Fludido 0x2 São Paulo

Salve Soberania !

Primeiro a comemoração:

Crise é o caralho ! Lugar de crise, é em São Januário !

Agora o jogo.

Vários desfalques do lado  Tricolor: Alex Silva, Miranda e Rhodolfo além de Fabuloso.

Era um São Paulo “em crise” que foi  em São Januário ( um dos piores estádios do pais no qual se vacilar, trombadinha entra no vestiário e leva tudo ), pegar o campeão brasileiro e não  carimbar a faixa apenas, mas esculachar com ela !

O Fludido escapou de tomar uma  goleada histórica no decadente estádio cruzmaltino.

Isto deixa duas lições. A  primeira é pra nunca levar NADA do Rio de Janeiro a sério ( que me perdoem os  cariocas, vocês tem meu respeito, mas é verdade ), e a outra é que mesmo nós,  que estamos desconfiados com o clube, jamais devemos menosprezar o gigante que  conhecemos tão bem.

Confesso a vocês que eu não acreditava  que o São Paulo venceria este jogo. Não pelo adversário, mas pela escalação do  time do São Paulo.

O Tricolor entrou em campo com 5  volantes: Jean, Wellington, Casemiro, Rodrigo Souto e Carlinhos Paraiba.  Parecia ruim né ? Agora vem o pior: Xandão e Luis Eduardo da base na zaga. Quem  acreditaria num time desse naipe ? Quase ninguém. Nem eu.

O Fludido tem no meio o tal de  Deco, que segundo o PCV é melhor que 90% dos jogadores do pais, além do tal de  Conca ( que ainda deve estar curtindo a taça de melhor jogador do brasileiro de  2010, porque nem vi no jogo ), na frente o tal de Rafael Moura ( vulgo Sheeha )  e Rodriguinho ( naum sei quem é ).

Pensei comigo, vai ser massacre.  E foi, só que ao contrário do esperado.

O PCC foi cornetado no início do  jogo, o São Paulo jogava mal, mas o esquema foi correto. O meio de campo do  Fludido com Edinho, Diogo, Conca e Deco é mais talentoso e deveria pelo menos  teoricamente ser mais envolvente. O que deve ter pensado o PCC ? Vamos empatar  no melhor setor deles enchendo de volantes.

Limitou-se o talento no meio  campo, congestionando o setor no melhor estilo Muricy, e deixando os atacantes  resolverem na frente. Este, acredito eu,  foi a tática do treinador Tricolor. Deu certo,  até porque Lucas e Dagoberto são disparados melhores que Rodriguinho e Sheeha.

No 4-5-1, o São Paulo sufocava  desde o início do jogo. Foram 30 minutos de um futebol de dar sono, sem  criatividade. Até que o menino Casemiro acerta um passe de Zidane, que encontra  Dagoberto livre pra encher o pé e abrir o placar para o gigante do Morumbi. 0x1. O engraçado é que o gol saiu no momento em que o Fludido estava começando  a se soltar.

A partir do gol a forte marcação  retornou e o jogo até o final do primeiro tempo não teve grandes jogadas.

O Tricolor voltou sem alterações,  a torcida pedia a entrada de Rivaldo já que a penúltima bola, o passe para o  gol não existia, apesar do passe do menino Casemiro para o primeiro. O professô  nem deu bola.

O muleque do gol voltou ligadaço.

E logo no início da segunda etapa, pela esquerda do ataque Tricolor, cortou pra dentro e bateu no canto do goleiro do Fludido. 0x2.

Na sequência, numa jogada que  começa com Carlinhos Paraiba, avançado pela direita encontra Dagoberto na corrida pela meia, ele domina, entra na área e enche o pé. O goleiro carioca dá rebote e Lucas, o muleque do gol, sem ângulo, quase marca o terceiro gol Tricolor. A bola bateu na trave.

Eram 10 minutos quando veio o grande susto Tricolor no jogo. Rogério Ceni sentiu a coxa e pediu pra ser substituido. O capitão não costuma se queixar de dores e nem pedir pra ser substituido, por isso acho que a tal lesão preocupa.

O Fludido nem deu sombra do “tal campeão brasileiro”, e é segundo diz os anais do futebol brasileiro “o maior freguês do São Paulo na competição”.

Houve tempo para o PCC colocar o Rivaldo, faltando 5 minutos para o fim do tempo regulamentar, acho que ele quis mostrar seu lado profissional com essa substituição. Triste mexida porque o talentoso meio-campista nem teve tempo pra nada, mesmo com o acréscido de 3 ou 4 minutos do juizão.

Final de jogo, começamos bem com uma vitória fora em cima do campeão brasileiro.

Isto é São Paulo.

Não se brinca com um gigante.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 0 X 2 SÃO PAULO

Local: Estádio  de São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 22 de maio de 2011, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: Heber Roberto Lopes (Fifa-PR)
Assistentes: Bruno Boschilia e  Gilson Bento Coutinho (ambos do PR)
Cartões Amarelos: Gum (Fluminense); Juan, Rodrigo Souto (São Paulo)

Gols: SÃO PAULO: Dagoberto, aos 33 minutos do primeiro
tempo; Lucas, aos 3 minutos do segundo tempo

FLUMINENSE: Ricardo Berna, Mariano, Gum, Leandro Euzébio e
Julio Cesar (Carlinhos); Edinho, Diogo (Willians), Deco (Souza) e Conca;
Rodriguinho e Rafael Moura
Técnico: Enderson Moreira

SÃO PAULO: Rogério Ceni (Denis); Jean, Xandão, Luiz Eduardo
(Bruno Uvini) e Juan; Rodrigo Souto, Casemiro (Rivaldo), Wellington e Carlinhos Paraíba: Lucas e Dagoberto
Técnico: Paulo César Carpegiani

Ficha Técnica: Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Figueirense, Brasileirão 2011, Morumbi, São Paulo, sábado, dia 28.05 às 21h00.

Anúncios

25 Respostas to “Fludido 0x2 São Paulo”

  1. Hannibal Says:

    A nota triste é a contusão do Rogério, pena.

    Essa vitória me surpreendeu, o meio campo jogou muito bem, não deu boi pra Conca e companhia, Wellington anulou o argentino que nem na bola pegou direito, Casemiro muito bem chegando ao ataque, Carlinhos Paraíba muito bem, Lucas e Dagoberto destruindo.

    Não sei, nessa confusão entre Rivaldo x PCC um vai rodar, as próximas rodadas dirão…

  2. Paulo Says:

    Ahh meu tricolor, vamos , vamos!!

    é só ter um pouco mais de vontade, esse time não é ruim, mas precisa no mínimo de vontade para jogar.

  3. Guedes Says:

    Ganhar do Fluminense como ontem me deixou com uma duvida.
    Como que este time conseguiu a proeza de perder do Avai ?
    Tem coisas no futebol que são inexplicáveis.

    • O Rei da América Says:

      Dizem que o elenco do São Paulo está rachado.
      Alguns atletas gostam do Carpegiani e outros querem sua saída.
      Por isso que ontem ao final do jogo, eles fizeram questão de dizer que estão fechados com o técnico.
      Porque não faz sentido declarar algo tão óbvio se não existisse racha.

  4. Henrique Soberano Says:

    Renova logo com o Dagoberto, Juvenal !
    Vai perder mais um ?

    • O Rei da América Says:

      E vai perder o Dagoberto também, assim como perdeu o Miranda, e está perdendo o Alex Silva.
      Daqui mais um mês, vamos ver o Alex Silva em algum adversário.

    • SOBERANIA Says:

      O Dagoberto é encrenqueiro.

    • Hannibal Says:

      E se ele não quiser, Miranda não quis, faz o quê? Vocês realmente acham que a diretoria não corre pra renovar com os jogadores? Então tinha perdido o Lucas…

      Dagoberto mesmo já rejeitou muitas propostas pra sair. Vai fazer como o Miranda, e tem todo direito disso.

  5. Barman Says:

    O problema agora Lina, é que o Lucas vai pra seleção na copa américa.
    Isso vai atrapalhar o time.
    O Fabuloso tem que estar bem até lá.

  6. O Rei da América Says:

    Meu, eu acho que o Carpegiani é pau mandado de algum gambá.
    Não é possível !
    Esse cara me manda embora o Junior César e pede para a diretoria renovar com o Rodrigo Souto.
    O que passa na cabeça desse cara ?

    • SOBERANIA Says:

      Ahh, sai pra lá corneteiro !
      Ganhamos bem ontem, você quer mais o quê ?

    • Hannibal Says:

      Reclamar pela saída do Miranda, ok, pela do Dagoberto que começou a jogar depois de 3 anos, beleza, agora Junior César? Aqui não rendeu fazer o quê? Vende logo.

  7. Radar Soberano Says:

    São-paulinos explicam reunião no gramado após partida contra o Flu

    De acordo com os outros jogadores, foi de Dagoberto que partiu a decisão de reunir o grupo

    Depois de vencer o Fluminense por 2 a 0, em São Januário, os jogadores do São Paulo protagonizaram um momento de união. Logo após o árbitro apitar o fim da partida, os jogadores se reuniram dentro do gramado e tiveram uma breve conversa. Um dos heróis da vitória, Dagoberto disse que o episódio foi devido as dificuldades que o elenco passou nos últimos dias, quando sofreu eliminações na Copa do Brasil e Paulistão.

    De acordo com outros jogadores, foi de Dagoberto que partiu a decisão de todos se juntarem ainda dentro de campo.

    – Só nós sabemos o quanto é difícil esses momentos ruins por ter uma molecada no elenco. O que a gente passa… Você acaba até sofrendo sozinho às vezes. Eu falei para eles que é momento de agradecer ao grupo, a todo mundo, por ter dado uma resposta imediata. Precisávamos fazer isso por nós, para torcida e a instituição. Era o momento de dar parabéns pelo que todo mundo fez, correu, lutou – disse o atacante.

    Um dos mais experientes do elenco, Rodrigo Souto também comentou sobre o ocorrido. O volante, que voltou a ter chance na equipe titular justamente no duelo deste domingo, ressaltou a união entre os jogadores.

    – A equipe toda está de parabéns. Todo mundo correu muito. Estamos fechados como sempre. Somos profissionais, todo mundo se respeita. Dentro de campo tem que estar um correndo pelo outro, se ajudando. A gente já fez este tipo de reunião outras vezes – afirmou o camisa 18.

    Grande revelação do Tricolor, Lucas deu ênfase ao mau momento que o clube vem vivendo nos últimos anos, quando não conseguiu mais conquistar títulos.

    – A gente se reuniu porque o São Paulo é um time de tradição e nos últimos anos a gente não tem conseguido os títulos, tem que estar unido. Mas agora vamos com tudo no Campeonato Brasileiro – completou o meia.

    Lancenet

  8. Radar Soberano Says:

    Lucas diz que grupo do São Paulo ‘está fechado’ com Carpegiani

    Autor de um golaço na vitória sobre o Fluminense, meia garante que o técnico segue com moral entre os jogadores, apesar das críticas da torcida

    A vitória por 2 a 0 sobre o Fluminense foi especial para um jogador do São Paulo: Lucas. Grande estrela do Tricolor na temporada, o meia foi vaiado por membros de uma torcida organizada do clube durante a derrota por 3 a 1 para o Avaí, resultado que marcou a eliminação do time paulista na Copa do Brasil, em Florianópolis, há duas semanas. Lucas não estava com 100% de suas condições físicas – havia acabado de sair do departamento médico, com uma lesão muscular na coxa. Por isso, sentiu que precisava logo de uma grande atuação para apagar aquela imagem ruim.

    A volta por cima veio contra o Fluminense. E em grande estilo. Com um golaço, bem ao seu estilo de arrancadas, Lucas ajudou o São Paulo a vencer por 2 a 0 e dar um alento ao técnico Paulo César Carpegiani, criticado por torcedores, conselheiros e até diretores – o treinador só não foi demitido porque a diretoria não encontrou uma opção melhor no mercado e a multa rescisória é alta (R$ 1 milhão).

    – O grupo está fechado com o Carpegiani. Vamos jogar por ele. É uma excelente pessoa e sabe que estamos com ele. Aliás, independentemente de quem estiver no comando, nós sempre vamos dar o melhor para levar o São Paulo às vitórias.

    Além de elogiar Carpegiani, Lucas exaltou a união do grupo. Logo após o apito final em São Januário, os jogadores se abraçaram no meio de campo. A ideia partiu do atacante Dagoberto.

    – A gente se juntou para espantar a má fase e mostrar que o grupo está unido – disse Lucas, fazendo questão de ressaltar a boa atuação de jogadores menos badalados, como o jovem volante Wellington.

    – Veja que os jogadores mais importantes deles (Fluminense) não conseguiram jogar, como Conca e Deco. O Wellington fez uma excelente partida e temos de ressaltar isso.

    Na hora de falar sobre o gol, Lucas abriu um largo sorriso, mas não deixou de, mais uma vez, elogiar os companheiros.

    – É uma jogada típíca minha, gosto de pegar a bola e sair pra frente. Acabei sendo feliz, mas é importante dizer que todo o grupo ajudou nessa vitória.

  9. Radar Soberano Says:

    São Paulo confirma saída de Junior César para o Flamengo

    A diretoria do São Paulo chegou a manifestar que endureceria a saída de Junior César, mas acabou facilitando.

    O clube confirmou neste domingo que o lateral esquerdo de 29 anos reforçará o Flamengo, que se mostrava como um dos principais interessados em sua contratação.

    “Tivemos uma conversa na sexta-feira e eles (Flamengo) aceitaram as condições que estabelecemos. O jogador manifestou que gostaria de sair, e é política do clube ter jogadores felizes, então nós facilitamos”, disse o vice-presidente de futebol, João Paulo de Jesus Lopes.

    Embora o dirigente não tenha confirmado, as condições impostas pelo São Paulo devem passar por uma compensação financeira dos cariocas, como o clube antecipou na semana passada.

    Outro que pode deixar o clube em breve é Alex Silva. O zagueiro, antes unanimidade no Morumbi, tem se envolvido em seguidas polêmicas com a diretoria do clube. Além disso, seus direitos econômicos presos ao Hamburgo, que não estaria disposto a emprestá-lo novamente.

    “Temos que aguardar a resposta do Hamburgo. Hoje não estou mais tão otimista do que já estive anteriormente”, acrescentou Jesus Lopes, sem maiores detalhes sobre o negócio.

    Gazeta Esportiva

  10. Futebol é Business Says:

    E a presidente do Flamengo ?
    Disse que o Ronaldinho calou os críticos após vencer de 4×0 o time B do Avaí.
    kkkkkkkkkkkkkkk

  11. Treinador de Merda Says:

  12. Papito Says:

    Ganhamos bem, mas tem alguns detalhes.
    Vamos perder o Miranda, o Alex Silva ( o JJ não vai comprar ), depois o Lucas vai pra seleção com o Casemiro.
    Melhor não se empolgar.

  13. Joaninha Paula Says:

    Ai.

  14. Sãopaulino Says:

    É o típico caso de água batendo na bunda. Os merdas sentiram que o caldo ia entornar e resolveram correr ontem. Não houve nenhum esquema tático mirabolante do professor Pardal, apenas vontade de um lado e do outro lado um timeco bem mequetrefe.

    Vamos aguardar algumas rodadas antes de comemorar alguma coisa…

  15. Felipe 6-3-3 Says:

    O Coritiba perdeu de 0x1 do Atlético-GO pelo brasileiro.
    Ganhamos do Fluminense e perdemos do Avaí.
    Era só ter empatado com o Avai que estariamos quase na Libertadores.
    Futebol é inexplicável as vezes.

    • Hannibal Says:

      Eu acho que jogador que nunca apareceu em decisão não começa a aparecer do nada, é uma coisa que vem de anos já e que não muda infelizmente. Não é só o treinador, se fosse era fácil, só mandar embora.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: