TV Globo, RT e Nuzman

A TV Globo está organizando um seminário com o título: “A limitação dos mandatos no comando do futebol, depois de Ricardo Teixeira”.  

Para demonstrar a isenção, informação e discernimento, o coordenador desse seminário, será o presidente da CBF (21 anos) Ricardo Teixeira

Quase com o mesmo tempo à frente do COB (Comitê Olímpico Brasileiro), Nuzman defende que o seminário não seja restrito ao futebol. E “exige” a sua indicação para um dos lugares de coordenador.

Faz sentido. 

Via Helio Fernandes, Tribuna da Imprensa

***(*) ******(*)

Anúncios

7 Respostas to “TV Globo, RT e Nuzman”

  1. Finorio Says:

    É de lamentar, o ferreiro criticando a ferrugem.

  2. Henrique Soberano Says:

    Seminário com o nome: A limitação dos mandatos de futebol ?
    Legal.
    Com RT ?
    Anormal.

    KKKKKKKKKKK

    Brasil sil sil sil

  3. Tri-Mundial Says:

    Só neste pais, dirigido por analfabetos mensaleiros é que o ladrão elege seu sucessor e tem uma tv capaz de aberrações como essas.
    Parece uma pintura de Salvador Dali tamanho o surrealismo do quadro.

  4. Hannibal Says:

    Desculpem o linguajar, mas que putaria! Os caras pensam que somos o quê??? Burros alienados?!

    Lina: Eles pensam que sim.

  5. Fernando Says:

    Puta homenagem pro RC1!!!

    ” Na véspera de completar 20 anos de história no São Paulo, o goleiro e capitão Rogério Ceni foi homenageado pela diretoria do Tricolor na manhã desta segunda-feira. Durante evento que serviu para apresentar o novo patrocinador do clube, o atleta recebeu uma placa das mãos do diretor de futebol, João Paulo de Jesus Lopes, que continha a seguinte mensagem.

    “Nossa gratidão e homenagem ao homem, pai, atleta, cidadão, capitão e campeão. Por 20 anos de dedicação e inspiração, defendendo com muita galhardia e glória o São Paulo”-

    O jogador não escondeu a emoção com a homenagem.

    – Eu só tenho a agradecer, principalmente porque o São Paulo é uma extensão da minha vida. Como minha esposa, minhas filhas, tudo que conquistei devo a esse clube. Agradeço ao São Paulo porque todos trabalham para esse clube ser cada vez maior. Hoje, a campanha não é das melhores, mas sem dúvida, vamos buscar a recuperação. É mais do que eu merecia. São 20 anos de trabalho, sou um funcionário, mas faço com muito carinho, muito amor. Agradeço de coração.

    O goleiro disse que a sua relação com o clube do Morumbi é algo inexplicável.

    – A cada ano, essa relação (com o São Paulo) foi se aproximando ainda mais. Os anos foram caminhando, meus cabelos foram embora, e essa aproximação foi ficando mais forte. A minha grande paixão ao entrar em campo é por vestir essa camisa – lembrou o atleta, que tem contrato com o clube até dezembro de 2012.
    rogério Ceni são paulo placa Ao lado do diretor de futebol, João Paulo de Jesus Lopes, Rogério Ceni exibie a placa que ganhou de presente (Foto: Marcelo Prado / Globoesporte.com)

    Presidente faz homenagem em carta

    Para surpresa de muitos, o presidente Juvenal Juvêncio não apareceu no evento que anunciou o novo patrocinador e homenageou o camisa 1 tricolor. Mesmo assim fez questão de enviar uma carta para mostrar o que o capitão tricolor representa para a história do clube.

    Veja a carta abaixo:

    Prezado Senhor Rogério Ceni

    Capitão da Equipe de Futebol Profissional do São Paulo Futebol Clube

    Permita-me dirigir singelas palavras, o que faço, em nome do São Paulo Futebol Clube na condição de Presidente, assim como o faço em meu nome pessoal.

    Disse o Poeta Vinícius de Morais que “a vida é a arte do encontro, embora haja tantos desencontros pela vida”. Há 20 anos, Rogério Ceni encontrou em seu caminho a Gloriosa História do São Paulo Futebol Clube.

    Naquele momento, a ninguém seria dado imaginar que as correntezas dessas duas Histórias iriam confluir de forma tão singela, que, pelas próximas décadas, iriam se tornar um único caminhar, percorrido em uníssono pelo Homem e pelo Clube, com tamanha harmonia a ponto de poder se dizer ser esse um único afluente.

    Nesses 20 anos, Rogério Ceni soube percorrer todas as etapas comuns à vida profissional de um atleta de futebol.

    Soube chegar e superar as agruras daqueles que sofrem pela falta do aconchego da cidade do interior e estranham a frieza da cidade grande.

    Soube esperar seu momento, absorvendo com intensidade os ensinamentos dos mais velhos, como que antevendo o quanto essas lições lhe seriam úteis quando fosse chegada sua hora de brilhar.

    Soube passar pelos momentos difíceis com a resignação dos esportistas e o inconformismo dos vencedores. Constitui família, com sua esposa Sandra e teve suas lindas gêmeas: Beatriz e Clara.

    Mais do que tudo, Rogério Ceni soube amar. Amar tanto o São Paulo Futebol Clube a ponto de ser reconhecido pelos milhões de torcedores como sendo um deles dentro do campo. Dessa gente que sofrida, que vem de longe e dedica ao Clube horas do seu lazer e o sacrifício dos abnegados, Rogério Ceni recebe o carinho que somente dispensariam àqueles nos quais reconhecessem a coincidência do igual amor.

    Quis o destino, que é justo e sempre sabe recompensar os apaixonados, que Rogério Ceni tivesse tido a oportunidade de vencer no São Paulo Futebol Clube. Vencer já na condição de Capitão, líder respeitado e querido pelos colegas, técnicos, dirigentes e funcionários do Clube.

    Campeonatos Paulistas, Brasileiros, Libertadores, Mundial de Clubes. Rogério Ceni ganhou tudo no São Paulo. Fez História e bateu recordes. Fez, até hoje, 90 gols, todos eles com a camisa do São Paulo Futebol Clube. Todos eles como goleiro. Criou uma marca própria, na forma do alarido que se ouve nos estádios do Brasil e do Mundo quando aquela figura com trajes diferentes dos demais e que estaria ali só para defender, sai correndo da sua meta e atravessa o campo para cobrar uma falta ou um pênalti. Tornou-se, então, o maior goleiro artilheiro do Mundo, levou, com suas façanhas, o nome do São Paulo Futebol com destaque no Brasil e no Exterior.

    E mesmo que nesse momento seja a oportunidade de relembrar o que já conquistou, Rogério Ceni, após 20 anos de São Paulo Futebol Clube, ainda tem muito a fazer. Rogério Ceni ainda quer mais. E não duvidemos que muito mais ainda irá conseguir. Até porque, cada vitória só fez aumentar sua obsessão por mais títulos, por mais conquistas, por mais outras vitórias que certamente virão.

    Rogério Ceni é como o São Paulo Futebol Clube, obcecado pela vitória, inconformado e insatisfeito com tudo que seja menos do que o melhor, a excelência, o próximo passo rumo a um novo objetivo ainda mais grandioso do que o anterior.

    Por isso tudo, Rogério Ceni, o São Paulo Futebol Clube está honrado por ter, nesses últimos 20 anos, podido contar com seus serviços, com sua dedicação, com seu profissionalismo e, sem que nenhuma contradição, com o seu amor.

    Certamente, a História de Rogério Ceni, que há 20 anos chegou de Sinop, hoje se confunde e é uma das páginas mais brilhantes da Gloriosa História do São Paulo Futebol Clube.

    Que seja assim por mais outras tantas décadas, que Rogério Ceni e São Paulo Futebol Clube continuem vivendo esse encontro abençoado e sigam juntos por um caminho comum, uma trilha de glórias e vitórias motivadas pelo carinho, pelo respeito, pela admiração recíproca, enfim, pelo amor.

    Atenciosamente,

    JUVENAL JUVÊNCIO”

    Lina: Belíssima homenagem. O RC20 merece.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: