São Paulo 1×1 Porcas

O Palmeiras precisava por fim à má fase, enquanto o São Paulo ainda lutava pelo título do primeiro turno. Apesar das motivações, o que se viu no Morumbi foi um jogo fraco diante de um público medíocre e um frio cortante. Graças a um golaço de Dagoberto e à famosa bola parada de Marcos Assunção, os rivais saíram de campo insatisfeitos com o empate por 1 a 1.

O São Paulo tem poucas chances de conquistar o título do primeiro turno na próxima rodada. A equipe chega a 34 pontos na terceira colocação atrás dos líderes Corinthians (37) e Flamengo (35) e ainda pode ser ultrapassado pelo Vasco que enfrenta o Fluminense neste domingo.

Já o Palmeiras agrava seu mau momento e vai pressionado para o clássico contra o Corinthians, no próximo domingo, em Presidente Prudente. Além de enfrentar problemas internos e a ineficiência de seu ataque, a equipe chega à sexta partida seguida sem vitória.

Com três desfalques, entre eles Valdivia, Felipão armou um esquema precavido com Chico fazendo proteção à zaga e Márcio Araújo atuando ao lado de Kleber quase como um meia. O time começou melhor e mais organizado impondo uma forte marcação ao São Paulo. Logo no início, Rogério Ceni foi obrigado a trabalhar em um chute perigoso de Luan.

Mas, aos poucos, o São Paulo equilibrou o jogo igualando a marcação. O time do Morumbi cresceu com uma boa movimentação dos homens de ataque que confundia a defesa palmeirense. Dessa forma, chegava de forma incisiva e levava mais perigo, inclusive nas jogadas de bola parada.

Com falhas na marcação, as duas equipes conseguiam escapar e tinham chances, mas faltava qualidade na finalização. Melhor para os anfitriões, quando Rivaldo escapou de Chico, que já demonstrava dificuldades em acompanhá-lo, e deu bom passe para Dagoberto. O atacante fez o drible, viu Marcos adiantado e tocou por cobertura para fazer um golaço aos 43 minutos do segundo tempo.

No segundo tempo, Felipão colocou Maikon Leite no lugar de Márcio Araújo. O Palmeiras melhorou, passou a jogar com a bola nos pés, encurtou os espaços e diminuiu os erros. O time chegava ao ataque, mas não tinha poder de definição, um velho problema da equipe.

Até surgir Marcos Assunção, praticamente única opção de gol nos últimos jogos. Ele cobrou falta na cabeça de Henrique que deixou tudo igual aos 16 minutos.  O São Paulo sentiu o empate e não ameaçou o gol de Marcos. O Palmeiras tinha mais chances, mas faltava qualidade para virar. No fim, os dois times pareciam satisfeitos e desanimados para tentar o triunfo.

Via UOL Esportes

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 1 PALMEIRAS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 21 de agosto de 2011, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Cleber Welington Abade (SP)

Assistentes: Emerson Augusto de Carvalho (Fifa-SP) e Marcio Luiz Augusto (SP)
Cartões amarelos: Cicinho (Palmeiras)
Público: 16.813 pagantes
Renda: R$ 587.700,00
GOLS: SÃO PAULO: Dagoberto, aos 42 minutos do primeiro tempo
PALMEIRAS: Henrique, aos 16 minutos do segundo tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; João Filipe, Xandão e Rhodolfo; Piris, Wellington, Carlinhos Paraíba, Rivaldo (Cícero) e Juan; Fernandinho (Marlos) e Dagoberto
Técnico: Adilson Batista

PALMEIRAS: Marcos; Cicinho, Leandro Amaro, Henrique e Rivaldo; Chico, Márcio Araújo (Maikon Leite), Marcos Assunção e Patrik (João Vitor); Kleber e Luan
Técnico: Luiz Felipe Scolari

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

São Paulo e Palmeiras empatam o clássico em que a bola apanhou dos jogadores

Pouco inspirados, Tricolor e Palmeiras empatam e ficam longe da ponta

São Paulo e Palmeiras ficam só no empate no Morumbi

São Paulo e Palmeiras ficam no empate e aumentam jejum

Com boas atuações, Ceni e Marcos ‘seguram’ ataques e definem o clássico

São Paulo e Palmeiras ficam no empate e aumentam jejum

São-paulinos saem conformados com empate; Dagoberto pede mais inteligência

Dagoberto cobra inteligência e reforços da equipe do São Paulo

Dagoberto diz que teve frieza para fazer golaço no clássico

Adilson Batista aposta nos reforços para reagir no Brasileiro

Apesar do empate, elenco admite: “O time jogou bem”

Dagoberto vibra com golaço no clássico: “Tive frieza”

Suspenso, Lucas vai ao Morumbi dar apoio aos companheiros

Dagoberto faz golaço, Tricolor empata, mas mantém tabu no Choque-Rei

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Ceará, Sul-Americana 2011, Morumbi, São Paulo, quarta-feira, dia 24.08 às 21h50.

Anúncios

16 Respostas to “São Paulo 1×1 Porcas”

  1. Radar Soberano Says:

    Tricolor faz promoção de ingressos para o jogo de quarta, contra o Ceará

    Para encher o estádio do Morumbi, diretoria reduz valor dos bilhetes. Para seguir adiante na Copa Sul-Americana, São Paulo precisa vencer por 1 a 0

    Na próxima quarta-feira, o São Paulo decidirá o seu futuro na Copa Sul-Americana na partida contra o Ceará, marcada para 21h50m, no estádio do Morumbi. Por ter perdido o jogo de ida por 2 a 1, em Fortaleza, a equipe comandada por Adilson Batista terá vencer o rival por 1 a 0 ou por dois gols de diferença. Para dar mais força ao time, a diretoria resolveu fazer uma promoção de ingressos. Existem setores a partir de R$ 10 para torcedores comuns e R$ 5 para sócios-torcedores. A expectativa é de 30 mil são-paulinos compareçam ao decisivo duelo.

    Confira o preço dos ingressos para sócios-torcedores

    – Arquibancada azul: R$ 10
    – Arquibancada laranja: R$ 5
    – Setor VIP Premium: R$ 64
    – Arquibancada amarela: R$ 5
    – Cadeira Superior: R$ 10

    Confira os preços dos ingressos para torcedores comuns

    – Setor Térreo Visa (vendas somente pela internet): R$ 40 (R$ 20 meia entrada)
    – Cadeiras amarelas: R$ 30 (R$ 15 meia entrada)
    – Morumbi Premium Clube: R$ 80 (R$ 40 meia)
    – Cadeiras cativas azuis e vermelhas (vendas somente no estádio): R$ 20
    – Arquibancadas azuis e vermelhas: R$ 20 (R$ 10 meia)
    – Setor laranja: R$ 40 (R$ 20 meia)
    – Visa infinite: R$ 110 (R$ 55 meia)
    – Arquibancada laranja: R$ 40 (R$ 20 meia)
    – Arquibancada amarela (venda somente pela internet): R$ 10 (R$ 5 meia)
    – Cadeira superior (vendas somente pela internet): R$ 20 (R$ 10 meia)
    – Torcedores do Ceará (entrada pelo portão 15): R$ 20 (R$ 10 meia)

    Confira os pontos de venda
    – Estádio do Morumbi
    Praça Roberto Gomes Pedrosa, sem número – Morumbi

    – Bar Brahma
    Av. São João, 677 – Mezzanino – Centro

    – Central de Entretenimento Express
    Rua: Américo Brasiliense, 1827 – Sala 3 – Santo Amaro

    – Super Shopping Osasco
    Av. dos Autonomistas, 1828 – 2º Piso – Vila Yara – Osasco

    – Posto Ipiranga Central Park
    Rua Jurubatuba, 1500 – São Bernardo do Campo

    – Quinta das Palmeiras
    José Antonio de Almeida Amazonas, 370 – Vila Guimoar – Santo André

  2. Radar Soberano Says:

    Ceará tem três desfalques titulares para enfrentar o São Paulo

    O Ceará não vai poder contar com quatro jogadores importantes para enfrentar o São Paulo, na quarta-feira, no estádio do Morumbi, pelo jogo de volta da fase nacional da Copa Sul-Americana. O goleiro Fernando Henrique, os volantes João Marcos e o zagueiro Diego Sacoman estão no departamento médico.
    Fernando Henrique machucou a mão contra o Figueirense, em 10 de julho. Ele deveria voltar às atividades normais no fim de agosto, mas uma pancada no local atrasou a recuperação.
    O zagueiro Diego Sacoman sofreu uma lesão no joelho antes de enfrentar o Cruzeiro, partida realizada no último sábado, em Uberlândia. O defensor só deve voltar aos campos na próxima semana. Erivelton foi relacionado pelo técnico Vagner Mancini para substituí-lo, mas os titulares serão Anderson Luis e Fabrício.
    Entre os volantes, João Marcos machucou a coxa no começo do mês e está próximo de voltar. Ele já treina com bola e deve estar preparado para jogar contra o Bahia, no próximo domingo. Careca ainda não tem previsão de volta, após ser operado no fim do ano passado.
    Qualquer empate classifica o Ceará na quarta-feira, pois o time saiu vencedor do estádio Presidente Vargas, por 2 a 1.

  3. Radar Soberano Says:

    Contra o Ceará, São Paulo praticamente ideal

    Depois de nove partidas, enfim Adilson vai ter elenco quase que todo à disposição para tentar inverter desvantagem

    Aos poucos, Adilson Batista começa a arrumar o São Paulo. O treinador, que desde sua chegada tem convivido com problemas de jogadores convocados, suspensos ou lesionados, diante do Ceará, pela Sul-Americana, vai poder escalar praticamente o Tricolor ideal .

    Sem ninguém suspenso e com a linha de defesa toda à disposição, o comandante deve escalar Rogério Ceni, Piris, João Filipe (Xandão), Rhodolfo e Juan. Luiz Eduardo, com nova proteção na mão esquerda, tem boas condições de ser liberado pelo departamento médico. No meio de campo, apenas Denilson, com estiramento na coxa esquerda, está fora. Assim, Wellington, Casemiro, Carlinhos e Rivaldo (Cícero) são os favoritos para o setor.

    O ataque continua sendo problema. Isso porque, Luis Fabiano, segue sem condições de jogo após cirurgia em região próxima ao joelho direito (tendão semitendinoso). Além dele, Henrique e Willian não estão inscritos na competição. Com isso, Lucas e Dagoberto, com Fernandinho e Marlos como opções de banco, serão escalados.

    – Aos poucos, estamos contando com novos reforços. Enquanto não acontece, vamos nos virando com o que temos. Se tivesse o Denilson ou Casemiro, por exemplo, não teria escalado três zagueiros contra o Palmeiras – analisou Adilson, logo após empate em 1 a 1 no Choque-Rei.

    Diante do Ceará, o Sampa ainda não vai contar com força máxima. Mesmo assim, será o mais próximo, ao menos até agora, do ideal para o comandante colocar em campo o que tem de melhor. Em desvantagem, já que perdeu o confronto da ida por 2 a 1, o São Paulo precisa de uma vitória simples, por 1 a 0. Se levar gol, precisará abrir dois de diferença para avançar.

    Problemas:

    Defesa: Luiz Eduardo é a única dúvida. Como deve tirar o gesso nesta segunda-feira para colocar nova proteção, pode estar à disposição.

    Meio-de-campo: Denilson, com estiramento na coxa esquerda, só volta em três semanas.

    Ataque: Luis Fabiano, em recuperação de cirurgia em região próxima ao joelho direito, não tem previsão de retorno. Henrique e Willian não estão inscritos na Sul-Americana.

  4. Radar Soberano Says:

    Apenas “mais um”

    Submitted by RicaPerrone on 22/08/2011 – 12:37No Comment.

    Já comentei aqui algumas vezes, mas hoje se torna irresistível repetir o assunto. Os garotos endeusados antes da hora – e não só no futebol – acham que podem tudo. E de fato podem, já que hoje em dia aceitamos tudo em troca de 2 golzinhos.

    Se a mídia não respeita a seleção, se os torcedores não respeitam seus clubes, se os jogadores fazem o que querem e voltam pisando na camisa, porque eu não posso?

    Jovens mimadinhos pensam assim, e até tem motivos. Quando assistem de camarote o esforço gremista pra trazer de volta um Ronaldinho, que traiu sua torcida e seu clube. Quando assiste o Robinho voltar de helicoptero pra Vila Belmiro aclamado pelos mesmos torcedores que se sentiram traidos pela sua saida.

    Sair é natural. Mas é preciso ter respeito, gratidão e vergonha na cara.

    Quem é você, Henrique?

    Um centrovante limitado que baixa a cabeça e chuta forte achando que é Ronaldo?

    “Não fui valorizado no São Paulo”, diz o coitadinho.

    Orientado por um empresário mais covarde ainda que pra fazer um trocado acaba com a imagem dos seus clientes.

    Não vou comparar ao Oscar pois no primeiro caso – e é preciso saber diferenciar – houve um problema com grana. O SPFC não teria dado ao Oscar o que foi prometido, e por isso o perdeu.

    Henrique não. Este quer sair porque se sente desvalorizado.

    Tão desvalorizado que ele acredita ter chegado a seleção e conquistado prêmio no mundial porque o Ney Franco viu ele jogando bola lá na rua dele, fazendo gol entre chinelos.

    Né, espertão?

    Se hoje você vale um vintém, não é porque treinou na sua rua nas horas vagas. É porque alguém te deu estrutura, comida, treinamento, casa, vitrine e salários pra você chegar até aqui.

    E lembre-se: Você não chegou a lugar algum, garotão.

    O que você fez centenas fizeram e sumiram. E hoje, observando sua reação após a conquista, vejo que seu caminho é bem parecido com o deles.

    Os grandes, quando vencem, agradecem quem os ajudou a chegar lá. Os mediocres os menosprezam.

    E você é mediocre. Se não em campo, fora dele.

    Você é mais um moleque endeusado por gols que esqueceu de pensar o que você seria se não fosse um clube do tamanho do SPFC por trás para te “inventar”.

    Mais um pau mandado de empresário, que muda o discurso conforme convém. Tem proposta, né guri? Ontem o SPFC era sua vida, hoje é seu vilão.

    Nada que alguns dólares não faça com o caráter de um fraco.

    E não é contigo, não. Eu até gosto de você. Te conheci com 17 anos e fui o primeiro jornalista a te entrevistar, no estacionamento do CT, lembra?

    Você sorria e dizia que “renovou bem” o contrato. E diga-se, bem demais pra quem não jogava no time de cima, né?

    Agora, reserva no SPFC e no Vitória, se acha injustiçado.

    Diz que o São Paulo é passado, que pra você acabou e agora é pensar no futuro.

    Tá certo. Pense no futuro, esqueça seu passado, seja mais um bobo-alegre manipulado por euros e por um empresário que não quer nem saber o que você será amanhã, desde que dê um troco na conta dele.

    Seja mais um.

    Ou pior ainda. Seja um craque. Pise em quem te “inventou”, menospreze tudo isso, vá fazer fortuna na Europa e quando enjoar, volte fazendo juras de amor.

    Clubes são idiotas, torcedores mais ainda. Eles vão aplaudi-lo e recebe-lo num estádio cheio.

    Assim que funciona.

    Se fossem sérios, grandes de fato, conversariam entre eles e ninguém o contrataria. Mas alguém vai contratar, pois são administrativamente tão mediocres quanto vocês, jogadores mimados, quando querem sair.

    Boa sorte, garotão!

    E se amanhã algo der errado, sua perninha doer ou você precisar de ajuda… pede pro empresário.

    Afinal, foi ele que te abriu portas e te meteu na seleção, né?

    Sim, é só “mais um”.

    • blogdoluchetta Says:

      Esse rica perrone. Tava estranhando ele não meter o pau na diretoria. Mas…
      Uma meia verdade:

      “Não vou comparar ao Oscar pois no primeiro caso – e é preciso saber diferenciar – houve um problema com grana. O SPFC não teria dado ao Oscar o que foi prometido, e por isso o perdeu.”

      Sim, o$car ganhou uma liminar para continuar jogando em cima de valores. Ele alega que não recebeu o dinheiro do contrato que foi cancelado, mas recebeu muito mais do novo contrato.
      Ou seja, o valor que ele alega não ter recebido foi de um contrato cancelado por ambas as partes e substituido por outro em que ele RECEBEU muito mais dinheiro.

      Esse palhaço pode até ganhar a causa, o que duvido, mas esse pilantra recebeu tudo que foi acordado com o São Paulo.

  5. Radar Soberano Says:

    Lucas: pronto para decisão na Sul-Americana e clássico na Vila

    Após cumprir suspensão, camisa 7 está novamente à disposição de Adilson Batista

    Por Luiz Pires – Vipcomm

    Depois de desfalcar o São Paulo no clássico contra o Palmeiras, no último domingo, no Morumbi, o meia Lucas está novamente à disposição do técnico Adilson Batista. E o garoto está pronto para a semana decisiva que o Tricolor Paulista terá.

    Na próxima quarta-feira, o São Paulo enfrentará o Ceará, pela Sul-Americana, no Morumbi. No jogo de ida, a equipe cearense venceu por 2 a 1. Para se classificar, o Tricolor terá de vencer por dois ou mais gols de diferença. Como marcou um gol fora de casa, uma vitória simples por 1 a 0 também é suficiente.

    Depois, no domingo, a equipe paulista vai à Vila Belmiro enfrentar o Santos, pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Brasileiro. Com 34 pontos, o Tricolor é o atual terceiro colocado, três pontos a menos que o líder Corinthians.

    “São duas decisões. Primeiro temos o Ceará e precisamos vencer para continuar na disputa deste campeonato importante, que é o caminho mais curte para chegar na Libertadores. Depois é o Santos, atual campeão da Libertadores. Vão ser duas decisões”, ressaltou Lucas.

    No último domingo, o camisa 7 esteve no Morumbi para acompanhar o clássico. Como torcedor, ele sofreu por não poder estar em campo ajudando os companheiros.

    “A gente esperava a vitória, mas era um clássico e o time enfrentou uma equipe forte. Nossa equipe lutou bem nos 90 minutos. É ruim ficar fora, mas agora é levantar a cabeça e trabalhar forte nesta semana para os próximos jogos”, concluiu Lucas.

  6. Radar Soberano Says:

    De novo, São Paulo sofre gol em jogada de bola aérea

    O São Paulo mais uma vez foi vazado em uma jogada pelo alto. Assim como foi contra Atlético-PR e América-MG, o Palmeiras, com Henrique, fez após cruzamento de Marcos Assunção. Mesmo com três zagueiros, o Tricolor não conseguiu evitar o empate.

    – Com três zagueiros acima de 1,90m, não podemos tomar um gol de bola parada. Agora é trabalhar para conseguirmos o resultado positivo – analisou João Filipe.

    – O gol foi da maneira que eles (Palmeiras) mais sabem fazer. E a gente tomou. Não podemos tirar o mérito do Assunção, mas houve falhas na marcação. Temos de prestar mais atenção para não cometer falhas assim – completou Xandão.

    Em nove partidas à frente do São Paulo, foi a primeira vez que Adilson Batista escalou três defensores. Segundo o treinador, por necessidade, já que perdeu Denilson, que está machucado, e também não pôde contar com Casemiro, na Seleção sub-20. Para ganhar em estatura, optou pelos três zagueiros, o que, na prática não surtiu o efeito esperado.

    – O Xandão não dá para ser líbero. Em função do Maikon Leite, tem de mudar. O João Filipe tem mais qualidade na saída. Tivemos muitas dificuldades, principalmente no primeiro tempo. O Juan jogava assim, o Piris também, o Rhodolfo, no Atlético-PR, e Xandão, no São Paulo, também – analisou o comandante, que começou com os defensores postados de uma maneira, mas depois mudou.

    Para o jogo contra o Ceará, Adilson não descarta a possibilidade de manter o mesmo esquema, mas a chance é pequena. Isso porque já vai contar com Casemiro e Lucas.

  7. Radar Soberano Says:

    Sem Denilson, Adilson aprova e pode manter tática com três na zaga

    Assumidamente fã de um meio-campo recheado de volantes com dinâmica para tocar a bola e trocar de posições, Adilson Batista surpreendeu contra o Palmeiras ao optar pelo trio de zagueiros João Filipe, Rhodolfo e Xandão. Foi a solução que encontrou para suprir a falta da proteção de Denílson, machucado, na cabeça de área. E a formação pode ter sequência.

    “O São Paulo ganhou três títulos brasileiros seguidos não descartando os três zagueiros e com o Borges fazendo bastante gol com o Dagoberto”, argumentou o técnico, lembrando do 3-5-2 armado por Muricy Ramalho que conquistou a liga nacional entre 2006 e 2008. Adilson só não antecipa a escalação para enfrentar o Ceará nesta quarta-feira, pela Copa Sul-americana. “Tenho tempo para pensar.”

    O comandante, entretanto, demonstra ter gostado da experiência. Começou o clássico, que terminou empatado por 1 a 1, com João Filipe pela direita, Rhodolfo como líbero e Xandçao na esquerda. Mas as posições se inverteram à medida que os atacantes do rival trocavam de função ou algum dos três demonstrava alguma deficiência.

    Adilson crê que só faltou entrosamento. “Tivemos muitas dificuldades, mas não porque o sistema mudou. O Juan jogava assim e o Piris também foi ala na seleção paraguaia. O Xandão também já foi escalado assim aqui e o Rhodolfo atuou neste sistema por 200 anos no Atlético-PR.”

    Apesar de ter volantes à disposição para proteger a área sem a necessidade de um zagueiro a mais para compensar o desfalque de Denilson, exaltado também por sua qualidade na saída de bola, o treinador mostra não confiar plenamente nas opções que tem no elenco. O comandante deseja alguém como Rodrigo Souto, que atuava como um defensor antes de ser liberado para atuar no futebol japonês.

    “Poderia iniciar com o Rodrigo Caio, mas ele seria um zagueiro-volante. Poderia também escalar o Wellington como primeiro volante, com o Jean na função de terceiro homem no meio-campo, mas aí eu ouviria que tomamos o gol de bola parada porque o time seria baixo demais. É o futebol”, declarou Adilson, que sofreu o empate em cruzamento de Marcos Assunção que Henrique desviou com a nuca nas redes.

    Mais de dois na frente – Adilson aumenta o número de atletas em sua retaguarda sem ter medo de fazer o mesmo em sua linha de ataque. O comandante não descarta começar uma partida em breve com o quarteto Rivaldo, Lucas, Fernandinho e Dagoberto.

    “É possível. Até Marlos, Fernandinho e Dagoberto também poderiam ser titulares sem problema nenhum. Desde que ajudem sem a bola, com consciência para recompor. Está com eles. Se não fizerem isso, não tem jeito”, ponderou o treinador.

  8. Radar Soberano Says:

    Com elenco reforçado, Adilson aposta em habitual sprint tricolor

    Sob o comando de Adilson Batista, o São Paulo somou só 13 dos 24 pontos que disputou no Campeonato Brasileiro, um aproveitamento de 54,17% em oito jogos. O técnico, porém, alerta que o rendimento não foi melhor por conta de uma extensa lista de desfalques prestes a ficar vazia. Por isso, crê que o time pode, ao menos, conquistar no segundo turno os mesmos 37 pontos que ainda pode alcançar na metade inicial do torneio.

    “Vamos apostar no histórico do grande segundo turno que o São Paulo tem, conquistando de 36 a 40 pontos, uma média boa”, comentou o treinador, ciente, também, que a recuperação em outros anos foi justificada por um primeiro turno irregular disputado paralelamente à Libertadores. “É evidente que não jogamos a Libertadores, mas podemos fazer um returno muito bom”, justificou.

    Se vencer o Santos no próximo domingo, na Vila Belmiro, o Tricolor paulista atingirá 37 pontos, número que agrada à comissão técnica se for repetido nas outras 19 rodadas que restarão. Além da tradicional arrancada do clube na segunda parte do torneio em pontos corridos, ter um elenco mais numeroso também gera otimismo.

    Gazeta Press

    “Está chegando mais gente aí. Tenho os quatro da seleção sub-20, alguns estão se recuperando, daqui a pouco tem o Luis Fabiano… Com mais atletas à disposição, vamos melhorar”, comemorou Adilson Batista.

    Nesta segunda-feira, está marcada a reapresentação de Bruno Uvini, Casemiro, Henrique e Willian José, que disputaram o Mundial sub-20. Para o próximo jogo, Lucas volta após cumprir suspensão contra o Palmeiras. A esperança é que Luiz Eduardo e Denílson sejam liberados em breve pelo departamento medido, enquanto Luis Fabiano pode, enfim, reestrear em setembro.

    Em sua participação no programa Mesa Redonda desse domingo, na TV Gazeta, o treinador do São Paulo calculou o número de pontos que considera ter desperdiçado para estar na terceira colocação, agora dividida com o Vasco, ainda dois pontos atrás do Flamengo e a três do líder Corinthians.

    “Desperdiçamos uns sete, nove pontos por desatenção. Lamentamos porque isso nos custou a primeira colocação. Precisamos parar de perder pontos e temos alertado para que isso não aconteça mais”, contou o técnico, irritado principalmente por empatar com Atlético-GO, Atlético-PR e América-MG, que lutam contra o rebaixamento.

  9. Radar Soberano Says:

    São Paulo forja, mas insatisfação pode afastar campeões

    Ontem, após o título mundial da seleção sub-20, conquistado na véspera, o site do São Paulo celebrava o “sucesso” do CFA (Centro de Formação de Atletas) de Cotia, de onde saíram quatro dos jogadores campeões na Colômbia.

    Mas é possível que aos são-paulinos sobrem só lembranças da criação desses jovens.

    Henrique tenta passar pela marcação de Portugal na final do Mundial sub-20
    O caso de Oscar, que marcou os três tentos da vitória por 3 a 2 sobre Portugal na final, agora serve de exemplo para Henrique, artilheiro e eleito o melhor do torneio.

    Ano passado, o meia, hoje no Inter, entrou na Justiça contra o São Paulo. Afirmou que foi obrigado pelo clube a se emancipar aos 16 anos para assinar seu contrato.

    O jogador teve sucesso nos tribunais e, em seguida, transferiu-se para o Inter.

    Ontem, ao desembarcar no Rio, Henrique, sob a mesma justificativa, falou como ex-jogador do São Paulo. “Estou sem contrato há 45 dias. Para mim, já é passado”, afirmou. Ele já estuda três propostas do exterior –clubes de Portugal, Itália e Espanha.

    “Minha trajetória na seleção pode me ajudar a conseguir coisas melhores”, completou. Diretor jurídico do São Paulo, Kalil Rocha Abdalla rebateu de imediato. “[O contrato] não terminou. Vi que ele começou com aquele papo de que não vale porque assinou com outra idade. Ele viajou e nem falou com a gente”, declarou.

    O jogador, porém, comunicou o São Paulo, em julho, sobre o vencimento de seu acordo. O clube fez proposta de aumento, rechaçada pelo estafe de Henrique, empresariado por Giuliano Bertolucci, mesmo agente de Oscar.

    Além dele, o volante Casemiro é outro que tem sua permanência em xeque no time.

    O São Paulo ofereceu reajuste para R$ 60 mil mensais, mas não agradou ao jogador, que recebeu propostas do exterior e quer ganhar o dobro.

    Bruno Uvini, capitão da seleção, é o único são-paulino que não se mostrou insatisfeito com o acordo atual.

  10. Radar Soberano Says:

    TELEFONE VERMELHO

    Domingo, meio-dia, toca o telefone veremelho que permite conversas confidenciais entre dois personagens do futebol paulista. Nem tão confidencal assim. O blog teve acesso a ela.

    – Professor, sou eu.
    – Capitão América?
    – Eu mesmo, professor. Professor, não, você é um paí para mim.
    – Um pai? Então diga o que você deseja, meu filho.
    – Nada, só bater papo….
    – Bater papo em dia de jogo. Faltam quatro horas para começar o clássico.
    – Tá certo, o senhor sempre sabe de tudo. A verdade é que eu estou pensando como o Palmeiras vai para o jogo…
    – Ah, essa é fácil. Não tem outro jeito.
    – Não entendi.
    – Tenho de atacar, Adilson. O que mais eu posso fazer? Não ganhei nenhuma partida em agosto. Perdi duas para o Vasco e empatei outras três. To quase fora da sul americana. E to a nove pontos do líder. Também estou fora da zona da Libertadores. Preciso alcançar o Caio Jr senão a turma do amendoim vai pedir o Caio Jr aqui. Só vou falar porque voce já sabe. Vou com Kleber, Maikon Leite, Luan e talvez esse garoto, o Patrick Vieria. Vou para cima, guri.
    – Eu to na mesma situação, meu pai. Empatei com o América-MG e o Furacão, que estão quase caindo. E perdi para o Ceará. Dá para recuperar, mas se eu te derrotar, alcanço o Corinthians que deu bobeira ontem. Também vou atacar. Vou com Dagoberto, Fernandinho, Cìcero, Rivaldo e ainda to procurando um lugar para o Marlos.
    – Ah, vai jogar com o Marlos e o Fernandinho juntos como o Carpegiani fazia? Duvido.
    – O Marlos aind não sei, posso tirar o Paraíba. Mas vou pro ataque.
    – Bom, vou desligar, bom jogo para voce. Vai ser 5 a 5.
    – Obrigado, vamos atacar. Os dois precisam ganhar. Tomara que seja 5 a 4 para nós.

    Telefone desligado, ainda conseguimos captar o desabafo de cada um dos personagens.

    – Bah, que chato. Precisei enganar o guri. Meu capitão América. Quer atacar, atada. Eu vou te esperar com tres volantões e mais o Luan, que é tático, junto com o Patrick. Na frente, vai o Kleber. Ele não faz gol faz tempo, quem sabe hoje….

    – Meu pai que me desculpe, mas tive de mentir para eles. Ele quer atacar, que venha. To com tres zagueiroes esperando ele. Bola aérea do Marcos Assunção não pega.

    O CORINTHIANS E O FLAMENGO AGRADECEM TANTA ESPERTEZA.

    Publicado por luis augusto simon los

  11. Radar Soberano Says:

    Coluna do Zanquetta: São Paulo FC & Globo

    São Paulo e Globo. A fase em que o Tricolor estava mal com a emissora, passou. Depois de negociar um contrato que apenas o afastou em R$ 5milhões dos rivais Flamengo e Corinthians, mesma distância que possuía anteriormente e ainda poder ter exceções como no caso do “naming rights” e benesses de metas que serão mais compensadoras financeiramente ao Tricolor que aos rivais, como nos casos de audiência e títulos, por exemplo.

    O São Paulo, se aproximou da emissora definitivamente ao assinar e abrir negociação para outros segmentos. Ao contrário do que muitos ouvem de fontes, a distância é mesmo menor entre os dois times “teoricamente” de maior torcida. Tanto, que nesta semana, Mônica Bérgamo, colunista de informações da Folha, informou que o próprio RT estava ressabiado com o que era divulgado e com o que corria nos bastidores.

    Como RT já está tomando porrada da Globo, como já estava tomando de outros veículos, o caso passou meio que despercebido, mas RT já mandou recados que se o SPFC tiver mesmo sido privilegiado, a Globo sofreria conseqüências. Na contramão, a Globo esta semana, fechou MAIS um contrato com o São Paulo FC.

    Além da Outplan, que cuida dos ingressos do São Paulo, agora a GEO, cuidará da nossa nova arena de eventos. Acordo este, que faz parte da questão da cobertura que será bancada no valor de R$ 120 milhões através do “naming rights” e transformará definitivamente o Morumbi numa arena sensacional para shows.

    Abrindo um parêntese para as obras do Morumbi, todo o anel inferior está concretizado. As obras da cobertura deverão iniciar em breve e terão prazo de 18 meses. Será executada com planejamento que permitirá sempre o uso do estádio.

    Por estas e outras, além da palhaçada do Itaquerão e dos nossos investimentos que prosseguem no estádio, é que JJ ainda acredita em reviravolta na Copa 2014. O cerco está se fechando à RT. Tanto, que até ameaça à Marcelo Campos Pinto, já faz. De vazar gravações não autorizadas e divulgar documentos que jogariam na lama o nome do executivo.

    A briga nos bastidores está intensa. E o SPFC está com aliados de peso desta vez.

    Aliado ou inimigo? Por falar em aliados, esta semana, correu o boato de que Aidar é o advogado de Kia e da MSI. Se isto for mesmo uma verdade, a coisa está complicada no Morumbi e recomendo à muitos tricolores, se prepararem.

    Afasta Torcedor? “Sou sócio torcedor juntamente com meus dois filhos e lamento a atuação
    do programa neste ano, veja porque: – Nossos pagamentos ocorrem todo dia 07 e só debitam após o dia 25(débito em conta); Deixei de ir ao jogo São Paulo X Bahia devido não terem efetuado o recebimento até hoje; Pedi segunda via dos boletos para pagamento e não recebi até o momento; Fui ao jogo São Paulo x Atlético-GO, cheguei com meu filho as 18:10hs fui para fila do sócio e entrei no estádio aos 25 minutos do primeiro tempo. Devia ter umas cinquenta pessoas na nossa frente, e demoramos “somente” 45 minutos para comprar os ingressos, rápido não ?; O recebimento dos “brindes” – camisas ocorreram com atraso elevado, muito mais que o previsto e somente após reclamação, recebi os mesmos. A compra de ingresso para sócio, deveria ser através do sistema bancário e alimentaria o cartão automáticamente, claro que respeitando os prazos para constar o crédito na conta do SPFC. Caso o débito em conta não ocorra até dois dias após o vencimento, deveriam abrir novamente a opção de 2º via do boleto e não debitar mais da conta.

    São apenas algumas idéias, como por exemplo ter um local para estacionamento, cobrando uma pequena taxa a mais no plano. Quantas pessoas, como eu mesmo, que pagam em dia e nem sempre vão aos jogos, poderiam cobrir os gastos com os que utilizariam o espaço. Acabaria
    compensando os custos.

    Bom até brincamos em casa que a continuar assim o plano não deveria mais se chamar Sócio Torcedor e sim “Afasta Torcedor”.

    – depoimento do Tricolor Rodolfo Stella Pedro Júnior

    Thiago Ribeiro. O jogador foi adquirido pelo empresário Juan Figer e foi repassado ao Cagliari. Com isto, a questão de seu retorno ao Brasil, mais especificamente ao São Paulo em 2012 aumenta. Conforme falamos semana passada, o plano B é Muriqui e o C é Oswaldo.

    Coates. O zagueiro, que arrebentou na Copa América, mantém o contato com o SPFC. Como nenhum clube da Europa quer pagar o que pede o Nacional, a tendência é que em Janeiro, o zagueiro possa atuar no Morumbi. É uma novela chata, mas trata-se de grande jogador. Acho que disto, ninguém mais duvida.

    Henrique. O atacante do Tricolor, que recusou TODAS as ofertas de contrato do São Paulo, será adquirido por um grupo de investidores. É isto que ele mesmo acredita. E por R$ 5,5 mi e deve atuar em algum clube do Brasil até o final de 2011 e pode até mesmo ser da Série B. O Tricolor, que já ofereceu até mesmo R$ 60 mil ao atleta, que recusou, já considera receber os R$ 5,5 milhões, mais jogo que mantê-lo no grupo. A bola da vez para o Tricolor é o jovem Ademílson que continua arrebentando.

    Casemiro. O Bayern voltou a enviar proposta de dinheiro mais Breno para o SPFC por Casemiro. Internazionale já enviou proposta de dinheiro, mais o empréstimo de 1 ano e meio de Philipe Coutinho. São duas boas propostas. Se ele também não estiver feliz, que venham a grana e os jogadores.

    Fernandinho. Fala-se na saída de Fernandinho para o futebol europeu. O jogador afirmou ao procurador que ainda não acha que está pronto e que deseja ficar pois não deixou sua marca. Veremos se cumpre.

    Momento do Tricolor no BR11. É irritante, eu sei. Mas, estamos há apenas 3 pontinhos do líder. Ainda teremos pela frente, 60 pontos em disputa. Serão 20 jogos. É muita coisa. Temos que ter fé e paciência. É o que estou tentando fazer. Agora, teremos os retornos de Casemiro, Uvini, Will J e talvez de Henrique. Vejamos como o time reagirá aos retornos e ao aguardado retorno de LF. Aí sim, eu ficarei definitivamente feliz ou irritado.

    Alexandre Zanquetta

    alexandrezanquetta@uol.com.br

    Twitter.com/blogdosaopaulo

  12. Radar Soberano Says:

    Cadê o time?
    Compartilhe | Amigos do blog, a semana começa com as mesmas incertezas que a última terminou, ou seja, o São Paulo não tem um time e sim um amontoado de jogadores.

    Repito que ainda é cedo para avaliar o trabalho de Adilson Batista, que ontem foi mal demais ao armar o tricolor com três zagueiros com o quase inofensivo ataque dos gnomos verdes.

    Adilson, que chegou ao São Paulo demonstrando entender a grandeza do clube, não pode jogar defensivamente no Morumbi contra nenhum adversário. Não falo isso apenas pelos três zagueiros, mas pelo incrível distanciamento do meio-campo com o ataque.

    Na minha opinião, o time que imagino como titular do São Paulo é o seguinte: Rogério Ceni, Piris, João Felipe, Rhodolfo e Juan; Denilson, Casemiro, Lucas e Marcelo Cañete (ou Rivaldo); Dagoberto e Luis Fabiano.

    Sei que Cañete e Luis Fabiano ainda não jogaram, mas acho que os dois serão muito úteis ao tricolor.

    Para o próximo jogo do Brasileiro, pensando nesse time que escalei acima, entraria com a seguinte formação: Rogério Ceni, Piris, João Felipe, Rhodolfo e Juan; Jean (ou Wellington), Casemiro, Lucas e Marcelo Cañete (ou Rivaldo); Dagoberto e Willian José (ou Henrique, caso fique no tricolor).

    Acredito que devemos pensar numa forma de jogar e acreditar nela. Dois volantes com mobilidade, dos meias com qualidade e um atacante de área.

    Temos que parar de pensar em dois atacantes ‘abertos’, em um meia de ‘marcação’, e em coisas desse tipo.

    Precisamos pensar numa estrutura do time, mesmo que soframos por um tempo, mas acreditar nisso. Adilson Batista fez isso no Cruzeiro e o time jogava um bom futebol. Quando foi dirigir o time da marignal sem número mudou esse perfil e se deu mal, o mesmo ocorreu no Santos.

    Ele precisa voltar a acreditar no seu próprio trabalho, nas suas convicções, que ao meu ver são ofensivas.

    Sei que muitos vão dizer que ele não tem condições de dirigir o tricolor, talvez até não tenha realmente, mas espero que ao menos faça o seu trabalho baseado no que acredita ser o correto.

    Enfim, vamos continuar acreditando na melhora do time, afinal piorar vai ser difícil…

  13. Jorge Tri-Hexa Says:

    Lina, na verdade o São Paulo merecia perder o jogo.
    O Palmeiras foi muito mais time, principalmente naquela jogada de bola parada do Marcos Assunção.

  14. Finorio Says:

    Vergonha, vergonha, vergonha !
    Time sem vergonha !

  15. Radar Soberano Says:

    Lucas e Casemiro serão as novidades do São Paulo na ‘final’ contra o Ceará

    Carlinhos Paraíba, que levou uma pancada no tornozelo contra o Palmeiras, não treinou nesta terça-feira. Cícero e Fernandinho brigam por uma posição

    Como tem sido rotina desde que chegou ao São Paulo, o técnico Adilson Batista resolveu fazer mistério sobre o time que enfrentará o Ceará, nesta quarta-feira, às 21h50m, pelo jogo de volta da primeira fase da Copa Sul-Americana. Nesta terça, as entrevistas que normalmente são realizadas após o treino foram antecipadas. O zagueiro Rhodolfo concedeu coletiva, os jornalistas puderam acompanhar 15 minutos do treino e depois tiveram que deixar o CT da Barra Funda. Carlinhos Paraíba, que levou uma pancada no jogo contra o Palmeiras, não treinou e é dúvida para a partida.

    Como o Tricolor necessita da vitória, a tendência é que o treinador escale um mais ofensivo nesta partida. Lucas, que não enfrentou o Palmeiras no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro por estar suspenso, está gripado, mas jogará normalmente. A dúvida é saber no lugar de quem ele entra. A tendência é que seja na vaga de um zagueiro. Contra o Verdão, Adilson escalou Rhodolfo, João Filipe e Xandão. Nesse caso, o último ficaria como opção no banco de reservas.

    A matemática neste confronto é simples para o Tricolor. Como perdeu por 2 a 1 em Fortaleza, se ganhar por 1 a 0 no Morumbi, estará classificado, já que os times empatarão em número de gols feitos e o time paulista seguirá adianta por ter marcado na casa do rival. Caso o rival do Nordeste faça um gol no Morumbi, o São Paulo será obrigado a vencer por três gols de diferença. Vale lembrar que se o placar do primeiro jogo se repetir, só que a favor do Tricolor, o classificado será conhecido na disputa por pênaltis.

    A tendência é que o São Paulo entre em campo com: Rogério Ceni; Piris, João Filipe, Rhodolfo e Juan; Wellington, Casemiro, Lucas e Rivaldo; Dagoberto e Fernandinho (Cícero)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: