Mestre Telê Santana * 26.07.1931

Ilustração Queco – SPNet

Salve Soberania !

Se o Mestre estivesse vivo, hoje completaria 80 anos.

Há 5, Deus o tomou pra si e desde então o futebol arte rola solto entre aquela galera do bem que conseguiu bilhete de entrada para os gramados celestiais…

Não tem mais chutão no céu.

Aqui vai este post homenagem, com todo amor do mundo.

Bom descanso Mestre.

Quanta saudade !

_X_

Relacionados

Telê Santana – WikiSPFC

Homenagem ao mestre Telê

Confira fotos de Telê Santana, que completaria 80 anos nesta terça-feira

26 de julho de 1931: o nascimento de um grande ídolo

Mestre Telê, 80

***(*) ******(*)

Anúncios

10 Respostas to “Mestre Telê Santana * 26.07.1931”

  1. Guedes Says:

    O mestre de todos os bons treinadores.

    Lina: Verdade

  2. Papito Says:

    Telê querido, inesquecível, inigualável, único.

    Lina: Único.

  3. Finorio Says:

    Será que um dia vamos ter outro assim ?
    O mais próximo é o Muricy, no jeito, na exigência.

    Lina: O Muricy é retranqueiro, o Telê é outra escola. O próprio Muricy diz que a escola dele mesmo é o Rubens Minelli, o Telé foi um professor da vida, palavras do próprio Muricy.

    • Henrique Soberano Says:

      Mestre Telê, 80

      Tweet

      Por ROBERTO VIEIRA

      O chão de ferro viu nascer o fio de esperança.

      Poesia em movimento.

      Fernando Morais pensou que ele seria o rei do Brasil.

      Engano.

      O menino maluquinho Paolo Rossi não quis.

      O anjo pornográfico o considerava não menos que santo.

      O irmão do anjo sonhou que ele era um Deus.

      Magro com o perfil do Aleijadinho.

      Minas.

      Drummond, o Roberto, apresentou-lhe Hilda.

      Mas Hilda amou Valentim.

      A camisa do moleque de Itabirito ardeu em chamas.

      Mão seca.

      Rastilho de pólvora.

      A seleção era um grande sertão veredas.

      Bota ponta!

      Volta, Telê!

      As palavras em Minas são curtas e tardias.

      Baú de ossos assassinado na escuridão.

      Travessia.

      Quando você foi embora fez-se noite no futebol.

      Máscaras singulares.

      Ídolos de pano.

      Oitenta anos, Telê.

      Oto Vieira não estava errado.

      Lembra do Bangu?

      Tinha medo de Didi.

      Descobriu-se perdido em ti.

      Sabino dizia que a bola tinha encontro marcado.

      Um encontro marcado com quem mais a amava.

      Tinha um Telê no meio do caminho.

      No meio do caminho tinha um Telê no clube da esquina.

      Primeiro campeão brasileiro.

      Um 14 Bis surge no céu anunciando que estamos perdidos em Abbey Road.

      Ou será no Sarriá?

      Quando você chegou ao céu teve festa do divino.

      Tutu à mineira.

      Tem quem prefira 1994.

      São os grandes mentecaptos.

      Convocaram novamente a canarinho.

      Canarinho que é página virada no coração do torcedor brasileiro.

      Ontem.

      Descobri uma foto sua no DVD do Skank.

      1951.

      Você tinha vinte anos.

      Véspera de decisão.

      Jurando jogar com limpo contra o Bangu.

      Quer saber?

      Só mesmo você, Mestre Telê…

      Lina: Lindo isso.

    • O Rei da América Says:

      Igual ao Telê nunca mais.
      É igual ao Senna, ao Pelé, ao Guga, ao Oscar.

      Lina: É verdade…

  4. Jorge Tri-Hexa Says:

    É difícil atingir a perfeição, mas nós podemos nos aproximar dela.
    Telê Santana

    Lina: Pouco perfeccionista ele não ?

  5. O Rei da América Says:

    Bonito isso aqui:

    Deus o tomou pra si e desde então o futebol arte rola solto entre aquela galera do bem que conseguiu bilhete de entrada para os gramados celestiais…

    Eu quero um lugar nessa pelada.
    hahahahahaha

    Lina: E eu que não sou bobo nem nada também quero. KKKK

  6. Felipe 6-3-3 Says:

    Um técnico capaz de fazer Ronaldão, Doriva, Dinho, Ronaldo Luis, Vitor e outros jogaram bola e muito bem, só pode ser chamado de mestre.
    Feliz Aniversário Telê Santana !

    Lina: Eram bons jogadores. Mas o Telê realmente ajudou na carreira deles.

  7. Barman Says:

    Quantas vezes eu vi o São Paulo ganhar jogos a partir do intervalo.
    Nas arquibancadas ou em casa pela TV eu ficava imaginando o esporro que o Telê estava dando naqueles jogadores do SPFC.
    O São Paulo voou com ele várias vezes.
    O time de 1992 foi o melhor que eu vi jogar, talvez o de 1986 tenha sido um pouco melhor, mas não era o mestre no banco, acho que por isso eu prefira o de 92.
    Agora imagina o time de 86 nas mãos do mestre ?
    Sai de baixo.

    Lina: Pode crer, quando a coisa não ia bem no primeiro tempo, melhorava demais depois daquela “conversa” com o mestre. KKKKKKKK

  8. Goiano Tri-Hexa Says:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: