CPI da CBF: Ainda Não Acabou !

CPI da CBF: Ricardo Teixeira envia presente a deputados que retiraram assinatura

A camisa amarela da seleção brasileira é um presente que faz muito sucesso. Presidentes sempre dão de presente a governantes estrangeiros. Mas agora, com Ricardo Teixeira, a camisa da seleção se transformou – para usar a expressão da nota da coluna Panorama Político – em um “mimo” para agradecer “a hospitalidade”, leia-se retirada de assinatura da CPI da CBF.

Só quero deixar uma coisa bem clara. Quando o jornal O Globo diz que a CPI não decolou, isso é um desejo dele, mas não corresponde à realidade. Se de fato vários deputados retiraram suas assinaturas, em compensação outros deputados estão assinando. Só não divulgo seus nomes a pedido dos próprios, que não querem sofrer pressões. Continuo recolhendo assinaturas e a CPI da CBF não acabou.

Fiz questão de dizer isso esta manhã, na tribuna da Câmara dos Deputados, onde também lamentei esse “mimo” de Ricardo Teixeira, que infelizmente alguns colegas aceitaram de bom grado.

Cliquem abaixo para ouvir o áudio do meu discurso.

Via Blog do Garotinho

***(*) ******(*)

Anúncios

39 Respostas to “CPI da CBF: Ainda Não Acabou !”

  1. João paulo Says:

    Condomínio da Barra é multado por não ter rede de esgoto da Cedae
    Redação SRZD |

    Um condomínio e um prédio comercial na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, foram multados cada um em R$ 50 mil, durante a terceira operação que combate o despejo de esgoto sem tratamento nas lagoas e canais na região, realizada hoje pela Secretaria do Ambiente. Segundo o secretário do Ambiente, Carlos Minc, que acompanhou a operação na região, os imóveis foram autuados por não estarem conectados à rede coletora de esgoto da Cedae, mesmo já tendo sido notificados em 2010.

    Os agentes também coletaram amostras das águas para análise. Depois que for comprovado o crime de poluição, o condomínio e o estabelecimento comercial serão multados em um valor total de R$ 100 mil cada. O governo do estado assegura a despoluição da Bacia Hidrográfica de Jacarepaguá, a preservação da natureza e a qualidade de vida dos moradores da região.

    A fiscalização foi feita pela Cicca (Coordenadoria Integrada de Combate aos Crimes Ambientais), com o apoio da Nova Cedae (Companhia Estadual de Águas e Esgotos), do Batalhão Florestal e da Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente.

    • João paulo Says:

      olha o exemplo

      • Hannibal Says:

        Um péssimo exemplo:

        http://esporte.ig.com.br/futebol/dirigente+afirma+que+palmeiras+nao+pagou+imposto+durante+20+anos/n1237960061420.html

      • José Roberto Says:

        AQUI VAI UM BELO EXEMPLO!
        Palmerda na lista dos devedores do Serasa.
        Palmerda mau pagador, deve mais de R$ 26 milhões a bancos e tem crédito cortado

        14/04/2011
        BMG coloca Palmeiras no Serasa por dívida de R$ 5 milhões
        De acordo com a diretoria do Palmeiras, o BMG protestou um título de R$ 5 milhões em nome do clube, colocando o alviverde no Serasa, instituição que cadastra maus pagadores. A dívida é referente a um empréstimo feito na administração de Luiz Gonzaga Belluzzo.

        Antes de tomar essa decisão, o banco negociou com os dirigentes um contrato de patrocínio para as mangas da camisa da equipe, mas não houve acordo. A publicidade quitaria o débito.

        Além dos R$ 5 milhões, o Palmeiras tem outra dívida com o BMG no valor de aproximadamente R$ 25 milhões. Trata-se de outro empréstimo.

        Lina tudo isso é culpa do São Paulo que em 1942 queria estádios das porcas bláblábláblá.
        mimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimimi

        Lina: HAHAHAHAHAHAHAHAHAH. MIMIMIMIMIMIMIMIMI

      • Hannibal Says:

        SERASA? Fundo do poço.

  2. Hannibal Says:

    Caixinhas de sapato, caixinhas com camisa do Circo Brasileiro de Futebol, como vendem a dignidade fácil… esses são os seus representantes!

  3. João paulo Says:

    São-paulino Rogério Ceni demonstra irritação durante entrevistas
    Publicidade
    da Folha de S.Paulo

    Triunfos épicos e títulos importantes no futebol são seguidos de alegria no vestiário e oba-oba na imprensa. A afirmação é verdadeira para a maioria dos jogadores, mas não para o goleiro são-paulino Rogério Ceni.

    Quarta-feira, seu time classificou-se para a final da Taça Libertadores, com participação decisiva dele, que defendeu um pênalti. Desde então, o jogador protagonizou duas discussões com jornalistas e manteve a cara fechada no treino.

    Cercado de elogios –o técnico Muricy Ramalho chegou a classificar a fase atual do clube de “era Rogério”–, o goleiro perdeu a cabeça diante das poucas críticas que recebeu.

    Logo depois do jogo, ao vivo na rádio “Bandeirantes”, criticou o radialista Milton Neves. Motivo: Neves tinha afirmado que o jogador é o goleiro que mais se adianta para fazer defesas nas cobranças de pênaltis, o que não é permitido pela regra.

    “Você me prejudica muito ao dizer que eu me adianto nos pênaltis, e me reservo o direito de não ir mais ao seu programa se isso continuar”, ameaçou, afirmando agir como todo goleiro.

    Em seu blog, o jornalista teceu elogios ao são-paulino.

    Na tarde de ontem, o alvo da ira de Rogério foi Milly Lacombe, comentarista da emissora Sportv. No programa “Arena Sportv”, ela lembrou que, em 2001, o goleiro apresentou ao São Paulo uma suposta proposta do Arsenal, da Inglaterra.

    Lacombe lembrou que houve uma acusação de que houve dúvidas sobre o documento. “Aceito críticas pelo que faço. Mas eu tenho família, minha filha, e não aceito essa acusação de forjar assinatura. Você vai ter que provar”, afirmou ele, que fez contato telefônico. A jornalista negou ter feito a acusação, mas o goleiro mal a deixava se expressar. Constrangido, o apresentador Cléber Machado pedia calma a Rogério, que desligou o telefone no ar.

    A lembrança da proposta do Arsenal irritou Rogério porque quase provocou sua saída do São Paulo. Em 2001, ele apresentou documento com a marca da Tango Sports Marketing, que era de seu empresário, manifestando suposto interesse do clube de Londres.

    Só que o Arsenal e o empresário Oliveira Júnior, envolvido no caso, negaram que existisse proposta oficial. Nem sequer havia uma sondagem.

    O então presidente do São Paulo, Paulo Amaral, o acusou de forjar o documento para obter um aumento do clube. E o suspendeu por 29 dias, em que não foram pagos salários. Mas, pressionando os dirigentes, ele acabou obtendo um reajuste.

    Rogério até acionou advogados para se desligar do clube. Mas ele sempre reafirma a ligação com o São Paulo, que considera uma segunda família.

    Após a discussão na TV, Rogério foi treinar no CT são-paulino. Correu em volta do campo com a cara fechada e os olhos mirando o chão. Só deu entrevistas já agendadas para duas redes de TV. De resto, saiu calado, sem sombra da empolgação que mostrou no Morumbi na vitória sobre o Chivas.

    As polêmicas no rádio e na TV não foram as únicas. Terça-feira, voltou a se recusar a falar à Folha de S.Paulo pelo fato de o jornal ter publicado que ele vendia camisas dentro do clube.

  4. LUCAS HEXA Says:

    BMG coloca Palmeiras no Serasa por dívida de R$ 5 milhões

    De acordo com a diretoria do Palmeiras, o BMG protestou um título de R$ 5 milhões em nome do clube, colocando o alviverde no Serasa, instituição que cadastra maus pagadores. A dívida é referente a um empréstimo feito na administração de Luiz Gonzaga Belluzzo.

    Antes de tomar essa decisão, o banco negociou com os dirigentes um contrato de patrocínio para as mangas da camisa da equipe, mas não houve acordo. A publicidade quitaria o débito.

    Além dos R$ 5 milhões, o Palmeiras tem outra dívida com o BMG no valor de aproximadamente R$ 25 milhões. Trata-se de outro empréstimo.

    Blog do Perrone.

    HAHAHAHA a porcada imunda facista ta ferrada… o guarani da capital ta fudido.. nome no serasa.. hahahaha

    • joão paulo Says:

      Isso aconteceu porque o palmeiras não aceitou ceder as mangas apenas por 5 milhões. Essa nova diretoria não se rendeu aos caprichos do BMG, diferente do spfc que anda unha e carne com o banco do mensalão.

      Lina: E como poderia ceder, se teve o nome protestado pelo próprio banco ?

      • Hannibal Says:

        Não se “rendeu” porque não tem um PUTO pra pagar, não se esqueça que o tal banco do mensalão foi o ÚNICO que deve ter aceitado emprestar dinheiro ao Finado da Turiassú… e pelo jeito vai receber um calote daqueles! rs

        Parceria maior que emprestar grana eu nunca vi, SEP e BMG tudo a ver!

      • José Roberto Says:

        SÃO PAULO FUTEBOL CLUBE , UM CLUBE SEM NOME E TRADIÇÃO!

        Parabéns ao palmerdas por ter nome incluido na lista dos mau pagadores do Serasa, segundo o joão paulo, as porcas prostitutas da Casa da noite eterna não cedeu as mangas da camisa pela dívida que corre há anos.
        O BMG até que estava camarada, como diz o velho ditado: “Vale mais um mal acordo do que uma boa briga”, 5 milhões por mangas de camisa que não vale nada, não tem tradição, não tem mundial, maior detentor de títulos com (*) por FAX.
        Sería melhor o banco mostrar sua marca naqueles homens placas que ficam sentados na Praça da República com as placas no pescoço.
        O palmerda deve a outras instituições financeiras mais de 26 milhões, adiantou cotas de tv até 2015 no C13, cbf, fpf, não tem estádio, concentração, deve para jogadores, não é Valdívia, Lincoln, Marcos Assunção?
        Humilhante é a situação do São Paulo que fez contrato com o Banco que chutou a bunda das porcas por módicos 50 milhões.
        Eita clubezinho de araque esse Tricolor tem só alguns títulos importantes:

        TRÍ-HEXA CAMPEÃO BRASILEIRO SEM (*)
        BI-RECOPA SULAMERICANA
        SUPERCOPA DA LIBERTADORES
        COPA CONMEBOL
        SUPERCOPA DA CONMEBOL
        TRÍ-CAMPEÃO DA LIBERTADORES
        TRÍ-CAMPEÃO MUNDIAL INTER CLUBES
        100 GOLS DO M1TO ROGÉRIO
        ESTÁDIO PARA 75 MIL PESSOAS SENTADAS QUE RENDEU SÓ 40 MILHÕES EM 2010, LUCRO DE 20 MILHÕES, COM PROJEÇÃO DE 60 MILHÕES PARA 2011, ATÉ ABRIL DESTE ANO ARRECADOU COM SHOWS SÓ 9 MILHÕES.

        Bem feito para o clube do Morumbi, quem manda ser mal administrado, tem um marketing fraquinho, comprar Luis Fabigol, vender jogador da base por 6 milhões de Euros, construir hotel 5 estrelas para 100 hospedes, ter 3 Centros de Treinamentos, 2 entre os melhores do mundo, Cotia que abriga 240 jovens, estádio para jogos da base, construindo mais aptos para abrigar mais 140 novos atletas, ter em suas fileiras netos do Pelé que não quiseram ir para o Santos, ter na equipe principal Ilsinho que rendeu milhões ao clube, porque o palmerda não queria pagar salários ao atleta? Quem mandou não fechar contrato com wtorre para reforma do estádio dando em troca 35 anos dos lucros para a empresa falida?
        Seja humilde Juvenal vá fazer um curso de boa gestão com as porcas, é só pular o muro.

        POIS É LINA E COMPANHEIROS SOMOS MUITO AZARADOS MESMO, QUEM MANDOU A GENTE TORCER POR ESSA PORCARIA DE TIME?
        sE FOSSEMOS INTELIGENTES ESTARÍAMOS EM BOA SITUAÇÃO COMO AS PORCAS.
        MIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMI.

    • joão paulo Says:

      O São Paulo concretizou sua parceria com o BMG, o banco do Mensalão e do Valerioduto.

      Carimbou seu passaporte para o início de parcerias com gente que deveria estar atrás das grades se este fosse um País sério.

      Jogou pelo ralo todas as críticas efetuadas aos adversários quando se portaram de maneira semelhante.

      Uma coisa é fechar negócio com uma empresa que eventualmente possa um dia dar problemas outra é ter a certeza de que o dinheiro do parceiro tem origem criminosa.

      Não há perdão.

      Lamento apenas que Rogerio Ceni tenha se submetido a virar garoto propaganda deste negócio, mesmo após criticar anteriormente o atual patrocinador pelos crimes citados acima.

      Com a moral que tem no clube, poderia ter recusado.

      Lina: Cara, sua fixação com o Tricolor é tão grande, que qualquer dia – e não se surpreenda se isso acontecer mesmo – você vai receber um convite do cara de areia mijada pra trabalhar nos travecos.

      • Hannibal Says:

        Mas mesmo assim o ético Belluzzo recorreu ao tal BMG pra pegar empréstimo… cadê a explicação?

      • joão paulo Says:

        fixação kkkkkkkkkkkkk apenas faço o mesmo que vc faz em relação ao Palmeiras.

      • joão paulo Says:

        aceitaria o emprego , faria o mesmo papel que o musgamba faz hoje no palmeiras.

      • José Roberto Says:

        Hannibal
        Não seja duro com a porquinha, afinal de contas ela é adepta do “Quem não paga ladrão tem o nome no Serasa”.
        Na hora do emprestimo o banco era legal, agora não vale nada.
        Cabeça doentia essa não?
        Coitado tem vergonha de ser curicano mas não tem gabarito para ser Sãopaulino, mas gosta de frequentar nosso espaço, mesmo sendo esculhambado.
        Me lembra aquele moleque que não tem amigos e pergunta para os outros garotos; quer bricar comigo?
        Sim so se for de cavalinho e você é o calavo.
        Tá legal, tá legal, coloca o arreio nas minhas costas!

  5. José Roberto Says:

    CALOTE NA PRAÇA.

    A situação financeira do Palmeiras realmente é preocupante, fruto de anos de gestões desastrosas.

    Não bastasse o vaxame de ter o nome incluído no SERASA, por ocasião de uma dívida de R$ 5 milhões com o BMG, tivemos novos acontecimentos durante a semana.

    O clube será executado por apropriação indébita de tributos da Previdência Social, ou seja, descontava dos funcionários, mas não repassava ao Governo.

    Conta esta oriunda da gestão Belluzzo.

    O valor da ação é de R$ 240 mil.

    Mas não para por ai.

    Nos próximos meses novas cobranças, pelo mesmo motivo, serão efetuadas pela justiça, algumas com valores ainda mais altos.

    Pelo visto, Felipão terá que tirar leite de pedra por muito tempo no Palmeiras, porque dinheiro será artigo raro no local.

    • Hannibal Says:

      Calote na prefeitura, no governo, no Lincoln, nos bancos, no cão… brincadeira!

    • joão paulo Says:

      quero ver quando a ditadura do fuhrer juju cair.
      vai aparecer muita merda, afinal de contas ele centraliza tudo, os conselheiros não conseguem ter acesso e nenhum contrato e a oposição se é que existe, é tão fraca que doi.

      • Hannibal Says:

        Deve ser por isso que 90% dos conselheiros o apoia, porque ele faz merda a lá suínos…

      • joão paulo Says:

        mustafa tinha apoio de quase 100% até o ano de 2001

      • Hannibal Says:

        Sim claro, 100% de suínos que estão cagando e andando pro clube deles…

  6. joão paulo Says:

    Exclusivo: Morumbi está quase penhorado de novo(so dou 1 real)

    O São Paulo sofreu nos tribunais uma derrota “daquelas”.

    O ex-médico do clube Luís Augusto Soares Gaspar, cujo pai, Deuzel Ferreira Gaspar, já falecido, também prestou serviços por várias décadas ao Tricolor, ganhou no Tribunal Superior do Trabalho, a última instância da Justiça Trabalhista, uma indenização de R$ 3,5 milhões.

    Deixa-me repetir para você não ficar com dúvidas: R$ 3,5 milhões.

    Um dinheirão.

    Ele teria sido demitido por desavenças com Marco Aurélio Cunha.

    No dia da saída, o médico foi chamado ao RH do São Paulo e foi dispensado por um funcionário qualquer.

    O que o ofendeu profundamente.

    Inclusive, ele nem pôde voltar para sua sala e buscar as coisas que lhe pertenciam, diz seu advogado, o Dr. Eucler Girardi.

    A indenização diz respeito a questões trabalhistas e de foro íntimo.

    Na prática, não cabe mais recurso, e o Tricolor, quando teve as contas bloqueadas na Justiça para a execução do valor, propôs a penhora do Estádio Cícero Pompeu de Toledo como garantia da liquidação da dívida.

    No fim das contas, a penhora é mais negócio para o São Paulo do que se tivesse as contas bloqueadas.

    E isso, no entanto, não quer dizer que o Morumbi será vendido, já que os R$ 3,5 milhões são pequena parte do valor total do estádio.

    Como sabemos, não há interessado nem interesse pela negociação do campo.

    O ministro responsável pelo caso ainda não definiu se vai manter a penhora da conta bancária ou do estádio.

    A decisão sai em breve.

    Esse tipo de penhora já havia ocorrido em outras questões trabalhistas envolvendo os jogadores Amelli e Rodrigo Fabri.

    Ninguém no São Paulo foi localizado até agora para falar sobre o assunto.

    E aí, “seu” São Paulo, como o senhor vai sair dessa, hein?

    que fim levou isso

    • Hannibal Says:

      Fonte? Sei…

      • Hannibal Says:

        http://www.lancenet.com.br/noticias/10-08-06/803215.stm

        DE PRIMA

        O Palmeiras penhorou cinco apartamentos, no valor total superior a R$ 1,2 milhão, por conta de dívidas com Marcelo Costa. Antes disso, o clube tentou saldar a dívida com imóveis de terceiros, após o bloqueio do montante no Bradesco e no BicBanco por ordem judicial. O volante atuou entre 2006 e 2007 no Alviverde.

        http://esporte.ig.com.br/futebol/parceira+cobra+regularizacao+de+terrenos+penhorados+do+palmeiras/n1300037896030.html

        Na carta que a construtora WTorre enviou à diretoria do Palmeiras pedindo que críticas públicas à obra da Arena Palestra fossem evitadas, a empresa também cobrou que o clube acerte o registro dos imóveis cedidos no contrato assinado em 15 de julho de 2010. Três dos nove imóveis estão penhorados, segundo o contrato a qual o iG teve acesso. Inclusive o denominado “Parque Antartica”, no qual estão o estádio e o clube social.

        http://www.maceioagora.com.br/noticia/2011/3/1/divida_de_valdivia_pode_causar_rombo_ao_palmeiras

        Bastante questionado sobre os valores que envolveram a contratação do chileno, o clube do Palestra Itália precisa saldar dívida de 8 milhões de euros (cerca de R$ 18,3 milhões), segundo informações do jornal Marca Brasil, e pode causar um verdadeiro “rombo” nas contas pela aplicação dos juros, o que corre o risco de ver até alguns bens penhorados na Justiça.

        De acordo com a publicação, Valdivia não corre o risco de deixar a equipe alviverde por falta de pagamento. Isso porque o Al Ain, dos Emirados Árabes, já recebeu todo o dinheiro pela contratação do atleta. A dívida se refere a uma carta de empréstimo feita com um banco financiador, que agora cobra o Palmeiras. No entanto, como informa o Marca Brasil, o clube não tem dinheiro e “vive a dúvida de como conseguir o dinheiro”.

        http://blogdoperrone.blogosfera.uol.com.br/sem-categoria/bmg-coloca-palmeiras-no-serasa-por-divida-de-r-5-milhoes/

        De acordo com a diretoria do Palmeiras, o BMG protestou um título de R$ 5 milhões em nome do clube, colocando o alviverde no Serasa, instituição que cadastra maus pagadores. A dívida é referente a um empréstimo feito na administração de Luiz Gonzaga Belluzzo.

        Antes de tomar essa decisão, o banco negociou com os dirigentes um contrato de patrocínio para as mangas da camisa da equipe, mas não houve acordo. A publicidade quitaria o débito.

        Além dos R$ 5 milhões, o Palmeiras tem outra dívida com o BMG no valor de aproximadamente R$ 25 milhões. Trata-se de outro empréstimo.

        http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2011/04/palmeiras/verdao-ainda-estuda-como-quitar-dividas-de-lincoln-e-valdivia.html

        O clube deve a Lincoln, que gastou do próprio bolso para jogar no time, e ao Banif, do qual conseguiu uma carta de crédito para poder contratar Valdívia.

        Na negociação para deixar o Galatasaray, no início do ano passado, Lincoln usou dinheiro seu para cobrir a multa rescisória com o clube turco e ainda não foi totalmente ressarcido pelo Palmeiras.

    • José Roberto Says:

      PROCESSOS TRABALHISTAS DE EX-JOGADORES CONTRA O PALMERDA ATÉ 15/01/2010.
      São ao todo 67 processos contra o Verdão, como mostra a lista abaixo, retirada do site do Tribunal Regional do Trabalho.

      Alguns casos curiosos envolvem atletas que, se não chegaram a ser ídolos, tiveram boa passagem pelo Palestra Itália, como o colombiano Muñoz.

      O argentino Gioino também faz parte da lista de ex-atletas que processaram o clube, assim como o funcionário Carlos Kamal, ex-supervisor da equipe de vôlei do Verdão entre 1988 e 2004, que em 2008 acusou a gestão de Mustafá Contursi de fraude fiscal e suborno de árbitros.

      Dívidas trabalhistas são as principais reclamações.

      Como qualquer empresa os clubes de futebol estão sujeitos a ações de seus funcionários e cabe a o departamento jurídico trabalhar para minimizar os efeitos de tais iniciativas.

      Confira abaixo a relação dos processos trabalhistas que o Verdão enfrenta no momento.

      Pesquisa realizada em: 15/01/10
      Fonte: Tribunal Regional do Trabalho

      Nome Processo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 00057200204702001 da 47ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 01017200206102003 da 61ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 01245200200802004 da 8ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 01298200200502006 da 5ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 02495200204302009 da 43ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 02693200201702006 da 17ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 00130200304702006 da 47ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 00380200303502006 da 35ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 01548200303502000 da 35ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 01934200301902003 da 19ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 01939200306802006 da 68ª Vara de São Paulo
      SOC ESPORTIVA PALMEIRAS 02234200306702000 da 67ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 02554200306702000 da 67ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 02934200304802006 da 48ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 00983200401202005 da 12ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 01077200405402000 da 54ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 01222200407502003 da 75ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 01663200400802003 da 8ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 02069200404002008 da 40ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 00087200506002000 da 60ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02109200502802009 da 28ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 01828200501902001 da 19ª Vara de São Paulo
      SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS 01764200531702000 da 7ª Vara de Guarulhos
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01276200607902006 da 79ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01973200600702003 da 7ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 00539200705302008 da 53ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01087200707902004 da 79ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras e Outros (5) 02519200701302002 da 13ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02480200701002004 da 10ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02622200702502002 da 25ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 00667200807102004 da 71ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01215200808902008 da 89ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01248200804802002 da 48ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01537200805502000 da 55ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01504200801202001 da 12ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01588200802602006 da 26ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01712200809002006 da 90ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01748200803202009 da 32ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01744200804702000 da 47ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01824200808202002 da 82ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02168200801802002 da 18ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02302200804002006 da 40ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02313200802002001 da 20ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 00001200900702004 da 7ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 00001200900602008 da 6ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 00283200900802006 da 8ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01043200903102006 da 31ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01071200907402001 da 74ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01074200908302006 da 83ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01218200904302005 da 43ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01263200906402000 da 64ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01299200907002006 da 70ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01251200901102000 da 11ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01297200900202009 da 2ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01450200902702004 da 27ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01584200904902002 da 49ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01632200908902001 da 89ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01816200900602004 da 6ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 01897200906102004 da 61ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02013200905602003 da 56ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02032200908102000 da 81ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02076200907202009 da 72ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02250200908302007 da 83ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02325200905702003 da 57ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02666200907602007 da 76ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02789200900402004 da 4ª Vara de São Paulo
      Sociedade Esportiva Palmeiras 02788200901502003

      LINA.
      UM TÓPICO CHAMOU MINHA ATENÇÃO.
      NADA QUE JÁ NÃO SOUBESSEMOS, QUEM ENVENENA VESTIÁRIO ADVERSÁRIO, TORCEDORES AO REDOR DE ESTÁDIO, JOGADORES, JUIZES E TORCEDORES DENTRO DO ESTÁDIO COMO NO JOGO CONTRA O SANTO ANDRÉ.
      A COISA ESTAVA TÃO VERGONHOSA QUE NÃO AGUENTANDO UM FUNCIONÁRIO RESOLVEU ABRIR O BICO.

      O ARGENTINO GIOINO TAMBÉM FAZ PARTE DA LISTA DE EX-ATLETAS QUE PROCESSARAM O CLUBE, ASSIM COMO O FUNCIONÁRIO CARLOS KAMAL, EX-SUPERVISOR DA EQUIPE DE VOLEI DO VERDÃO DESDE 1988 A 2004 QUE EM 2008 ACUSOU A GESTÃO DE MUSTAFÁ CONTOURSI DE FRAUDE FISCAL E SUBORNO DE ÁRBITROS.
      ENTENDEU AGORA O MODUS OPERANTI PARA VENCER AKLGUMA COMPETIÇÃO?

      LlIMPINHA ESSA PORCA NÃO??????

      Lina: Ô. A história mostra quanta limpeza…

  7. Hannibal Says:

    http://esporte.ig.com.br/futebol/parceira+cobra+regularizacao+de+terrenos+penhorados+do+palmeiras/n1300037896030.html#0

    Na carta que a construtora WTorre enviou à diretoria do Palmeiras pedindo que críticas públicas à obra da Arena Palestra fossem evitadas, a empresa também cobrou que o clube acerte o registro dos imóveis cedidos no contrato assinado em 15 de julho de 2010. Três dos nove imóveis estão penhorados, segundo o contrato a qual o iG teve acesso. Inclusive o denominado “Parque Antartica”, no qual estão o estádio e o clube social.

    Pelos artigos 1.2 e 1.3 do acordo, o Palmeiras precisa retificar os registros porque a descrição de alguns está impreciso – os imóveis serão unificados, formando um único terreno. Isso ainda não foi feito e foi cobrado pela WTorre.

    “Um clube, como todos sabem, tem uma administração meio bagunçada. Nem é uma crítica isso, porque em 96 anos de história acabam passando muitos presidentes e nem sempre a gestão é profissional. O estádio, por exemplo, foi comprado em 1920. Fizemos uma notificação e o (Arnaldo) Tirone já se prontificou a agilizar isso”, disse Rogério Dezembro, gestor de novos negócios da WTorre e ex-diretor de marketing do Palmeiras.

    Os imóveis penhorados não inviabilizaram a negociação, mas há um artigo claro que protege a WTorre no caso de qualquer deles ir a leilão: o 1.1.1 diz que a empresa poderá liquidar a dívida, com seus recursos, mas descontará o valor do que será repassado ao clube durante os 30 anos que a Arena Palestra ficará sob administração da empresa.

    As penhoras são por dívidas de impostos com a prefeitura, principalmente de IPTU (Imposto Sobre a Propriedade Predial), e com o governo de São Paulo. Pelo contrato, os imóveis com problemas são esses:

    1) Parque Antartica, onde está o terreno do estádio e do clube social, registrado na prefeitura sob matrícula 10.811 e com valor calculado em R$ 102,2 milhões. A dívida do clube com a prefeitura e que gerou a penhora é de R$ 865.213,42.

    2) Um prédio situado na rua Padre Antônio Thomaz, número 116, na prefeitura sob o número 12.296 e que foi avaliado em R$ 602.929,00. Ele está penhorado em duas ações: uma de R$ 6.148.862,58, junto com outros cinco imóveis do clube (dívida com a prefeitura), e outra de R$ 203.360,99 (com o estado).

    3) Uma casa situada na rua Padre Antônio Thomaz, número 212, registrada na prefeitura com o número 101.083 e avaliada em R$ 512.208,00 e penhorada duas vezes por dívidas com a prefeitura, uma de R$ 2.198.965,81 e outra de R$6.148.862,58, junto com o prédio descrito acima.

    O clube alega que algumas dívidas já estão negociadas e em fase de pagamento e outras são motivo de contestação na Justiça. Essas penhoras, num primeiro momento, não atrapalham a realização da obra.

  8. José Roberto Says:

    Palmerda em todas as Varas da Justiça em São Paulo.
    Será que há relação com coletivo de porcos?
    É nas Varas que elas se reunem?

  9. LUCAS HEXA Says:

    SAGA DE UM CLUBE CALOTEIRO:

    http://www.lancenet.com.br/noticias/10-08-06/803215.stm

    DE PRIMA

    O Palmeiras penhorou cinco apartamentos, no valor total superior a R$ 1,2 milhão, por conta de dívidas com Marcelo Costa. Antes disso, o clube tentou saldar a dívida com imóveis de terceiros, após o bloqueio do montante no Bradesco e no BicBanco por ordem judicial. O volante atuou entre 2006 e 2007 no Alviverde.

    http://esporte.ig.com.br/futebol/parceira+cobra+regularizacao+de+terrenos+penhorados+do+palmeiras/n1300037896030.html

    Na carta que a construtora WTorre enviou à diretoria do Palmeiras pedindo que críticas públicas à obra da Arena Palestra fossem evitadas, a empresa também cobrou que o clube acerte o registro dos imóveis cedidos no contrato assinado em 15 de julho de 2010. Três dos nove imóveis estão penhorados, segundo o contrato a qual o iG teve acesso. Inclusive o denominado “Parque Antartica”, no qual estão o estádio e o clube social.

    http://www.maceioagora.com.br/noticia/2011/3/1/divida_de_valdivia_pode_causar_rombo_ao_palmeiras

    Bastante questionado sobre os valores que envolveram a contratação do chileno, o clube do Palestra Itália precisa saldar dívida de 8 milhões de euros (cerca de R$ 18,3 milhões), segundo informações do jornal Marca Brasil, e pode causar um verdadeiro “rombo” nas contas pela aplicação dos juros, o que corre o risco de ver até alguns bens penhorados na Justiça.

    De acordo com a publicação, Valdivia não corre o risco de deixar a equipe alviverde por falta de pagamento. Isso porque o Al Ain, dos Emirados Árabes, já recebeu todo o dinheiro pela contratação do atleta. A dívida se refere a uma carta de empréstimo feita com um banco financiador, que agora cobra o Palmeiras. No entanto, como informa o Marca Brasil, o clube não tem dinheiro e “vive a dúvida de como conseguir o dinheiro”.

    http://blogdoperrone.blogosfera.uol.com.br/sem-categoria/bmg-coloca-palmeiras-no-serasa-por-divida-de-r-5-milhoes/

    De acordo com a diretoria do Palmeiras, o BMG protestou um título de R$ 5 milhões em nome do clube, colocando o alviverde no Serasa, instituição que cadastra maus pagadores. A dívida é referente a um empréstimo feito na administração de Luiz Gonzaga Belluzzo.

    Antes de tomar essa decisão, o banco negociou com os dirigentes um contrato de patrocínio para as mangas da camisa da equipe, mas não houve acordo. A publicidade quitaria o débito.

    Além dos R$ 5 milhões, o Palmeiras tem outra dívida com o BMG no valor de aproximadamente R$ 25 milhões. Trata-se de outro empréstimo.

    http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2011/04/palmeiras/verdao-ainda-estuda-como-quitar-dividas-de-lincoln-e-valdivia.html

    O clube deve a Lincoln, que gastou do próprio bolso para jogar no time, e ao Banif, do qual conseguiu uma carta de crédito para poder contratar Valdívia.

    Na negociação para deixar o Galatasaray, no início do ano passado, Lincoln usou dinheiro seu para cobrir a multa rescisória com o clube turco e ainda não foi totalmente ressarcido pelo Palmeiras.

    O cachorro que vigiava os troféus esta entrando na justiça contra a redução de salário.

  10. José Roberto Says:

    LINA E COMPANHEIROS.
    NÃO AGUNTO MAIS, ESSE CLUBE SÓ ME DÁ DESGOSTO!
    MIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMI
    VEJAM QUE DESGRAÇA.

    Após as eleições, Juvenal anunciará acordo para cobertura do Morumbi

    Blogdonavarro em Abril 16, 2011

    O São Paulo já troca com uma multinacional a minuta do contrato para a cobertura do Morumbi. O clube diz que vai receber até R$ 150 milhões para ceder os namings rights da miniarena atrás de um dos gols, um espaço temático na arquibancada e uma área para camarotes por dez anos.

    Juvenal Juvêncio guarda o anúncio da parceria para logo após a vitória na eleição presidencial na próxima quarta-feira, dadas como favas contadas por ele. O projeto é do escritório alemão de arquitetura GMP.

    fonte: Lancenet!

    Dica do @gabriel_spfc

    COMENTÁRIO:

    Há tempos sabe-se que o clube está próximo de acertar o contrato para cobertura do Morumbi – e pelo visto, teremos a confirmação já na próxima semana. O interessante da notícia é que especifica as contrapartidas do clube para a multinacional: além do nome da Arena 25, o São Paulo também cederia um espaço temático e uma área para camarote. Ou seja, o clube não vai abrir mão de tantas receitas.

    É, sem sombra de dúvidas, um grande negócio. O clube conseguirá viabilizar a cobertura sem tirar 1 centavo dos cofres, e ainda vai conseguir gerar renda com a iniciativa: fantástico! E de quebra, não terá que abrir mão do nome do estádio.

    Melhor, impossível.

    LINA NÃO ERA MELHOR ENTREGAR TODO FATURAMENTO POR 35 ANOS PARA ESSA MULTINACIONAL?
    SE O PALMERDA ENTREGA É PORQUE DEVE SER BOM.

    Lina: É uma incompetência sem limites…

  11. José Roberto Says:

    DE PRIMA

    O Palmeiras penhorou cinco apartamentos, no valor total superior a R$ 1,2 milhão, por conta de dívidas com Marcelo Costa. Antes disso, o clube tentou saldar a dívida com imóveis de terceiros, após o bloqueio do montante no Bradesco e no BicBanco por ordem judicial. O volante atuou entre 2006 e 2007 no Alviverde.

    http://esporte.ig.com.br/futebol/parceira+cobra+regularizacao+de+terrenos+penhorados+do+palmeiras/n1300037896030.html

    Na carta que a construtora WTorre enviou à diretoria do Palmeiras pedindo que críticas públicas à obra da Arena Palestra fossem evitadas, a empresa também cobrou que o clube acerte o registro dos imóveis cedidos no contrato assinado em 15 de julho de 2010. Três dos nove imóveis estão penhorados, segundo o contrato a qual o iG teve acesso. Inclusive o denominado “Parque Antartica”, no qual estão o estádio e o clube social.

    http://www.maceioagora.com.br/noticia/2011/3/1/divida_de_valdivia_pode_causar_rombo_ao_palmeiras

    Bastante questionado sobre os valores que envolveram a contratação do chileno, o clube do Palestra Itália precisa saldar dívida de 8 milhões de euros (cerca de R$ 18,3 milhões), segundo informações do jornal Marca Brasil, e pode causar um verdadeiro “rombo” nas contas pela aplicação dos juros, o que corre o risco de ver até alguns bens penhorados na Justiça.

    De acordo com a publicação, Valdivia não corre o risco de deixar a equipe alviverde por falta de pagamento. Isso porque o Al Ain, dos Emirados Árabes, já recebeu todo o dinheiro pela contratação do atleta. A dívida se refere a uma carta de empréstimo feita com um banco financiador, que agora cobra o Palmeiras. No entanto, como informa o Marca Brasil, o clube não tem dinheiro e “vive a dúvida de como conseguir o dinheiro”.

    http://blogdoperrone.blogosfera.uol.com.br/sem-categoria/bmg-coloca-palmeiras-no-serasa-por-divida-de-r-5-milhoes/

    De acordo com a diretoria do Palmeiras, o BMG protestou um título de R$ 5 milhões em nome do clube, colocando o alviverde no Serasa, instituição que cadastra maus pagadores. A dívida é referente a um empréstimo feito na administração de Luiz Gonzaga Belluzzo.

    Antes de tomar essa decisão, o banco negociou com os dirigentes um contrato de patrocínio para as mangas da camisa da equipe, mas não houve acordo. A publicidade quitaria o débito.

    Além dos R$ 5 milhões, o Palmeiras tem outra dívida com o BMG no valor de aproximadamente R$ 25 milhões. Trata-se de outro empréstimo.

    http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2011/04/palmeiras/verdao-ainda-estuda-como-quitar-dividas-de-lincoln-e-valdivia.html

    O clube deve a Lincoln, que gastou do próprio bolso para jogar no time, e ao Banif, do qual conseguiu uma carta de crédito para poder contratar Valdívia.

    Na negociação para deixar o Galatasaray, no início do ano passado, Lincoln usou dinheiro seu para cobrir a multa rescisória com o clube turco e ainda não foi totalmente ressarcido pelo Palmeiras.

  12. José Roberto Says:

    http://esporte.ig.com.br/futebol/parceira+cobra+regularizacao+de+terrenos+penhorados+do+palmeiras/n1300037896030.html#0

    As penhoras são por dívidas de impostos com a prefeitura, principalmente de IPTU (Imposto Sobre a Propriedade Predial), e com o governo de São Paulo. Pelo contrato, os imóveis com problemas são esses:

    1) Parque Antartica, onde está o terreno do estádio e do clube social, registrado na prefeitura sob matrícula 10.811 e com valor calculado em R$ 102,2 milhões. A dívida do clube com a prefeitura e que gerou a penhora é de R$ 865.213,42.

    2) Um prédio situado na rua Padre Antônio Thomaz, número 116, na prefeitura sob o número 12.296 e que foi avaliado em R$ 602.929,00. Ele está penhorado em duas ações: uma de R$ 6.148.862,58, junto com outros cinco imóveis do clube (dívida com a prefeitura), e outra de R$ 203.360,99 (com o estado).

    3) Uma casa situada na rua Padre Antônio Thomaz, número 212, registrada na prefeitura com o número 101.083 e avaliada em R$ 512.208,00 e penhorada duas vezes por dívidas com a prefeitura, uma de R$ 2.198.965,81 e outra de R$6.148.862,58, junto com o prédio descrito acima.

  13. José Roberto Says:

    Lina.
    Por falar em incompetência, veja essa, não dá vontade de matar o Juju?
    Esse presidente só dá desgosto.
    MIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMIMI

    Lina: Coisa linda. A gente tem dois estádios, tem gente que não tem nem o terreno…

    http://www.saopaulofc.net/noticias/noticias/futebol-de-base/2011/4/16/estadio-do-cfa-recebe-primeiros-jogos-da-base-tricolor/

  14. José Roberto Says:

    Cuirica do Roscamberg é ridicularizado no SBT.
    Isso sim é marketing!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: