Sub-17 é campeão no México

Tricolor conquista Copa Independência Bicentenário vencendo as principais forças das Américas

O São Paulo conquistou neste domingo mais um importante troféu para sua vasta galeria de títulos. Jogando na Cidade do México, o time Sub-17 do Tricolor bateu o Chivas Guadalajara por 4 a 2 na decisão, faturando a primeira edição da Copa Independência Bicentenário Sub-17.

A competição disputada no México reuniu as melhores equipes das Américas em comemoração aos 200 anos da independência do país. Além do São Paulo, único representante brasileiro, foram convidados dois argentinos (Boca Juniors e River Plate), um uruguaio (Peñarol) e quatro mexicanos (Chivas, América, Cruz Azul e Pumas Unam).

O Tricolor, comandado pelo técnico Zé Sérgio, acabou a competição de forma invicta. Na primeira fase venceu América (2×1), Chivas Guadalajara (2×1) e River PLate (2×0).

Classificado para as semifinais, o time brasileiro derrotou o Boca Juniors por 1 a 0 e avançou à decisão. Na grande final disputada neste domingo no estádio Azteca, o São Paulo voltou a vencer o Chivas Guadalajara, desta vez por 4 a 2, conquistando assim o título inédito.

A delegação são-paulina retorna para o Brasil na noite de hoje, desembarcando na capital paulista no início da tarde desta segunda-feira.

Com mais uma conquista internacional, o São Paulo segue sua excelência na formação de atletas demonstrada ao longo de toda sua trajetória, que entre tantos talentos formados recentemente, revelou ao mundo nomes como Kaká, Julio Baptista e Denilson e vê despontar hoje no time principal jogadores como Lucas, Casemiro, José Vitor e Bruno Uvini.

Crédito obrigatório das fotos: Jam Media/LatinContent

Este slideshow necessita de JavaScript.

Via Site Oficial / Sempre Tricolor / Blog do São Paulo

***(*) ******(*)

17 Respostas to “Sub-17 é campeão no México”

  1. José Roberto Says:

    Que legal nossa molekadinha, fazendo história e elevando cada vez mais o nome do nosso amado São Paulo Futebol Clube.
    Como diz o ditado
    “BOA ÁRVORE GERA BONS FRUTOS”
    Não podia dar outra!
    Parabéns garotada nota mil.
    Como é bom ser são Paulino.

    Lina: É de pequeno que se aprende… _X_

  2. Hannibal Says:

    Olha isso… alguma novidade??? O time mais queima rosca da HISTÓRIA!

    Lina: Que blz…

    • elton Says:

      vi esse video ai ,huahuahuahuahuauhua ,só faltou ai o ronaldo e o frota

      Lina: Reunião da bicharada no PSJ. Aos poucos elas vão se confessando. Se bem que a gente já sabia… KKKKKKKKK

  3. José Roberto Says:

    Lina.
    Veja que legal meu amigo!
    Acompanhando o Blog do São Paulo9 Zanquetta) para osso orgulho imagino que para você também esta um artigo nosso sobre o Grande José Poy, homenagem quase que obrigatória que fiz ao nosso grande arqueiro.
    Você sabe que muitas vezes quando lembro do passado fecho os olhos e vejo o Poy jogando pelo nosso São Paulo, cara me dá uma saudade como jogava aquele Argentino/SãoPaulino.
    Para mim o maior goleiro do mundo.
    Dê uma olhada no Blog do São Paulo, e por favor guarde, quem sabe no futuro a gente não recorra a ele.
    Um abraço e muito obrigado por me deixar publicar minhas memórias do futebol principalmente do nosso Tricolor.
    Um abraço

    José Poy, um ídolo, um guerreiro, um São Paulino !/ Curtas do SPFC/ Feliz aniversário Braun

    José Poy, ídolo,guerreiro,São Paulino Curtas do SPFC Feliz Aniversário Braun
    José Poy, ídolo,guerreiro,São Paulino

    Muito se enaltece o grande Rogério Ceni ( O Mito) pelas defesas, gols, cobranças de faltas, penaltis e lançamentos, mas na meta ninguém bateu Poy. Foi o maior que vestiu nosso manto sagrado !

    José Poy chegou ao São Paulo em 1948, mas só se firmou como titular em 1950.Foram treze anos no time tricolor, e uma grande identidade com a torcida, sendo ídolo até hoje.Despertou o interesse do Tricolor após jogar uma partida contra o São Paulo no Pacaembu, em dezembro de 1945. Na ocasião o garotão de apenas 19 anos atuou muito bem pelo Rosário Central no empate de 2 x 2.

    Poy, foi um dos maiores goleiros que já jogaram no futebol brasileiro. Muito ágil e calmo, foi um goleiro tão seguro que teve seu nome cotado para a Seleção Brasileira da Copa do Mundo de 1954, mesmo sendo argentino. A imprensa pressionou, os dirigentes chegaram a consultá-lo sobre a eventual naturalização, mas a idéia acabou não dando certo.

    Encerrou a carreira em 1962 para se tornar treinador. Dirigiu o próprio do time do São Paulo diversas vezes entre 1964 e 1982, tendo sido campeão paulista em 1975, vice-nacional em 1971 e 1973, vice da Libertadores em 1974 e vice paulista

    Dados do ídolo :

    José Poy
    Apelido: Poy
    Ano de entrada no clube: 01/07/49
    Data de saída: 30/04/62
    Gols sofridos no SPFC: 723
    Data de nascimento: 16/04/26, em Rosário, Argentina
    Títulos conquistados no SPFC: Campeão Paulista de 53 e 57
    Outros clubes em que atuou: Rosário Central, da Argentina.

    Nas 515 partidas disputadas pelo São Paulo, Poy obteve 291 vitórias, 107 empates e 117 derrotas.

    Como técnico lançou vários talentos do Tricolor como Serginho Chulapa e Muricy Ramalho. Com um talento apurado também como olheiro, Poy indicou a contratação de grandes jogadores ao São Paulo como o atacante França, o zagueiro Edmílson e o atacante Edu.

    Palavras de quem conviveu com Poy :

    Um pai para Muricy

    Muricy Ramalho, treinador de futebol, diz que José Poy não era um técnico que sabia muito bem ser paizão quando era necessário. “O Poy fez esse papel. Eu aprendi muito com ele. E olha que era bronca total todos os dias. Ele queria que eu cortasse o cabelo e eu não cortava. O Poy sempre me dava conselhos. Hoje, eu sei que ele fazia isso porque gostava de mim. Era como um pai que cuidava de um filho”, conta emocionado o ex-meia, comandado por Poy nos anos 70.

    Poy faleceu em 08 de fevereiro de 1996 em São Paulo após dedicar 38 dos seus 69 anos de vida ao São Paulo Futebol Clube.

    “Nasci e vou morrer no São Paulo, é aqui onde surgi e é aqui que vou terminar”.

    CURIOSIDADES E RELATOS DE TORCEDORES:

    Em um determinado jogo no Pacaembú, irritado por não conseguir superar o goleiro sãopaulino que fechava o gol naquela partida, depois de catar uma bola nos pés de Pelé, o jogador santista não se conteve, com o bico da chuteira jogou terra nos olhos do goleiro.

    Cansei de ver o Poy jogar pelo São Paulo.

    Corajoso, não pensava duas vezes em pular numa bola aos pés dos adversários, raramente rebatia uma bola, dar um soco só quando muito pressionado, fazia a ponte e descia com a bola junto ao corpo, bolas altas se não dava para pegar, simplesmente dava uma espanada pela linha de fundo com as costas das mãos. Hoje os goleiros saltam depois rolam no gramado. Não ficou devendo nada a Gilmar dos Santos Neves.

    Não faltava aos treinos e nos momentos de folga vendia cadeiras cativas. Foi o maior corretor que o São Paulo teve, percorreu muitas cidades do estado vendendo, esteve em Santos, na minha rua. Meu pai e muitos vizinhos sãopaulinos compraram com ele. Como técnico ajudou muitos jogadores no início de carreira entre eles Muricy Ramalho,

    Que saudade meu amigo desse nosso grande ídolo. Hoje está no céu, com certeza dando uma forcinha para o nosso Tricolor. (José Roberto, parceiro do blog do Lina)

    Poy, o construtor do Morumbi !

    Todo são-paulino já deve ter ouvido a história do goleiro Poy, que vendia pessoalmente as futuras cadeiras cativas do estádio, ainda em construção. Sozinho, vendera 8 mil (das 12 mil disponibilizadas).

    O que talvez não saibam é que, no início, as cativas não seriam tão cativas assim. Digo, não seriam perpétuas, mas sim, de posse transitória, válida por vinte anos. Acontece que – tal como hoje, com o Morumbi 2014 -, havia muita gente jogando contra, desvalorizando perante a população e o público consumidor, toda e qualquer linha de projeto do São Paulo sobre o Morumbi.

    Era um descrédito total. Havia forte campanha (de baixo nível, do pior tipo – tal como hoje novamente, em certos programas esportivos) desqualificando a empreitada tricolor naquela região inóspita. Logo, simplesmente zombavam ‘da tua cara’ se ouvissem falar: “Quer comprar uma cativa do futuro estádio do São Paulo no Morumbi?

    -”Onde, no mato?”.

    Com tantos descrentes e com tantos outros jogando contra, alimentando ainda mais essas malícias, o clube não conseguiu vender as meras seis mil cadeiras que planejava desde o início e teve que mudar suas perspectivas quanto a posse das cativas, tornando-as perpétuas.

    E ai sim, Poy foi um herói.

    Imagem da época

    Fonte de pesquisa/Imagens : Wikipédia, SPFCpédia, Blog do Lina, Blog História do futebol, Blog terceiro tempo.

    Equipe Blog do São Paulo
    Postagem e elaboração – André George (Deco) andregeorge@spfc.com.br

    Lina: Vou guardar, mas na sua coluna, você mesmo publicou algo sobre o Poy aqui, olha só: https://blogdolina.wordpress.com/2010/05/24/de-olho-no-lance-%e2%80%93-relatos-de-quem-viu-e-viveu-a-epopeia-tricolor/ Abraços e viva o Poy !

  4. José Roberto Says:

    Então Lina
    Foi do seu blog que o Zanquetta tirou a minha homenagem ao Poy, fico feliz por todos nós, mostra que o Blog do Lina é Lido e acompanhado por muitos e veja que nossa publicação aqui se deu em: 24/05/2010.
    Depois de 5 meses.
    Legal não?

    Lina: Porra meu, legal demais ! KKKK. No mínimo você que agitou né ?

    • José Roberto Says:

      Lina.
      Muito pelo contrário, fiquei surpreso, você sabe o quanto gosto e sempre que posso enalteço o Poy.
      Quando ví a matéria que fala de um dos meus maiores ídolos me interessei e comecei a ler, daí notei que parecia com o que eu tinha escrito no Blog do Lina, e não deu outra no final estava escrito:
      “José Roberto, parceiro do blog do Lina”
      Fiquei feliz nós! Muito legal!
      Parabéns a você pelo Blog, isso demonstra a credibilidade que você conquistando a cada dia.
      Um abraço.

      Lina: Fiquei feliz também caro Zé Roberto, abraços. É noi_X_ !

    • Hexa Único Says:

      Eu fui lá pra ver.
      Post show eles fizeram sobre o Poy.
      Aliás jogador são-paulino que merece homenagem não falta.
      Esse ai dizem que jogou mais que o Rogério Ceni, só para os mais novos terem noção da categoria do cara.

  5. LUCAS HEXA Says:

    Viva a Base tricolor…

    eu particulamente não gosto do blog do Zanquetta.. é muito cocozinho lá..

    Lina: Viva a base. Lucas, o blog do São Paulo é um dos que não faz pose e recebe a gente muito bem lá. Posso te citar outros em off, com print screens inclusive que simplesmente ignoram a gente aqui. Vai por mim, ali é família. Abraços

  6. LUCAS HEXA Says:

    Emprestado ao Guarani, Mazola diz que sonho de
    seu falecido pai era vê-lo com a camisa do São Paulo

    Jovem de 21 anos é o destaque do time Campinas e está recebendo propostas do exterior

    Gazeta PressGazeta

    Principal jogador do Guarani e uma das revelações do Campeonato Brasileiro 2010, o atacante Mazola não sabe qual será o seu futuro. Emprestado ao Bugre até o final da temporada, o atleta pertence ao São Paulo, clube que pouco o aproveitou.

    No entanto, ele espera continuar realizando o sonho de seu pai, que não teve tempo para ver o filho vestindo a camisa do clube de seu coração.

    – O meu pai, que era são-paulino roxo, falou, antes de morrer, que o dia em que me visse jogando pelo São Paulo, morreria tranquilo. Mas ele morreu quando eu tinha 12 anos e estava na Portuguesa. Mas todo jogador tem o sonho de jogar em um clube como o São Paulo e o meu sonho não é diferente.

    Autor de sete gols no Nacional, Mazola de 21 anos revelou ao site Justicadesportiva.com.br que o time campineiro já mostrou interesse em uma renovação e que vem recebendo propostas do exterior.

    – O futuro do Mazola está nas mãos do Juvenal [Juvêncio, presidente do São Paulo]. Tem time de fora que me quer, mas agora vai depender do São Paulo, se eles vão me dar oportunidade, se vão me emprestar novamente ou até me vender.

    Após cumprir uma partida de suspensão, o atacante estará em campo neste domingo, quando o Bugre visitará o Ceará, no Estádio Castelão. O confronto terá início às 18h30.

    Ano que vem, podem esperar, Mazola arrebenta.

    Lina: Lucas, Mazola, Henrique e RO. Aguardem.

  7. Hannibal Says:

    America, Chivas 2 vezes (freguês, :D), Boca Juniors!

    Acompanhei a final ouvindo uma rádio mexicana e deu dó dos caras, Lucas Piazon tem futuro, depois que viu o inferno do terrão da pedofilia voltou e em grande estilo!

    Essas levas de jogadores que virão de Cotia nos darão muita alegria Lina, é só ter peito e bancar os moleques no profissional!

    Lina: Terrão da pedofilia é foda. KKKKKKKKKKKKK

  8. Guedes Says:

    Na base só dá São Paulo.
    Pelo menos o futuro está garantido.

    Lina: Sempre esteve. 😉

  9. Marcelo Abdul Says:

    Valeu molecada! Mais um título da base esse ano. O futuro promete.

    Lina: O futuro é nosso !

  10. Barman Says:

    Cotia já rende frutos, bem na hora em que os babacas invejosos começam a abrir a boca pra falar merda do São Paulo.

    Lina: É verdade. O tempo trata de calar a boca dos imbecis. Quer ver ? O cara de areia mijada falou que o São Paulo estava atráz de treinador empregado. O Parreira não aceitou o convite, sabe o que vai acontecer, vai ter que contratar alguém empregado. Aguarde e verás.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: