Archive for abril \30\UTC 2011

Die With Honor

30/04/2011

***(*) ******(*)

Rapidinhas do Lina

29/04/2011

Alex Silva – Mesmo o presidente dizendo via imprensa que contrataria o jogador, o xerifão não é unanimidade entre a diretoria do clube. Um dos argumentos contra a sua permanência, é o fato do jogador ter três operações em um dos seus joelhos e que de tempos em tempos ele tem que parar para fazer fortalecimento muscular no Reffis.

Twitter – Isto somado ao questionável comportamento do jogador que desrespeitou o presidente via twitter, pode selar sua saida do Morumbi. Ainda que tivesse razão – afinal o JJ chamou o jogador de mentiroso, ao dizer que a proposta do Sporting não existia – não deveria ter sido ali o canal de comunicação entre as partes.

Raça – Só que mesmo assim, com o joelho inchado, o jogador já avisou que quer ir para o jogo contra o Santos. E é esse espírito que fez o São Paulo ganhar a maioria dos seus títulos. Na minha opinião, tem que manter o zagueiro.

Arbitragem – Três penalties não marcados para o São Paulo contra a Portuguesa meus amigos, TRÊS ! Isto é uma vergonha, indecência, putaria franciscana. Agora o que enche, é que ninguém toma nenhuma providência contra o árbitro, o cara lesa um clube e se vacilar ainda ganha prêmio.

Arbitragem 2 – Alguém consegue explicar por quê o árbitro Guilherme Ceretta apitou duas partidas seguidas do Guarani da Turiassú na copa do Brasil ?

Arbitragem 3 – Alguém consegue explicar como que a informação adiantada pelo jornal da Tarde, a de que o árbitro Paulo César de Oliveira teria sido o escolhido em comum acordo entre Travestis e Fasci Clube, se confirmou no “sorteio” de árbitros de ontem na sede da FPF ? Leia mais aqui, aqui e aqui

Lucas – O STJD deu “apenas” uma advertência para o jogador segundo os jornais. Ninguém falou mais nada, ficou por isso mesmo. O muleque do gol foi expulso injustamente, ficou fora de um jogo automaticamente e ainda recebeu uma advertência ?!?!?!? E o ladrão que expulsou o menino sem motivo, recebeu alguma punição ? Sabe o que aconteceu com ele ? Nada !

Gramado – Falaram tanto do gramado do Morumbi para o jogo contra o Goiás e ontem o que se viu parecia um tapete. Até o reporter Márcio Spimpolo da Jovem Pan confirmou que apesar de algumas falhas, poucas diga-se de passagem, o gramado estava surpreendemente bom e que existem estádios com gramados em piores condições pelo Brasil. A imprensa gambá adora encher o saco…

Exposição – Um dos argumentos dos clubes aliados a TV Lixo, “era” que em outras emissoras a exposição aos seus patrocinadores seria menor e a pedido deles ( os parceiros ), os clubes deveriam fechar com a emissora carioca. Até faz sentido essa argumentação. Só que eu acabo de ler que os naming rights das arenas que alguns clubes estão planejando construir ou reformar, não faz parte do contrato que tais agremiações fizeram com a TV do monopólio, ou seja, se alguém investir em um estádio, não vai ouvir o narrador chamar a arena pelo nome da sua empresa, mas pelo nome original. Bem feito.

Arena 25 – Isso não afeta em nada as negociações do São Paulo para a Arena 25, afinal apenas parte do estádio terá este nome, que é a área destinada a shows atrás de um dos gols, o templo continuará a ser chamado de Morumbi. Cícero Pompeu de Toledo.

Outra vitória – Mais uma do JJ na oposição do São Paulo. As eleições realizadas quarta-feira passada foram confirmadas pela justiça. Mas cabe recurso.

Muricy – Pela primeira vez o São Paulo vai encontrar o seu antigo técnico do outro lado. É a primeira decisão em que o treinador vai enfrentar seu ex-clube. Desculpe Muriçoca, mas você vai levar a pior.

DaGODberto – 13 gols na temporada e subindo. O Museu que se cuide…

 ***(*) ******(*)

São Paulo 1×0 Goiás

28/04/2011

Infelizmente eu não vi o jogo ontem, só cheguei em casa faltando 5 minutos para o final, então nem vou dar palpite.

Mas o pouco tempo de jogo que eu vi, Deus guardou pra mim os dois passes milimétricos do Rivaldo municiando o ataque do São Paulo.

O cara tem lugar neste time ai ! Abre o olho PCC !

***

O São Paulo não precisou exibir seu melhor futebol para avançar às quartas de final da Copa do Brasil. Na noite desta quarta-feira, o Tricolor teve um desempenho pouco empolgante, mas fez o suficiente para vencer o Goiás por 1 a 0 e assegurar a classificação.

Como já havia derrotado o adversário no Serra Dourada pelo mesmo placar, o time de Paulo César Carpegiani teve calma para marcar o gol da vitória logo no início do confronto desta quarta, com chute cruzado de Dagoberto.

A partida marcou o retorno do São Paulo ao estádio do Morumbi depois de mais de um mês, já que o estádio havia sido alugado para shows de Iron Maiden, Shakira e U2. O time volta a jogar em casa na tarde de sábado, mas pela semifinal do Campeonato Paulista, contra o Santos.

Já pela Copa do Brasil, o próximo adversário do Tricolor será o Avaí, que eliminou o Botafogo em jogo tumultuado.

O jogo: O São Paulo não encontrou tantos problemas com o gramado do Morumbi e teve tranquilidade para tocar a bola desde o início, buscando espaço na defesa do Goiás. Até pela necessidade de obter um resultado positivo, o time esmeraldino descartou jogar na retranca e buscou jogadas na frente, mas com menos criatividade.

O problema para o time visitante foi perder seu líder, o goleiro Harlei, que sentiu uma lesão muscular na coxa antes dos dez minutos e precisou ser substituído por Pedro Henrique. A primeira boa chance do Tricolor saiu aos 13 minutos, quando Casemiro se livrou da marcação pela intermediária e chutou forte, rasteiro, para defesa do goleiro, que ainda precisou da ajuda da zaga para tirar o rebote.

Com Alex Silva confirmado na equipe depois de se recuperar de dores no joelho direito, o time da casa se postou bem na defesa e foi ao ataque para abrir o placar aos 19. Sob chuva fraca no Morumbi, Zé Antônio escorregou perto do meio-campo e não conseguiu impedir Carlinhos Paraíba de avançar em velocidade, até tocar na direita para Dagoberto, que dominou livre para chutar cruzado, sem dar chance ao goleiro.

Os jogadores do Tricolor seguiram buscando Dagoberto na frente, mas a zaga acordou para bloquear as jogadas na direção da principal referência ofensiva são-paulina. Na única chance dos visitantes na etapa, Rogério Ceni saiu do gol e não conseguiu cortar cobrança de falta de Marcelo Costa. Porém, a bola passou por entre as pernas de Ernando, que, livre, desperdiçou a boa oportunidade.

O técnico Artur Neto ainda substituiu Zé Antônio (por Leandro) no primeiro tempo, até por conta do cartão amarelo recebido pelo volante. Nos minutos finais, Rogério Ceni teve chance em cobrança de falta e mandou por cima do gol.

No intervalo, Paulo César Carpegiani tirou Rhodolfo, lesionado, para a entrada de Xandão. Logo no primeiro minuto da etapa complementar, Oziel recebeu livre na área e chutou por cima do gol, desperdiçando ótima chance.

Com menos ímpeto em campo, o São Paulo permitiu o crescimento do adversário, que arriscou em duas batidas de longe de Carlos Alberto. Mas Rogério só precisou defender a segunda, já que a primeira parou no meio do caminho.

Ao ver a falta de inspiração do Tricolor em campo, a torcida são-paulina presente nas arquibancadas começou a pedir a entrada de Rivaldo. Do outro lado, os jogadores do time goiano pediram pênalti em toque de mão de Juan na área, mas o árbitro mandou seguir.

A dez minutos do fim do jogo, Carpegiani resolveu atender ao pedido da torcida e colocou Rivaldo em campo, na vaga de Marlos. O camisa 10 ainda teve tempo para deixar Jean na cara do gol, mas o goleiro defendeu a batida.

Via Gazeta Esportiva

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 1 X 0 GOIÁS

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 27 de abril de 2011, quarta-feira
Horário: 21h50 (de Brasília)
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ)
Assistentes: Dibert Pedrosa Moisés (Fifa-RJ) e Lilian da Silva Fernandes Bruno (RJ)
Cartões amarelos: Casemiro (São Paulo). Leandro, Assuério e Zé Antônio (Goiás)
Público: 32.001
Renda: R$ 891.747,00
GOL: SÃO PAULO: Dagoberto, aos 19 minutos do primeiro tempo

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rhodolfo (Xandão), Alex Silva, Miranda e Juan; Casemiro, Jean, Carlinhos Paraíba e Ilsinho (Fernandão); Dagoberto e Marlos (Rivaldo)
Técnico: Paulo César Carpegiani

GOIÁS: Harlei (Pedro Henrique); Valmir Lucas, Rafael Tolói e Ernando; Oziel, Amaral, Zé Antônio (Leandro), Marcelo Costa e Carlos Alberto; Hugo (Assuério) e Robert
Técnico: Artur Neto

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

Dagoberto assume ‘festa’ a Luis Fabiano, São Paulo bate Goiás e se classifica

Dá-lhe Dagol! São Paulo vence Goiás e se classifica na Copa do Brasil

Dagoberto vibra com gol e supera cansaço

Na volta ao Morumbi, São Paulo despacha Goiás e avança

São Paulo vence displicente e pega Avaí na Copa do Brasil

Com tranquilidade, São Paulo bate Goiás

São Paulo repete o placar, vence Goiás e pega Avaí nas quartas

Veja fotos de São Paulo e Goiás

Decisivo, Dagoberto só pensará em sair do São Paulo se proposta for ‘muito boa’

Carpegiani aprova Rivaldo, mas diz que manterá mesmo time contra Santos

Carpegiani ignora cansaço e quer repetir time, mas Rhodolfo vira dúvida

Carpegiani se preocupa com pontaria e vê espaço para crescimento

Rogério Ceni e Alex Silva já pensam no clássico contra o Santos

Dagoberto marca mais um e comemora boa fase

Carpegiani já anuncia time que vai enfrentar o Santos

São-paulinos pedem inteligência ante o Peixe

São Paulo nega que preparação física pesada provoque lesões

Para Carpegiani, São Paulo “pouco eficiente” pode produzir mais

Rivaldo ganha elogios de Carpegiani, mas segue na reserva

Carpegiani vê trio defensivo estourado para clássico e sugere ‘pijama-treino’

Rhodolfo será avaliado pelos médicos nesta quinta-feira

Carpegiani quer repetir o time para enfrentar o Santos

Coletiva: Carpegiani

Luis Fabiano acompanha vitória no Morumbi: “Estou com saudades”

Dagoberto vibra: “Sempre fui abençoado”

Dagoberto ataca de novo! Tricolor vence o Goiás e se classifica

No reencontro, torcida bate recorde no Morumbi

Mais um passo rumo à América

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Santos, Paulista 2011, Morumbi, São Paulo, sábado, dia 30.04 às 16h00.

Itaquerão. Até Onde Vai a Orgia Com o Erário ?

27/04/2011

Até onde irá a orgia com o dinheiro público para a realização desta copa do mundo no Brasil ? Parece que não existe limites para o poder público onerar o contribuinte.

Agora o MP cobra apenas R$ 6 milhões dos travecos para a liberação do terreno, segundo diz a reportagem que eu li no UOL, link abaixo.

O que eu não entendo é o seguinte, se o aluguel referente ao terreno é de R$ 151 mil mensais como diz a prefeitura em questionamento feito pelo próprio MP em outra reportagem, link abaixo, como que pagando apenas R$ 6 milhões resolve o problema ?

O terreno foi cedido em 1988, sob a condição de se construir um estádio em 5 anos. Não se construiu, o MP pediu a devolução do terreno para a prefeitura em um processo que acabou sendo extinto ( a máfia agindo ), mas eis que em fevereiro deste ano, de 2011, o processo foi retomado.

Com base nestas informações fiz o seguinte cálculo, simples. Considerando que depois dos 5 anos, deveria ser cobrado aluguel:

Terreno doado em 1988 + 5 anos ( prazo para a construção do privadão ) = 1993

2011 – 1994 ( Ano atual – ano que começaria a cobraça do aluguel ) = 17

17 x 12 – 8 ( 17 anos de uso irregular vezes o número de meses menos 8 meses, estamos em abril ) = 196

196 x R$ 151.000,00 ( número de meses vezes o valor do aluguel ) = R$ 29.596.000,00

R$ 29.596.000,00 – R$ 6.000.000,00 ( valor total do débito menos o valor do acordo proposto pelo time sem estádio ) = R$ 23.596.000,00

Este é o valor que o time da marginal quer que o MP deixe pra lá e não cobre. Esse é o valor que o clube da torcidinha alienada quer enfiar na conta do povo trabalhador.

Povo que não tem escola, não tem hospitais, não tem transporte decente, não tem nem lugar pra morar e onde “sobrevive” é assaltado.

Agora faz o seguinte se você quiser viajar mais a fundo na putaria que virou essa história de estádio travesti em São Paulo, pega esses valores e procura saber quantos hospitais, escolas, prédios de apartamentos estilo COHAB, poderiam ser construidos com esse dinheiro.

Eu poderia até fazer isso, mas agora preciso tomar um remédio pra enjôo, porque tanta sujeira fez mal pro meu estômago de proletário.

Relacionados

Corinthians deve pagar R$ 6 mi por terreno do Itaquerão em acordo com MP

Prefeitura diz que aluguel do Fielzão seria de R$ 151 mil/mês

***(*) ******(*)

Voltando Pra Casa

27/04/2011

Salve Soberania !

É o clube do Morumbi.

Já imaginou o São Paulo sem o templo sagrado ?

Seria como pensar no arroz sem o feijão, no queijo sem a goiabada, na praia de domingo sem o reggae, na viagem sem aquele classic rock, no branco e preto sem o vermelho.

É assim o Tricolor sem o Morumbi: um foi feito para o outro.

Sem contar que quando a gente chega naquele lugar santo, começam a pipocar cenas, flashes de histórias vividas ali, de momentos felizes com amigos e parentes.

O Morumbi me lembra meu pai, meu primo e alguns amigos. Me lembra Libertadores, 1992, 1993 e 2005.

O Morumbi me faz ter a consciência da grandeza deste clube nascido para vencer, da grande aventura que deu certo, palavras de Laudo Natel.

Da história linda de abnegados que não tinham um campo para treinar, e desta  falta, surgiu um sonho que hoje é a nossa realidade. Um troféu a céu aberto que premiou a competência e seriedade de grandes sãopaulinos como Cícero Pompeu de Toledo.

Ver o Morumbi com o São Paulo em campo já é uma glória. Ver o Morumbi com o São Paulo em campo conquistando uma vitória é um momento mágico. Ver o São Paulo no Morumbi conquistando um título uma experiência espiritual.

Ver o Rogério Ceni levantando a taça do tri em 2005 é como adentrar os portões do paraíso.

Essa é a relação que eu tenho com a nossa casa.

***

Logo mais a noite, contra o Goiás pela copa do Brasil, jogamos por um empate para avançarmos no torneio.

Baixas consideráveis como a do Lucas e possívelmente do Alex Silva por contusão preocupam, mas o São Paulo tem jogado um bom futebol sem eles, graças ao Rhodolfo que é na minha opinião uma das melhores contratações da temporada e do Ilsinho que tem substituido o muleque do gol a altura.

Passando pelo Goiás, o São Paulo pega o Avaí que eliminou o Bostafoguinho de Palha, o timinho do STJD que saiu reclamando e emitindo notas via seu site oficial, reclamando da arbitragem, é mole ? Os caras não tem nem vergonha na cara !

Cada um com seus problemas.

FICHA TÉCNICA:
SÃO PAULO X GOIÁS

Estádio: Morumbi, São Paulo (SP)
Data/hora: 27/4/2011 – 21h50
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique
Auxiliares: Debert Pedrosa Moisés e Lilian da Silva Fernandes Bruno

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rhodolfo, Xandão (Alex Silva), Miranda; Jean, Casemiro, Carlinhos, Ilsinho e Juan; Marlos e Dagoberto. Técnico: Paulo César Carpegiani

GOIÁS: Harlei; Rafael Toloi, Ernando e Valmir Lucas; Oziel, Zé Antônio, Carlos Alberto, Marcelo
Costa e Robert; Guto e Hugo. Técnico: Artur Neto

Via Lancenet!

***(*) ******(*)

São Paulo 2×0 Portuguesa

25/04/2011

Salve Soberania !

Momentos antes do jogo, o Lucas sentiu dores na coxa e foi vetado pelo DM do Tricolor, mas deve estar pronto para o jogo contra o Goiás na quarta-feira. Em seu lugar entrou Ilsinho que jogou muito e resolveu.

Como tinha também no DM, Alex Silva e Xandão, o PCC optou pelo 4-4-2 mas com 3 volantes. O São Paulo entrou em campo com RC, Jean, Rhodolfo, Miranda e Juan; Rodrigo Souto, CP, Casemiro e Ilsinho; Marlos e Dagoberto.

O início do jogo marcou pela briga no meio de campo. Os dois times queriam a posse de bola. O São Paulo mais técnico, levava vantagem o que fazia o time Tricolor ter mais posse de bola, mesmo assim nas chances que teve a Portuguesa levou perigo.

A primeira boa oportunidade do Tricolor veio em falta cobrada pelo DaGODberto pelo lado esquerdo do ataque do time do Morumbi, o cabeceio do Miranda passou muito perto da trave do goleiro da Lusa.

Pouco depois, em falta cobrada também pelo Dagol, a bola bate na barreira e volta para um belo cruzamento do CP na cabeça do Rodrigo Souto, a bola passa rente a trave Lusa, lance parecido com o do Miranda.

O volante Rodrigo Souto, que ajudava a zaga devido a ausência do terceiro zagueiro, se machucou no lance e foi substituido pelo Henrique, com isso o PCC recuou CP e Casemiro que antes tinham mais liberdade para avançar.

Mais uma vez, bola dentro do Carpa, que também inverteu Ilsinho e Marlos, foram pra esquerda e direita respectivamente.

Na primeira triangulação do time na partida ( a gente fala todo jogo aqui que falta triangulação e jogadas de lateral ), sai o gol do São Paulo. A jogada foi assim. Casemiro tocou pro Marlos na direita, passou para o Jean e foi pra meia, Jean se lançou pra frente na lateral e recebeu de volta um lindo passe do Marlos. Livre pela direita, Jean encontrou o Ilsinho vindo pela esquerda e cruzou na cabeça do meio campista Tricolor.

1×0 São Paulo. 40 minutos do primeiro. O Ilsinho fez o gol, mas o mérito é do Carpegiani.

O São Paulo teve outra chance em bola passada em profundidade pelo DaGODberto para o Ilsinho. O zagueiro Domingos da Lusa fez penalty, nem foi na bola, se preocupou em derrubar o jogador sãopaulino, mas o juizão nada marcou. O mais incrível é a visão que o juiz tinha do lance, não deu porque não quis.

Antes do final do primeiro tempo, um chutaço de Ferdinando pra boa defesa do M1TO.

No segundo-tempo, a Lusa veio na tentativa de conseguir o empate.

O PCC sacou Marlos para a entrada do zagueiro Luis Eduardo. O fato é que o São Paulo chamou a Portuguesa para seu campo de defesa, e a  partir dai virou um sufoco danado para o Tricolor.

Jorginho, que disse que a Lusa poderia vencer o São Paulo, colocou Ananias -meio-campista – em campo e o volume de jogo no meio campo da Lusa aumentou.

O São Paulo, como é caracteristica do time, tentava com chutes de longa, principalmente do Dagoberto.

A melhor jogada da Portuguesa no jogo, veio de um escanteio pela esquerda da defesa Tricolor, uma bela cabeçada do atacante Luis Ricardo para a defesa monstro do M1TO, mais uma.

Na sequência outro pombo sem asa do ataque da Lusa para outra defesaça do capitão Tricolor. Ave Rogério Ceni !

Com o ímpeto de fazer o seu gol, a Lusa abria espaços para o São Paulo que aproveitou. Eram 35 minutos do segundo-tempo. Henrique veio buscar jogo no meio de campo e viu o Jean avançado na lateral direita. Jean recebeu a bola e achou o Ilsinho lá na frente da grande área lusitana . Ilsinho por sua vez, em dois toques, colocou o Dagoberto na cara do gol.

2×0 São Paulo, jogada linda de contra-ataque Tricolor, bonito de ver.

O PCC trocou então Ilsinho por Cléber Santana, meu Deus !

A sorte é que a Portuguesa desistiu do jogo depois do balde de água fria que foi o segundo gol.

Fim de jogo. Vamos pra semi-final comer Baiacú !

***

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 2 X 0 PORTUGUESA

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data: 24 de abril de 2011, domingo
Horário: 16 horas
Assistentes: Reinaldo Rodrigues dos Santos e Marco Antônio de Andrade Motta Júnior
Assistentes Adicionais: Flávio Rodrigues Guerra e Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Cartões amarelos: Rhodolfo (São Paulo); Marco Antônio, Maurício (Portuguesa)
Gols: SÃO PAULO: Ilsinho, aos 40 minutos do primeiro tempo, e Dagoberto, aos 35 minutos do segundo tempo

Público: 11.134 pessoas
Renda: R$ 287.118,00

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, Rhodolfo, Miranda e Juan; Rodrigo Souto (Henrique), Casemiro, Ilsinho (Cleber Santana) e Carlinhos Paraíba; Marlos (Luiz Eduardo) e Dagoberto
Técnico: Paulo César Carpegiani

PORTUGUESA: Weverton; Marcos Pimentel, Domingos, Maurício e Ademir Sopa (Ronaldo); Ferndinando, Guilherme, Henrique (Ananias) e Marco Antônio (Rafael Silva); Luis Ricardo e Jael
Técnico: Jorginho

Via Gazeta Esportiva

Melhores Momentos

Relacionados

São Paulo elimina Portuguesa e enfrenta Santos na semifinal

Ilsinho neles! São Paulo vence a Portuguesa e vai à semifinal

São Paulo faz dois na Portuguesa e pega o Santos na semifinal do Paulistão

Ceni vê rival Santos como o melhor do país, mas aponta defeito a ser explorado

Sem Lucas, São Paulo usa veloz Ilsinho para superar Portuguesa

Ceni se prepara para ‘melhor do Brasil’ e ameniza veto de Fabuloso

Zaga são-paulina comemora mais uma partida sem sofrer gols

Zagueiro Rhodolfo vê São Paulo x Santos como “final antecipada”

Carpegiani se diz alheio a cansaço santista e quer clássico no domingo

“Carpegiani arriscou muito”, diz Rogério Ceni após classificação

Lucas faz ‘tempo real’ da vitória do São Paulo no Twitter

Antes de Copa do Brasil, Rogério valoriza o Estadual

Técnico da Portuguesa mostra irritação e lamenta erros do time

Ilsinho comemora oportunidade e vaga na semifinal

Ilsinho e Rogério Ceni, os reis da Arena Barueri

[Vídeo] Ilsinho lamenta falta de Lucas, mas festeja boa atuação

[Vídeo] Carpegiani minimiza falta de Lucas no time

Ilsinho fala em “sorte” por gol de cabeça e evita definir posição

São Paulo supera Lusa e arbitragem

Carpegiani deixa claro que prefere ganhar a Copa do Brasil

Carpegiani contraria o Santos e pede semifinal no domingo

Carpegiani lamenta ausência de Lucas, mas enaltece força do grupo

Decisivo, Ilsinho celebra bom momento no Tricolor

Rogério alerta sobre perigos do próximo rival: ‘time diferenciado’

Vetado contra a Portuguesa, Lucas chora e recebe apoio do grupo

Homenagem ao Mestre em Barueri

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Goiás, Copa do Brasil 2011, Morumbi, quarta-feira, dia 27.04 às 21h50.

Lucas x Gutemberg, Justiça a Caminho ?

22/04/2011

No julgamento marcado no STJD para a próxima terça-feira, dia 26.04, o péssimo árbitro que expulsou o muleque do gol no jogo de volta contra o Santa Cruz em Barueri e relatou uma cotovelada na súmula, pode pegar  um gancho para aprender a apitar. Segundo diz o jornal Lance! o meliante pode ficar na geladeira entre 30 e 365 dias pra refletir um pouco sobre a importância da arbitragem em jogos de futebol.

Por outro lado, o jogador Lucas que foi relatado na súmula como agressor, corre o risco de ficar de 4 a 12 partidas de gancho.

Tem cabimento ?

O advogado do São Paulo acredita em absolvição, porque apesar da súmula, não há nada que condene o jogador nas imagens do vídeo tape, afinal nada aconteceu.

Mas tudo isto é apenas teoria, porque no STJD tudo pode acontecer, até o impossível…

Relacionados

Carregou nas Tintas…

Juiz que expulsou Lucas contra o Santa Cruz terá de se explicar no STJD

Advogado do São Paulo crê em absolvição de Lucas

Lucas será julgado na próxima terça e pode pegar até 12 partidas de gancho

***(*) ******(*)

Um Peso, Duas Medidas

22/04/2011

Salve Soberania !

As pessoas em geral gostam de se dar bem em tudo.

A velha lei de Gérson, tão arraigada em nossa cultura, parece que funciona ainda mais no mundo do futebol, tão maniqueísta e egoista que é.

Quando algum rival tenta se dar bem em negócios e disputas de jogadores, os falsos santos falam de ética, mas só o fazem quando estão em desvantagem.

Será que chamarão a ética quando estiverem sendo beneficiados ?

Vamos ver.

Felipão, Cicinho e Fernandão.

Quando o clube a beira da falência procurou o Fernandão para fazer negócio, o São Paulo não abriu esse berreiro, mas deveria, afinal o jogador pertence ao São Paulo e tem contrato com o clube. Diferente do caso do jogador do Oeste, que está “emprestado” ao rival falido.

Quando procurado pela diretoria verde a respeito da possibilidade de negociar o Fernandão, o vice-presidente de futebol, sr. Leco, disse que gostaria de ter em troca o Vitor, ex-Goiás ou o Cicinho ( ambos laterais pelo lado direito ), troca rechaçada pelo lado de lá do muro.

O pior é que no negócio oferecido, o São Paulo deveria arcar com parte ou todo salário do atacante, criando um “crédito” com o rival que poderia ser usado em negociações futuras. Parece piada, mas estes foram os termos.

Alguns dias atrás o Felipão teve xiliquinho ao saber do interesse do São Paulo no jogador Cicinho do clubinho a beira da falência. Disse que a diretoria do São Paulo é cafajeste, sugeriu cuidado ao presidente verde quando da escolha dos seus amigos e caricaturou “os inimigos” dizendo que existem anjos com rabinho e chifres.

Quer dizer, quando é bom pra eles pode, quando é bom pra gente não pode ?

Quem explica essa patologia ?

Carpegiani e Kleber.

O presidente da FPF se irritou ao saber das declarações do técnico sãopaulino sobre a porcaria que é o regulamento do regionalzinho. O Carpegiani disse que quem criou o regulamento brincou de boneca até os 30 anos de idade.

O presidente da FPF disse que não se manifestaria a respeito, mas que o TJD deveria estar atento e tomar as providências cabíveis, ou seja, mandou um recado nas entrelinhas: “Ou cala a boca ou vai pegar gancho”.

No jogo da quarta-feira entre Goiás e São Paulo, o atacante Kléber do Guarani da Turiassú, sugeriu via twitter, que a arbitragem sempre beneficia o São Paulo expulsando jogadores dos nossos adversários, facilitando o caminho do clube Tricolor.

Será que o presidente da FPF vai dizer ao jogador palmeirense tomar cuidado com as declarações e que o STJD ( já que é a Copa do Brasil ), deve ficar atento e tomar as devidas providências ?

O que você acha ?

Relacionados

Frizzo diz que não se preocupa com ética são-paulina no caso Cicinho

Felipão critica interesse do São Paulo por Cicinho: ‘É cafajestagem’

Lateral-direito do Verdão desperta interesse do São Paulo

Vice-presidente do São Paulo minimiza críticas de Felipão

Federação Paulista na bronca com Carpegiani

Del Nero se irrita com reclamações de Carpegiani: “devia trabalhar no Rio”

Marco Polo ironiza Carpegiani, e FPF pode denunciar técnico em tribunal

Kleber ironiza São Paulo no Twitter e insinua que rival é beneficiado

Kleber nega insinuação de favorecimento da arbitragem ao São Paulo

Gladiador provoca: ‘Como expulsam contra o São Paulo, não?’

Kléber usa twitter e insinua que São Paulo é favorecido pela arbitragem

São-paulinos ignoram provocação de Kleber, do Palmeiras

Alex Silva rebate Kleber e fala em “medo” de enfrentar o São Paulo

***(*) ******(*)

JJ é Eleito Presidente do São Paulo FC

21/04/2011

Eleição para o Triênio 2011/2014 aconteceu na noite desta quarta-feira (20)

Em eleição realizada na noite desta quarta-feira (20), Juvenal Juvêncio foi eleito Presidente da Diretoria do São Paulo Futebol Clube para o Triênio 2011/2014.

Apesar de ter sido realizada na véspera de um feriado prolongado, a Assembleia Geral do Conselho Deliberativo registrou comparecimento maciço dos Conselheiros, em número superior a média de 133 Conselheiros presentes às sessões realizadas nos últimos anos. Nesta oportunidade, registraram presença 174 Conselheiros.

Ao final da votação, foram apurados 163 votos para Juvenal Juvêncio contra sete votos para Edson Lapolla. Brancos totalizaram quatro votos.

Para o Conselho Deliberativo foram eleitos o Desembargador Dr. José Carlos Ferreira Alves como Presidente, Arlindo Pedro Roschel (Vice-Presidente), Arthur Palaia Rodrigues (1º Secretário) e Marcelo A. Pupo Barboza(2º Secretário). Foram 170 votos para a chapa, com também quatro votos em branco.

Para o Conselho Fiscal, foram eleitos Celso de Almeida Magalhães, João Hercilio B. de Paula Eduardo, José Alberto Rodrigues dos Santos, Kazuhiro Yano e Mario Jorge R. Quezada Paredes. Para a suplência, foram eleitos: Affonso Covello Netto, Antonio Peralta, José Augusto de Oliveira Melo, Renato Finotti Pellegrino e Sandro Giovani de Fazio. Foram anotados 166 votos para a chapa, com cinco votos em brando e três nulos.

Via Site Oficial

Relacionados

Juvenal profetiza a extinção do C13

Reeleito, Juvenal ‘promete’ mais brigas com Federação e CBF

Vitorioso, Juvenal nega ser ‘Kadafi tricolor’ e evoca popularidade no São Paulo

Por protocolo, vices entregam cargo a Juvenal Juvêncio

Juvenal nega antidemocracia e cita antigos presidentes para defender novo mandato

Reeleito, Juvenal não foge de briga e reitera Morumbi na Copa de 2014

Juvenal massacra Lapolla nas urnas em eleição polêmica no São Paulo

Juvenal diz que comitê da Copa-14 ainda vai lhe pedir Morumbi

Vitorioso na eleição, Juvenal afirma: ‘Morumbi estará na Copa do Mundo’

***(*) ******(*)

Goiás 0x1 São Paulo

21/04/2011

Salve Soberania !

Ganhamos. Não foi nenhum sufoco, mas também não foi fácil.

Poderia ter sido se o São Paulo fosse menos displicente. O São Paulo arriscava chutes de média e longa distancia sem muito perigo.

Quase não se viu jogadas pelas laterais e nem triangulações. Juan e Marlos muito mal no jogo de ontem.

As melhores chances de gol do São Paulo, ficaram por conta de uma cobrança de falta do M1TO, de um chute do Rhodolfo, uma tentativa do Dagoberto após um lindo passe no meio da grande área e uma jogada fantástica de linha de fundo que começou com o Ilsinho cruzando para a área, o corta luz do Dagoberto e pra variar, o chute pra fora do Marlos.

Quando o juiz expulsou um atacante do Goiás, expulsão merecida aliás, o Carpa deveria ter sacado um defensor. No intervalo ele tirou Casemiro para a entrada do Henrique e mandou o time pra frente.

Mas o jeito de jogar não mudou muito, o São Paulo com um homem de área obrigava o Goiás a marcá-lo com ao menos dois defensores, o que abria espaços para os chutes de fora, pouco eficientes no primeiro tempo.

E dai que surgiu o gol do São Paulo. Dagoberto, do lado direito do ataque Tricolor, acerta um belo chute tirando do goleiro Harlei, eram 2 minutos do segundo-tempo, 0x1 pra gente.

Depois desse gol, o Goiás, obrigado a sair um pouco mais, deu espaço para o São Paulo, que tentou com Rhodolfo (que tremendo jogador), um chute perfeito do meio da rua, e a melhor jogada do segundo tempo foi assim.

Juan veio da esquerda fazendo a diagonal pelo meio, tocou para Dagoberto que viu o Ilsinho se lançando ao ataque pela meia direita, na conclusão o mais improvável aconteceu, ele chutou pra fora. Incrível o gol perdido pelo Ilsinho, acho até que foi mais mérito do Harlei que tirou a bola do pé do que má pontaria do jogador sãopaulino.

Mas no outro lance do Ilsinho, quase na sequência, o preciosismo do jogador impediu o segundo gol Tricolor. Ele recebeu uma bola do Dagoberto na cara do gol, ao invés de concluir, tentou driblar o goleiro e perdeu a bola. Este foi o melhor lance de gol da noite.

O São Paulo perdeu a oportunidade de matar a classificação no jogo de ida, agora é encher o Morumbi dia 27 ( se o jogo for no templo ), com a possível estréia do Fabuloso.

Vai São Paulo.

FICHA TÉCNICA:
GOIÁS 0X1 SÃO PAULO
                 
Estádio: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data/hora: 20/4/2011 – 21h50
Árbitro: Marcos André Gomes da Pena
Auxiliares: Fabiano da Silva Ramires e José R. Maciel Linhares

Renda/público: R$ 815.610,00 / 28.526 pagantes
Cartões amarelos: Rafael Tolói, Felipe Amorim (GOI); Marlos, Juan (SPO)
Cartões vermelhos: Felipe Amorim, 22’/1ºT (GOI)
GOLS: Dagoberto, 2’/2ºT (0-1)

GOIÁS: Harlei; Ernando, Rafael Tolói (Valmir Lucas 41’/2ºT) e Marcão; Oziel (Robert 36’/2ºT), Amaral, Zé Antônio, Marcelo Costa e Carlos Alberto; Felipe Amorim e Hugo (Guto 21’/2ºT). Técnico: Artur Neto

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rhodolfo, Alex Silva e Miranda; Jean, Casemiro (Henrique, intervalo), Carlinhos, Ilsinho e Juan; Marlos (Rvivaldo 21’/2ºT) e Dagoberto. Técnico: Paulo César Carpegiani

Via Yahoo Esportes

Melhores Momentos

Relacionados

Sem reconhecer falha, Ilsinho lamenta chances desperdiçadas

Artilheiro vibra com a sua fase, mas pede pés no chão ao time

Placar magro não preocupa atacante são-paulino

Após vitória, Carpegiani já não confirma estreia de Luis Fabiano

No São Paulo, Carpegiani reclama de preciosismo e placar magro

Carpegiani prega cautela, mas elenco clama por volta de Luis Fabiano no 2º jogo

Rogério Ceni sai ‘transtornado’ com vitória magra do São Paulo

São-paulinos lamentam vitória magra em Goiás

Herói em Goiás, Dagoberto homenageia seu pai

Carpegiani não confirma estreia de Luís Fabiano na quarta

[Vídeo] Decisivo, Dagoberto comemora boa fase e já vislumbra parceria com Luís Fabiano

Dagoberto decide vitória e deixa o São Paulo em vantagem

Com um a mais, São Paulo vence Goiás e leva vantagem para o Morumbi

Dagoberto decide e São Paulo vence Goiás na Copa do Brasil

São Paulo aproveita jogador a mais, bate Goiás e espera vaga com L.Fabiano na volta

Dagoberto decide e São Paulo abre vantagem sobre o Goiás

Lucas vibra e decreta: “Carlinhos foi o melhor em campo”

Artilheiro, Dagoberto: “Confiança é tudo”

Carpegiani sobre o 1 a 0: “Temos de melhorar”

Dagoberto marca e Tricolor vence o Goiás fora de casa

Elenco lamenta chances perdidas, mas valoriza vitória

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Portuguesa, Paulista 2011, local à definir, domingo, dia 24.04 às 16h00.

Rapidinhas do Lina

19/04/2011

Mando de campo – O Leco tocou na ferida quando comentou sobre a perda de mando de campo do São Paulo na fase final do regionalzinho. Se o clube a beira da falência, que jogou gás nos vestiários do São Paulo em 2008, pegou um jogo ( quando na verdade deveria ter o estádio (?)  interditado ), por quê o São Paulo pegou dois por um copo de refrigerante ? Com a decisão de ontem fez-se justiça e o São Paulo joga contra a Lusa em Barueri. Que sirva de lição para o babaca que atirou objetos em campo: se não sabe se comportar em eventos esportivos, fica em casa ! No mais,  se você torcedor Tricolor presenciar outro torcedor atirando alguma coisa no gramado, procure a polícia e denuncie na hora. Você estará ajudando o São Paulo.

Não vale nada ! – Ridículo. Essa é a palavra que define melhor essa competição. O time que termina a primeira fase em primeiro lugar, não tem vantagem nenhuma: não ganha troféu e não joga por empate. O clube a beira da falência perdeu para a Ponte Preta. Quem garante que a derrota não foi para escapar da Portuguesa ? Se a primeira-fase valesse um troféu simbólico, será que o Guarani da Turiassú teria perdido na última rodada ?

Maguou – O projeto de imperador não gostou das reclamações sobre o regulamentozinho ! Disse que o tribunal deve estar atento e tomar as devidas providências. Ahhhh, não fica assim, vai brincar com tua boneca vai !

Reforços – Depois de desistir do Guiñazu, o São Paulo vai atrás do Josué, pelo menos é o que diz o Zanquetta em seu blog. O cão de guarda da zaga Tricolor pode estar de volta. Outros nomes também foram mencionados pelo bem informado blogueiro.

Uva passa – O diretor de marketing dos travecos é sãopaulino, dá pra acreditar ? Se o Morumbi é o panetone caro orelhudo, você é a uva passa que caiu no chão e foi pro ninho das baratas. Vai te catar !

CPI da CBF – Quando começou o movimento, por volta de um mês atrás, todo mundo repercutiu a notícia da CPI e foi criada até a tag #cpidacbf no twitter, mas o tempo passou e aquela empolgação toda diminuiu. É assim que age o político no Brasil, deixa cair no esquecimento, até engavetar projetos e propostas que interessam ao coletivo. Não se deixe vencer pelo cansaço e nem pela memória, faça a sua parte, mande uma mensagem para seu deputado federal.

Perdeu a batalha – O São Paulo pode estar  fechado com a vênus enferrujada e deve receber R$ 5 milhões a menos que Flalido e Travestis na divisão de cotas. Se isso for verdade será uma pena, não pelos valores – que são ótimos se estas forem as cifras, mas porque isso transcendeu a questão financeira, é uma questão ética e política. O São Paulo luta contra forças que dominam o país, organizações que elegem e derrubam presidentes e que querem monopolizar o esporte do povo. Pra quem acha que não se deve misturar ideologia com esporte, sugiro que procure a respeito das olimpíadas de Berlim em 1936 e Jesse Owens; sobre o boicote aos jogos olímpicos de 1980 em Moscou; sobre a copa do mundo de 1978 na Argentina, comprado pelos militares do pais vizinho para acalmar os hermanos; ou mesmo sobre a copa de 1970 e seu “vamos todos juntos, pra frente Brasil”. Política e esporte tem muita coisa em comum e algumas vezes ( se não em todas ), um reverbera no outro…

Mas não perdeu a guerra – A esperança de ver uma reviravolta neste provável final favorável a TV Lixo, está nas mãos do C13, que deve fazer uma representação ao MP por uso desigual de poder econômico/financeiro e do CADE que está investigando o processo de negociação da vênus enferrujada com os clubes.

Eleições – Finalmente esta novela vai acabar, dia 20/04 às 19h00 no salão nobre do Morumbi. Não aguento mais gente oportunista publicando bobagens do meu São Paulo. Gente que quer transformar o clube Soberano em lugar comum. Eu sinto satisfação nos torcedores de outros clubes quando falam a respeito da briga pública que se tornou esta eleição, aquele sorriso amarelo que diz sem ter que falar: o São Paulo é igual aos outros. Isto, enfim, termina amanhã. Eu não preciso nem desejar que o JJ vença essa eleição, porque todo mundo sabe que é barbada. Apenas desejo que Deus dê discernimento e saúde a ele pra manter o São Paulo no caminho da vitória, da honra e da dignidade, e se for possível: longe da TV Lixo.

Novidades – Depois das eleições, no mesmo dia ou em coletiva a ser agendada, o JJ deve anunciar o parceiro que bancará a cobertura do Morumbi e detalhes do projeto. Pode ser até que reforços também sejam anunciados.

Enquanto isso – A oposição diz que é contra o monotrilho e a construção do estacionamento…

***(*) ******(*)