Porque Nós Precisamos Sempre de um Super Time

Pra evitar o que queriam fazer em 1992, e o que fizeram este ano. Leiam e entenderão. Eis aqui o clubinho que vai se apequenando com o passar dos anos, ficando do tamanho da sua história.

***(*) ******(*)

No dia 20 de dezembro de 1992, o São Paulo do mestre Telê Santana venceu o Sujeiras por 2 a 1, no Morumbi, e conquistou o título do Campeonato Paulista daquele ano. Tudo normal se não fossem alguns detalhes importantes.

As finais do Campeonato estavam previstas para os dias 6 e 13 de dezembro. Com a conquista da Libertadores, o Tricolor conquistou uma vaga no Mundial de Clubes, marcado no mesmo dia da segunda partida decisiva do estadual.

O Tricolor pediu a mudança das datas para 4 de dezembro, já que viajaria no dia seguinte para o Japão, mas a Federação Paulista antecipou o jogo em apenas um dia, marcando o primeiro duelo para o dia 5 e o segundo para o dia 20.

O São Paulo então entrou com força máxima em campo e com uma grande apresentação venceu o rival por 4 a 2, com três gols de Raí e um de Cafu. Logo após o jogo o elenco são-paulino seguiu para o aeroporto para embarcar para o Japão.

Do outro lado do mundo veio a épica vitória sobre o Barcelona, por 2 a 1, com dois gols de Raí e a conquista do inédito título mundial. O time quase não teve tempo para comemorar, já que poucos dias depois teria que enfrentar o Sujeiras.

De volta ao Brasil, a delegação foi recebida com festa e ganhou ainda mais animo para a decisão estadual. Com a vitória por 4 a 2 no primeiro jogo, o São Paulo poderia empatar a partida contra o Sujeiras que conquistaria o título.

Antes do confronto muito se questionou sobre possível formação reserva do Tricolor para aquele duelo, mas Tele Santana colocou força máxima e seu time novamente venceu.

Com um Morumbi repleto de são-paulinos (o público foi de quase 111 mil pessoas), o São Paulo venceu por 2 a 1, com gols de Muller e Toninho Cerezo. O Sujeiras descontou no último minuto de jogo, nada que pudesse atrapalhar a grande festa de final de ano do Tricolor, com um título da Libertadores, o Mundial de Clubes e também o Campeonato Paulista.

Jogo: São Paulo 2 x 1 Sujeiras
Competição: Campeonato Paulista
Data: 18/12/1992
Local: Estádio do Morumbi – São Paulo
Público: 110.887 pagantes
Gols: Muller aos 24 minutos da primeira etapa, Toninho Cerezo aos 14 e Zinho (PAL) aos 45 minutos do segundo tempo.

São Paulo: Zetti, Vítor (Válber), Adílson, Ronaldão e Ronaldo Luís; Pintado, Toninho Cerezo (Dinho), Cafu e Raí; Palhinha e Müller. Técnico: Telê Santana.

Sujeiras: César, Mazinho, Toninho, Edinho Baiano e Dida; César Sampaio, Daniel Frasson (Maurílio), Cuca (Carlinhos) e Jean Carlo; Evair e Zinho. Técnico: Otacílio Gonçalves.

Site Oficial

***(*) ******(*)

Anúncios

9 Respostas to “Porque Nós Precisamos Sempre de um Super Time”

  1. João paulo Says:

    kkkkkkk tem alguma coisa oculta que alimenta essa sua raiva do palmeiras kkkkkkkk alguma coisa que o frostrou kkkkkkkkkkk alguma coisa que vc tentou e não consequiu ser ou ter kkkkkkkkkk vc demonstra fortissimos traços de deprimência kkkkkkkkkkkkk e perder jogador pras viuvas do pelé kkkkkkkkkkkk eu só consigo rir kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Fernando Says:

      E vcs não conseguindo nem a vaga pra libertadores depois de 17 rodadas na liderança… EU ME MATO DE RIR!!! HUAHUAHUAHAUHAUHAUAHUAHAUHAUAHUA

      Lina: KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

  2. Alexandre -TRI/HEXA ÚNICO E LEGÍTIMO- Amaral Says:

    Só p completar… na Folha em sua coluna d hj, Juca disse q:

    SPFC d 92 era superior ao Barcelona!!!!!!!!!!!

    Lina: Aquele time era fantástico, maior que qualquer outro time da europa naquele tempo e poderia hoje jogar com qualquer um de igual pra igual, não tenho dúvidas disso. Abraços

    • Lesto Says:

      Me lembro do jogo entre o Barcelona e o São Paulo, o Juca ficou claramente contrariado com o resultado diria injuriado.
      Simceramente o Juca é igual ao Citadini ´so que mede suas palavras em publico. Não confio nele quando o assunto é o São Paulo.

      Lina: Cara, eu odeio o Juca Kfouri, to até escrevendo um post sobre o que ele postou no seu blog, você leu ? Quem com ferro fere, com ferro será ferido ? Dizendo que o que o São Paulo costuma fazer, fizeram com ele. Só que o São Paulo jamais tirou jogadores dos GALINHAS, se for levar essa teoria a sério, vamos criar o que ? Uma guerra de puxar tapetes ? Agora me diga, o renomado jornalista ( que nem jornalista é ), não é fraco pra caralho ???????

  3. Marcelo Abdul Says:

    Rapaz. Eu fui no Morumbi naquelas duas finais…

    Sensacional!

    Eu me lembro até hoje dos girtos “chora porco imundo, o tricolor é campeão do mundo”.

    Bons tempos que infelizmente não voltam mais. Mas agradeço aos céus por ter presenciado esse time jogar.

    Lina: Privilégio de TRICOLORES apenas. Abraços

  4. Lucas HEXA Says:

    Esse timaço era fabuloso. Vamos SPFC, pequenas derrotas nos preparam grande vitória.

    Lina: É isso ai Lucas ! Esse é o espirito do sãopaulino.
    Abraços

  5. Marcelo Abdul Says:

    Pra você ver Lina.

    Uns 5 desse time eram da base do tricolor.

    Era mais ou menos como o Barcelona é hoje. Inclusive o Messi é da base do clube pois foi lá com 12 anos de idade.

    Acho que é uma prova de que esquadrões se formam em casa.

    Esse lance de ficar comprando refugo de outros times é uma filosofia barata. O São Paulo apostou nisso em 2005 e se deu muito bem. Mas será que vai virar regra?

    Coloca a molecada pra jogar bola.

    Andre Luiz e Leo Lima é o fim da picada Juvenal.

    Lina: Então Marcelo, esse é o ponto. O São Paulo foi o primeiro clube a entender a lei Pelé em 2004/2005. E por sair na frente, montou seu esquadrão, que posteriormente se tornou TRI-MUNDIAL.
    Mas os outros também aprenderam, e fazem igual. Ou preservam seus valores, sabidos que clubes como o TRICOLOR podem levar embora dentro da lei é claro.
    A coisa mudou. Não se vê tantos jogadores bons assim no mercado. A maioria já foi pra europa. Além disso se quiser repatriar tem que por a mão no bolso. Espero que o TRICOLOR consiga repetir o sucesso de 2005, mas se não pagar, atualmente, fica mais complicado.

  6. José Roberto Says:

    Que ia ganhar os jogos já sabiamos, a única dúvida era de quanto sería.

    Lina: Eeeee saudade !!!

  7. daniel Says:

    Engraçado q naquele time não existia esse negocio de se poupar , jogo de quarta e domingo nao tem como e outras coisas q escutamos agora…aquele time podia jogar 3 vezes por semana q mesmo assim nao tinha corpo mole e sempre era espetaculo

    Lina: Moleza com o mestre Telê ? Jamais… Outros tempos, outra época. Saudade daquele esquadrão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: