendo ajuda do Governo, beneficiando a região, muitos garotos e reforçando o elenco principal. Sem contar nos investimentos no Morumbi.

    Poderia aqui ficar horas escrevendo as vantagens de ter Cotia e o projeto de base. Em como estamos caminhando bem e corretamente. E não podemos questionar mesmo se saíssem jogadores como Henrique e Casemiro, se Cotia vale ou não a pena. As mudanças jurídicas e as garantias, agora já possuímos. E isto, nos dá a segurança de investir e desenvolver para o futuro de forma sólida, consistente e promissora.

    E, se o caso Oscar cair no nosso colo ao final do ano, quero ver como ficarão os críticos, os terroristas, os pessimistas e os sensacionalistas. Tudo que a torcida por anos pediu, foi a base. Agora que ela está aí, ao lado de jogadores experientes, outros jovens, mas experientes, não podemos nos deixar levar. Somos a torcida do clube e temos que apoiar. Cotia é nossa fábrica de craques, de cidadãos de bem, como diz Marcos, diretor de Cotia. E assim, tenho a plena certeza de que o São Paulo seguirá na vanguarda do futebol nacional. Quer queiram aceitar, ou não. Quer queiram enxergar e admitir, ou não.

    Cobertura. É impressionante a dedicação que JJ está para que a cobertura saia logo do papel e as obras acabem antes de meados de 2013. Com isto, como a CBF e a FIFA explicarão um estádio pronto e a cidade de São Paulo fora da Copa das Confederações? Como explicarão o Itaquerão? Fora isto, os ganhos com mídia, camarotes, shows e a modernização, seriam alvo de notícias no mundo todo, conforme Andrew Jennings que anda estudando o caso Morumbi x Itaquerão.

    Henrique e Casemiro. Depois do vexame que fizeram ao pressionar publicamente o São Paulo, os jogadores mesmo sem receberem o que pretendiam, chegaram a um acordo conosco. Casemiro, é um cara importante, efetivo, de potencial. Já Henrique, precisa comer muito feijão com arroz e comer a bola agora. No mais, apesar de tudo, o final feliz foi positivo. Senão, ia ficar aquela palhaçada da imprensa dizendo que o São Paulo é isso e aquilo, que a diretoria é aquilo outro, que Cotia não vale a pena, entre outros. A imprensa mal noticiou as renovações e já calaram. Para que vejamos o tamanho da palhaçada que é a mídia. É muita má vontade com o São Paulo.

    Denis. Esta semana, após longas reuniões entre os dirigentes, foi confirmada a confiança em Denis para o futuro da meta Tricolor. O garoto que já vem se preparando há algum tempo, tem não apenas confiança para atuar na meta, como personalidade para assumir uma posição que ficará muito carente após a saída de Ceni. Boa sorte, garoto.

    Dagoberto. Após a reunião desta semana, Dagoberto comentou com os chegados no São Paulo que recebeu uma proposta de carreira. No estilo que havíamos feito com Mineiro. O jogador que com sua esposa estão adaptados à São Paulo, agora mudou um pouco o discurso. Eu, não sei sinceramente se ele deveria ou não ficar. Está num bom ano, mas lembremos que isso só ocorreu agora, que estava ficando na pista. Será que com mais um contrato renovado e a segurança da estabilidade não fariam voltar aquele Dagoberto descompromissado? Só o tempo dirá…

    João Filipe. Para variar, o zagueiro chegou sob desconfiança, reclamações e ofensas contra a diretoria. Não era um nome conhecido, era reserva no Botafogo. Aí, é aquela coisa, o cara é fraco, é tampão, o cara é um lixo etc. Agora, é aclamado, foi sorte…

    Acho que está na hora das pessoas serem mais racionais e realistas no caso das contratações. Lembrando que nossos principais zagueiros dos últimos tempos, também chegaram assim. Lembremos de Fabão, André Dias, Miranda e Alex Silva. Chegaram como nada e tornaram-se muralhas. Isso, para não apelar e falar em Lugano.

    A única lamentação que faço no caso dele, é que não temos opção de compra ao final do vínculo. Pela pressa, não conseguimos inserir esta cláusula na negociação e o Botafogo, obviamente já quer o jogador novamente em 2012.

    Corinthians e o apito amigo. Milton Neves, apesar de tudo que faz de forma irônica e debochada, fala uma das maiores verdades que ninguém admite na imprensa: que o Corinthians é o time mais ajudado pela arbitragem da história. Neste ano, no BR, é o time que mais penais teve. É o time que teve os árbitros que apitaram partidas em que venceram, repetidos. E para quem alegar que é coincidência, confira nos anos anteriores. É idêntico. O Palmeiras, por exemplo, no Paulistão, sempre tem dezenas de penais. Sempre. No BR, não. Por que será? Coincidência??

    Fox Sports. Em 2012, o canal pode assumir o comando dos principais torneios internacionais transmitidos no país. E isto pode impactar inclusive no Sportv. Ricardo Teixeira é um dos que está fazendo força para que isto ocorra e atinja o poder da Globo.

    Palmeiras: cachorrinho ou porquinho? De novo, Tirone curvou-se à Andres para que mantenha bom clima com o laranja de Teixeira. Levou o clássico do Morumbi para o interior onde terão mais gambás que porcos. Tal qual o presidente do Santos, tornou-se um cachorrinho. Não eram porco e peixe?

    Alexandre Zanquetta

    alexandrezanquetta@uol.com.br

    twitter.com\blogdosaopaulo

  7. Papito Says:

    Por que o professor pardal jr. não escala o Cañete ? O SPFC fez um tremendo esforço e contratou o cara e nada !
    VSF !

  8. O Rei da América Says:

    Foi foda ver o Ricardo Gomes com a cara meio torta na TV.
    Tomara que não fiquem sequelas.

  9. Luiz Ferreira Says:

    Eu acho que foi um bom resultado.
    Mas logo os cornetas aparecem para falar mal de alguma coisa.
    Com 11, acho que a história do jogo seria diferente.

  10. Jorge Tri-Hexa Says:

    1×1 com o time em formação tá bom demais.

  11. Radar Soberano Says:

    Adilson quer por um fim às expulsões de Paraíba

    Meio-campista também foi expulso no primeiro tempo do clássico contra o Corinthians

    A expulsão do meio-campista Carlinhos Paraíba contra o Santos será tema de uma conversa no São Paulo durante a semana. O técnico Adilson Batista reconhece a necessidade de falar com o atleta para evitar entradas bruscas e faltas desnecessárias, sobretudo em clássicos.

    Não foi a primeira vez que Carlinhos Paraíba exagerou nas jogadas violentas em um confronto regional na edição 2011 do Campeonato Brasileiro. No clássico contra o Corinthians, ele foi expulso no primeiro tempo – em situação parecida do jogo contra o Santos – e o saldo foi trágico: derrota tricolor por 5 a 0.

    – Não foi a primeira vez, nós sabemos. É para conversar, não vejo como afobação, mas vamos fazer internamente. Ele é importante, nos ajuda, tem dinâmica, infelizmente acontece isso. Será uma conversa na salinha, sozinho.

    Ainda na Vila Belmiro, Carlinhos Paraíba demonstrou abatimento por mais uma expulsão em clássicos. No intervalo do jogo contra o Santos, ele chegou a pedir a vitória aos companheiros que haviam permanecido em campo.

    No elenco são-paulino, a ordem foi evitar críticas em relação ao ato de indisciplina do colega. O meia Lucas, autor do gol tricolor na Vila, mostrou solidariedade.

    – O Carlinhos estava triste, é uma excelente pessoa dentro e fora do campo. Nós prometemos correr em dobro para suprir a falta dele.

  12. Radar Soberano Says:

    São Paulo busca com paraguaios a liberação de Piris na quarta-feira

    A diretoria do São Paulo entrou em contato com a Associação Paraguaia de Futebol (AFP) para contar com o lateral direito Piris no jogo de quarta-feira contra o Fluminense. Destaque na marcação de Neymar no clássico contra o Santos, o jogador foi convocado para amistosos do Paraguai e, inicialmente, perderia duas partidas do Campeonato Brasileiro.

    A intenção do Tricolor é que Piris siga para a sua seleção após a abertura do returno do Campeonato Brasileiro. Assim, ele só perderia o confronto de sábado contra o Figueirense, em Florianópolis.

    “A diretoria está tentando falar com a APF para ficar no jogo contra o Fluminense. Acho que vai dar certo. Depois, tenho de jogar pelo Paraguai, é uma experiência boa. Quero jogar todas no São Paulo, mas a seleção precisa de mim”, avisou.

    O Paraguai entra em campo para dois amistosos. Em 2 de setembro, enfrenta o Panamá. No dia 6, será a vez de jogar contra Honduras. Os jogos vão marcar a estreia de Arce (ex-lateral de Grêmio e Palmeiras) no comando do país.

    Quando Piris não está em campo, o São Paulo é obrigado a improvisar no setor. O volante Jean normalmente também tem sido utilizado na posição.

    Além de Piris, outros dois nomes que atuam no futebol brasileiro foram convocados para defender o Paraguai: o atacante Ortigoza, do Cruzeiro, e o volante Wilson Pittoni, do Figueirense.

    Na partida contra o Fluminense, o São Paulo já tem um desfalque garantido. O meio-campista Carlinhos Paraíba está fora em função da expulsão contra o Santos.

  13. Radar Soberano Says:

    Após ‘não’ do São Paulo, Juventus faz nova proposta por Rhodolfo

    Gaspar Nóbrega/Divulgação

    Depois de recusar a primeira proposta da Juventus por Rhodolfo, 25, a diretoria do São Paulo estuda uma nova oferta do clube italiano pelo zagueiro.

    O time de Turim pretende agora acertar a contratação do defensor imediatamente, mas contar com ele a partir de janeiro de 2012.

    Mais cedo, o São Paulo emitiu uma nota oficial afirmando que “descarta qualquer possibilidade de negociação” nesta janela de transferência.

    O comunicado diz ainda que o diretor de futebol Adalberto Baptista explicou ao camisa 4 sua importância no elenco para que o clube conquiste títulos em 2011.

    Na primeira proposta, a Juventus oferecia € 8 milhões (aproximadamente R$ 18,4 milhões) para utilizar Rhodolfo já no próximo mês.

    Segundo o empresário do jogador, Rafael Félix, que está na Itália conduzindo as negociações, a nova oferta é “financeiramente semelhante”.

    “Próxima janela é próxima janela”, respondeu Baptista, quando questionado pela reportagem sobre a possibilidade de o atleta sair em janeiro.

    Contratado no começo do ano do Atlético-PR, Rhodolfo é hoje o zagueiro mais experiente e titular absoluto do clube.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: