Archive for fevereiro \28\UTC 2011

1942 – Desmistificando Mitos, Inverdades e Invenções

28/02/2011

Salve Soberania !

O bloco da inveja é voluntarioso quando o assunto é o São Paulo Futebol Clube. Talvez pelo fato do “Mais Querido” ( ou mais odiado ), ter conquistado nos últimos 6 anos mais do que os seus adversários juntos em toda sua história.

Essa situação causa tanto desconforto nos rivais da capital, que de ferrenhos rivais, Travecos e Falidos se transformaram em parceiros e se uniram pra tentar combater e denegrir a imagem do Tricolor do Morumbi. Nos bastidores, é latente a disposição de se opor a tudo que o São Paulo pleitea.

Apenas pra entender as razões desse comportamento, como comparativo cito a postura do time da baixada santista, bem menos, digamos “militante”. Isso se deve ao fato do time praiano ter mais glórias que os outros dois.

Logo, é fácil concluir que o problema dos rivais da capital é falta de títulos e vergonha na cara, porque é preciso ser esvaziado de vaidade pra mentir tanto e tão descaradamente sobre tantos assuntos diversos, todos desmentidos como pode-se ver abaixo.

Segundo essa gente pobre de espírito e mentirosa, o São Paulo roubou o Deutche Sportive, o São Paulo tentou tomar a Paçoca Itália, o São Paulo construiu o Morumbi com dinheiro público, o São Paulo caiu no paulistinha ( eles cairam no Brasileirão: os dois, mas mentem que caimos no paulistinha e ainda querem comparar, porque aqui vale a comparação, afinal o que é mais importante ? ), dizem que o São Paulo precisou de um tal jogo das barricas e que o São Paulo fugiu de campo em 1942.

É sobre este assunto que vamos falar aqui neste post.

***

1942

Era o campeonato paulista e o Tricolor estava em primeiro lugar na tabela de classificação, como era um clube recém formado, fica fácil imaginar a insatisfação do bloco da inveja, principalmente no fasci-clube que via no novissimo rival, risco a sua “hegemonia”. 

O Cenário / Falsos Patriotas ?

Havia uma pressão sobre o Sujeiras naquele periodo “pré-guerra e guerra” do Brasil contra o Eixo, governo e imprensa eram sabedores que o fasci-clube era reduto de fascistas, como já provamos anteriormente. A rádio Record de propriedade de Paulo Machado de Carvalho, diretor de futebol do São Paulo, criticava a reverência que o nome do fasci-clube fazia a nação inimiga do Brasil e pedia que o decreto baixado por Getúlio Vargas obrigando clubes e associações que faziam referência às nações inimigas, mudarem seus nomes,  fosse respeitado.

E assim foi feito.

Os que queriam o respeito as leis do pais foram taxados de “falsos patriotas”, como é possível ler na infeliz declaração do capitão Adalberto Mendes ( chamado pelo fasci-clube de o homem da arrancada ).

“Criou-se a lenda de que no Palestra Itália havia traidores do Brasil, mas o que estes homens tinham, na verdade, era um falso patriotismo, pois seu objetivo se fundamentava na captaçãodo nosso patrimônio.”

Fonte: Adalberto Mendes o homem da arrancada

O Brasil, pressionado pelos Estados Unidos, declarou guerra ao EIXO em agosto de 1942, porém em fevereiro de 1942 os alemães já haviam bombardeado navios brasileiros o que causava ira e furor na nação.

Como deveria reagir a opinião pública com relação ao clube que recepcionou,  5 anos antes, um dos ministros do primeiro escalão de Mussolini em pleno Palestra Itália e que bombardeava seus navios na costa brasileira ?

O povo tinha razão. 

Jornal Folha da Manhã, de 21.09.1942, texto informa o que ocorreu no jogo. Nunca fugimos e nunca fugiremos de clube nenhum.

Jornal Folha da Manhã, de 21.09.1942, texto informa o que ocorreu no jogo. Nunca fugimos e nunca fugiremos de clube nenhum.

O Jogo

Já começou errado e já indicava pra quem conhecia o regulamento que seria uma roubalheira sem igual. Pra fazer média com a torcida presente no Pacaembú, adentraram o estádio com a bandeira do Brasil em um ato extremamente demagógico.

O tal capitão Mendes, relata este fato:

“Estávamos asvésperas de um jogo decisivo contra o São Paulo Futebol Clube, a equipe do Dr. Paulo Machado de Carvalho. Boatos diziam que haveria um clima de muita hostilidade por parte da torcida para com nossos jogadores, que realmente estavam preocupados. Percebi isso e notei também, que nosso treinador, Del Debbio, tinha em mãos uma bandeira brasileira.  

Eu sabia que a exibição do pavilhão nacional só era permitida em eventos internacionais, mas chamei a responsabilidade para mim e orientei nossos atletas a entrarem, ao meu lado, carregando-o e o exibindo à toda a torcida que superlotava o Estádio do Pacaembu.”

Fonte: Adalberto Mendes o homem da arrancada

Jornal Folha da Noite de 21.09.1942, página 20, onde informa mais uma vez que a autoridade do jogo obrigou os times a ficarem em campo até o final do tempo regulamentar. Não fugimos e não fugiremos de clube nenhum.

Jornal Folha da Noite de 21.09.1942, página 20, onde informa mais uma vez que a autoridade do jogo obrigou os times a ficarem em campo até o final do tempo regulamentar. Não fugimos e não fugiremos de clube nenhum.

Por quê o juiz não puniu o fasci-clube ou ao menos relatou isso na súmula ?

Por quê o tal capitão Mendes adentrou o gramado se ele não era técnico do fasci-clube ? Seria forma de intimidação ?

O jogo era duro, e haviam entradas fortes dos dois lados, o São Paulo perdia de 2×1 quando Og Moreira recebeu falta normal e o juiz expulsou Virgílio e marcou penalty. Agora é que tem início a grande bravata do fasci-me-rir.

Luizinho, que já havia jogado do outro lado, pegou a bola e com ela se dirigiu ao juiz e reclamou com vêemencia sendo expulso por isso. Seguiu com a bola ao vestiário junto com Virgílio, os outros jogadores permaneceram no campo fazendo corpo mole pois perceberam que a partida estava na gaveta do fasci-clube. Não sairam de campo, portanto não poderiam ter fugido como diz a súmula.

O juiz aguardou o período de 30 minutos como diz a regra, mandou o fasci-clube cobrar o penalty e acabou o jogo.

Mas por quê o juiz mandou cobrar a penalidade se o jogo já estava 2×1 para o fasci-me-rir ?

Histórico de Tentativa de Suborno e Corrupção

Os jogadores do São Paulo e Paulo Machado de Carvalho, tinham razão em desconfiar do juiz e da lisura da partida. Em 1940, o São Paulo foi derrotado pelo fasci-clube em um jogo cercado de mistérios e confusão. Tudo porque alguns dias antes, o atacante Paulo do Tricolor disse que havia recebido uma proposta de suborno do Palestra para entregar o jogo. O autor teria sido Sidnei, supostamente a mando do diretor Hugo Pellegrini. Sidnei teria oferecido três contos de réis, a mando de um dirigente palestrino, que foi suspenso por tempo indeterminado. O fasci-clube ganhou a partida por 4×1 e conseguiu o título paulista.

O diretor em questão se tornou presidente do clube verde em 1942.

Fontes: Revista Lance, Grandes Clubes e site Palmeiras.

O juiz

Jaime Rodrigues morava em Santana, na Rua Ezequiel Freire, relatos da época dos habitantes do bairro confirmavam que ele era torcedor do Palestra conforme afirma Flávio Rocha, flaviojrocha@bol.com.br, morador:

“Esse sujeitinho mal caráter, jamais tinha apitado um jogo na vida, e nem depois. Arranjaram o tal para esta partida e depois ele sumiu. Há relatos que dizem que o tal personagem foi visto em bailes do Palestra regados a uisque e mulheres.”

***(*) ******(*)

Nota: A maior parte das informações incluidas neste post foram recebidas por email de um torcedor do São Paulo que prefere não se identificar. Fica aqui o agradecimento.

Anúncios

São Paulo 1×1 Guarani da Turiassú

28/02/2011

Salve Soberania !

O São Paulo jogou melhor até o Alex Silva ser expulso.

Ficava esperando o ataque dos falidos e armado pra aplicar o pega ratão em cima dos fasci. O esquema estava dando certo com algumas chances para o Tricolor, até que em uma infantilidade do zagueirão sãopaulino, a coisa mudou de figura.

Mesmo assim, dava pra ganhar.

Péssima atuação da arbitragem que não expulsou nenhum jogador verde. Valdívia e Kléber sujos como sempre distribuiram pancadas a vontade e contaram com a conivência da arbitragem.

Detalhes do clássico.

Chuva – Apesar do aguaceiro a drenagem do gramado se comportou muito bem e o gramado estava perfeito.

Tabu – 17 jogos sem perder para os fasci no templo.

Medo – O caçador de borboletas fumante, o contador de causos amarelou e não entrou em campo com medinho de levar gol do capitão. Já levaram 7. Corre porco, corre !

***

Foi um clássico atípico. Teve de tudo. O jogo começou uma hora atrasado por conta da forte chuva. A luz acabou no primeiro tempo. Alex Silva foi expulso. Mas uma coisa não mudou. O São Paulo manteve seu tabu diante do Palmeiras. Com o empate por 1 a 1 neste domingo à noite, no Morumbi, o Tricolor chegou ao 17° jogo sem perder para o rival em casa. Fernandinho marcou o gol são-paulino.

Mesmo com a igualdade, o São Paulo segue entre os líderes do Campeonato Paulista com 19 pontos. O empate, inclusive, foi o primeiro da equipe na temporada. Por outro lado, o resultado encerrou a sequência de três partidas com vitórias do Tricolor: Portuguesa, Treze-PB e Bragantino.

Um empate que para muitos são-paulinos pode ter gosto de derrota. Afinal, o gol palmeirense foi aos 38 do segundo tempo. No entanto, com um a menos, o São Paulo lutou até onde pode e foi guerreiro em campo. Um resultado que não muda a boa fase que a equipe está vivendo na temporada. E a torcida sabe disso.

GOLAÇO DE FERNANDINHO

Já com a bola rolando no Morumbi, o São Paulo dominou por completo o primeiro tempo. O técnico Paulo César Carpegiani optou pelo jovem Casemiro no meio de campo e deixou Rivaldo no banco de reservas. Com isso, o esquema com três zagueiros foi mantido, com Jean e Juan com liberdades pelas alas  são-paulinas.

Mesmo com a chuva, o Tricolor apostou bastante na sua velocidade, principalmente com Lucas, Dagoberto e Fernandinho. O goleiro Rogério Ceni, de falta, teve a oportunidade de abrir o placar, mas a bola ficou na barreira. Dagoberto e Casemiro também tiveram suas oportunidades, mas não conseguiram converter em gol.

Coube a Fernandinho fazer as honras. Aos 25 minutos da etapa inicial, o camisa 12 recebeu pela esquerda, passou pelo zagueiro adversário e bateu forte cruzado sem chances para o goleiro Deola. No momento do gol, as luzes no Morumbi apagaram. Minutos depois, ela retornou e o São Paulo seguiu em cima do rival, que pouco atacou.

EXPULSÃO E EMPATE

A força ofensiva do São Paulo diminuiu no início do segundo tempo e o Palmeiras cresceu. Aos 11 minutos, a equipe ficou com um a menos em campo. O zagueiro Alex Silva foi reclamar do atacante Adriano e acabou empurrando o palmeirense. O árbitro não pensou duas vezes e mostrou o cartão vermelho ao camisa 3 são-paulino.

Com dez em campo, o time são-paulino recuou. Natural para quem estava com um a menos. O jeito foi apostar na determinação de cada atleta. Em um dos lances, Miranda pegou a bola no setor defensivo e só foi parado com falta perto da área palmeirense. Após o lance, a torcida são-paulina reconheceu o esforço do zagueiro e começou a gritar o seu nome.

Minutos depois, Carpegiani voltou a deixar sua equipe com três zagueiros. Fernandinho, um dos destaques do clássico, deu lugar a Xandão. Na saída, o camisa 12 foi muito aplaudido pelos torcedores. Na sequência, Lucas e Dagoberto deixaram o campo para as entradas de Rivaldo e Willian, respectivamente.

Dizer que o Palmeiras não assustou seria mentira. Assustou, mas o goleiro Rogério Ceni defendeu até onde podia. Quando não conseguiu aos 38, o atacante Adriano superou o camisa 1 e empatou o clássico. E ficou nisso. Empate  e tabu mantido no Morumbi. Agora é bola pra frente e pensar na sequência da temporada.

OUTRA SEMANA LIVRE

Com a vitória no clássico, o São Paulo só irá se reapresentar na próxima terça-feira de manhã, no CT da Barra Funda. Carpegiani terá mais uma semana livre para treinamentos. O Tricolor Paulista só voltará a campo no próximo sábado de carnaval diante do São Caetano, no Anacleto Campanella.

Via Site Oficial

Este slideshow necessita de JavaScript.

Imagens: VipComm

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X PALMEIRAS

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/Horário: 27/2/2011, às 16h (atrasado devido à chuva)

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistentes: Marcio Luiz Augusto e Marco Antonio Gonzaga da Silva
Assistentes adicionais: Raphael Claus e Leandro Bizzio Marinho

Gols: Fernandinho (25min/1ºT); Adriano (38min/2ºT)

Cartões amarelos: Miranda (4min/1ºT); Danilo (10min/1º); Dagoberto (8min/2ºT); Marcos Assunção (13min/2ºT)

Cartões vermelhos: Alex Silva (12min/2ºT)

Público: 26.138 pagantes

Renda: R$ 815.394,00

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rhodolfo, Alex Silva, Miranda; Jean, Carlinhos Paraíba, Casemiro, Lucas (Rivaldo, 35min/2ºT) e Juan; Fernandinho (Xandão, 26min/2ºT) e Dagoberto (Willian, 35min/2ºT)

Técnico: Paulo César Carpegiani

PALMEIRAS: Deola; Cicinho, Danilo (Leandro Amaro, no intervalo), Thiago Heleno e Gabriel Silva; Márcio Araújo, Marcos Assunção (João Vítor, 16min/2ºT), Tinga e Valdívia; Luan (Adriano, 11min/2ºT) e Kleber

Técnico: Luiz Felipe Scolari

Via Site Oficial

Melhores Momentos

Relacionados

São Paulo x Palmeiras: Tricolor em vantagem

Fernandinho iguala Dagoberto na artilharia

Arbitragem do clássico deixa são-paulinos revoltados

Alex Silva lamenta expulsão e reclama de falta de critério

Carpegiani: “Se tivesse um vencedor, seríamos nós”

[Vídeo] Entrevistas de Alex Silva e Carpegiani

Drenagem do Morumbi ganha destaque no clássico

Bate-bocas, tabu, polêmicas e Libertadores acirram São Paulo x Palmeiras

São Paulo perde a zaga titular para enfrentar o Azulão

Carpegiani diz que “Felipão chora bastante” e engrossa críticas de são-paulinos contra árbitro

Criticado por Valdivia, Alex Silva revida: ‘Quero ver só eu e ele’

Carpegiani: ‘Tivesse um vencedor, seria o São Paulo’

Rogério aponta falta de critério na expulsão de Alex Silva

Alex Silva ameaça dar cacetada em Valdivia, que o manda calar a boca

‘Empurrei, mas eu não agredi’, defende-se Alex Silva

Decisivo, Rogério Ceni lamenta queda no ataque no final do clássico

Jean reclama de violência de Kleber, que responde: “joga mais e para de falar”

Arquibancada do Morumbi vira piscina e Ceni cita até a Globo

[Fotos] Chuva marca clássico Palmeiras x São Paulo

[Vídeo] Sãopaulino nada na arquibancada

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Caetano x São Paulo, Paulista 2011, Anacleto Campanella, São Caetano, sábado, dia 05.03 às 16h00.

O Grande Erro

27/02/2011

Salve Soberania !

A presidente Dilma esteve em São Paulo esta semana e informou a todos que gostaria que a abertura fosse em São Paulo, no Morumbi, se não for possível a construção de outro estádio. Sabe  que a cariocada quer levar abertura e encerramento para lá.

Veio colocar uma pressão pra resolver logo essa novela.

Ouviu as promessas do governador e do prefeito que o Travecão fica pronto em 2 anos. Mas não ficará. De acordo com quem entende de engenharia civil é simplesmente impossível neste prazo e ainda há o agravante que o terreno, além de estar irregular, tem dois dutos subterrâneos da Petrobrás.

O JJ diz que o Travecão não sai do papel. E eu que não acreditava que sairia, começo a ter certeza disto.

Seria coincidência esta visita logo após o racha no C13 ?

O presidente travesti fez uma grande bobagem ao apoiar a CBF e a TV LIXO na questão direitos de transmissão do campeonato brasileiro.

Alguém se lembra qual foi a posição de TV LIXO e da TV Record nas últimas eleições ? Quem apoiou a Dilma ? A Record.

Se política é troca de favores, chegou o momento da retribuição. E por isso duvido que o governo federal apoiará a construção de um estádio para o clube que virou as costas para um dos seus aliados.

Mesmo influenciável, a Dilma não é o Lula, ela não torce pra essa porcaria.

A derrota travesti virá num pacote bem embrulhado: a Record terá o direito de transmissão da TV aberta – o principal ponto de discórdia e será anunciado enfim, o que todos que tem um pouquinho de bom senso já sabiam: o Travecão não sairá do papel e o Morumbi será o palco de abertura.

Tudo é estratégia, desta vez o travesti-mor errou feio.

Do lado dos que trabalham, a notícia que a Telefônica já entrou em acordo com o São Paulo para a construção da cobertura é mais que boa notícia, é um sinal. Afinal, que empresa investiria R$ 120 milhões em um estádio que não terá visibilidade ?

Percebem ?

O travesti-mor saiu da estrada que o conduziria a uma vitória histórica para o clube de centenária incompetência: a construção de seu estádio, mas errou ao querer abraçar Deus e o diabo.

Agora vai ficar sem nada.

Centenada me parece a palavra mais apropriada.

Relacionados

Alguém me disse

 A cobertura do estádio do Morumbi

São Paulo negocia painel eletrônico gigante para o Morumbi

Dilma quer abertura da Copa de 2014 em São Paulo

Após vitória política, Juvenal Juvêncio afirma: Itaquera não sai

Abertura da Copa pode ser dividida

Itaquerão, Sanchez, Teixeira, Kassab…

***(*) ******(*)

O Homi Vai Jogar Felipão ! Tremei !

23/02/2011

Ilustração: Gustavo Duarte

Relacionados

Rivaldo treinou entre os titulares, Casemiro foi para a reserva

Te cuida, Felipão!

Rivaldo volta aos treinos no CT e tem boa chance de enfrentar o Palmeiras

Rivaldo treina no campo e pode ser reforço no clássico

Em coletivo, Carpegiani escala meia Rivaldo

“O importante é ganhar o clássico”

***(*) ******(*)

A Arapuca Está Armada

21/02/2011

Salve Soberania !

Estava muito fácil. A troco de que entregariam a taça para o São Paulo tão facilmente ? Óbvio que tinha algum plano maquiavélico neste tabuleiro de xadrez.

O alvo

O Clube dos 13.

O Plano

Entrega-se a taça para o São Paulo, reconhecendo depois o título do Flamengo em 1987. O São Paulo não vai querer devolver a taça baseando-se em decisão judicial que reconhece o Sport campeão brasileiro de 1987.

Eles vão brigar e rachar o clube dos 13.

Resultados

Dançam a Record em relação ao direito de transmissão da TV aberta e o São Paulo que vai ter que pagar um mico histórico e devolver a maldita taça.

A rede LIXO mantém o atual status quo.

Esta é a terceira ou quarta invertida que o cartolão dá no JJ: Morumbi na copa, janela de transferência na Libertadores 2010, taça das bolinhas e etc.

Será que aprendemos agora que não dá pra confiar ?

Relacionados

OFICIAL: CBF reconhece título do Brasileiro de 87 do Flamengo

CBF anunciará Flamengo como campeão brasileiro de 1987

CBF, há dois meses: ‘reconhecimento de 1987 é impossível’

Com título reconhecido, Fla exige que São Paulo devolva a Taça das Bolinhas

***(*) ******(*)

São Paulo 4×0 Bragantino

20/02/2011

Salve Soberania !

Que jogo foi esse ?!?

Rhodolfo, Miranda e Alex Silva. Defesa monstro !

Casemiro e Carlinhos Paraiba deram conta do recado.

Lucas, DaGODberto e Fernandinho, sensacionais !

Sem contar o Willian José que entrou depois e já se consagrou, e o Ilsinho que tentou fazer uma jogada de Pelé que não deu certo.

Acreditem, mas quem estava um pouco desafinado era o capitão que poderia marcar seu 99º gol de penalty mas desperdiçou.

Os deuses do futebol sabem o que fazem.

O time está se arrumando, e quando isso acontece no Morumbi…

Caneco a vista ?

***

Em alguns casos, a vitória acaba encobrindo um mau futebol apresentado pela equipe vencedora. Mas isso não tem acontecido com o São Paulo. Depois da boa apresentação diante do Treze-PB, o Tricolor Paulista voltou a ter outra grande atuação e não teve dificuldade para vencer o Bragantino por 4 a 0, neste sábado à noite, no Morumbi, com gols de Miranda e Fernandinho, Lucas e Willian José.

A vitória trouxe uma marca inédita ao clube na temporada. Pela primeira vez em 2011, o São Paulo conseguiu três vitórias seguidas. Além do próprio Bragantino, a equipe já havia vencido o Treze-PB (3 a 0) e a Portuguesa (3 x 2). Outro fator a ser destacado é o retorno do bom rendimento da zaga são-paulina, que não é vazada há dois jogos.

Com o triunfo, o Tricolor subiu para a vice-liderança do Campeonato Paulista com 18 pontos. Neste domingo, no complemento da rodada, a equipe poderá ser ultrapassada na tabela de classificação, mas continuará entre os líderes. A torcida certamente deixou o Morumbi animada. Empolgada com um time que está vencendo e jogando bonito.

VIRA DOIS…

O técnico Paulo César Carpegiani praticamente repetiu a formação inicial que venceu o Treze-PB no meio de semana. A única baixa do treinador são-paulino foi a ausência de Rodrigo Souto, com dores na coxa direita. Com isso, o garoto Casemiro, um dos destaques da Seleção Sub-20 no Sul-Americano, foi titular pela primeira vez em seu retorno.

Em uma das melhores atuações na temporada, o Tricolor dominou por completo o primeiro tempo e não deu espaços para o Bragantino atacar. Bom desempenho que resultou em gols. Aos dezenove minutos, Dagoberto cobrou falta na cabeça de Miranda, que subiu mais que a zaga rival para marcar. Foi o primeiro gol do camisa 5 na temporada.

O placar poderia ter sido ampliado com Rogério Ceni. Perto do seu centésimo gol, o goleiro teve a chance de fazer o seu 99° na carreira. No entanto, aos 20 minutos, ele desperdiçou uma cobrança de pênalti, defendida pelo goleiro do Bragantino. Poucos minutos antes, o capitão teve boa oportunidade em cobrança de falta, mas a bola subiu muito.

Mas a vitória parcial são-paulina ganharia ainda mais tranquilidade aos 43 minutos. Em nova tabela rápida entre Dagoberto e Fernandinho, o camisa 12 dominou com calma dentro da área e bateu de direita. O quarto gol do são-paulino em 2011, se tornando o vice-artilheiro do time, perdendo apenas para o próprio companheiro Dagoberto.

…ACABA QUATRO

Não mudou muita coisa na etapa final. O São Paulo continuou jogando melhor e não foi ameaçado em nenhum momento pelo adversário. Fernandinho seguiu infernizando os zagueiros. Com muita velocidade pela esquerda, ele abusou dos lances de perigo. Primeiro com Juan, mas o lateral-esquerdo acabou errando.

Oportunidade que o garoto Lucas não deixou passar. Aos 18, o camisa 12 fez sua habitual jogada pela esquerda e cruzou para o garoto completar para o fundo do gol. Na comemoração, Lucas, que renovou contrato com o clube até 31 de dezembro de 2015, se ajoelhou no símbolo do São Paulo e foi muito aplaudido pelos torcedores.

Minutos depois, foi a vez do estreante Willian José, que acabara de entrar no lugar de Fernandinho, mostrou que o São Paulo acertou na sua contratação. No primeiro toque na bola, o garoto soltou a bomba e fez seu primeiro gol com camisa do Tricolor. Além dele, Ilsinho e Marlos entraram nos lugares de Jean e Lucas, respectivamente.

Com a ampla vantagem, o São Paulo diminuiu o ritmo. Esperou o árbitro apitar o fim do jogo e comemorar não só os três pontos, mas também uma das principais apresentações da equipe na temporada.

SEMANA LIVRE

O elenco são-paulino ganhará dois dias de folga e se reapresentará aos treinamentos na próxima terça-feira de manhã, no CT da Barra Funda. A equipe só voltará a campo no próximo domingo diante do Palmeiras, também no Morumbi. Com uma semana livre para trabalhar, Carpegiani aguardará pelo retorno do meia Rivaldo, desfalque nos dois últimos jogos.

Via Site Oficial

Este slideshow necessita de JavaScript.

Imagens: VipComm

FICHA TÉCNICA
São Paulo x Bragantino

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data/hora: 19/02/2011, às 19h30 (de Brasília)
Público: 13.830 pagantes
Renda Bruta: R$350.346,13
Renda Líquida: R$249.914,47

Árbitro: Marcio Henrique de Gois
Auxiliares: Caio Mesquita de Almeida e Vitor Carmona Metestaine

Gols: Miranda (19min/1ºT); Fernandinho (43min/1ºT); Lucas (18min/2ºT); Willian José (31min/2ºT)

Cartões amarelos: Marcos Aurélio (1min/1ºT); Miranda (10min/1ºT); Everaldo (10min/1ºT); Carlinhos (18min/1ºT); Rafael Defendi (21min/1ºT); Paulo Roberto (27min/1ºT); Ilsinho (43min/2ºT)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Rhodolfo, Alex Silva e Miranda; Jean (Ilsinho, 32min/2ºT), Casemiro, Carlinhos Paraíba, Lucas (Marlos, 29min/2ºT) e Juan; Fernandinho (Willian José, 25min/2ºT) e Dagoberto
Técnico: Paulo César Carpegiani

BRAGANTINO: Rafael Defendi; Carlinhos, Marcos Aurélio e Everaldo; Negô (Dieguinho, 25min/2ºT), Éder, Luciano Sorriso (Leandro Piton 9min/2ºT), Paulo Roberto e Julio Cesar; Finazzi e João Sales (Wellington, 9min/2ºT)
Técnico: Marcelo Veiga

Via Site Oficial

Melhores Momentos

Relacionados

Com duas assistências, Dagol segue decisivo

Fernandinho celebra boa fase com gol

Lucas explica comemoração emocionante

Na estreia, Willian José mostra sua marca registrada

Carpegiani ganha “problema” para o clássico

Lucas ajoelha diante da torcida no Morumbi: ‘Fiquei emocionado no gol’

Parece que encontramos o melhor futebol, diz Rogério Ceni

Garotos dão show, São Paulo goleia e assume vice-liderança

Lucas admite: ‘Foi melhor do que eu sonhava’

Pelo Twitter, Rivaldo parabeniza companheiros pela goleada

Fulminante! São Paulo dá show de bola e goleia o Bragantino

Rogério Ceni elogia futebol do time e assume o erro no pênalti

Tricolor joga fácil, goleia o Bragantino e assume vice-liderança do Paulistão

Ceni lamenta seu erro, mas exalta boa atuação do Tricolor

Rogério Ceni erra pênalti após 8 meses e perde chance de ficar a um gol do centésimo

Ceni erra pênalti, mas São Paulo goleia Bragantino e encosta na ponta

Autor de um gol, Fernandinho comemora vitória do Sampa

Ceni desperdiça o 99º gol, mas Lucas passeia e São Paulo goleia o Bragantino

Willian José entra no 2º tempo, marca na estreia e confirma fama de artilheiro

Carpegiani diz que eficiência na marcação fez a diferença na goleada

Willian José assume papel de torcedor e beija o símbolo

Carpegiani exalta regularidade com futebol competitivo do Tricolor

Carpegiani fala em ‘acerto no estalo’ e insinua Rivaldo no banco

Lucas admite ter se emocionado com gol no Morumbi

Para são-paulinos, time “se acertou” e será difícil de ser parado

Anotaram a placa?

Carpegiani quer cuidado com Lucas para não virar “o Adriano”

Torcida comemora goleada do São Paulo sobre o Bragantino

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Guarani da Turiassú, Paulista 2011, Morumbi, São Paulo, domingo, dia 27.02 às 16h00.

Rapidinhas do Lina

18/02/2011

DaGODberto – O São Paulo já teve jogadores problemáticos que deram muito certo no clube: Serginho Chulapa, Mário Sérgio, Valber e Sidney entre outros. Apesar de ser temperamental, o cara anda jogando muito. Esse negócio de jogador com o perfil do clube é uma conversinha nada a ver. O cara tem que jogar bola e bem, afinal, é pra isso que ele recebe.

Lucas – Renovou por EUR 80 milhões de multa recisória, vale mais que a Pequena Sereia tão badalada, e o melhor disso tudo é que o menino ainda tem muito futebol pra mostrar. Só faltava um matador pra jogar com ele e com o Dagoberto. Já pensou: Lucas, Dagoberto e Fabuloso ? No meio Jean, Paraiba, Casemiro e Rivaldo ? Esse time daria o que falar…

Copa 2014 Brasil – O COL, incluiu Cotia e o CFA entre as 37 cidades e CT’s candidatos para receber seleções do mundial. O JJ tem que dizer um sonoro NÃO pra esses manés ! Se o Morumbi não serve então vão pros quintos dos infernos. Quem esmola prêmio de consolação é clubinho que não consegue vencer os Tolimas da vida e quer entrar na Copa do Brasil pela porta de tráz. O São Paulo não precisa dessa porcaria.

Copa 2014 Brasil 2 – Gente dando tiro pro alto no meio da arquibancada. E os caras querem fazer copa do mundo aqui nessa terra abençoada. É muita ganância.

Gustavo Fernandes – Quem é esse bobalhão ? Alguém sabe ? O cara fica mandando textos a respeito dos problemas do clube para o motoblog. Este com a eterna vontade de dar um salto da mediocridade para o estrelato, não perde a oportunidade e publica. Amigo, qualquer site do São Paulo vai te receber tá bom ? E não estou falando deste, pode procurar qualquer um feito por torcedores e com muito mais audiência que você vai ter seu texto publicado. Além do quê, se este é um assunto que diz respeito a torcida do São Paulo, pra que tratar com quem não faz parte da história ? Tá querendo aparecer ?

Cuidado ! – Que você come ? O que você bebe ? O que você fuma ? Lembram dessa música do Barão Vermelho ? O refrão era assim: Cuidado, cuidado, senão você dança ! Pois é. Agora leiam essas linhas escritas tempos atrás pelo autodenominado ícone da credibilidade na blogosfera brasileira: “O trabalho atual do departamento de futebol amador do Tricolor beira a mediocridade. Quem conhece dos bastidores de Cotia diz que os jogadores aproveitáveis não preenchem uma mão.” Então vamos ajudar o rapaz porque ele não sabe contar: Bruno Uvini, Lucas, Casemiro, Jean, Mazola, Henrique, Lucas Gaúcho, Diogo, Juninho, Rafinha, Renan, Sergio Mota, Leonardo, Luiz Eduardo, Henrique Miranda, Zé Vitor, sem contar os meninos que jogaram a copa São Paulo muito bem este ano e  que “ainda” não subiram: Alfredo e Dener. E sem falar também no time que foi campeão do torneio Copa Independência Bicentenário Sub-17 no México no ano passado. Realmente, como se vê, uma mão não dá. Cuidado onde você bebe sua informação diária, você pode estar tomando água suja…

Taça das Bolinhas – Um jogo para decidir quem leva essa porcaria. Seria uma lição pra quem pensa que pode manipular clubes e seus dirigentes. A intenção da bandidagem de colarinho branco em seus escritórios refrigerados no Rio de Janeiro é dividir forças e conseguir manter as transmissões nas mãos da TV Lixo. Façam um jogo. Batizem de o jogo da amizade. Rivaldo x Ronaldinho. Lucas x Willians. Rogério x Felipe. A primeira maior torcida do país contra a segunda maior. Pode ser o próximo jogo do campeonato brasileiro ou da copa do Brasil. Chutem a buzanfa da escória, muita gente ficaria feliz. Eu garanto…

22 Pontos de Alagamento – Quarta-feira estava ouvindo a Jovem Pan no final da tarde, horário de rush, o paulistano querendo voltar pra casa. O repórter informava que o trânsito estava caótico devido a 22 pontos de alagamento na cidade. Logo me veio a mente o desconto que o poder público deu ao clube falido, o Guarani da Turiassú: R$ 22 milhões de reais. Será que R$ 1 milhão em cada ponto deste não resolveria a situação ? Mas pensam que aprenderam a lição ? Não aprenderam.

Travecão  – A prefeitura vai dar 60% de desconto em impostos nos próximos anos para os Travestis. Quer dizer, ao invés de colocar dinheiro vivo na empreitada, dá desconto, ou seja, é doação mas com maquiagem. Dinheiro público do mesmo jeito. Leia mais sobre essa palhaçada aqui e aqui.

2 pra 100 – Amigos, temos 2 jogos no Morumbi: Bragantino e Guarani da Turiassú. Se o capitão marcar um contra o Bragantino no próximo sábado,  o centésimo gol pode sair em cima dos fascistas do goleiro fumante no templo dia 27.02. Sugiro comprar seus ingressos. Nós poderemos ser testemunhas oculares de uma das páginas mais lindas da história do futebol. E daqui alguns anos vamos poder dizer aos nossos filhos e netos: meus queridos eu vi o centésimo gol do capitão, eu estive lá naquele dia santo…

***(*) ******(*)

Morumbi, Elefante Branco Segundo Aurélio Miguel

17/02/2011

Não querem o terceiro mandato ?

É legítimo, e a maioria da torcida também não quer, mas os sócios e conselheiros não podem esquecer destas palavras.

Relacionados

Painel FC

Juiz determina que mudança no estatuto seja feita por Assembleia Geral

Oposição do São Paulo diz: ‘Fim da farsa do 3º mandato’

***(*) ******(*)

Treze-PB 0X3 São Paulo

17/02/2011

Um Retorno em Grande Estilo

Com show de trio ofensivo, Tricolor bate o Treze por 3×0 e segue na Copa do Brasil.

O São Paulo voltou em grande estilo à Copa do Brasil. Talvez pelo retorno de Lucas ao time. Há quem diga que foi culpa dos dois gols de Dagoberto. Fernandinho também deixou o seu. Seria o esquema com três zagueiros? Enfim… O torcedor são-poderá numerar diversos motivos para explicar a boa atuação do Tricolor nesta quarta-feira.

O fato é: Com um futebol vistoso, a equipe do Morumbi não teve nenhuma dificuldade para bater o Treze-PB por 3 a 0, no Amigão, e garantir sua classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. Dagoberto, duas vezes, e Fernandinho marcaram os gols são-paulinos e fizeram a festa do povo paraibano no estádio.

Desta forma, o Tricolor eliminou o jogo da volta e agora espera o vencedor de Corinthians-RN e Santa Cruz. Enquanto isso, o São Paulo voltará suas atenções ao Campeonato Paulista. Vitória e bom futebol que empolgam o torcedor e aos próprios jogadores. Um triunfo que a torcida estava esperando e certamente irá apoiar ainda mais o time em 2011.

SHOW DA DUPLA

O técnico Paulo César Carpegiani manteve o esperado e escalou o São Paulo com três zagueiros – Rhodolfo, Alex Silva e Miranda. Com isso, Jean, pela direita, e Juan, na esquerda, tiveram mais liberdade para chegar ao ataque. No meio de campo, a grande novidade foi o retorno do meia Lucas, que foi campeão com a Seleção Brasileira Sub-20 do Sul-Americano, no Peru.

E foi dos pés do camisa 7 são-paulino que o Tricolor chegou ao primeiro gol. Aos 11, Lucas fez excelente jogada pela direita, invadiu a área e cruzou rasteiro para Dagoberto, que soltou a bomba para abrir o placar. O garoto seguiu implacável em campo, principalmente com suas arrancadas que mais parecia uma flecha.

A boa atuação de todo o grupo, não somente de Lucas, fez com que o segundo gol logo aparecesse. Aos 30 minutos da etapa inicial, Juan foi na linha de fundo e teve muita calma para cruzar. Conclusão: Dagoberto, bem posicionado dentro da área, só teve o trabalho de cabecear com precisão e marcar seu segundo gol na partida.

MAIS UM E A CLASSIFICAÇÃO

O Tricolor voltou arrasador para o segundo tempo. Logo aos três minutos, Dagoberto comprovou mais uma vez a ótima fase que vive no clube. O camisa 25 desta vez não marcou, mas deu um bom passe para Fernandinho marcar na saída do goleiro adversário. Se 2 a 0 já classificava o São Paulo, 3 a 0 deixou o time ainda mais tranqüilo em campo.

A vitória parcial são-paulina empolgou os torcedores presentes no estádio Amigão. Aos nove minutos, os são-paulinos nas arquibancadas começaram a gritar “olé” a cada toque na bola do São Paulo, que em nenhum momento foi ameaçado pelo adversário. Com a vantagem, Marcelinho e Marlos entraram no lugar de Dagoberto e Lucas, respectivamente.

Após as duas primeiras alterações, Carpegiani também tirou Miranda do jogo. Xandão entrou em seu lugar. O Treze, sem muita eficiência, bem que tentou chegar ao gol de Rogério Ceni, mas não conseguiu. O São Paulo, com três gols no placar, apenas aguardou o apito final do árbitro para comemorar sua classificação na Paraíba.

DE VOLTA AO PAULISTÃO

A delegação são-paulina deverá chegar na capital paulista nesta quinta-feira à noite e a reapresentação acontecerá na sexta-feira à tarde, no CT da Barra Funda. O Tricolor voltará a campo no próximo sábado diante do Bragantino, no Morumbi, pelo Campeonato Paulista. Rivaldo, poupado na Paraíba, poderá retornar ao time.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
Treze-PB x São Paulo

Estádio: Amigão, em Campina Grande (PB)
Data/hora: 16/2/2011, às 22h (de Brasília)

Árbitro: Arilson Anunciação (BA)
Auxiliares: Ubiratan Viana (RN) e Lorival Flores (RN)

Gols: Dagoberto (11min-1ºT e 27min-1ºT), Fernandinho (3min-2ºT)

Cartões amarelos: Raniere (14min-1ºT);  Weverson (28min-1ºT); Rodrigo Souto (30min-1ºT); Fernandinho (4min-2ºT); Márcio Pinho (5min-2ºT); Thiago Almeida (25min-2ºT); Xandão (34min-2ºT)

TREZE-PB: Marcello Galvão; Raniere (Anderson, no intervalo), André Lima e Weverson; Ferreira, Thiago Almeida, Márcio Pinho (Roni, 30min-2ºT) , Laércio (Laércio Santos, no intervalo) e Celico; Cléo e Warley
Técnico: Marcelo Vilar

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Rhodolfo, Alex Silva e Miranda (Xandão, 31min-2ºT); Jean, Rodrigo Souto, Carlinhos, Lucas (Marlos, 24min-2ºT) e Juan; Fernandinho e Dagoberto (Marcelinho, 24min-2ºT)
Técnico: Paulo César Carpegiani  

Via Site Oficial

Melhores Momentos

Relacionados

Lucas já planeja dupla com Rivaldo: “Será um prazer”

Rogério Ceni e Alex Silva enaltecem atuação da equipe

Carpegiani elogia: “Fizemos por merecer”

[Vídeo] – Tiros no meio da arquibancada

Imagens mostram seis torcedores armados em estádio

Homem dispara tiro durante o intervalo de Treze x São Paulo

Próximo de renovação, Lucas considera cedo sair e se diz grato ao São Paulo

Depois de bom jogo pelo São Paulo, Lucas aguarda por renovação

Lucas vibra com novo contrato: “Quero ficar por muito tempo”

Rogério Ceni e Carpegiani são só elogios a Lucas

Ceni aprova formação com três zagueiros e elogia show de Lucas

Com shows de Dagoberto e Lucas, Tricolor despacha o Treze na Paraíba

Carpegiani trata Lucas como ‘diferenciado’ e exalta estabilidade defensiva

Carpegiani elogia pela primeira vez o Tricolor em 2011

São Paulo volta com brilho à Copa do Brasil e elimina o Treze

Carpegiani sorri após vitória: ‘Foi a melhor partida do time na temporada’

Dagoberto e Lucas comandam goleada do São Paulo sobre o Treze

Classificado, Ceni festeja tempo maior de preparação para clássico

Loja itinerante do Tricolor monopoliza a torcida antes do jogo contra o Treze

Dois torcedores do Treze saem da marquise e vão de corda até o campo

São-paulinos fazem frente à torcida do Treze-PB na Paraíba

Em reestreia na Copa do Brasil, São Paulo bate o Treze e evita partida de volta

Com goleada sobre o Treze-PB, São Paulo elimina jogo de volta

Goleada do São Paulo garante semana livre antes do clássico

***(*) ******(*)

Próxima Partida: São Paulo x Bragantino, Paulista 2011, Morumbi, São Paulo, sábado, dia 19.02 às 19h30.

A Libertadores 2012 Começa Hoje

16/02/2011

Salve Soberania !

Temos 3 tentativas em 2011 para chegar ao tão desejado campeonato em 2012:

-Copa do Brasil,

-Campeonato Brasileiro e

-Sulamericana.

Hoje tem início a Copa do Brasil, nossa primeira chance. Com todo respeito ao Treze-PB, mas hoje é vitória na casa deles.

O PCC deve armar o time novamente com 3 zagueiros, com Lucas no lugar do Rivaldo ( com dores ) e na frente Dagoberto e Fernandinho.

Se a defesa se comportar bem – incluindo a marcação dos volantes – será meio caminho andado para a vitória. O ataque com Lucas, Dagoberto e Fernandinho pode fazer a diferença.

Ahhh se tivesse um Luis Fabiano ali na frente…

O Maior do Mundo deve começar o jogo com: Rogério Ceni, Rhodolfo, Alex Silva e Miranda; Jean, Rodrigo Souto, Carlinhos, Lucas e Juan; Dagoberto e Fernandinho.

O sonho começou, de novo.

Vai São Paulo !

***(*) ******(*)

Neutralidade Incômoda

15/02/2011

Salve Soberania.

Domingo triste.

Pelo menos é o que se lê pelos quatro cantos da blogosfera Tricolor.

Um torcedor contrário a candidatura do presidente Juvenal Juvêncio a um terceiro mandato consecutivo, panfletava na porta do Canindé quando foi abordado de forma pouco amigável.

Uma certa torcida organizada tomou o material do manifestante e o ameaçou em sua integridade física.

O título do post se refere a minha opinião a respeito do posicionamento que este blog manteve até aqui: a de que não há problemas no terceiro mandato, visto que é legal, e o incômodo causado pelo que aconteceu no Canindé.

Legalidade e moralidade andam de mãos dadas em nosso ponto de vista.

Entretanto, diante deste triste episódio, resta prestar solidariedade ao irmão sãopaulino que participava do movimento e questionar o seguinte:

-Qual foi a torcida organizada que agiu desta forma ?

-Foi feito um BO contra tal atitude ? Porque se é para entrar na guerra é preciso pegar em armas, neste caso claro, as  legais. Se ameaçaram fisicamente, procure seu direito.

-A atitude da torcida organizada foi voluntária ou foi a mando de alguém da situação ?

Sinceramente, não acredito que a resposta a esta última pergunta direcione este lamentável episódio a figura do presidente do São Paulo.

Me parece atitude isolada de acéfalos.

Por isso é preciso que a diretoria esclareça o que aconteceu – evitando assim a adesão dos que por ora são neutros, a este movimento legítimo de oposição – se é que a opinião da torcida tem algum valor.

Detalhes do ocorrido podem ser encontrados aqui, aqui e aqui.

Relacionados

Oposição desiste de protesto contra Juvenal Juvêncio

‘O estatuto é capenga e precisa mudar’, diz Juvenal Juvêncio

Entrevista com Juvenal Juvêncio

Entrevista com Laudo Natel

***(*) ******(*)