Ceará 2×1 São Paulo

Marcelo Nicácio decidiu! Com o gol da vitória marcado por ele aos 48 minutos do segundo tempo, o Ceará venceu o São Paulo por 2 a 1 nesta quarta-feira, no estádio Presidente Vargas, pela Segunda Fase da Copa Sul-Americana. De virada, a equipe cearense conseguiu dar um passo importante para avançar às oitavas da Sul-Americana.

Com o resultado, o Vozão terá a vantagem do empate diante do Tricolor no jogo de volta, no próximo dia 24, no Morumbi. O São Paulo, porém, se classifica caso vença o Vozão com uma vitória simples. Assim como no último encontro das duas equipes, na quinta rodada, o Ceará dificultou para o São Paulo, mas, desta vez, saiu com a vitória.

O jogo foi de muita movimentação e disputado a todo momento. O Vozão, contudo, levou a vantagem. Após um predomínio total no primeiro tempo que terminou, o Vozão se viu em vantagem numérica quando Denilson saiu expulso aos 2 minutos da segunda etapa. Contudo, o São Paulo parecia administrar o jogo até que o Vozão, que insistiu na pressão, chegou ao gol da vitória.

Vozão sufoca o Tricolor

Assim como na última vez em que o São Paulo enfrentou o Ceará no Presidente Vargas, o Vozão dificultou o jogo a todo momento para o Tricolor. Durante toda a primeira etapa, a equipe cearense se mostrou melhor: nos avanços dos laterais, na movimentação do ataque (destaque para Osvaldo), na aproximação do meia Felipe Azevedo e dos volantes.

Ofensivamente, as duas equipes iam bem e criavam chances. Defensivamente, porém, a situação era outra. Com pouca marcação no meio de campo, o jogo era incessante e as chances a todo momento pipocavam em cada uma das áreas. Restava a quem criava, definir as chances. E foi o São Paulo quem o fez, na primeira oportunidade mais aguda de gol que teve, após um lance emblemático.

Aos 21, Felipe Azevedo fez grande jogada pela direita e deixou Roger livre para marcar. O atacante, porém, não conseguiu concluir bem a gol e Rogério Ceni fez grande defesa. Na sequência, Fernandinho arrancou pela esquerda e Rivaldo se posicionou muito bem para, no minuto seguinte, apenas empurrar a bola para o gol e abrir o placar para o São Paulo.

Mesmo com a vantagem, o São Paulo não conseguiu segurar o ímpeto cearense. A equipe pressionava, criava e o empate parecia questão de tempo. E ele veio no último minuto do tempo regulamentar. Osvaldo aproveitou furada de Wellington, avançou pela direita e cruzou para a área. Rudnei chegou de trás e completou de letra. Golaço que deu moral ao Vozão.

São Paulo sofre na volta do intervalo

O intervalo e o início do segundo tempo não poderiam ter sido piores para o time do São Paulo. Rhodolfo sentiu lesão e teve de ser substituído por Jean. Com isso, Denilson foi recuado para compor a zaga. Contudo, o volante foi expulso com apenas dois minutos de jogo (esta foi sua segunda expulsão desde seu retorno ao São Paulo). Piris teve de ser improvisado na zaga, Jean passou a ocupar a lateral direita e o São Paulo apostou em duas linhas de quatro homens, com apenas Fernandinho à frente.

Apesar da desvantagem numérica, o São Paulo suportou uma pressão inicial do Ceará e, nos minutos seguintes, conseguiu administrar bem a partida. A boa disposição tática do Ceará no primeiro tempo foi dificultada na segunda etapa quando o São Paulo, com um a menos, se fechou e priorizou a marcação. Sem o meio de campo livre, o Vozão sofreu. E o Tricolor, além da marcação, saía com velocidade e sabia segurar a posse de bola.

O Ceará, então, se lançou de vez ao ataque. Washington substituiu Boiadeiro e o Vozão ficou com três atacantes. E o gol foi mesmo na raça. Após cruzamento da esquerda, Washington cabeceou na trave e Marcelo Nicácio aproveitou o rebote para dar a vantagem definitiva ao Vozão. Boa vitória da equipe da casa no Presidente Vargas.

O Tricolor agora enfrenta o Atlético-PR no próximo sábado, às 18h30, em casa.

Via Lancenet

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 2 X 1 SÃO PAULO

Local: estádio Presidente Getúlio Vargas, em Fortaleza (CE)

Data: 10 de agosto de 2011, quarta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-DF)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moises e Rodrigo Pereira Jóia (ambos Fifa-RJ)
Cartões amarelos: Juan, Fernandinho e Rogério Ceni (São Paulo)
Cartão vermelho: Denilson (São Paulo)

Gols: CEARÁ: Rudnei, aos 45 minutos do primeiro tempo; Marcelo Nicácio, aos 49 mintuos do segundo tempo SÃO PAULO: Rivaldo, aos 24 minutos do primeiro tempo

CEARÁ: Diego; Boiadeiro (Washington), Fabrício, Diego Sacoman e Egídio; Heleno, Michel, Rudnei e Felipe Azevedo; Osvaldo e Roger (Marcelo Nicácio) Técnico: Vagner Mancini

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Piris, João Filipe, Rhodolfo (Jean) e Juan; Denilson, Carlinhos Paraíba, Wellington e Rivaldo (Henrique Miranda); Cícero e Fernandinho (Marlos) Técnico: Adilson Batista

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

São Paulo tem ‘drama’ na zaga e leva virada do Ceará aos 48min do segundo tempo

Talismã marca no fim, e Ceará abre vantagem contra São Paulo

Com gol no último minuto, São Paulo perde de virada para Ceará

São Paulo perde para Ceará na Sul-Americana

Rogério Ceni lamenta gol no fim: “Era para aguentar mais um pouco”

Ceni lamenta time não ter segurado mais um pouco, mas enaltece gol fora de casa

Gol aos 48 do segundo tempo decreta derrota do Tricolor no Ceará

Defesa espetacular de Ceni inicia gol tricolor contra o Ceará

Com desconforto muscular, Dagoberto é poupado em Fortaleza

Denilson pega 2 jogos de suspensão e não enfrenta o Atlético-PR

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Atlético-PR, Brasileirão 2011, Morumbi, São Paulo, sábado, dia 13.08 às 18h30.

Anúncios

17 Respostas to “Ceará 2×1 São Paulo”

  1. Radar Soberano Says:

    Adilson reclama da CBF por jogo no sábado e monta novo meio-campo

    Adilson Batista embarca no início da tarde desta quinta-feira com a delegação de Fortaleza para São Paulo quebrando a cabeça para armar o time que enfrenta o Atlético-PR no sábado. Além dos problemas na zaga, o técnico não poderá escalar Denílson e Carlinhos Paraíba, base de seu sistema de marcação, suspensos. E reclama da CBF por não ter um dia a mais para recuperar seus machucados.
    “Quando cheguei ao São Paulo [há 24 dias], já tinha pedido para que o jogo contra o Atlético-PR mudasse para domingo. Infelizmente, não fomos atendidos por parte da CBF”, chiou. “Não falo agora só porque tivemos um jogo desgastante, atuando com um a menos [no segundo tempo, contra o Ceará]. Eu já havia alertado, mas não fomos atendidos.”
    Se já contará novamente com Ilsinho, Zé Vitor e Dener, que não foram inscritos na Copa Sul-americana, e Lucas, de volta da seleção brasileira, Adilson ainda espera para que Xandão, Luiz Eduardo e Rodrigo Caio se recuperem de contusão antes do previsto para serem opções na zaga e que Dagoberto esteja curado do incômodo muscular que o deixou no banco no Ceará.
    O comandante ainda torce para que as dores na coxa esquerda que tiraram Rhodolfo no intervalo da derrota no Nordeste não o vetem para o fim de semana. Sem o camisa 4, o Tricolor terá que improvisar novamente Piris, de 1,74m, no miolo da defesa ao lado de João Filipe, com Jean na lateral direita. Zé Vitor também pode atuar na zaga.
    Com Rhodolfo em campo, Adilson ganha Jean para ocupar a cabeça de área e pode recuar Cícero para completar o setor com Wellington e Rivaldo. Desta maneira, promove o retorno de Lucas ao ataque com Dagoberto ou Fernandinho, outro que saiu da derrota no Nordeste com dores. Sem Rhodolfo ou nenhum outro zagueiro novo à disposição, a alternativa será escolher entre Ilsinho e Zé Vitor para o meio-campo.
    Adilson não esperava tantos problemas, mas sabia que teria dificuldades com nove jogos em agosto. “Temos que conviver, é o calendário. Agora é procurar recuperar quem está no departamento médico, lidar com o problema de outros que perdemos e fazer de tudo para vencer e buscar a liderança da competição”, discursou o técnico do terceiro colocado do Brasileiro, a dois pontos de Corinthians e Flamengo.

  2. Radar Soberano Says:

    São Paulo rompe com agente de Casemiro e enfrenta crise com renovações, diz jornal

    Como se não bastasse a derrota por 2 a 1 para o Ceará, com um gol aos 49 minutos do segundo tempo, em sua estreia pela Copa Sul-Americana, o São Paulo também tem de lidar com alguns problemas fora de campo. Mais precisamente, em relação às conversas sobre renovações de contratos de alguns de seus principais atletas.

    Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Folha de S.Paulo, o clube do Morumbi rompeu com o empresário do volante Casemiro, Júlio Fressato, após sondagens de algumas equipes do futebol europeu, como a Internazionale. “Temos uma política que protege a saúde financeira”, diz o vice-presidente de futebol, João Paulo de Jesus Lopes.

    vipcomm
    Além do imbróglio envolvendo Casemiro, o São Paulo também encontra certa dificuldade nas negociações para renovar os vínculos do lateral Ilsinho e do atacante Dagoberto – este último, um dos principais destaques da equipe na atual temporada. O acerto está distante em ambos os casos, informa o jornal.

  3. Radar Soberano Says:

    ovem zaga volta a dar dor de cabeça para Adilson Batista

    Com lesão de Rhodolfo, São Paulo tem problemas no setor defensivo, que tem a menor média de idade entre os líderes do Brasileiro

    Que o São Paulo tem problemas na sua zaga desde as saídas de Miranda e Alex Silva, não é novidade para ninguém. A diretoria correu contra o tempo para contratar João Filipe, do Botafogo, e deixar o defensor em condições de jogar no Brasileirão e na Sul-Americana. Porém, no duelo desta quarta contra o Ceará, Rhodolfo deixou o campo com dores musculares e virou dúvida para o jogo do fim de semana, ante o Atlético-PR.
    Além do camisa 4, Xandão e Luiz Eduardo, os outros zagueiros do elenco, estão no estaleiro. Bruno Uvini segue com a seleção sub 20 que disputa o Mundial da categoria e a data da sua volta ainda esta indefinida. Rodrigo Caio, volante que pode atuar no miolo de zaga, também está lesionado. Já Denilson, outra opção para o setor, esta suspenso.
    Com o grande número de desfalques, o técnico Adilson Batista deverá utilizar o paraguaio Iván Piris ao lado de João Filipe na zaga, caso Rhodolfo não tenha mesmo condições de jogar no sábado. Mas um dos principais desafios do comandante, que foi zagueiro na sua época de jogador, é passar tranquilidade e experiência aos jovens atletas.
    O São Paulo é o time que possui a zaga mais jovem entre os líderes do Brasileirão. Rhodolfo é o mais velho, com 24 anos de idade. Já o recém-contratado João Filipe e o lesionado Xandão têm 23. Bruno Uvini tem 20, enquanto Luiz Eduardo fez 18 anos recentemente. Na média, o sistema defensivo tricolor tem apenas 21,6 anos.

    Entre os cinco primeiros colocados no torneio nacional, o Flamengo é a equipe que tem a defesa mais experiente, com média de 27,5 anos. O líder Corinthians não fica muito atrás, com 26 anos de média entre seus zagueiros do grupo. Vasco e Palmeiras têm números parecidos nesse quesito – 24,2 anos nos paulistas, e 24,5 nos cariocas.

  4. Radar Soberano Says:

    Lesão sofrida por Rhodolfo traz novo problema na zaga para Adilson

    Zagueiro se machucou contra o Ceará e fará exame nesta quinta. Xandão, Luiz Eduardo, Rodrigo Caio e Denilson, que seriam opções, estão descartados

    Os jogos vão passando e a defesa do São Paulo continua dando dor de cabeça ao técnico Adilson Batista, que não sabe como vai montar o setor na partida do próximo sábado, contra o Atlético-PR, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo, que será realizado no estádio do Morumbi, a partir das 18h30m, poderá dar ao Tricolor a liderança provisória da competição em caso de vitória. (Veja ao lado os melhores momentos da partida contra o Ceará)
    Luiz Eduardo, que sofreu recentemente uma fratura na mão esquerda, ainda tem mais duas semanas de recuperação pela frente. Xandão, que sofreu um estiramento muscular na derrota para o Vasco, está em processo de fortalecimento e dificilmente terá condições de jogo. Para piorar, Rhodolfo sentiu um desconforto na coxa esquerda e deixou a partida contra o Ceará no intervalo. Nesta quinta, ele fará um exame para diagnosticar se houve lesão.
    A situação é tão ruim que os volantes Rodrigo Caio e Denilson, que poderiam ser improvisados na posição, estão fora de combate. O primeiro tem uma lesão no joelho, enquanto o segundo cumprirá o segundo jogo de suspensão imposto pelo STJD da CBF pela expulsão na partida contra o Coritiba, realizada no dia 27 de julho.

    João Filipe é o único beque à disposição para o jogo de sábado (Foto: Rubens Chiri / Site oficial do SPFC)

    Hoje, o treinador montaria a zaga com João Filipe e Iván Piris, que teria de sair da lateral. Embora não seja da posição, o paraguaio se colocou à disposição da comissão técnica para ajudar.
    – Eu joguei como zagueiro pelo Cerro Porteño na Copa Sul-Americana de 2009. Se o nosso treinador precisar de mim, estou pronto – garantiu o paraguaio.
    Rhodolfo ainda tem esperança de atuar contra o Atlético-PR, sua ex-equipe.
    – Eu senti uma dor quando fui dar o combate em um lance no meio-campo. Preferi sair para não correr o risco de estourar e ficar mais um mês parado, como foi na outra lesão. Fiz gelo no vestiário, tenho dois dias para me tratar e espero que possa ajudar meus companheiros, já que a situação na zaga não é fácil – lembrou o beque.

    Adilson terá apenas um treino para montar o time para o próximo jogo (Foto: Jarbas Oliveira / Vipcomm)

    Adilson Batista, por sua vez, pede tempo para pensar na situação.
    – Eu sei que é uma questão importante para vocês (jornalistas), mas primeiro vou descansar. Mas vou encontrar uma solução dentro do nosso elenco. Não tenho problemas apenas na defesa, mas vou achar um time que possa brigar pela liderança do Campeonato Brasileiro – concluiu o comandante são-paulino.

  5. Radar Soberano Says:

    Adilson Batista e Rhodolfo acreditam na virada em casa

    São Paulo perdeu no jogo de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana e agora precisa vencer o Ceará no Morumbi, dia 24 de agosto

    Com um jogador a menos desde os primeiros minutos do segundo tempo, o São Paulo não suportou a pressão do Ceará e saiu derrotado na estreia da Copa Sul-Americana. Para seguir às oitavas de final do torneio, o time paulista vai precisar vencer no Morumbi por, pelo menos 1 a 0. E o zagueiro Rhodolfo acredita na virada em casa.
    “Com o apoio da nossa torcida eu tenho certeza que vamos conseguir esta classificação. Lutamos demais hoje (quarta-feira). Temos chances ainda”, disse o camisa 4, que deixou o jogo contra os nordestinos no intervalo por conta de um desconforto muscular.
    Já o tecnico Adilson Batista, assim como Rogério Ceni, exaltou o gol que a equipe fez na casa do adversário. O tento serve como critério de desempate no torneio, fato que anima o comandate para o jogo de volta, que acontece no dia 24 de agosto, em São Paulo.

    vipcomm
    “Não era o resultados que gostaríamos, mas fizemos um gol fora de casa. Temos que destacar o espírito guerreiro, de luta, de entrega, de superação, de buscar o gol mesmo sendo pressionado”, ressaltou o Adilson Batista depois do duelo.

    Enquanto não chega o segundo jogo contra os cearenses, os são-paulinos terão dois jogos pelo Campeonato Brasileiro. O primeiro já é neste sábado, contra o Atlético-PR, em casa. Depois, a equipe viaja até Minas Gerais, onde encara o América-MG.

  6. Radar Soberano Says:

    No São Paulo, discussão de novos contratos gera irritação

    As renovações de contrato dos atletas do São Paulo viraram novelas complexas.

    vipcomm

    Casemiro, Ilsinho e Dagoberto estão na fila para firmarem novo vínculo. Mas os acertos estão distantes.

    Rigidez financeira, desentendimentos e decisões lentas fazem as negociações se arrastarem e irritam atletas, empresários e cartolas.

    A diretoria rompeu com o agente de Casemiro, Júlio Fressato, após sondagens de vários clubes europeus. Segundo empresários, é difícil negociar com o clube.

    Temos uma política que protege a saúde financeir, afirmou o vice de futebol João Paulo de Jesus Lopes.

  7. Radar Soberano Says:

    Adilson confia que gol fora fará diferença para superar Ceará

    Adilson Batista valorizou a luta do São Paulo no duelo desta quarta-feira
    Foto: Jarbas Oliveira/Vipcomm/Divulgação

    A derrota no último minuto de jogo para o Ceará, nesta quarta-feira, em Fortaleza, não desanimou o técnico Adilson Batista, do São Paulo. Após o 2 a 1, o técnico lamentou a falta de sorte no fim, elogiou a postura de seu time e confia no gol marcado fora de casa para se classificar à próxima fase da Copa Sul-Americana. Na volta, no próximo dia 24, no Morumbi, o time tricolor precisa de uma vitória por 1 a 0 ou por dois ou mais gols de diferença para ir às oitavas de final da Copa Sul-Americana.
    “O resultado não era o que desejávamos, mas se analisarmos a partida, fizemos um gol na casa do adversário, o que é um fato muito importante. Quero destacar o espírito guerreiro, de luta, de entrega, de superação, de tentar buscar o gol mesmo quando estávamos pressionados. O gol que marcamos vai nos ajudar muito na partida de volta”, destacou Adilson Batista.
    Depois da partida, a delegação do São Paulo permaneceu em Fortaleza, de onde sairá nesta quinta-feira pela manhã. A chegada a São Paulo está previsa para à tarde e o elenco não vai treinar no CT da Barra Funda. A reapresentação está marcada para a sexta-feira pela manhã, no CT, quando será realizado o único treino antes da partida contra o Atlético-PR, no próximo sábado, no Morumbi.

  8. Radar Soberano Says:

    Rhodolfo se contunde e São Paulo pode ficar com apenas um zagueiro no elenco

    Rhodolfo passará por exames para medir gravidade da lesão
    Foto: Jarbas Oliveira/Futura Press

    O técnico Adilson Batista pode ter que lidar com mais um grande problema a partir desta quarta-feira, após a partida contra o Ceará, pela Copa Sul-Americana.
    Com apenas dois zagueiros atualmente aptos para jogar, ele pode ficar sem Rhodolfo (o outro é João Filipe), que foi substituído no intervalo com dores na coxa esquerda.
    O zagueiro será submetido a exames médicos nesta quinta-feira e, se for constatado qualquer problema, mesmo de gravidade leve, deverá ser desfalque contra o Atlético-PR, no próximo sábado, no Morumbi.
    Com isso, Adilson terá de quebrar a cabeça para armar o time. Denilson, o substituto imediato na falta de zagueiros, está suspenso. Carlinhos Paraíba também. Xandão, Luiz Eduardo e Rodrigo Caio, que atuam como zagueiro, estão lesionados.
    A tendência, no caso, é que o paraguaio Iván Piris seja improvisado na zaga, com Jean voltando a ser lateral-direito.

  9. Radar Soberano Says:

    Carpegiani vê mérito próprio no atual SP e diz que plano era por Rivaldo de titular

    Carpegiani teve uma relação turbulenta com Rivaldo na passagem pelo São Paulo

    Faz um mês que Paulo César Carpegiani não é mais o técnico do São Paulo, e desde então ele optou por se afastar dos holofotes em Balneário Camboriú (SC). Mas o veterano treinador aceitou falar com o UOL Esporte, papo em que reivindicou os méritos pelo time atual e confessou que o plano era escalar Rivaldo de titular no jogo seguinte à sua demissão no Brasileirão.

    O técnico vai ainda além ao reivindicar os méritos pela terceira colocação e pela montagem do time que agora é comandado pelo técnico Adilson Batista. “Saí em terceiro, não saí em ultimo”, falou Carpegiani. “Lançamos do goleiro ao ponta esquerda. Esse time que está aí é formado por mim”.
    Sem Carpegiani no comando, o interino Milton Cruz escalou Rivaldo de titular e o veterano jogador correspondeu ao participar dos dois gols da vitória do São Paulo contra o Cruzeiro por 2 a 1.

    “Conversei com o Rivaldo. Ele sabia que o momento dele ia chegar. Eu precisava que tivesse a recuperação dos atacantes porque precisava ter alguém para ser lançado por ele. Com os jogadores chegando por trás dificulta”.

    A polêmica com Rivaldo permeou boa parte da segunda passagem de Carpegiani pelo São Paulo. O veterano meia manifestou por diversas vezes o seu descontentamento por não ser muito utilizado pelo treinador, chegando até a apontar o fato de ter sido indicado pelo goleiro Rogério Ceni como motivo para o seu não aproveitamento.

    O ápice da briga entre Rivaldo e Carpegiani aconteceu após a eliminação do São Paulo pelo Avaí na Copa do Brasil. Depois do jogo, o meia disparou severas críticas contra o treinador. “Estou pagando por ter vindo por convite do Rogério. Hoje pra mim foi uma humilhação”, bradou na ocasião. “Nada a falar sobre isso. Se não uso, tenho meus motivos. Ele tem que respeitar como profissional”, rebateu Carpegiani.

    Quase três meses depois do episódio, Carpegiani diz manter o pensamento de que Rivaldo não foi insubordinado com ele. “Acho que Rivaldo não deu nenhuma declaração polêmica… eu que pedi desculpa por falar do caráter dele, me excedi no que falei. É obrigação dele querer jogar”, falou o treinador.

    Carpegiani avalia que nunca perdeu o comando no clube. “Se ele tivesse cometido desrespeito eu levaria para a direção. Não preciso dizer que sou eu que mando. Nunca tive esse problema”.

    RECUSA DE PROPOSTA DO PARAGUAI
    E MAIS PRÓXIMO DO FUTEBOL ÁRABE

    arpegiani revelou que logo após ter sido demitido do São Paulo recebeu proposta para dirigir a seleção paraguaia no lugar do técnico Gerardo Martino. “A ideia deles era colocar o Arce [atual treinador] como meu auxiliar. Eu sabia que o treinador iria sair logo após o último jogo da Copa América, mas não quis abrir negociação”.

    Carpegiani revelou que recebeu ofertas de clubes da Série A e da Série B, mas disse que negocia com dois times para ir trabalhar no futebol árabe. “Estuo discutindo, negociando, com dois clubes do futebol do Oriente Médio, mas estamos vendo as condições. Não defini ainda o que farei”.

  10. Radar Soberano Says:

    Remendado, placar não foi dos piores…

    A derrota sofrida no último minuto foi dolorida, mas o São Paulo pode comemorar. O segundo tempo inteiro foi disputado com uma formação jamais treinada e imaginada pelo técnico Adilson Batista.

    No intervalo, Rhodolfo saiu machucado, Denilson foi para a zaga, mas acabou expulso com menos de dois minutos. Piris foi para a defesa, João Filipe trocou de lado e Jean para a lateral direita. Cícero teve de voltar muito e não pôde auxiliar o ataque.

    Ataque esse que também estava remendado. Dagoberto sentiu dores e não jogou. Assim, os três jogadores mais avançados eram canhotos e o time, claro, ficou penso para o lado esquerdo. Por onde a jogada do gol foi criada.

    Se só foi vazado no último minuto do primeiro tempo, o Tricolor tem de agradecer a Rogério Ceni, que operou alguns milagres. Diante da pressão do Ceará, ninguém poderia falhar. Wellington furou e comprometeu.

    No segundo tempo, com o time completamente desfigurado, quase não se viu o goleiro Diego. Do outro lado, Ceni continuou trabalhando. Aos trancos e barrancos parecia que os comandados de Adilson Batista conseguiriam voltar com um bom empate. Mas era impossível ouvir o apito final do árbitro sem ter um gol de bola alçada na área são-paulina.

  11. Radar Soberano Says:

    Adilson destaca luta do São Paulo e confia em gol fora para superar Ceará

    Apesar da derrota, técnico está confiante na vaga para as oitavas de final da Sul-Americana

    Adilson Batista orienta o time contra o Ceará (Foto: Jarbas Oliveira)

    A derrota no último minuto de jogo para o Ceará, nesta quarta-feira, em Fortaleza, não desanimou o técnico Adilson Batista, do São Paulo. Após o 2 a 1, o técnico lamentou a falta de sorte no fim, elogiou a postura de seu time e confia no gol marcado fora de casa para se classificar. Na volta, no próximo dia 24, no Morumbi, o Tricolor precisa de uma vitória por 1 a 0 ou por dois ou mais gols de diferença para ir às oitavas de final da Copa Sul-Americana. Se devolver o 2 a 1, a decisão será nos pênaltis e qualquer outro resultado dá a vaga ao Ceará.
    – O resultado não era o que desejávamos, mas se analisarmos a partida, fizemos um gol na casa do adversário, o que é um fato muito importante. Quero destacar o espírito guerreiro, de luta, de entrega, de superação, de tentar buscar o gol mesmo quando estávamos pressionados. O gol que marcamos vai nos ajudar muito na partida de volta – destacou Adilson Batista.
    Depois da partida, a delegação do São Paulo permaneceu em Fortaleza, de onde sairá nesta quinta-feira pela manhã. A chegada a São Paulo está previsa para à tarde e o elenco não vai treinar no CT da Barra Funda. A reapresentação está marcado para a sexta-feira pela manhã, no CT. Será realizado o único treino antes da partida contra o Atlético-PR, no próximo sábado, no Morumbi.

  12. Radar Soberano Says:

    Tricolor se sente guerreiro em Fortaleza e promete virada na volta

    São-paulinos tiveram dedicação para proteger a área de Rogério Ceni no segundo tempo na casa do Ceará

    Até como consolo à virada cedida só aos 49 minutos do segundo tempo, o São Paulo lembra de sua postura de aplicação para segurar o Ceará na derrota por 2 a 1 nessa quarta-feira. O time exaltou seu espírito até para garantir uma vitória por 1 a 0 ou dois gols de diferença no dia 24, no Morumbi, para continuar na Sul-americana.
    “Destaco nosso espírito guerreiro, com luta, entrega, superação. Tentamos o gol mesmo pressionados”, elogiou Adilson Batista, que ficou com um a menos desde o início do segundo tempo devido à expulsão de Denilson e pediu para alguém ajudar Fernandinho a segurar a bola na frente.
    A inferioridade numérica prejudicou, como admitem os próprios atletas. “Lutamos muito, mas complicou depois da expulsão”, afirmou Rhodolfo, que deixou o jogo no intervalo por conta de um incomodo muscular e teve seu posto na zaga ocupado por Denilson e, depois, Piris.
    “O 1 a 1 seria uma vitória para nós, mas eles ficaram com um a mais, pressionaram e ganharam”, lamentou Rogério Ceni, que executou excelentes defesas na tentativa de segurar o adversário, motivado pelo estádio lotado. “O gol foi uma pena porque lutamos demais, fomos valentes, guerreiros”, elogiou o goleiro.
    Com esta atitude, os são-paulinos acreditam que não serão eliminados logo em uma fase preliminar da única competição continental que disputarão na temporada. “Na nossa casa, com o apoio da torcida, com certeza vamos conseguir a classificação. Temos todas as chances ainda”, disse Rhodolfo.
    Adilson Batista valoriza principalmente o gol de Rivaldo, que abriu o marcador. “Não foi o resultado que queríamos, mas fazer um gol na casa do adversário é importante. Vai nos ajudar muito no jogo de volta”, previu o treinador.

  13. blogdoluchetta Says:

    Lina, estamos em 3º no brasileiro, no sábado podemos dormir na liderança e precisamos de uma simples vitória contra o Ceará no Morumbi.
    Assim mesmo a palavra que a imprensa maldita mais usa é CRISE.
    Já pensou quando a crise acabar? Esses vermes só vão parar de encher se o São paulo for campeão com 10 pontos de diferença.
    Abraço.

  14. guinablog Says:

    Jogamos bem! Mas faltou sorte!

  15. Marcelo Abdul Says:

    Quando o Denilson chegou com aquele visual todo estiloso e óculos escuros eu pensei comigo mesmo: “isso vai dar merda”.

    Eu sou contra esse tipo de empréstimo por seis meses para jogador do exterior.

    Com o Ricardo Oliveira eles fizeram isso por duas vezes e em ambas o pipoqueiro não correspondeu.

    O Denílson não cheira e nem fede. Saiu cedo do São Paulo e a torcida não sentiu a falta dele.

    Tá se achando a última bolacha do pacote. Até ele se “adaptar” ao futebol brasileiro já se passou os seis meses.

    O cara veio passar férias aqui no Brasil.

  16. Franklin Says:

    Não merecia perder, jogamos a maior parte do jogo com um a menos.

  17. Bahia 0×1 São Paulo – Gol Mal Anulado | Blog do Lina Says:

    […] Paulo 4×3 Santos – Brasileirão 17.10.2010 – Vermelho: Richarlyson Ceará 2×1 São Paulo – Brasileirão 10.08.2011 – Vermelho: Denilson Atlético-MG 1×0 São Paulo – Brasileirão 12.09.2012 – Vermelho: Douglas Atlético-MG […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: