Rapidinhas do Lina

Casemiro – Faz uma falta enorme no meio de campo do São Paulo. Por isso tem um monte de time europeu sondando o Tricolor pra levar o jogador. Segundo o Zanquetta, o Bayern oferece o Breno mais EUR$ 22 mi pra tirá-lo do Soberano, será que fica ? Duvido. Ele mesmo já disse que o clube não o valoriza.

Penalti – Claríssimo não marcado no Morumbi. O jogador do Vasco nem tocou na bola, foi nas pernas do Dagoberto. Tudo bem que o time não tem poder de reação mas fica mais difícil jogar contra 12…

Substituições – O Rivado é craque, mas o São Paulo fica perdido quando ele não joga bem. Ontem ele estava mal, assim como o Dagoberto e o AB demorou pra mexer, será que ele não viu ?

Rivaldo – Disse em entrevista que o ataque do São Paulo deve ser mais solidário e tocar a bola para os companheiros melhor posicionados. Acho que isto deveria ter sido dito “internamente” pra não criar atritos, não é seo Rivaldo ?

Zaga – Triste saber que o AB vai ter que improvisar um volante na zaga por causa da falta de zagueiros. Cadê o planejamento do tal clube diferenciado ? Não se levou em conta as competições em que jogadores do São Paulo poderiam ser convocados ? Esqueceram que desde o ano passado o Miranda já tinha assinado um pré-contrato com outro clube ? E por quê escurraçaram o Alex Silva do clube  se não tinha como repor ? Porque o presidente não gostou do que o jogador escreveu no twitter. Foi chamado de mentiroso, se defendeu e tomou um pé na bunda. Pior, vai reforçar o Flalido. Que beleza não seu Juvenal ?

Zaga 2 – Agora é preciso correr atrás do leite derramado, e como todo mundo sabe da carência do time por zagueiros, o mercado vai inflacionar. Lei da oferta e da procura, muito elementar.

Arrogância – Raramente eu concordo com as posições do Juca Kfouri, apesar de gostar demais do seu posicionamento contra tudo que é corrupto e sujo, mas infelizmente vou ter que concordar quando ele diz que o time do São Paulo é arrogante e é o oposto do Palmeiras. O Palmeiras de hoje tem a cara do Felipão. Um time raçudo, que sabe que não tem craques, mas que compensa a falta de técnica pela vontade de vencer. O São Paulo, ao contrário, é aquela coisa “eu sou foda”, quando na verdade não é.  Talvez se tivesse um pouco da vontade do Palmeiras, estaria hoje na ponta da tabela.

Arrogância 2 – Seria então um problema exclusivamente do comando técnico ? Vou falar o que eu acho. Depois da saida do Muricy, já passaram vários treinadores ali e ninguém deu certo. O Adilson Batista tem que dar uma de louco e salvar seu emprego. Põe quem se acha a última bolacha do pacote no banco, se não gostar, a porta da rua é a serventia da casa.

O SPFC não pediu adiamento de jogos – Há algum tempo atrás eu reclamei aqui que o museu estava sendo beneficiado no campeonato brasileiro, devido a alguns jogos adiados por causa da copa América. Segundo Vitor Birner, no Cartão Verde do dia 26.07, o São Paulo decidiu não pedir adiamento porque achou que isto poderia atrapalhar no planejamento do time no restante do ano. Lembrando que temos ainda a Sul-americana pela frente.

Neymar e Real Madrid – Meu, é muita arrogância desses caras. Parece brincadeira, mas o tal de Mourinho ligou pro jogador e disse: -“Vem jogar aqui com a gente.” Porra velho, o cara tem contrato ! Essa gente tem a convicção que aqui é supermercado de talentos, porque é de fato. Mas isso tem que acabar. Parabéns a diretoria do museu que está segurando o talento e fazendo jogo duro com esses caras. Espero que o SPFC faça o mesmo.

Lugano – Estourou um escândalo na Turquia envolvendo gente graúda do futebol. Vários presos por causa de combinação e fraude de resultados, pode tirar o ídolo Tricolor do Fenerbahçe. Era o cara pra jogar ao lado do Rhodolfo e acertar de vez a zaga do lado esquerdo. Isso na teoria e no sonho, porque a Juventus quer também e ai não dá pra competir, além disso a janela fechou, que jogador ia querer ficar sem jogar até abrir de novo ?

Sorteio da FIFA no Rio – Por quê o Rio de Janeiro ( cidade e estado ), dividiram a conta do sorteio das eliminatórias pra copa do mundo no Brasil –R$ 30 milhões ? O que nós temos a ver com isso ? Nem das eliminatórias nós participaremos, uma vez que o país sede já está classificado !

Dilma – A mulher é durona ! Vetou a entrada do Ricardo Teixeira no seu espaço, e já tinha rejeitado antes dois pedidos de reunião da CBF. KKKK. Chupa Cagalhão !

***(*) ******(*)

Anúncios

17 Respostas to “Rapidinhas do Lina”

  1. Marcelo Abdul Says:

    Lina. O Alex Silva fez a bobagem de escrever aquelas coisas no Twitter, mas o revanchismo do Juvenal lembrou os piores momentos de um Ricardo Teixeira. Como eu disse a vaidade do velhaco fala mais alto do que o bem do clube. Agora o time está praticamente sem zaga. Enquanto isso o Kléber cotovelada xingou até diretor no Palmeiras e ficou.

    Quer dizer. Os caras pensaram primeiro no bem do clube e resolveramm essas picuinhas às portas fechadas. Mas é aquela coisa. Clube em que manda só um cara quase gagá só poderia dar nisso: merda.

    A propósito cadê a cobertura do Morumbi que anunciaram que começaria a ser construída ainda esse ano?

    Sem o Morumbi não tem Copa Juvenal? Em parte por sua culpa vai ter sim e no Kassabão.

    Sabia que esse lance de terceiro mandato ia dar errado. Isso não faz bem pro clube. É necessário renovação e novas idéias. O time funcionou muito bem assim. O cara jogou merda no ventilador. Agora é esperar até 2014 até esse cartola Mun-ra sair pro tricolor ganhar alguma coisa relevante.

    Porque se essa múmia continuar assim vamos ter que nos contentar com uns paulistinhas e olhe lá.

    Lina: É, de fato estou chegando a conclusão que tudo que o JJ ganhou como presidente é herança do MPG que montou o time em 2003/2005. Só bola fora do egocêntrico e vaidoso presidente Tricolor…

  2. blogdoluchetta Says:

    Lina:
    Sobre a zaga: o Alex Silva só fez presepada desde que voltou. Além de não estar jogando absolutamente nada, chegava atrasado nos treinos (noitadas), falava mais do que devia, além do lance do Juvenal, falou muito mais besteiras. Tô achando que quem segurava a parada na zaga era o Miranda. Miranda começou a jogar mal e depois saiu e a zaga virou uma peneira. E o Alex Silva só fazendo lambança.
    Hoje o Dagoberto tá essa porcaria, se amanhã ele for embora vamos ficar reclamando a sua ausência?
    O erro do Juvenal na zaga foi não ter contratado.
    Já é o segundo penalti escandaloso que não dão a nosso favor. No ano passado inventavam penaltis, neste ano mudaram a tática. Fica mais fácil para a tv e a midia em geral não falar. Penalti marcado tem que reprisar, penalti não marcado faz de conta que não aconteceu.
    Lina, MPG, como ele disse muitas vezes, não entendia de futebol. Quem montou os times ganhadores foi o Juvenal, Diretor de Futebol na época. Juvenal veio depois “do maior erro” de Marcelo Portugal (segundo o próprio): a contratação de Ricardinho, ou como dizia o Gustavo -laranja podre – Neri, trezentinho.
    Esse tal de Juca quis dizer que o São paulo é arrogante ou o time do São paulo é arrogante? Acho que falta tesão para esses caras. A coisa tá muito fácil para eles e não é de hoje.
    E a Dilma saiu melhor que a encomenda. Se eu soubesse teria votado nela.
    Abraço.

    Lina: Para o ataque, bem ou mal temos reposição. LF, WJ, Henrique. Para a zaga não. Então se decidiram mandar o AS embora, deveriam ter fechado com alguém antes. Não simplesmente deixá-lo ir sem reposição. Acho que contavam com o Coates e o Breno, sem fechar. Não veio nenhum dos dois. O JJ diz que entende de futebol mas não toma nenhuma decisão sem consultar o Milton Cruz e o Cuca, assim até eu. O JK falou da empáfia do time, não do clube, se ele se atrevesse eu já tinha mandado uma respostinha pra ele. Ele disse isso no Tabelinha de ontem, dá uma olhada. Abraços >>> http://tvuol.uol.com.br/#view/id=sao-paulo-se-acha-mais-do-que-e-diz-juca-kfouri-04020E9A366AE4C11326/mediaId=11895658/date=2011-08-01&&list/type=search/q=tabelinha/edFilter=all/

    • blogdoluchetta Says:

      Lina, meu amigo, mas afinal de contas: o Juvenal é ditador (aquele que não ouve ninguém) ou não?
      Sobre a defesa concordamos que Juvenal errou ao não contratar. Também acho que ele contava com essas duas contratações.
      Discordamos em relação ao Alex Silva. Acho que foi tarde, assim como o Dagoberto já deveria ter saído há tempos.
      Eu perguntei do Juca porque não leio nem escuto nada dele. Sempre que esse sujeito parece na ESPN eu mudo de canal.
      Tãmo junto, velho.
      Abraço.

      Lina: Luchetta, olha só. Vamos dizer que a informação é como água mineral. Uns bebem na “fonte” e outros como eu, bebem no riacho. Sacou ? Quero dizer que eu leio e as vezes pergunto por ai. Eu ouço dizer que o JJ é ditador quando o assunto é administrativo: copa do mundo, relação com federação e confederação, e muitas vezes quando vai contratar tbm. O MC e o Cuca são os homens de confiança dele. Tanto que o Cuca era seu nome preferido depois da saida do PCC. Mas não era de alguns conselheiros, diretores e até do RC. Pode ser então que esta mudança de atitude, de ouvir outras pessoas seja uma evolução quem sabe. Mas a palavra final sempre é dele. O AS poderia ter ficado, mas o Dagoberto tem que sair sim, ai concordo com vc. Eu assisto o Tabelinha mais por causa do Birner, também não acompanhava mais o JK, principalmente por causa do que ele falou do menino Kaká. As vezes me surpreendo com algumas colocações pertinentes do cara, raras diga-se. Tamo junto. Abraços

  3. Radar Soberano Says:

    Márcio Goiano reconhece dificuldade para segurar Rafael Tolói

    Embalado por quatro vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro da Série B, o Goiás assumiu o sétimo lugar e se destaca, além da força ofensiva, pela defesa sólida, que tomou apenas cinco gols sob o comando do técnico, e ex-zagueiro, Márcio Goiano.

    O setor, no entanto, está prestes a sofrer uma baixa considerável, que é a do zagueiro Rafael Tolói, ídolo da torcida esmeraldina e titular absoluto do time desde a última temporada.

    Com boas propostas em mãos, o treinador acha difícil a permanência do defensor: “O Tolói vem jogando muito bem, já há algum tempo, é um jogador que tem mercado, nós sabemos que a saída pode acontecer, mas o importante é que ele se concentre em nos ajudar enquanto estiver aqui”, admitiu Goiano, no programa Arena Sportv.

    O Goiás reluta em vender o jogador desde a disputa do Mundial Sub-20 de 2009, com a seleção brasileira, em que garantiu o vice-campeonato, mas com a sondagem do São Paulo, o negócio pode ser facilitado, já que o próprio Tolói tem interesse em defender a camisa do Tricolor na Série A.

    Aos 20 anos, o zagueiro é uma das grandes revelações do futebol brasileiro nos últimos anos e o Goiás pede por volta de R$ 14 milhões pela venda do passe. Milan, Lazio, Fluminense e Vasco também já sondaram o Esmeraldino pela contratação.

  4. Michel Toniato Says:

    O Casemiro é um negócio curioso, só sinto falta dele quando ele está na seleção, pois no São Paulo acho que ele ainda está devendo, e muito;
    O Rivaldo já encheu o saco, deveria ter voltado para Mogi após aquela palhaçada contra o Avaí na Copa do Brasil;
    Um time que históricamente tem uma zaga qualificada, não ter um número suficiente de jogadores nessa posição é de foder;
    Essa nossa arrogância já deu no saco, e o que mais me deixa puto é ver muito torcedor embarcando nesse discurso prepotente da nossa diretoria, Daniel Perrone é um deles;
    Para finalizar, Juvenal, vc é um maldito!

    Lina: KKKKKKKKK

  5. Michel Toniato Says:

    Esqueci de mencionar no outro cometário, acho o Alex Silva foi tarde.

    Lina: O Rhodolfo joga mais que ele.

  6. Radar Soberano Says:

    São Paulo corre para anunciar zagueiro (s)
    Depois de fracassar com Coates e Breno, o São Paulo se viu numa situação complicada. Perdeu Uvini para a Seleção Sub-20, Xandão machucou e ainda emprestou o único zagueiro que treinava com o elenco no CCT, Jackson para o Criciúma.

    Agora, sobraram Rhodolfo e Luiz Eduardo. Rodrigo Caio será improvisado em caso de necessidade, já que iniciou nas categorias de base nesta função. E um clube do tamanho do São Paulo não pode ficar nesta situação.

    Tolói, opção principal, não consegue liberação e o Goiás mostra-se irredutível. Só uma reviravolta enorme mudará o rumo desta história.

    Como opções paralelas, surgiram os nomes de Mateus, da Lusa e de Luciano Castan do Paraná Clube. O de Mateus agrada mais pelas excelentes apresentações e pelo fato de já estar em São Paulo, adaptado à cidade.

    Agora de noite, surgiu uma informação no Rio de Janeiro, por setoristas do Vasco, que Fernando, zagueiro de 1,92m com passagens por Flamengo e Vasco, estaria em contato com o São Paulo. O zagueiro com 31 anos, estava no Vasco desde 2008 e também tem passagens por clubes da Alemanha como Duisburg, 1860 Munchen e pela Áustria, pelo Austria Viena.

    Na diretoria, não descarta-se trazer 2 nomes com contrato até o final do ano com possibilidade de renovação até o fim de 2012.

    Agora, é aguardar.

  7. Radar Soberano Says:

    ‘Novo zagueiro’, Rodrigo Caio está confiante
    O jogador que Adilson Batista trabalha para substituir Rhodolfo ou Luiz Eduardo em uma eventual baixa dos dois tem 17 anos, fez apenas dois jogos pelo profissional do clube, nenhum como zagueiro, e atende pelo nome de Rodrigo Caio.

    Mas a falta de experiência não se reflete no discurso. Confiante, ele quer atender às expectativas do novo chefe e se apega ao tempo da base para provar que pode dar conta.

    – Fico feliz por ele (Adilson) confiar no meu futebol. Sempre fui zagueiro e estou preparado. Minha base no São Paulo foi nesta posição, mas mudei no juvenil. Gostaria de subir para o profissional como zagueiro, mas na época tinha Alex Silva, Miranda – disse o camisa 36, via assessoria de imprensa do clube.

    Rodrigo Caio disputou a Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano e foi promovido ao profissional pouco tempo depois, por Carpegiani. O antecessor de Adilson via muito potencial no atleta e foi responsável pela sua primeira vez como titular. Rodrigo participou de todo o vexame do dia 26 de junho, na goleada de 5 a 0 para o Corinthians, no Pacaembu.

    No entanto, o episódio parece não ter desanimado o jovem atleta, que se apoia em suas características para ter sucesso na ‘nova’ função.

    – Poucos zagueiros sabem sair jogando e tenho esta qualidade. Quero jogar como zagueiro. Quando subi, Carpegiani gostava de mim como volante. Se ele me der esta chance, vou mostrar que tenho condições – diz.

    Por fim, o jovem se lembra da época em que era goleador mesmo atuando atrás e cita suas referências. Se depender da empolgação…

    – Em 2008, joguei meia temporada e fiz dez gols. Era artilheiro do time. Eu me espelhava muito em Juan, da Roma (ITA), que não fazia falta e saía jogando com a bola. Aqui, Miranda tinha uma inteligência que era fundamental. Zagueiro não precisa correr, só se posicionar bem – afirmou.
    Fonte:Lancenet!

  8. Radar Soberano Says:

    Quarta-feira, Agosto 03, 2011
    LAZIO VAI ATRÁS DE COATES

    O São Paulo não trabalhou direito, não quis gastar dinheiro, passou a responsabilidade para um grupo investidor ingles e perdeu Coates, eleito a revelação da Copa América. E a Lazio vai atrás dele, como mostra a capa do Corriere dello Sport.

    E o São Paulo fica lamentando a contusão do fraco Xandão. E corre atrás de um zagueiro da segundona. Pode ser Mateus da Lusa. E espera a volta do fraco Bruno Uvini.

    Muito pouco para quem teve Lugano, Miranda, Alex Silva, Breno e André Dias nos últimos tempos. Não é coincidência que o time tenha levado 7 gols em tres jogos.

    Publicado por luis augusto simon los 12:00 PM

  9. Radar Soberano Says:

    Em busca de um zagueiro, diretoria do São Paulo analisa Mateus, da Lusa

    Técnico Adilson Batista acredita que diretoria está perto de anunciar reforço para a posição, que hoje só tem Rhodolfo e Luiz Eduardo liberados para jogar

    A diretoria do São Paulo sabe que precisa contratar um zagueiro com urgência. Atualmente, Adilson Batista conta apenas com Rhodolfo e Luiz Eduardo para a posição. Xandão, que vinha atuando como titular, sofreu uma lesão muscular na derrota por 2 a 0 para o Vasco e ficará pelo menos duas semanas em tratamento. Já Bruno Uvini está na Seleção Brasileira que disputa o mundial sub-20 na Colômbia e tem volta programada apenas para o fim de agosto.

    O nome de consenso no clube é o de Rafael Tolói, do Goiás. O problema é que o clube esmeraldino tenta vender o jogador para o futebol europeu. Como a janela de transferências encerra-se apenas no final de agosto, dificilmente haverá negociação com o time do Morumbi até lá. O Tricolor, no entanto, não pode esperar tanto tempo.

    Um nome que está sendo observado pela comissão técnica e pela diretoria é do Mateus, da Portuguesa. Contratado junto ao Ypiranga (RS) para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B, o jogador é titular indiscutível do técnico Jorginho e um dos destaques da equipe que lidera o torneio da segunda divisão.

    Questionado sobre a carência no setor, o técnico Adilson Batista acredita que o clube anunciará um reforço nos próximos dias.

    – A diretoria está trabalhando, tenho consciência disso. Antes de eu acertar, quase concretizou com dois nomes (Breno e Coates) mas, infelizmente não foi possível. Mas ela está trabalhando e daqui a pouco poderemos ter novidades para passar a vocês – afirmou o treinador.

    Enquanto um novo zagueiro não for anunciado, em caso de emergência, o treinador disse que improvisará o volante Rodrigo Caio, que começou como zagueiro na base. O camisa 36, inclusive, já se colocou à disposição do treinador.

  10. Radar Soberano Says:

    São Paulo fala em aproximar torcida dos atletas e realizar treinos no Morumbi

    Rogério Ceni apresenta suas filhas a Carpegiani durante um treino no Morumbi no ano passado

    O marketing do São Paulo trabalha com a ideia de aproximar mais os jogadores da torcida. A ideia para permitir a interação é simples: proporcionar mais treinos do time tricolor no Morumbi abertos ao público, algo que não acontece quando as atividades são realizadas no CT da Barra Funda.

    “Queremos a aproximação da torcida com a equipe, trazer mais os torcedores com a equipe. Estamos conversando sobre a possibilidade de fazermos treinos no Morumbi”, explicou o diretor de marketing do clube, Rogê David, ao UOL Esporte.

    O atual responsável pelo marketing do São Paulo aposta no fato de que o antigo comandante da pasta agora é diretor de futebol do clube [Adalberto Baptista]. Por isso, ele acredita que o marketing terá ainda mais espaço e aceitação a partir de agora.

    “A maior vantagem hoje é que como o Adalberto esteve no marketing e agora está no futebol, ele consegue ter uma leitura muito mais precisa de quanto é importante ter a aproximação com os jogadores”, explicou David.
    Em contato com a reportagem, o técnico Adilson Batista não pareceu ser contrário à ideia, desde que seja uma exceção e não uma regra. Questionado sobre o assunto, ele desconversou dizendo que não necessita desse artifício para treinar taticamente seu time: “Não preciso treinar no Morumbi, já conhecemos o estádio”.

    O Morumbi, aliás, é atualmente a ‘menina dos olhos’ do marketing do São Paulo. Mesmo não tendo sido escolhido como sede paulista da Copa do Mundo de 2014, o estádio está sendo alvo de muitas melhorias por parte da diretoria do time tricolor.

    “Estamos trabalhando bastante na modernização do Morumbi, um trabalho que já vinha sendo feito pelo Adalberto. Melhoramos a parte de camarote, fechamos com mais shows”, exaltou o diretor de marketing.

  11. Radar Soberano Says:

    Adilson admite urgência na busca por zagueiro

    O fracasso de negociações recentes obrigou o São Paulo a acelerar a busca por um zagueiro.

    Ontem, Adilson Batista admitiu que a diretoria promete apresentar um nome nos próximos dias. Amanhã, contra o Bahia, apenas Luiz Eduardo e Rhodolfo estarão à disposição do treinador.

    vipcomm
    “A diretoria está trabalhando, quase concretizou dois nomes (o uruguaio Coates e o ex-são-paulino Breno), mas em breve podemos ter novidade”, afirmou Adilson. “Enquanto isso, o (volante) Rodrigo Caio pode ser aproveitado.” Xandão, machucado, e Bruno Uvini, na seleção sub-20, são os outros defensores no elenco.

    A uma semana do jogo contra o Ceará pela Sul-Americana, a diretoria não garante que o time estará reforçado no setor até a estreia na competição. “Não se pode estabelecer um prazo. Estamos fazendo um mapeamento do mercado”, diz o diretor de futebol, Adalberto Batista.

    Os dirigentes evitam falar em nomes, mas as principais opções estão na Série B. “Há também alternativas na Série A, com atletas que ficaram de fora por lesões, e no exterior, com jogadores em fim de contrato”, lembra Adalberto.

    Sem polêmica. Ontem, Adilson Batista minimizou as declarações de Rivaldo, que havia cobrado personalidade dos mais jovens em partidas no Morumbi. “O que ele quis dizer é que o time precisa de mais tranquilidade, não correr tanto com a bola. Foi assim que interpretei.” Durante o treino, ele tirou o veterano para a entrada de Marlos e confirmou que Jean seguirá na reserva.

  12. Radar Soberano Says:

    Renovação de Casemiro permanece marcada por impasses

    A situação entre São Paulo e Casemiro, uma das maiores revelações dos últimos anos no clube, está mais que abalada. Enquanto o atleta está na Colômbia com a Seleção Sub-20, o MARCA BRASIL apurou que dirigentes tricolores e o empresário do atleta, Júlio Fressato, vivem um intenso pé de guerra, desde o dia 15 de julho, como a reportagem noticiou na ocasião. O que parecia simples e foi acatado pelos cartolas dessa forma, quando o camisa 8 pediu uma maior valorização, se transformou em um gigantesco impasse que está em vias de explodir no Morumbi.

    Com contrato até fevereiro de 2015, Casemiro recebe R$ 35 mil por mês e, por ser titular do time e por estar em ascensão, pediu mais. Querendo ganhar R$ 120 mil e mais R$ 1,2 milhão de luvas, Casemiro não foi atendido pela direção, que lhe propôs R$ 60 mil de salário e R$ 600 mil de luvas. E foi aí quando começou o problema. Enquanto os cardeais pensavam que o jogador e seu agente estavam discutindo a oferta, o MARCA BRASIL fez o papel de mediador entre as partes e, assim, percebeu o racha.

    “Não aceitamos a proposta feita pelo São Paulo”, informou o empresário Júlio Fressato, que prontamente foi rebatido. “Se não aceitaram nossa oferta, não nos informaram. E digo mais: o clube não tem obrigação nenhuma de renovar o contrato do Casemiro, pois está em vigência pelos próximos quatro anos”, disparou o vice-presidente de futebol do Tricolor, João Paulo de Jesus Lopes.

    Irritado com a atitude do jogador e também de seu agente, o cartola ainda prosseguiu e, pela primeira vez, falou grosso sobre o assunto. “O São Paulo chegou na proposta limite (R$ 60 mil de salário) e estávamos aguardando o posicionamento deles. Agora, não tem essa de não aceitar. Continuará sendo nosso atleta e não temos interesse na saída dele. Só o tirarão daqui pela multa de 40 milhões de euros”, finalizou o cartola. Pelo visto, a briga está muito longe de acabar

  13. Radar Soberano Says:

    Juvenal é criticado por delegar poderes ao departamento de futebol

    Os mesmos conselheiros que criticavam Juvenal Juvênio por ser centralizador em excesso agora o alfinetam por delegar poderes demais ao Departamento de Futebol. Dizem que o elenco está desequilibrado com excesso de meias e falta de zagueiros. A hipótese da volta de Marco Aurélio Cunha divide opiniões.

  14. Radar Soberano Says:

    O mundo do faz de conta de Juvenal Juvêncio

    São Paulo falha no planejamento, tem elenco e treinador limitados e presidente acha que está tudo bem no Morumbi

    O São Paulo que disputa o Brasileirão tem sérios problemas técnicos e táticos. O elenco tem bons jogadores, porém opções de minuto em alguns setores. Já o comando está nas mãos de um treinador que já teve bons momentos no futebol nacional, mas que atravessa uma péssima fase. E sob pressão, Adilson Batista está sujeito a erros, o que tem acontecido constantemente. E tudo isso ignorado pelo presidente Juvenal Juvêncio, o todo-poderoso do Morumbi.

    O elenco são-paulino tem deficiências, é fato. Na zaga falta qualidade e até material humano. Na última partida, na derrota para o Vasco, domingo, no Morumbi, o Tricolor sofreu com a falta de opções no setor. Sem Xandão, que é fraco e não deveria estar no clube, as opções foram Rhodolfo, este sim um bom zagueiro, e um novato de 18 anos, chamado Luiz Eduardo. Já no banco, nenhum zagueiro de ofício. Apenas atletas improvisados.
    Diante disso, a mobilização da diretoria é zero. Foram especulados os nomes de Rafael Toloi e Coates para o setor, mas não chegaram. O sonho em ter reforços de ponta se foi e o problema persiste. E o planejamento, mais uma vez, coloca o trabalho do ano em xeque.

    No entanto os erros flagrantes não devem ser comentados, afinal Juvenal Juvêncio e seus pares não erram, no máximo se equivocam. Dagoberto, num passado recente, ousou criticar o time e por consequência o tal planejamento e levou um puxão de orelha em público. Os dirigentes queriam sua cabeça. O problema é que “Dagol” é peça fundamental num ataque sem muitas opções, então foi preciso engoli-lo a seco.

    Do meio para a frente, o time tem até bons jogadores, como Casemiro, o próprio Dagoberto e o menino Lucas. Porém muito pouco para um clube que sonha e tem a obrigação de buscar voos mais altos.

    O atual São Paulo é reflexo de sua cúpula. Juvenal Juvêncio, que rompeu com a salutar democracia que existia no Morumbi, manda e desmanda no clube sem ser contestado. Já a oposição não existe. E o Tricolor sofre dentro de campo.

    A Copa do Brasil se foi com a vexatória eliminação para o fraco e pequenino Avaí. O Brasileirão está aí, mas parece um sonho distante. E a tão cobiçada volta à Libertadores também está bem longe.

    O clube amarga ainda o mico que se tornou a contratação de Luís Fabiano. O artilheiro, apresentado com festa no Morumbi, tripudiou em cima do rival Corinthians em sua chegada e teve sua estreia até marcada pela diretoria. No entanto não entrou em campo na data.

    Lesionado, o atacante já passou por duas cirurgias, sendo a segunda uma plástica retificadora no local da primeira. O projeto “Fabigol” já está comprometido. O clube desembolsou um alto valor para repatriar o craque, porém as ações de marketing até agora naufragaram.

    Já a preocupação da diretoria agora se resume em negar que Luís Fabiano possa ter voltado da Europa com um problema clínico, que o impediu de jogar logo de cara. Afinal a diretoria não erra.

    O mundo tricolor é o do faz de conta. Juvenal Juvêncio acredita ter um elenco forte e pronto para ser campeão brasileiro. Seus pares de diretoria não o contrariam e fingem acreditar na força do time que, no entanto, padece dentro das quatro linhas. O São Paulo segue entre os primeiros do Brasileirão, porém os tropeços se sucedem nas últimas rodadas. Com a bola rolando, a realidade vem à tona e ela é triste…

  15. Radar Soberano Says:

    Diretor do São Paulo ironiza ‘projeto chinês’ do Corinthians: ‘A coisa está feia’

    Julio Casares alfinetou a tentativa do rival de contratar um jogador da China

    O vice-presidente de comunicação do São Paulo, Júlio Casares, como de costume, alfinetou o Corinthians. O motivo da provocação agora foi a notícia de que o rival pretende contratar um jogador chinês para expandir sua marca.
    – O São Paulo está muito bem no marketing, como sempre. A coisa está feia é do lado de lá, para falarem em contratar um chinês (risos) – disse Julio.
    O diretor ainda aproveitou para falar sobre as provocações do rival com relação ao Morumbi. Em entrevista recente à Rádio Jovem Pan, o diretor de marketing do Corinthians, Luis Paulo Rosemberg, ironizou os estádios antigos (o Morumbi foi construído na década de 60), ao falar do projeto do Fielzão, palco do Timão a ser construído para a Copa do Mundo-2014. Segundo Rosemberg, há estádio que “parecem pneus”.
    – Isso é uma típica declaração de quem não tem uma coisa nem consegue um financiamento legal para ela, aí tem de desdenhar de quem tem. Hoje, o Morumbi é a maior fonte de renda do São Paulo e, mesmo com 50 anos, um palco moderno, que já está de pé – afirmou Julio Casares.

  16. Henrique Soberano Says:

    Rafael Tolói pode vir, mais outro cara da série b.

    Lina: Veio um do Botafogo…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: