Archive for janeiro \31\UTC 2011

Museu Pelé 2×0 São Paulo

31/01/2011

Tricolor falha e perde para o Santos em Barueri

Mesmo com mais posse de bola, São Paulo não marcou e acabou derrotado por 2 a 0, neste domingo  

Uma falha no primeiro tempo e outra no segundo. Mesmo com maior posse de bola durante todo o jogo, o São Paulo acabou sendo derrotado pelo Santos por 2 a 0, neste domingo à tarde, na Arena Barueri. Elano e Maikon Leite marcaram os gols santistas.O revés foi o segundo do Tricolor no Paulistão – havia perdido para a Ponte Preta, no Morumbi. Depois de cinco rodadas, a equipe soma nove pontos e ainda está entre os primeiros colocados do torneio. No reencontro com o Santos, depois do eletrizante 4 x 3 do ano passado, o São Paulo não teve o mesmo poder de fogo de 2010.

Em campo, apesar da derrota, destaque para a estreia do garoto Luiz Eduardo. O zagueiro entrou no segundo tempo, quando a equipe já perdia por 2 a 0, no lugar de Juan. Ele é o primeiro jogador que disputou a Copa São Paulo deste ano a ganhar um chance no elenco profissional.

GOL NO INÍCIO

Antes de a bola rolar, o técnico Paulo César Carpegiani ganhou mais um desfalque. Com dores no joelho direito, o zagueiro Alex Silva foi cortado do clássico. Com isso, Xandão foi confirmado na zaga e Zé Vitor no meio de campo. No ataque, Fernandinho e Dagoberto jogaram mais avançados, com Fernandão recuado.

As duas equipes começaram o jogo com muita cautela em relação ao adversário, sem muitos lances de perigo. Mas aos dez minutos da etapa a zaga do Tricolor deu bobeira. Vacilo fatal. O camisa 10 Róbson cruzou da direita, Xandão não alcançou a bola, que encontrou Elano livre dentro da área para abrir o placar na Arena Barueri.

Apesar do gol, o jogo seguiu parelho.  Quando foi exigido, Rogério Ceni praticou excelente defesa e salvou a equipe de tomar o segundo gol.  O empate, por pouco, não saiu. Dagoberto, Fernandinho e até mesmo Zé Vitor. Todos tiveram suas oportunidades, mas a bola teimou em não entrar. Quando entrou, o árbitro marcou impedimento de Miranda.

DERROTA NO CLÁSSICO

O início do segundo tempo manteve a mesma tônica do fim da primeira etapa. Com mais posse de bola, o São Paulo dominou o rival. Porém, a equipe são-paulina não conseguia reverter essa vantagem em gol. Para tentar dar mais poder ofensivo ao time, a solução encontrada por Carpegiani foi colocar Marlos no lugar do garoto Zé Vitor.

Aos 20 minutos, Rogério Ceni teve chance em cobrança de falta. Na batida, o goleiro acertou a barreira santista. Minutos depois, o grito de gol ficou preso na garganta. Juan cruzou da esquerda e Jean, sozinho, acertou a trave do goleiro Rafael. O Tricolor apresentou ligeira melhora, mas ainda pecava no último passe.

Justiça, no futebol, infelizmente não existe. Em um dos raros ataques do Santos, Elano bateu forte de longe e Rogério Ceni rebateu. Na sobra, Maikon Leite apareceu livre para marcar o segundo. Um balde de água fria nas pretensões são-paulinas. Mesmo assim, o São Paulo seguiu lutando em busca do gol, mas acabou derrotado. Marcelinho até entrou na vaga de Dagoberto, mas não conseguiu reverter o placar.

REAPRESENTAÇÃO

O elenco são-paulino voltará aos treinamentos nesta segunda-feira à tarde, no CT da Barra Funda. O próximo jogo será na quinta-feira diante do Linense, no Morumbi, às 19h30. Duelo que poderá marcar a estreia do meia Rivaldo. Apresentado na última sexta-feira, o camisa 10 já está à disposição do Carpegiani.

Via Site Oficial

FICHA TÉCNICA
SANTOS X SÃO PAULO

Estádio: Arena Barueri, em Barueri (SP)
Data/hora: 30/01/2011, às 17h (de Brasília)

Árbitro: Sálvio Spínola Fagundes Filho
Auxiliares: Emerson Augusto de Carvalho e Anderson José de Moraes Coelho

Gols: Elano (10min/1ºT); Maikon Leite (28min/2º)
Cartões amarelos: Carlinhos (35mn/1ºT); Pará (37min/1ºT); Elano (42min/1ºT); Marlos (13min/2ºT)

SANTOS: Rafael; Pará, Edu Dracena, Durval e Léo; Adriano (Bruno Rodrigo, 23min/2º), Rodrigo Possebon (Anderson Carvalho, 30min/2ºT) Elano e Róbson (Felipe Anderson, 35min/2ºT); Maikon Leite e Keirrison
Técnico: Adilson Batista

SÃO PAULO: Rogério Ceni, Jean, Xandão, Miranda e Juan (Luiz Eduardo, 34min/2ºT); Rodrigo Souto, Zé Vitor (Marlos, 9min/2ºT), Carlinhos e Fernandinho; Dagoberto (Marcelinho, 30min/2ºT) e Fernandão
Técnico: Paulo César Carpegiani

Via Site Oficial

Melhores Momentos

Relacionados

São-paulinos lamentam chances perdidas
                
São Paulo x Santos: Tricolor mantém vantagem
                 
Santos bate São Paulo, jogando na retranca
                            
Eficiente, Santos vence o São Paulo e reassume a ponta do Paulistão
                           
Ano novo enredo velho
                            
Ceni minimiza olé da torcida santista: “São Paulo jogou melhor”
                             
Muito satisfeito, Carpegiani culpa má sorte por revés são-paulino
                          
São Paulo culpa fraca pontaria por revés em clássico contra o Santos
                       
Com grande atuação de Elano, Santos bate São Paulo e segue líder
                      
Ceni lamenta derrota: ‘Fomos melhores e demos um chocolate’
                   
Para Ceni, São Paulo deu um ‘chocolate’ contra o Santos
                   
Santistas discordam de Ceni, mas evitam polêmica com o goleiro
                   
Santos repete os acertos e São Paulo os erros
                
No 4-3-3 do São Paulo, só o lado esquerdo ataca
                    
Suspensão de Carlinhos Paraíba pode acelerar a estreia de Rivaldo
                   
São Paulo perde Carlinhos e Alex Silva para partida contra o Linense
                 
Carpegiani confirma estreia de Rivaldo no Morumbi
                 
Rivaldo estreia com a camisa do São Paulo na próxima quinta-feira
                
Rivaldo tem estreia confirmada para quinta-feira no Morumbi
                      
[Vídeo] Carpegiani pensa no jogo de Rivaldo
              
***(*) ******(*)
                                  
Próxima Partida: São Paulo x Linense, Paulista 2011, Morumbi, São Paulo, quinta-feira, dia 03.02 às 19h30.
Anúncios

Enfim, Um Camisa 10

28/01/2011

Este slideshow necessita de JavaScript.

Crédito obrigatório: Rubens Chiri / http://www.saopaulofc.net

Via Site Oficial

Relacionados

Rivaldo: “Gostaria de jogar como um 10, armando o time”

Arremate Tricolor leiloa camisa e bola do craque

Antes da apresentação, Rivaldo treina em Cotia

[Vídeo] Rivaldo passa por exames no HCor

Com patrocínio ‘seu’, Rivaldo veste a camisa do São Paulo

Rivaldo destoa de outros astros e é apresentado com simplicidade em Cotia

São Paulo apresenta Rivaldo e obras do CFA de Cotia

Dia de Rivaldo: reforço é apresentado no centro do campo e mostra fôlego

Rivaldo treina pela primeira vez e acerta passes, mas se movimenta pouco

Rivaldo treina entre os reservas no primeiro dia no Tricolor

Rivaldo treina entre reservas na primeira atividade como jogador do São Paulo

Rivaldo terá recepção modesta e sem a presença de torcedores

Veterano, Rivaldo se torna marqueteiro

Rivaldo chega sexta e colegas são só elogios

Rivaldo aparece no BID e já está registrado no São Paulo

Rivaldo é aprovado nos exames e já tem nome aprovado no BID

Verdão apoia Felipão na ‘rejeição’ por Rivaldo

[Vídeo] Juvenal Juvêncio apresenta Rivaldo no CFA de Cotia

***(*) ******(*)

Penalty Inexistente Marcado

27/01/2011

Salve Soberania !

Americana 3×4 São Paulo

A arbitragem começou com suas aberrações na quarta rodada do paulistinha 2011.

O Miranda foi na bola, vejam na imagem abaixo. O cidadão do apito marcou penalty !

Vídeo analisado:

http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=yH5w6GwiFKc#t=375s

Jogada pelo lado esquerdo da defesa do São Paulo, o jogador do time de Americana faz a diagonal e perde a bola com a intervenção legal do Miranda. Aos 6m15s no vídeo.

Visão da arbitragem:

Entrada na bola do zagueiro Tricolor:

Por sorte, tinhamos feito 4, senão a vitória iria pelo ralo aqui neste erro.

Até quando ?

***(*) ******(*)

Americana 3×4 São Paulo

27/01/2011

Salve Soberania !

Um primeiro tempo pra esquecer. Assim poderia ser resumido o que o São Paulo mostrou nos primeiros 45 minutos de jogo em Americana. Mas isso não é tudo, além do marasmo do time, o Xandão estava em uma péssima noite, tanto que foi substituido pelo Fernandão, já que o primeiro tempo terminava 2×1 para o time da casa e precisávamos virar.

Eu nem imagino o que aconteceu no vestiário, talvez um esporro do Carpa, ou o JJ apareceu com um punhado de verdinhas para o bando de mercenários sei lá.

Seja o que for, funcionou.

Amigos, esse segundo tempo é um pouco do que o São Paulo pode mostrar neste ano de 2011. Marcação com pegada e velocidade no ataque. Resultado: viramos o jogo com a categoria que a nossa camisa merece.

No final – e isso já não é surpresa pra gente – o juizão inventou um penalty do Miranda num jogador do time do interior.

Bom, ele não pode fazer muita coisa: 3×4 para o São Paulo e agora vamos pra cima do Museu, sem piedade.

***

O São Paulo bateu nesta quarta-feira o último time até então com 100% no campeonato, o Americana. O jogo foi intenso. A equipe tricolor por duas vezes ficou atrás no marcador, mas cresceu na segunda etapa e venceu por 4 a 3, com dois de Dagoberto.

O primeiro gol de Dagoberto foi contestado pelo Americana. Os jogadores do time interiorano alegaram que a bola não ultrapassou a linha. A arbitragem assinalou gol.

Com o êxito fora de casa, o São Paulo assume a 2ª colocação do Estadual. São três vitórias em quatro jogos. A equipe do interior cai para o 3º lugar, também com nove pontos. O Santos lidera, com 10 pontos.

A partida em Americana representou mais um recorde a Rogério Ceni. O camisa 1 completou 73 partidas seguidas defendendo o clube do Morumbi, sua maior sequência na carreira.

Ainda sem poder contar com Rivaldo, que aguarda regularização na CBF, o técnico Paulo César Carpegiani decidiu fazer mudanças diante do Americana. Ele sacou o meio-campista Cleber Santana, criticado por parte da torcida. Em seu lugar, o treinador colocou Jean no setor, improvisando Xandão na lateral.

Surpresa da competição, o Americana aproveitou a pouca ofensividade do São Paulo para ameaçar Rogério Ceni. O time do interior atacava pelo lado direito, nas subidas de Juan. Aos 19 min, a equipe da casa abriu o marcador. Fumagalli cruzou para área. Sem marcação, Marcinho completou para o gol com o pé esquerdo.

O gol animou o Americana, que intensificou as jogadas na área adversária, criando outras três oportunidades de gol.

O São Paulo apresentava o mesmo defeito de rodadas anteriores: a falta de um finalizador. Marlos, Dagoberto e Fernandinho giravam no setor ofensivo, mas com poucos espaços para o chute.

Mesmo com dificuldades para atacar, o time do Morumbi conseguiu o empate aos 32 min da etapa inicial. O gol foi curioso. Gercimar marcou de calcanhar, contra. Fernandinho cruzou rasteiro. A bola passou por Dagoberto e bateu no calcanhar de Gercimar, que acabou acertando a própria meta.

A igualdade não durou muito tempo. No último lance do primeiro tempo, o Americana voltou a ficar à frente no placar. Rafael Chorão se infiltrou na zaga tricolor, driblou Alex Silva e chutou rasteiro, enganando Rogério Ceni.

Para a segunda etapa, o São Paulo voltou com Fernandão no time. Carpegiani queria uma referência na área, atraindo a marcação rival. Mas foi Dagoberto quem ficou com a função de um típica de camisa 9, deixando Fernandão como um meia.

Logo aos 3 min da etapa final o São Paulo voltou a empatar a partida, com Dagoberto. O gol gerou reclamação por parte dos jogadores do Americana; a bola não teria passado a linha do gol, chiou o Americana. O árbitro Flávio Rodrigues Guerra seguiu a indicação do assistente e validou o gol.

Dagoberto brilhou no segundo tempo. O camisa 25 marcou seu segundo gol no jogo, o da virada sobre o Americana. Desta vez, Dagoberto escorou cruzamento de Fernandão.

O segundo tempo teve o controle absoluto do São Paulo, que construiu boa vantagem no marcador. O quarto gol do time do Morumbi foi anotado por Jean, que chutou com o pé esquerdo. A bola bateu no travessão e atingiu as costas do goleiro Jailson antes de entrar. Lindo gol.

O Americana marcou de pênalti com Fumagalli, nos acréscimos.

Via UOL Esportes

FICHA TÉCNICA:
AMERICANA X SÃO PAULO

Estádio: Dr. Décio Vitta, em Americana (SP)

Data/hora: 26/1/2010, às 22h (de Brasília)

Árbitro: Flávio Rodrigues Guerra

Auxiliares: Danilo Ricardo Simon Manis e Alberto Poletto Masseira

Gols: Marcinho (19min/1ºT); Gercimar, contra (32min/1ºT); Rafael Chorão (44min/1ºT); Dagoberto (3min/2ºT); Dagoberto (13min/2ºT); Jean (28min/2ºT); Fumagalli (48min/2ºT)

Cartões amarelos: Rodrigo Souto (42min/2ºT)

Americana: Jailson; Luis Felipe (Kassio, 32min/2ºT), Jorge Luiz, Julio César e Helton; Gercimar, Léo Silva, Marcinho e Fumagalli; Charles (John, 15min/2ºT) e Rafael Chorão

Técnico: Edinho Nazaret

São Paulo: Rogério Ceni; Xandão (Fernandão, no intervalo), Alex Silva, Miranda e Juan; Jean, Rodrigo Souto, Carlinhos e Fernandinho; Dagoberto (Marcelinho, 38min/2ºT) e Marlos (Zé Vitor, 20min/2ºT)

Técnico: Paulo César Carpegiani

Via Site Oficial

Melhores Momentos

Relacionados

Em jogo de sete gols, Dagol marca dois e Tricolor vence

Carpegiani: “Vencemos na determinação dos jogadores”

Fernandinho revela “pacto” no vestiário e Dagol vibra com fase

Ceni alerta para São Paulo não esquecer dos erros

Rogério Ceni alcança recorde pessoal e destaca ajuda do Tricolor

Dagoberto: ‘Que bom que o bandeira deu o gol’

Dagoberto festeja início arrasador em 2011: ‘Estou de bem com a vida’

Com ‘furacão’ Dagoberto, São Paulo vence Americana por 4 a 3

Com gol polêmico e show de Dagoberto, São Paulo vence Americana de virada¨

***(*) ******(*)

Próxima Partida: Santos x São Paulo, Paulista 2011, Arena Barueri, Barueri, domingo, dia 30.01 às 17h00.

O São Paulo em 2011. Sonho ?

25/01/2011

Rogério Ceni

Lateral Direito, Alex Silva, Miranda ( Coates ) e Juan.

Guiñazu, Jean, Lucas e Rivaldo.

Luis Fabiano e Dagoberto.

ou

Rogério Ceni

Lateral Direito, Alex Silva, Miranda ( Coates ) e Juan.

Guiñazu, Jean, Lucas e Alex.

Luis Fabiano e Rivaldo.

Relacionados

Alguém me disse

Luís Fabiano está na mira do São Paulo

***(*) ******(*)

Falar ou Ficar Calado ?

25/01/2011

Salve Soberania !

Na vida, é mil vezes melhor ficar calado do que abrir a boca pra falar bobagens, especialmente quando se desconhece o assunto e principalmente quando não se tem interesse em pesquisar a respeito.

Hoje, toda e qualquer informação está a um clique dos seus olhos, basta ter acesso a internet. Ora, se eu mero torcedor posso ir pesquisar, por quê aquele que vive da informação por ofício não o faz ? Não o fez ?

O jornalista José Ilan, do Globo Esporte, escreveu um amontoado de asneiras sobre a contratação do Rivaldo pelo São Paulo Futebol Clube.

Rivaldo no São Paulo é conflito ético

Chamou a transação de esdrúxula. Ponto. Faltou com o respeito.

Continua sua argumentação dizendo que o contratado é presidente de outro clube, o Mogi Mirim; e depois inicia retórica baseado nos preceitos da ética no futebol e de um tal de “conflito de interesses”.

Sugere marmelada, ao dizer que em um possível embate entre as duas equipes, ou entre outras em que o São Paulo pudesse ser beneficiado – o presidente poderia pedir para seus comandados entregarem seus jogos, no melhor estilo Travecão 2009 x Flalido.

Triste.

Eu poderia por a pá de cal sobre o assunto, simplesmente lembrando que o São Paulo ganhou de 2×0 na casa do adversário, antes do seu presidente/jogador ser contratado. Mas quero mostrar como o jornalista não conhece o atual formato do campeonato.

O regulamento do Paulistinha 2011, prevê, na primeira fase apenas 1 turno. Depois os 8 melhores classificados se enfrentam nas quartas de final desta forma: As quartas de finais são disputadas em partida única, com mando de campo dos times de melhor campanha na 1ª fase. O 1º colocado enfrenta o 8º colocado, o 2º joga contra o 7º, o 3º contra o 6º e o 4º contra o 5º. Em caso de empate, o jogo será decidido nos pênaltis.

Com todo o respeito ao Mogi Mirim, mas qual a chance que o clube interiorano tem de passar para a segunda-fase da competição ? Além dos 4 grandes ainda temos Ponte Preta, Portuguesa, Santo André, São Caetano, Paulista e Bragantino.

Mesmo sabendo que o futebol não é uma ciência exata, as chances do São Paulo enfrentar o Mogi na segunda-fase, se não forem nulas, são muito remotas.

Portanto o texto do jornalista carioca nada mais é do que divagar sobre o improvável.

No mais, a diretoria do São Paulo já tinha solicitado ao Rivaldo que pedisse licença da presidência do Mogi Mirim, bem antes do tal jornalista publicar este texto.

Quando não se tem assunto, é melhor ficar calado.

Relacionados

Rivaldo quer presidência do Mogi, mas São Paulo sugere licença

A legalidade plena da contratação de Rivaldo, dica Marcelo Abdul e Hannibal.

Tricolor consultará CBF e Fifa sobre Rivaldo, que segue à frente do Mogi

São Paulo não vê impedimento em ter presidente Rivaldo, mas sugere saída do Mogi

Atualizado: 26.01.2011 às 01h16

***(*) ******(*)

São Paulo 0x1 Ponte Preta

23/01/2011

Ponte Preta estraga aniversário de Ceni e derrota o São Paulo no Morumbi

O São Paulo aplaudiu Rogério Ceni antes do jogo. O goleiro completou neste sábado 38 anos. A festa, porém, não foi completa. A Ponte Preta bombardeou o camisa 1 tricolor no Morumbi principalmente no segundo tempo e venceu o time da casa por 1 a 0, gol de Tiago Luís.

“Fico p.. em ver eles atacando e nada sendo feito”, esbravejou Alex Silva, zagueiro do São Paulo.

“Eu deixo para o Carpegiani resolver [falhas defensivas]. Ele [Carpegiani] vai saber acertar a equipe para que nós não sejamos surpreendidos e para que a torcida não se vire contra nós”, acrescentou.

Poucos minutos antes da partida no Morumbi, o São Paulo confirmou acerto com Rivaldo, 38 anos, que atualmente ocupa o cargo de presidente do Mogi Mirim. O pentacampeão mundial tem acertado contrato até o fim do ano com o time tricolor, mas não pode oficializar a união, já que sua documentação não foi liberada pelo Bunyodkor, do Uzbesquistão.

Sem poder utilizar Rivaldo, o São Paulo armou time para este sábado sem um meia. Marlos foi adiantado para o ataque. O esquema 4-3-3 adotado por Carpegiani proporcionou uma equipe intensa no ataque, mas pouco produtiva no meio-campo e exposta na defesa .

Como centroavante, Dagoberto criava as principais jogadas ofensivas do São Paulo na primeira etapa. O camisa 25 teve a chance de marcar aos 15 min. Pela esquerda, Fernandinho e Juan também desperdiçaram boas chances de gol.

A Ponte Preta explorava os avanços do São Paulo para investir nos contragolpes. O clube campineiro criou quatro grandes oportunidades de gol nos 45 min iniciais, duas vezes com Ricardo Jesus e outras duas com Renatinho.

São Paulo e Ponte colecionaram gols perdidos de frente para a meta na etapa inicial.

O segundo tempo começou com a Ponte usando a mesma estratégia do 1º tempo: furar a defesa em linha tricolor. Ricardo de Jesus ficou frente a frente com Rogério Ceni. Para sorte do São Paulo, o atacante estava impedido.

Com 9 min de segunda etapa, o time campineiro já tinha perdido quatro boas chances. Notando a apatia do time em campo no 2º tempo, Carpegiani fez duas substituições aos 10 min da etapa complementar: Fernandão e Xandão entraram nas vagas de Cleber Santana e Carlinhos Paraíba.

Melhor em campo, a Ponte evitou mudanças na escalação. A primeira mexida ocorreu apenas aos 23 min do 2º tempo. Lesionado, Mancuso deu lugar a Gerson.

O bombardeio da Ponte fez efeito . Renatinho entrou na área pela direita e finalizou. Ceni deu rebote. Tiago Luís, livre, cabeceou, abrindo o marcador aos 31 min do 2º tempo.

O gol da Ponte empurrou o São Paulo para frente, que reequilibrou o jogo. Fernandinho, pela esquerda, atraía a marcação rival, mas não conseguia a finalização. Nos 10 minutos finais, só dava São Paulo.

A Ponte controlou a euforia do São Paulo e aguardou o apito final. Com o triunfo no Morumbi, o time de Campinas soma seus três primeiros pontos no torneio.

Via UOL Esportes

Este slideshow necessita de JavaScript.

Imagens: VipComm

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X PONTE PRETA

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)

Data e Hora: 22/1/2011, às 19h30 (de Brasília)

Árbitro: Flávio Rodrigues de Souza

Auxiliares: Jumar Nunes Santos e Maurício Hélder Luiz Alexandrino

Público: 11.743

Renda: R$ 275.226,95

Gol: Tiago Luis (31min/2T)

Cartões amarelos: Mancuso (43min/1T); Josimar (7min/2T); Guilherme (12min/2T); Juan (20min/2T)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Jean, Alex Silva, Miranda e Juan; Rodrigo Souto, Cleber Santana (Fernandão, 11min/2T), Fernandinho e Carlinhos (Xandão, 11min/2T); Marlos (Marcelinho, 28min/2T) e Dagoberto

Técnico: Paulo Cesar Carpegiani

PONTE PRETA: Bruno; Guilherme, Leandro Silva, Ferron e João Paulo; Mancuso (Gerson, 23min/2T), Josimar, Gil e Renatinho (Xaves, 45min/2T); Márcio Diogo (Tiago Luis, 25min/2T) e Ricardo Jesus

Técnico: Gilson Kleina

Via Site Oficial

Melhores Momentos

Relacionados

Aniversariante, Ceni lamenta derrota: ‘Não tivemos a mesma mobilidade’

Ceni explica falha: ‘Tentei rebater para longe’

São Paulo lamenta chances perdidas e reclama de vaias da torcida após derrota

Ponte Preta joga melhor e vence o São Paulo. Carpegiani tem sérios problemas para arrumar o meio-campo

Alex Silva reclama da oscilação: ‘Isso está nos deixando meio p…’

Alex Silva detona atuação do São Paulo: ‘Time não pode apresentar esse futebol’

VÍDEO: São Paulo confirma Rivaldo, mas vê Ceni falhar no aniversário e perde da Ponte

Fernandinho lamenta a derrota: ‘ A bola não quis entrar’

Ponte estraga festa de Rogério e vence o São Paulo no Morumbi

Em dia de homenagens, Tricolor perde no Morumbi

[Fotos] Marco Aurélio Cunha recebe placa

Rogério lamenta: “Derrota é sempre ruim”

Carpegiani quer segurança e estuda manter Xandão

Nota oficial: São Paulo contrata Rivaldo

***(*) ******(*)

Próxima Partida: Americana x São Paulo, Paulista 2011, Décio Vitta, Americana, quarta-feira, dia 26.01 às 22h00.

M1TO 3.8 – 22.01.2010

22/01/2011

Via Site Oficial

Relacionados

[Vídeo] #parabensM1TO: faltou um!

***(*) ******(*)

Sobre o Alex Silva

21/01/2011

Salve Nação Tricolor !

Com todo respeito que eu tenho pelos dirigentes do São Paulo FC, até por causa das posições que alcançaram na vida, por causa do clube que nos une, por causa da idade e por causa da educação que eu recebi ( se é que eu guardei alguma coisa ), mas eu não vou aceitar nada que não seja a extensão do contrato do Alex com o São Paulo ou ainda a compra dos seus direitos.

Isto não se encontra mais por ai.

Via Twitter Oficial Alex Silva

***(*) ******(*)

Rivaldo Acerta Com o São Paulo

21/01/2011

São Paulo acerta com Rivaldo para 2011, diz TV; diretoria nega acordo

Rivaldo é reforço do São Paulo para 2011, segundo a ESPN Brasil. A conversa que começou em tom informal entre o meia e o goleiro Rogério Ceni evoluiu e se tornou realidade. A diretoria, que já admitiu o interesse e iniciou as conversas, nega por meio da assessoria de imprensa que o acerto esteja concluído.

O primeiro contato sobre o tema aconteceu na estreia do Paulistão, na vitória do São Paulo por 2 a 0 sobre o Mogi Mirim. Após o jogo, Rivaldo foi visitar Rogério Ceni no vestiário e tirou fotos. Durante o papo, surgiu o assunto: o meia de 38 anos gostaria de jogar no Morumbi.

Rogério levou o assunto à diretoria. O presidente Juvenal Juvêncio gostou. A ideia começou a ganhar corpo entre os dirigentes e se tornou uma possibilidade real quando a notícia vazou e a repercussão entre os são-paulinos foi positiva. O clube, então, se encorajou a levar a história adiante.

Rivaldo voltou ao futebol Brasileiro no ano passado para acompanhar de perto o Mogi Mirim e exercer o cargo de presidente. No final de 2010, avisou que também reforçaria a equipe dentro de campo e passou a treinar com os demais jogadores.

Nesta semana, o meia pentacampeão lamentou que ainda não pôde estrear no Campeonato Paulista. Se for confirmado como reforço são-paulino, ele irá acumular passagens pelo trio-de-ferro paulista, pois já defendeu Corinthians e Palmeiras na década de 90.

Via UOL Esportes

Rapidinhas do Lina

21/01/2011

A reeleição de JJ – Sinceramente não vejo problema nenhum na reeleição. O argumento da maioria é que o São Paulo vai se tornar igual aos seus rivais e inimigos. Que pode ser legal mas é imoral. Que isso e que aquilo outro. Devagar com o andor. O JJ não é corrupto como estes a quem é comparado e nem incompetente. Existe um abismo entre eles. Sobre esta situação, este texto publicado ontem no jornal Lance!, escrito sem paixões, é bem esclarecedor. Leia aqui.

Rivaldo – Em 1993 o São Paulo contratou Toninho Cerezo do Sampdoria, também com 38 anos e este acabou por se tornar campeão do mundo. Quando perguntado se gostaria de contar com o jogador tempos atrás, o Scolari disse que o Rivaldo não conseguiria acompanhar o ritmo do futebol atual no país. Segundo os jornais, o meia pode acertar ainda nesta sexta-feira um contrato com o São Paulo. Se tem jogador com 120KG que joga por ai, por quê não o Rivaldo que se cuida e não é cachaceiro ? Se vier, será benvindo e festejado.

Guiñazu – Eu não aguento mais essa novela. Deixa esse cara pra lá. O Internacional é um clubinho com mentalidade regional, bairrista. O jogador quer vir, já tem valores salariais acertados, mas tem contrato. O clubinho regional prefere manter um jogador insatisfeito, fazer o quê ? Ontem surgiu a informação que o São Paulo teria oferecido Dagoberto e Cléber Santana pelo argentino, oferta – imaginem – recusada pelo Inter. Não acredito que o São Paulo fez isso, não seria inteligente desprestigiar dois jogadores do clube assim. Essa notícia não procede, tenho certeza.

Copinha – Infelizmente o São Paulinho caiu ante ao Flalido. Mas o time jogou bem e não conseguiu fazer o gol apesar das chances criadas. Não faz mal, o ano que vem tem mais. Pudemos ver promessas neste time, principalmente os bons Miranda, Dener e Alfredo. Se as nossas glórias vem do passado como diz o hino, eu posso ver um “museu” de grandes novidades, como diria o poeta. Ou “memorial” como queiram…

Gol de placa – SOS Rio 2011, São Paulo Social. O São Paulo enviou 35 toneladas de donativos ao Rio de Janeiro em dois caminhões na quarta-feira a noite. As doações ainda podem ser entregues no portão 1 do Morumbi. Ajude se puder.

Torcida – Estive no Morumbi na quarta-feira. Triste ver como um estádio tão bem cuidado pode ser largado as moscas. Menos de 7 mil pessoas acompanharam São Paulo x São Bernardo. Vergonha.

Torcida 2 – Algumas pessoas reclamam dizendo que o acesso não é fácil pra quem não tem transporte. Legal, tudo bem. Então se preparem, porque o VLT que vai atender a região vai sair, e ai eu vou querer ver qual é a desculpinha…

94/96 – Segundo a FIFA, o capitão marcou 94 gols. Segundo os arquivos históricos do São Paulo, 96. Quer saber ? Tudo é festa. Vamos comemorar duas vezes. Quando fizer 100 e quando fizer 102. O futuro presidente do São Paulo FC merece. Salve Rogério Ceni ! Veja todos os gols do capitão aqui.

Alex Silva – A torcida pediu, o Rogério Ceni pediu, o Carpegiani pediu e agora o Dagoberto pediu para que resolvam a situação do zagueiro. Segundo o jogador, nem ele nem seu empresário foram procurados pelo clube. Quanta agilidade, meu Deus !

Paulistinha – Bom início do São Paulo no torneio. Em 2 jogos 100% de aproveitamento. O próximo jogo é contra a Ponte Preta, sábado no Morumbi. Dá pra manter os 100%. Nós vamos ganhar esse canequinho ai, podem anotar.

***(*) ******(*)