Travestis 5×0 São Paulo

Rodrigo Braghetto. Este foi o nome do clássico da tarde deste domingo, no Pacaembu.  Vejamos. Um jogo muito disputado, com chances para ambas as equipes. Até aí, tudo bem. Mas na hora de marcar as faltas, o árbitro não usou o mesmo critério para as duas equipes.

O corintiano Jorge Henrique, por duas vezes, deu carrinho criminoso em Marlos. Qual a reação de Braghetto? Nenhuma. Por outro lado, deu um cartão amarelo muito questionável a Carlinhos. Na sequência, o camisa 20 acabaria recebendo o segundo cartão e deixaria o jogo mais cedo.

Com um a menos, o Tricolor bem que tentou. Mas em desvantagem devido ao árbitro, na “casa” do adversário, não resistiu. O Corinthians se aproveitou disso e marcou cinco gols no segundo tempo e venceu por 5 a 0. Liedson, três vezes, Jorge Henrique e Danilo fizeram os gols corintianos.

O resultado acaba com o 100% do São Paulo no Campeonato Brasileiro. Agora, após seis rodadas, a equipe ostenta cinco vitórias e uma derrota. Ainda sim, a liderança é tricolor – 15 pontos com 13 do próprio Corinthians.

ÁRBITRO ERRA E EXPULSA CARLINHOS

O técnico Paulo César Carpegiani esperava contar com Rhodolfo e Casemiro, mas ambos não reuniram condições de jogos e ficaram fora do clássico. Com isso, Bruno Uvini entrou na zaga tricolor, enquanto Rodrigo Caio foi o escolhido no meio. Foi a estreia do garoto no time profissional do Tricolor.

Logo no primeiro minuto de jogo, Rogério Ceni foi obrigado a fazer uma grande defesa após chute de fora da área. O jogo seguia, como dizem, lá e cá. No ataque são-paulino, Dagoberto, por pouco, não completou dois cruzamentos para o fundo da rede do goleiro Júlio Cesar.

Mas aos 40 minutos, o árbitro Rodrigo Braghetto começou a se perder. Carlinhos, que já havia recebido um cartão amarelo questionável, levou o segundo e acabou expulso. O curioso que Jorge Henrique fez duas faltas em Marlos e nem sequer foi advertido por ele.

QUATRO GOLS DO RIVAL

O que o são-paulino mais temia aconteceu. Antes mesmo de completar um minuto da etapa final, o meia Danilo, ex-Tricolor, aproveitou bobeira da zaga, cortou Bruno Uvini e tocou para o gol livre. As coisas ficaram difíceis para o São Paulo no Pacaembu.

Aos oito, tudo ficou ainda pior. O atacante Liédson aproveitou rebote de Rogério Ceni e chutou para marcar o segundo gol corintiano no jogo. Com o revés parcial, Carpegiani fez sua primeira alteração: Ilsinho entrou no lugar de Marlos.

Aos 21, foi a vez de Henrique entrar no clássico. O camisa 17 ficou com a vaga de Fernandinho, que teve uma atuação regular. Nesta altura do jogo, o grupo são-paulino sabia que não poderia fazer muita coisa para reverter o placar, ainda mais com um jogador a menos. Liedson e Jorge Henrique ainda marcaria mais um antes do apito final.

REAPRESENTAÇÃO

O elenco são-paulino voltará aos treinamentos na tarde desta segunda-feira, às 15h30, no CT da Barra Funda. O Tricolor voltará a campo na próximo quarta-feira diante do Botafogo, no Morumbi. Neste jogo, Carpegiani contará com os retornos de Juan e Rodrigo Souto, que cumpriram suspensão automática no clássico.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
TRAVESTIS 5 X 0 SÃO PAULO

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data: 26 de junho de 2011, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Braghetto (SP)
Assistentes: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Vicente Romano Neto (SP)
Público: 30.351 pagantes (total de 32.221)
Renda: R$ 955.283,00
Cartões amarelos: Paulinho, Liedson e Leandro Castán (Travestis); Carlinhos Paraíba, Rogério Ceni e Wellington (São Paulo)

Cartão vermelho: Carlinhos Paraíba (São Paulo)

Gols: TRAVESTIS: Danilo, a 1 minuto do segundo tempo, Liedson, aos 8, aos 15 e aos 34, e Jorge Henrique, aos 37 minutos do segundo tempo

TRAVESTIS: Julio Cesar; Alessandro, Chicão, Leandro Castán e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo (Morais); Willian (Emerson), Liedson e Jorge Henrique (Edenilson) Técnico: Tite

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, Xandão, Bruno Uvini e Luiz Eduardo; Rodrigo Caio, Wellington, Carlinhos Paraíba e Marlos (Ilsinho); Fernandinho (Henrique) e Dagoberto Técnico: Paulo César Carpegiani

Melhores Momentos

***(*) ******(*)

Anúncios

%d blogueiros gostam disto: