Archive for 7 de fevereiro de 2011

Botafogo-SP 2×1 São Paulo

07/02/2011

O São Paulo acertou uma bola na trave e o goleiro Júlio César fez, no mínimo, quatro ou cinco grandes defesas. Se por um lado o Tricolor não aproveitou suas oportunidades, o Botafogo-SP foi mais oportunista e venceu o jogo por 2 a 1, neste domingo à noite, no estádio Santa Cruz. Nos acréscimos, Marcelinho furou o bloqueio, mas já era tarde.

A equipe do Morumbi entrou empolgada em campo. Muito por conta do meia Rivaldo, que fez ótima estreia durante a semana. Mas o São Paulo não contava com a ótima atuação de Júlio César, que foi o grande destaque em Ribeirão Preto. Desta forma, o Tricolor sofreu sua terceira derrota no Paulistão – havia perdido para Ponte Preta e Santos.

Depois de sete rodadas na competição estadual, o São Paulo soma 12 pontos, sendo quatro vitórias e três derrotas. Mesmo com o revés, o Tricolor segue entre os primeiros na tabela de classificação – é o quinto colocado. Em caso de vitória, a equipe poderia terminar este domingo na vice-liderança ao lado do Santos.

PRIMEIRO TEMPO

O São Paulo entrou em campo com o esquema tático já anunciado. Com o garoto Luiz Eduardo, Carpegiani armou o time com três zagueiros – Miranda e Xandão completaram o setor. Com isso, Ilsinho e Juan, pelas alas, tiveram mais liberdade para chegar ao ataque. Dagoberto, com dores no joelho, foi vetado. Fernandão entrou no seu lugar.

O primeiro tempo foi de muitas oportunidades para as duas equipes. Pelo lado são-paulino, o meia Rivaldo teve uma boa chance pela esquerda. Em outras duas, ambas de fora da área, o camisa 10 chutou muito alto, sem perigo para o goleiro do Botafogo-SP. Já Ilsinho fez grande jogada, invadiu a área, mas acertou a trave.

Em contrapartida, os anfitriões foram mais eficientes. Aos 40 minutos da etapa inicial, depois de uma falta duvidosa de Xandão no meio do campo, Anselmo aproveitou cruzamento dentro da área e subiu mais que os zagueiros são-paulinos para abrir o placar. Revés momentâneo que não diz o que foi todo o primeiro tempo.

SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, Carpegiani mudou a maneira de jogar de sua equipe. O comandante tirou Juan e colocou Marlos em campo. O treinador formou duas linhas de quatro novamente. Pela esquerda, Luiz Eduardo atuou como um lateral. Ilsinho ficou pela direira. Mas por pouco tempo. Antes dos dez minutos, o camisa 77 deu lugar a Carlinhos na partida.

O empate do Tricolor poderia ter saído em duas oportunidades com Fernandão. No entanto, nas duas, o goleiro Júlio César fez milagre e salvou sua equipe. Depois foi a vez de Xandão. O camisa 13 tocou no contrapé de Júlio César, que só olhou e torceu para a bola não entrar em sua meta. Mais uma chance desperdiçada pelo São Paulo.

Aos 24 minutos, Carpegiani promoveu sua última mudança. Rivaldo deu lugar a Marcelinho. Mesmo com as alterações do Tricolor, o Botafogo conseguiu chegar ao seu segundo gol. Aos 28, Paulinho invadiu a área com velocidade e tocou no canto esquerdo de Rogério Ceni, que nada pode fazer para evitar o gol do adversário. No fim, Marcelinho fez o gol de honra do São paulo, mas já era tarde.

SEMANA LIVRE

O grupo são-paulino ganhará uma folga nesta segunda e só retornará aos treinamentos na próxima terça-feira. O São Paulo só voltará a campo pelo Campeonato Paulista no domingo diante da Portuguesa, no Canindé. Carpegiani terá uma semana livre para treinar e escolher a melhor equipe para o fim de semana.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-SP x SÃO PAULO

Estádio: Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP)
Data/hora: 6/2/2011, às 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Roberto Pereira Pires
Auxiliares: Dante Mesquita Júnior e Ricardo Busette

Gols: Anselmo (40min/1ºT); Paulinho (28min/2ºT); Marcelinho (46min/2ºT)
Cartões amarelos: Miranda (35min/1ºT);Paulinho (7min/2ºT); Júlio César (36min/2ºT); Rodrigo Soares (47min/2ºT)
Público: 6.701 pagantes

BOTAFOGO: Júlio César; Eduardo Ratinho (Dida, 23min/2ºT), Augusto, Gabriel e Andrezinho; Rodrigo Soares, Leandro Carvalho, Assis (Pablo Escobar, 34min/2ºT) e Paulinho (Chicão, 33min/2ºT); Anselmo e Assisinho
Técnico: Régis Angeli

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Luiz Eduardo, Xandão e Miranda; Ilsinho (Carlinhos Paraíba, 7min/2º), Jean, Rodrigo Souto, Rivaldo (Marcelinho, 24min/2ºT) e Juan (Marlos, no intervalo); Fernandinho e Fernandão
Técnico: Paulo César Carpegiani

Via Site Oficial

Melhores Momentos

***(*) ******(*)

Próxima Partida: Portuguesa x São Paulo, Paulista 2011, Canindé, São Paulo, domingo, dia 13.02 às 17h00.

A Diretoria de Futebol

07/02/2011

Salve Soberania !

Eu ia falar um monte de coisas mas preferi apagar tudo já que a irritação é grande.

Por enquanto eu quero agradecer a diretoria de futebol do São Paulo, por mais este vexame. Desde maio de 2001 o São Paulo não perdia para o Botafogo de Ribeirão Preto.

Muito obrigado por mais esta proeza.

O São Paulo FC e a sua torcida merecem.

***(*) ******(*)