Archive for 12 de junho de 2011

São Paulo 3×1 Grêmio

12/06/2011

100% e líder do Campeonato Brasileiro. Este é o São Paulo, que venceu o Grêmio por 3 a 1 no estádio do Morumbi, na noite deste sábado, e disparou no primeiro posto da competição.

A jornada são-paulina, no entanto, não teve só facilidades. Casemiro, que marcara o primeiro gol do jogo, chegou a cabecear contra o próprio patrimônio, na segunda etapa, marcando para o Grêmio. Porém, Marlos e Jean também foram às redes e salvaram a pele do colega Casemiro, assegurando a vitória do líder disparado São Paulo.

Assim, com 12 pontos na tabela, o líder fica a cinco pontos do segundo colocado, ao menos até este domingo, quando o Corinthians, vice-líder, joga com o Fluminense no Pacaembu e pode diminuir a distância para o arquirrival.

QUANTA RAPIDEZ!

Na primeira etapa, o São Paulo encarou o Grêmio usando a velocidade dos homens da frente como principal maneira de intimidar o adversário. A válvula de escape, claro, era Lucas. E o garoto estava inspirado! Logo a 8 minutos, o camisa 7 fuzilou de fora da área e Victor defendeu.

Cinco minutos depois, o gol: Marlos rolou para Casemiro, o volante soltou a bomba e, contando com um desvio no meio do caminho, correu para comemorar o primeiro tento na partida.

O Grêmio se via refém do Tricolor paulista. Sem conseguir articular as jogadas, a equipe gaúcha mal conseguiu atacar na primeira etapa. Quando o fez, foi com Douglas, que não fez bom jogo, cobrando falta por cima do gol de Rogério Ceni.

Aos 33, a desatenção gremista se fez mais evidente: Wellington desarmou Neuton e rolou para Dagoberto cortar e tirar tinta da trave de Victor.

Mas o Tricolor paulista queria mais e mais. Aos 37 minutos, Marlos invadiu a área, driblou Saimon e isolou, para desespero da torcida.

Na segunda etapa, o São Paulo parecia manter o estilo envolvente, infernal. Marlos, em boa noite, fez boa jogada aos 5 minutos e encontrou Dagoberto. O camisa 25 finalizou e Victor salvou mais uma vez.

IMORTAL É O OUTRO

Quando os paulistas pareciam levar vida tranquila no Morumbi, o Grêmio chegou, como quem não queria nada. Aos 7 minutos, Fábio Rochemback cobrou falta da esquerda, Rafael Marques e Casemiro tentaram o cabeceio e foi o são-paulino quem acabou mandando contra as próprias redes.

Com 1 a 1 no placar, o São Paulo voltou a tomar as rédeas da partida. Aos 11, Marlos disparou e a muralha gremista, Victor, operou outro milagre. Na sequência, Casemiro quase marcou seu terceiro gol na partida – o segundo a favor do São Paulo -, mas não cabeceou bem.

MARLOS TRANQUILIZA

A noite não era de Douglas, camisa 10 gremista. Foi em um passe errado do meia que o Tricolor articulou o gol do desempate, aos 16 minutos. A bola rapidamente chegou aos pés de Marlos, que invadiu a área e deslocou de Victor, para fazer 2 a 1 São Paulo.

Era necessária uma reação gremista. Como não tinha criatividade por baixo, o Grêmio acabou se lançando ao ataque por meio da bola parada. Em uma delas, Douglas cobrou escanteio, Rogério Ceni não alcançou nada e Rafael Marques, na pequena área, não alcançou.

Depois, aos 25, Rochemback cobrou falta com força e Rogério espalmou. Mas o ímpeto gremista não teve continuidade.

Melhor para o São Paulo, que aproveitou para matar o jogo. Dagoberto, aos 39, deu belo passe para Jean, que só teve o trabalho de tirar de Victor e completar para o gol vazio.

No fim, ainda sobrou tempo para Rafael Marques se desentender com Dagoberto e ser expulso de campo. Depois de tanto agito, o jogo terminou mesmo em 3 a 1.

Na próxima rodada, o São Paulo visita o Ceará, no estádio Presidente Vargas, no domingo. No mesmo dia, o Grêmio recebe o Vasco no Olímpico.

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO 3X1 GRÊMIO

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 11/6/2011 – 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Paulo H. Godoy Bezerra
Auxiliares: Carlos Brekenbrock e Marco Antônio Martins

Renda/público: R$ 372.089,00 / 14.671 pagantes
Cartões amarelos: Rodrigo Souto, Jean, Dagoberto (SPO); Lúcio, Fábio Rochemback, Rafael Marques (GRE)
Cartões vermelhos: Rafael Marques, 46’/2ºT (GRE)
GOLS: Casemiro, 13’/1ºT (1-0); Casemiro (gol contra), 7’/2ºT (1-1); Marlos, 16’/2ºT (2-1); Jean, 39’/2ºT (3-1)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, Xandão, Luiz Eduardo e Juan (Bruno Uvini 35’/2ºT); Rodrigo Souto, Wellington, Casemiro (Carlinhos Paraíba 40’/2ºT) e Marlos (Ilsinho 35’/2ºT); Lucas e Dagoberto. Técnico: Paulo César Carpegiani

GRÊMIO: Victor; Mário Fernandes, Saimon, Rafael Marques e Neuton (Lins, intervalo); Fábio Rochemback, Fernando, Lúcio e Gabriel (Marquinhos 27’/2ºT); Douglas e Júnior Viçosa (Roberson 27’/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho

Via Lancenet!

Melhores Momentos

***(*) ******(*)

Próxima Partida: Ceará x São Paulo, Brasileirão 2011, Presidente Vargas, Fortaleza, domingo, dia 19.06 às 16h00.

Atlético MG 0x1 São Paulo

12/06/2011

O São Paulo venceu o Atlético-MG por 1 a 0 nesta quarta-feira, na Arena do Jacaré, assumiu a liderança e se consolidou como o único clube com 100% de aproveitamento no Campeonato Brasileiro.

No complemento da terceira rodada, o Galo permaneceu na terceira posição, mas teve sua primeira derrota diante de seus torcedores em Sete Lagoas (MG). Além disso, o Atlético-MG também deixou escapar a liderança, colocação em que estaria, caso empatasse.

São Paulo construiu o placar no primeiro tempo, em um lance individual de Wellington, que deu bom passe para Casemiro. Na segunda etapa, Dorival fez as três alterações em sua equipe, o Galo pressionou o São Paulo, mas não alcançou o empate.

Qualidade individual sobressai

Atlético-MG e São Paulo mandaram a campo esquemas táticos parecidos. Nos dois times, três volantes protegiam um meia – Carlinhos Paraíba no Tricolor e Giovanni Augusto no Galo. Lucas e Mancini oscilavam entre o meio e o ataque. O que fez a diferença na primeira etapa foi a qualidade das peças são-paulinas.

Wellington, Casemiro, Carlinhos Paraíba e Lucas davam muito mais opções ao ataque do que o meio de campo do Galo, que também contava com jogadores de saída. No duelo da marcação, os times se equivaleram, mas o Tricolor conseguiu abrir o placar.

Em boa jogada, Wellington conduziu na intermediária e tocou para Casemiro, livre na entrada da área, completar para o gol: 1 a 0 para o São Paulo. Quando acalmou os ânimos após o gol sofrido, o Galo foi para cima, pressionou e teve pelo menos duas boas chances. O São Paulo, contudo, se portava seguro defensivamente e dificultava as ações do Atlético-MG na intermediária. Aos 46 minutos, o Galo teve grande chance em chute de Magno Alves, que desviou em Xandão. O árbitro ignorou os pedidos de pênalti do Galo e encerrou a primeira etapa.

Dorival muda, Galo pressiona, mas São Paulo segura

Em desvantagem, o técnico Dorival Junior fez as três alterações no intervalo. Mancini, Toró e Filipe Soutto (lesionado) deixaram o campo para a entrada de Neto Berola, Dudu Cearense e Serginho. O Galo ficou então com dois volantes de saída, dois meias velozes e dois atacantes fixos. E deu resultado: durante todo o segundo tempo o Galo sufocou o São Paulo e quase chegou ao gol pelo menos três vezes.

O São Paulo marcava bem, contudo Rodrigo Souto recuou e jogou como terceiro zagueiro. Sem proteção do meio de campo, o Galo ganhava o combate e neutralizava bem os isolados atacantes são-paulinos. Carpegiani mudou e retornou ao esquema anterior, sem resultado, porém. No fim do jogo, a pressão virou um abafa total. A pressão do Galo subiu de intensidade, esbarrou em boa marcação, mas os homens de frente do time mineiro cansaram de perder oportunidades. Aos 43, Magno Alves teve a grande chance de empatar, mas desperdiçou. Com o atendimento de Rogério Ceni nos acréscimos da partida, o jogo foi até 54 minutos. A esperança do time do Atlético-MG, porém, foi frustrada, apesar da pressão exercida.

100 vezes Rogério

Na vitória sobre o Galo nesta quarta-feira, o goleiro e ídolo são-paulino Rogério Ceni comemorou 100 jogos seguidos como titular do São Paulo.

FICHA TÉCNICA:
ATLÉTICO-MG 0 X 1 SÃO PAULO

Estádio:Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG)

Data/hora:8/6/2011 – 21h50

Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-DF)

Auxiliares: Cesar Augusto de Oliveira (DF) e Carlos Emanuel Manzolillo (DF)

Renda/público: R$ 190.475,00 e 17.397 pagantes

Cartões amarelos: Patric, Magno Alves, Dudu Cearense (ATL); Carlinhos Paraíba, Wellington (SPO)

Cartões vermelhos: Nenhum.

GOLS: Casemiro,21’/1ºT (1-0);

ATLÉTICO-MG: Renan Ribeiro, Patric, Réver, Leonardo Silva e Leandro; Fillipe Soutto (Serginho, intervalo), Richarlyson, Toró (Dudu Cearense, intervalo) e Giovanni Augusto; Mancini (Neto Berola, intervalo) e Magno Alves. Técnico: Dorival Júnior.

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, Xandão, Luiz Eduardo e Juan; Wellington, Casemiro (Bruno Uvini, 27’/2ºT), Rodrigo Souto e Carlinhos Paraíba; Lucas (Marlos, 27’/2ºT) e Dagoberto (Willian, 30’/2ºT). Técnico: Paulo César Carpegiani.

Via Lancenet!

Melhores Momentos

***(*) ******(*)